quarta-feira, dezembro 29, 2004

Reforços

Tem-se falado insistentemente na contratação de 'três ou quatro reforços de qualidade' pelo Benfica nesta reabertura de mercado. Estou bastante céptico em relação à efectiva qualidade destes reforços, até porque o Benfica não tem condições financeiras para adquirir grandes jogadores. A qualidade paga-se. Neste momento já estou à espera de ser surpreendido com mais um Dos Santos, ou Everson, que até ver não vieram acrescentar muito ao nosso plantel.

O único eventual 'reforço' de Inverno até agora parece-me ser o Roger. Eu considero que o Roger é um jogador que pode ser muito útil ao Benfica (sei que uma grande parte dos adeptos do Benfica não partilham desta opinião). Fico frustrado por pensar que não conseguimos tirar o máximo partido das qualidades do Roger que, a meu ver, são únicas. Não existe nenhum jogador no plantel do Benfica com a mesma capacidade técnica, e características para assumir o papel de distribuidor de jogo. Infelizmente, como me parece que a regresso do jogador é feito a contragosto (quer do clube, quer do próprio Roger), custa-me acreditar que seja desta vez que consigamos finalmente rentabilizar o investimento feito neste jogador.

5 Comments:

At 12/30/2004 8:51 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Sempre fui da opinião de que o Roger é um grande jogador.Em qualquer circunstância nunca terá um rendimento inferior ao Zahovic (p. ex.)que se limita a alinhar (pouco ou nada joga).Os treinadores devem aproveitar as caracteristicas do Roger (que tem uma enorme capacidade tecnica)entre as quais não se contam, de certeza, a de defender.Porque não se dá liberdade de acção a jogadores como Simão, Roger, etc.. Já agora, não acha um desperdicio termos um jogador como o Miguel como defesa-direito.

 
At 12/30/2004 8:52 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Sempre fui da opinião de que o Roger é um grande jogador.Em qualquer circunstância nunca terá um rendimento inferior ao Zahovic (p. ex.)que se limita a alinhar (pouco ou nada joga).Os treinadores devem aproveitar as caracteristicas do Roger (que tem uma enorme capacidade tecnica)entre as quais não se contam, de certeza, a de defender.Porque não se dá liberdade de acção a jogadores como Simão, Roger, etc.. Já agora, não acha um desperdicio termos um jogador como o Miguel como defesa-direito.

 
At 1/02/2005 11:07 da tarde, Blogger Ahab said...

O Roger é um cromo da bola. É um brinca na areia tipicamente brasileiro que não tem qualquer futuro no futebol europeu. Uma vez na vida estou de acordo contigo, D`Arcy. Espero sinceramente que ele regresse ao Benfica.

Bom ano para ti.

 
At 1/03/2005 3:16 da manhã, Blogger D'Arcy said...

Obrigado, e igualmente.
Agora que parece que finalmente consegui resolver todos os meus problemas com o novo computador, espero poder voltar a actualizar isto regularmente.

 
At 1/03/2005 3:22 da manhã, Blogger D'Arcy said...

Quanto à questão do Miguel, não, não acho desperdício que ele jogue a defesa direito. Acho aliás que é a melhor maneira de tirarmos partido das características dele. Se ele jogasse a extremo, teria alguém a marcá-lo directamente, e menos espaço para arrancar. Como lateral, ele vem embalado de trás, e torna-se muito mais difícil pará-lo sem falta. As maiores armas do Miguel são a velocidade e a força. Ele não é suficientemente tecnicista para conseguir fintar um adversário directo num pequeno espaço de terreno, como normalmente se exige a um extremo. Por algum motivo o Miguel passou três anos e meio a jogar como extremo no Benfica, e durante esse tempo ele era um jogador que passava quase despercebido. Só quando o Chalana o recuou é que o Miguel começou a dar nas vistas.

 

Enviar um comentário

<< Home