quinta-feira, janeiro 26, 2006

Rotina

Sem surpresas... Depois de classificarem a arbitragem do passado fim-de-semana de 'miserável' e 'manhosa', e de começarem a falar na do próximo ainda mesmo antes de saberem quem seria o árbitro, já que não podem pegar no Pedro Henriques - que é o árbitro português de quem eu mais gosto, devido ao seu estilo britânico de arbitragem - agora vêm com lamentações sobre o árbitro auxiliar. Isto vem na linha de comportamentos semelhantes adoptados sempre nas vésperas dos derbies, como aquela rábula do Pedro Proença ser um lampião fundamentalista (que resultou no mesmo a errar miseravelmente no derby, como aliás é habitual em quase todos os jogos nossos que ele arbitra). Se por acaso acabarem por perder já se sabe quem recriminarão. Deve ser uma espécie de reflexo pavloviano.

22 Comments:

At 1/26/2006 4:17 da tarde, Blogger Pedro said...

Este fiscal de linha não deve esfregar o olho então eles estão preocupados...

 
At 1/26/2006 5:40 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Lol, essa do olho foi engraçada.

Pois eu, sendo Sportinguista, não tenho a mínima dúvida que o Sporting vai perder (ou quando muito empatar).

Não quer isto dizer que não seja com um ou dois "livres à benfica", mas analisando a coisa o slb nem precisa(ria) disso; está a jogar melhor, ou por outra, pelo menos está a tentar jogar. Que é mais do que se pode dizer do Sporting...

 
At 1/26/2006 6:51 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Reflexos de Pavlov deves ter tido tu ao fazer o penúltimo post...

 
At 1/26/2006 6:52 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Não foi o Sporting que ganhou o campeonato passado à custa de livres!

 
At 1/26/2006 7:03 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Como não houve penaltis que o justificassem, passou-se à desculpa dos livres. E se não houver livres, de certeza que se lembrarão de dizer que o Benfica ganhou à custa de cantos, ou de lançamentos laterais.

 
At 1/26/2006 7:11 da tarde, Blogger tma said...

Um coisa é certa, vamos ter sempre de aturar a lagartagem, seja qual for o resultado e independentemente da qualidade da arbitragem.
Deste modo, resta-me dizer que prefiro aturá-los por causa das queixas à arbitragem: é sinal de que o resultado me deixou satisfeito!

 
At 1/26/2006 7:47 da tarde, Blogger JoaoLynch said...

o dos pontapés de Baliza...

 
At 1/26/2006 8:01 da tarde, Blogger MB said...

Eu acho bem que os lagartos continuem a preocupar-se com a arbitragem. É da maneira que continuam a não procurar os problemas dentro da WC XXI.

Podiam era vairar um bocadinho a lenga-lenga: "apaf, blá blá blá, o cunha leal, blá blá blá, levados ao colo, blá blá blá, é o sistema ..."

 
At 1/26/2006 8:24 da tarde, Anonymous Anónimo said...

nÃO PODEMOS ESQUECER QUE ELE SÃO DIFERENTES!!!! só podem falar do sistema!!! Sistema de inteligência esverdeada!!!

 
At 1/26/2006 10:54 da tarde, Anonymous Anónimo said...

LOL um lagarto a dizer muito inocentemente " não fui eu que ganhei um campeonato à custa de livres" deve ser o mesmo que não se envergonhou quando a sua equipa bateu o record mundial de penaltys num ano só, e que +por acaso deram um campeonato. Cambada de hipócritas pedantes!

 
At 1/26/2006 10:59 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Se calhar queriam um árbitro que soubesse esfregar convenientemente o olho, ou então o do último jogo que não viu um penalty do polga e que conseguiu marcar um livre indirecto na grande área absolutamente ridiculo. Ou até aquele que viu um canto que não existiu que depois deu origem a um 2º golo no Bessa.


Mas se calhar o que eles queriam era um árbitro que fosse daqueles que validaram golos em fora de jogo, em 4 jogos seguidos, e a prejudicar o Benfica

 
At 1/27/2006 9:22 da manhã, Blogger Superman Torras said...

Para mim a maior prova de que quando perdem com o Benfica se abstraem de tudo o resto e só em ultimo caso (tipo uma derrota por 0:5) é que não culpam o árbitro, foi o jogo da Taça na época passada.

Um magnifico jogo daqueles não merecia que se lhe colasse o epíteto de "jogo em que uma equipa venceu devido à arbitragem".

Mas enfim, o próprio Dr. Eduardo Barroso, com quem até simpatizo, na crónica que escreveu no outro dia a antever o jogo não conseguiu sair da ladaínha das arbitragens favoráveis ao Benfica, do campeonato do colo, etc. Em perto de 10 parágrafos conseguiu não dedicar nenhum ao seu clube.

 
At 1/27/2006 12:33 da tarde, Anonymous Anónimo said...

ao contrário do que disse o nosso presidente, que de quando em vez até diz coisas acertadas...

http://www.maisfutebol.iol.pt/noticia.php?id=639480&div_id=1456

 
At 1/27/2006 8:14 da tarde, Blogger Mr. MA said...

Este é daqueles que quando a bola entra na baliza marca golo e que quando não entra não marca. Um problema, portanto, para a lagartagem...

 
At 1/27/2006 10:18 da tarde, Blogger Apre said...

É o reflexo pavloviano disto:

Que interesse poderá ter tido um clube como a Académica em emprestar um jogador ao Benfica. O contrário sempre se viu, agora um clube pequeno emprestar um jogador a um grande nunca se tinha visto. Tentemos perceber olhando mais de perto uma história contada com grandes cerimónias e dúvidas silenciadas.

Marcel era o melhor jogador da Académica. Em 15 jogos tinha marcado nove dos 14 golos da equipa. Depois dele julgo que a Académica não voltou a marcar. Custou caro aos estudantes, em Julho passado, e tinha uma cláusula de rescisão de 3,5 milhões de euros. Quinze dias antes do jogo com o Benfica deixou de comparecer no clube, com quem tinha contrato válido e, que conste, salários em dia e nenhum motivo de conflito. No dia seguinte ao jogo com o Benfica, a que não compareceu, apresentou-se na Luz, como novo reforço benfiquista e declarando que tinha sido contactado «oficialmente» pelo Benfica... 15 dias antes — ou seja, exactamente quando desapareceu de Coimbra. Já José Fonte, do Vitória de Setúbal, tinha feito semelhante: rescindiu unilateralmente com o Vitória na véspera do jogo com o Benfica e apareceu na Luz, como novo reforço, no dia seguinte ao jogo. E ambos confessando-se benfiquistas desde a infância. Transparente.

Mas o negócio de Marcel é, de facto, curioso. A Académica ficou sem ele, teve de ir ao mercado comprar um substituto e não viu um tostão do Benfica pelo negócio. Foi emprestado, com direito de opção em Julho próximo. Quer isto dizer que, mesmo que o Benfica pague a totalidade dos seus salários até Julho, a Académica só pode sair a perder do negócio: ou o Benfica o devolve em Julho, porque não gostou dele, ou exerce o direito de opção, mas de certeza que por menos que os 3,5 milhões, porque nessa altura tanto o Benfica como o jogador estarão numa posição de força privilegiada (e que agora já demonstraram) para forçar o desconto que quiserem.Que ganhou a Académica? E, se cair na II Divisão (como caiu o Estoril no ano passado, depois de ter sido forçado ao negócio da troca de campo no jogo com o Benfica), quanto lhe terá custado o voo de rapina da águia?

Veja-se o Vitória de Setúbal: já sofreu tantos golos em três jogos sem o Moretto como os que tinha sofrido em 15 com o Moretto. E foi forçado a vendê-lo tão barato que o próprio presidente do Benfica se comoveu e decidiu acrescentar uma gorjeta ao preço pago (?). E o patético Chumbita ainda se prestou a uma coisa inédita, que foi participar na cerimónia de apresentação do jogador aos sócios do Benfica. Agora a única esperança de viabilidade do Vitória é esperar que o Governo aprove um projecto de urbanização que é uma vergonha pública mas permitirá salvar um clube que está falido por actos de gestão como este.

Este fim-de-semana, pelo menos, houve uma alteração de métodos. Na véspera de jogar com o Gil Vicente o Benfica não tratou de seduzir ou desviar nenhum jogador do adversário (não havia nenhum que o justificasse): desta vez limitou-se a prometer que, depois do jogo, são uns cavalheiros!

 
At 1/27/2006 11:59 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Este é para ti caro Apre. Sinceramente, tinha ideia que eras um bocado mais racional. Afinal parece que achas que o Pai Natal não é apenas uma história para contar aos pequenitos.

 
At 1/28/2006 11:40 da manhã, Blogger tma said...

Já agora, Apre, o fabuloso Vinha, foi emprestado pelo Salgueiros ao FCP, no tempo em que o Tomislav Ivic era treinador (93/94). Claro que podemos sempre perguntar o que é que um jogador da "qualidade" do o Vinha fazia num clube como o FCP, mas isso não é assunto que me interesse grandemente.
Portanto, aí tens um caso em que um clube mais pequeno empresta um jogador a um grande.

 
At 1/28/2006 4:31 da tarde, Blogger El Angel Exterminador said...

Alô lampionagem!
Passo por cá só para relembrar 2 factos, não opiniões.
Pedro Proença é de facto 100% lampião, jogou andebol no Glórias e fez parte de uma das claques (salvo erro DV). Apesar de os lampiões gostarem muito de dar como facto consumado que foram muito prejudicados há 2 anos, o árbitro teve 3 erros fundamentais nesse jogo: "penalty" incorrectamente assinalado ao Sporting por simulação de Silva; amostragem de cartão amarelo a Miguel (acho que foi mostrado) e a Rochemback por este... ter sido agredido por Miguel; não assinalar de um "penalty" contra o Glórias por mão na bola na área do mesmo Miguel (algo parecido com o lance do Roberto Brum este ano, mas mais rápido). Claro que à boa maneira estalinista estes 2 lances não contam, e só se fala no "penalty" do Silva. Mas enfim, quando ainda apareceu gente a defender que o abalroamento do Liedson pelo Ricardo Rocha na área não era "penalty" e que foi o Liedson que provocou o contacto, já dá mesmo para acreditar em tudo.
O segundo facto é que o homem do Cu (desculpem lá mais esta referência anal, mas hão-de concordar que é muito ligeira :)), o beigarista ou o camionista falam de arbitragem quando lhes interessa e não é pouco. O Koeman já veio falar de "coisas esquisitas" que se passam na arbitragem, e o camionista o ano passado, depois de ter dito que não falava mais de arbitragens até ao final do campeonato, depois do jogo com o Penafiel foi à sala de imprensa queixar-se que tinham sido espoliados "não de um, nem de dois, mas de três "penalties"". Que só existiram na cabeça dele e de muitos lamps dados a reacções pavlovianas...
Duas coisa eu concedo: os dirigentes do Sporting falam demais de arbitragem em tom lamuriento para desculparem a sua própria incompetência. E o Glórias é favorito para o jogo de hoje à noite, em que acho que dificilmente escaparemos à derrota. Mas se ganharmos, ainda passo por cá. :)

 
At 1/28/2006 5:47 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Sinceramente irrita-me sempre que se fala de arbitragem, sejam pessoas do Benfica a fazê-lo, sejam de qualquer outro clube. Mas até compreendo quando depois de um clube ser nitidamente prejudicado por uma decisão de arbitragem que no calor do momento se profiram algumas alarvidades. Agora começar a falar da arbitragem ainda antes do jogo, até mesmo antes de se saber quem é o árbitro, acho que já é passar das marcas.

Eu não ponho em causa o eventual benfiquismo do Proença. Mas vir a público colocar em causa a capacidade dele para dirigir o derby por causa disso não se faz, porque é uma forma rasteira de pressão. Que deu resultados, porque a arbitragem foi péssima, e hoje em dia sempre que o Proença nos apita parece que é incapaz de marcar um penalti a favor do Benfica, porventura por ter receio que ao assinalá-lo venham mais uma vez falar do seu benfiquismo. Aliás o homem conseguiu a proeza de ser assobiado em peso pelo público benfiquista durante o jogo de inauguração da Luz, que não passava de um amigável, devido à péssima arbitragem que estava a fazer. Em relação aos erros nesse derby, é verdade que houve outros erros, mas tens que convir que um penalti muito mal assinalado logo aos oito minutos (e que foi certamente o erro mais grosseiro) condiciona, e muito, um jogo, ou não? Já agora, esse tal jogo em Penafiel o ano passado foi arbitrado por quem? Pois, foi pelo nosso amigo lampião fanático Pedro Proença.

Essa vossa atitude de nos darem o favoritismo é que me deixa desconfortável. Por norma vocês têm sempre muita garganta, e costumam andar a semana toda a prometer-nos goleadas, banhos de bola e afins. Ver-vos concederem tão facilmente a nossa superioridade à partida para um jogo não é natural. E acho mal que só apareças caso ganhem. Eu vou ter que estar aqui quer ganhe, quer perca ;)

 
At 1/28/2006 9:49 da tarde, Blogger El Angel Exterminador said...

Escreve lá mais uma página do diário, estou ansioso para participar. :)

 
At 1/28/2006 10:36 da tarde, Blogger El Angel Exterminador said...

"Nos entretanto":

http://www.vermelhices.com/imdiversas/pac-15/images/738.jpg

:D

 
At 1/29/2006 12:01 da manhã, Blogger D'Arcy said...

Andas um bocado fixado com essas cenas pá ;) Deixa lá que eu já faço o post sobre o jogo. Voltei agora de jantar com um amigo antibenfiquista (assumido), e os posts não se fazem em 5 minutos.

 

Enviar um comentário

<< Home