quinta-feira, maio 16, 2013

Orgulho


Acabado de chegar de Amesterdão, quero apenas escrever que sinto um enormíssimo orgulho na nossa equipa. O Benfica mostrou raça, crer e ambição. Os nossos jogadores deram tudo o que tinham, e alguns deles até devem ter ido encontrar forças extra onde não se pensaria que ainda existissem para tentarem conquistar este troféu. Fomos melhores durante praticamente todo o jogo, merecemos vencer, mas quis o destino que acabássemos premiados apenas com a sempre cruel e indesejada 'vitória moral'. Não é por isso que a nossa equipa merecerá da minha parte menos aplausos. Dói muito perder assim, mas saímos de Amesterdão de cabeça bem erguida. Fomos grandes dentro e fora do relvado. Viva o Benfica!

2 Comments:

At 5/16/2013 9:12 da manhã, Blogger Altino Torres Ferreira said...

Fomos grandes, sim senhor. Parabéns pela tua contribuição enquanfo adepto do nosso clube. Tu e mais uns milhares foram simplesmente impressionantes. E os nossos jogadores também. Temos de perceber que o Benfica está no caminho certo e tem todo o tempo do mundo para ganhar taças. Oxalá continuemos a trilhar este caminho, que é duro. Mas é honesto, lutador e muito provavelmente iremos ganhar muitos troféus. Estou orgulhoso por ser do Benfica e estes momentos de angústia só enlevam em mim o maior sentimento de amor clubístico. Venceremos.

 
At 5/16/2013 9:27 da tarde, Blogger joão carlos said...

Este jogo fica marcado nitidamente pelos desaires anteriores na primeira parte a equipa entrou determinada e motivada mas faltou-lhe confiança e isso viu-se na forma como hesitamos na finalização optando sempre por mais um passe por mais uma finta e isso foi determina-te para este jogo, por comparação faltou-nos a confiança que demonstramos na meia final em casa e que nos permitiu marcar e vencer o jogo pese todas as adversidades que tivemos nesse jogo.
Eu orgulho por ser benfiquista sempre tive mesmo no nosso período mais negro e o amor ao clube sempre foi muito grande e o que posso dizer é que não tenho nada a apontar ao jogadores mas não entro nesta das vitorias morais e que não ganhamos o jogo mas ganhamos o futuro é tudo uma treta alias o sentimento e as declarações de hoje são exactamente as mesmas que se fizeram o ano passado quando fomos eliminados, e também dessa vez de forma injusta e sem sorte alguma, por este mesmo adversário e o que ganhamos com isso nada rigorosamente nada e um ano depois voltamos mais uma vez a perder com este mesmo adversário da mesma forma.

Altino Torres Ferreira não partilho o teu optimismo que aliás é comum a muito benfiquista mas que eu sinceramente não vislumbro porque infelizmente o nosso clube perdeu aquilo que o tornava grande, era um clube que raramente falhava nas ocasiões chave, hoje em dia somos o contrário falhamos quase sempre nos momentos chave e isto não é uma critica a ninguém em especial dirigentes, treinadores, jogadores isto foi uma identidade que se pegou ao clube durante estes anos todos e que vai ser muito difícil de largar hoje somos o clube do quase e muito dificilmente vamos deixar de o ser e perder sete finais seguidas não mais é do que um sinal disso, somos o clube com mais finais perdidas e temos um record que nunca ira ser batido e que provavelmente ainda vamos engrossar mais que é o de mais finais seguidas perdidas e neste momento a dor é imensa não só por estas duas derrotas tão marcante e injustas como por não ter esperança num futuro melhor muito menos no futuro radioso que muito teimam em ver.

 

Enviar um comentário

<< Home