quinta-feira, novembro 03, 2011

Desleixo

Empate justo a castigar uma exibição desinspirada e até mesmo desleixada do Benfica. Numa noite em que poderíamos ter já deixado a questão da qualificação resolvida, preferimos acomodar-nos e acabámos por adiar o assunto para os próximos jogos.

Para a posição de lateral esquerdo a escolha foi a mais natural: Luís Martins, evitando qualquer tipo de adaptação. As outras alterações ao onze habitual foram o Matic no lugar do Javi, e a escolha do Rodrigo para o lugar de ponta-de-lança, relegando o Cardozo para o banco. O jogo teve uma entrada de rompante do Benfica e do Rodrigo: um remate ao poste no primeiro minuto e um grande golo aos quatro, num remate de primeira sem deixar a bola cair no chão, a levar a bola ao ângulo. O bom momento do Benfica durou uns vinte minutos, mas a partir daí a equipa foi perdendo velocidade e agressividade, assumindo cada vez mais uma atitude expectante e limitando-se a ver os suíços jogar, preferindo aguardar pelo erro para depois sair para o ataque. Mas mesmo estas saídas para o ataque foram-se tornando progressivamente mais lentas e previsíveis.

A segunda parte deu continuidade ao que de mau estava a ser feito na primeira. O Benfica continuou expectante, limitando-se a assistir enquanto permitia ao Basileia assentar e fazer o seu jogo com relativo à vontade no relvado da Luz. É verdade que os suíços não encostavam o Benfica lá atrás porque simplesmente não têm futebol para isso, e ainda por cima faltava-lhes a dupla de avançados habitual - os que jogaram esta noite são muito inferiores aos titulares Frei e Streller. Mas a passividade e mesmo indolência do Benfica tornava previsível que o golo do empate pudesse chegar. Até porque no ataque pouco ou nada fazíamos, dada a velocidade com que insistíamos em jogar. O empate lá surgiu, a meio da segunda parte e logo após uma pouco compreensível substituição do Luís Martins (cumpriu sem deslumbrar ou comprometer) pelo Miguel Vítor, mas a reacção do Benfica foi pouco intensa. A forma como o marcador do golo apareceu solto à entrada da área não surpreende, dada a forma macia como o nosso meio campo insistiu em actuar durante quase todo o jogo. Os suíços pareceram ficar encantados com o resultado, e os jogadores do Benfica, salvo raras excepções, insistiram em jogar a passo, pelo que o empate lhes assenta muito bem.

A exibição dos nossos jogadores foi, no geral, cinzenta. Maxi e Rodrigo talvez dos poucos a mostrar alguma vontade mais, e a dupla de centrais esteve segura. O Matic, por mais que queiram elogiá-lo, continua a irritar-me naquela posição. É apenas uma opção de recurso, e para mim não chega aos calcanhares do Javi. Continua a insistir em agarrar-se demasiado à bola, e com ele perdemos logo dois ou três segundos no primeiro passe na saída para o ataque; quanto ao sentido posicional e inteligência táctica, prefiro não me alongar. O Witsel esteve também muito discreto, quase não se dando por ele no jogo.

Este jogo era da Champions, e nesta competição não se pode dar nada por garantido. Não faz sentido nenhum dar a iniciativa de jogo ao adversário quando se está na frente do marcador por uma margem mínima - e 'dar' é o verbo correcto, porque fiquei sempre com a impressão de que não foi o Basileia a pressionar para controlar o jogo, mas sim nós a 'encostarmo-nos' e deixarmos que eles fizessem o que muito bem quisessem em campo. Não sei se foi a pior exibição do Benfica esta época, mas foi certamente a que mais me irritou. Porque foi daqueles jogos que me deixam com a sensação de que só não fizemos mais porque não quisemos.

6 Comments:

At 11/03/2011 7:37 da manhã, Anonymous Filipe said...

Também não percebo a titularidade do Bruno César em deterimento do Nolito. O Nolito dá outra dinâmica à equipa, é melhor no um para um e na posição de extremo é necessário alguém que arrisque nesses duelos individuais.

Matic claramente também não me convence.

Talvezz ninguém concorde comigo neste ponto, mas preferia ver o Witsel mais solto na frente e o Aimar mais recuado. O Witsel pode ser bom tacticamente, mas recupera poucas bolas...o Aimar nesses aspecto é melhor. Continuo a preferir o Aimar a construir jogo cá mais atrás.

 
At 11/04/2011 8:01 da manhã, Anonymous JFilipe said...

A mim incomoda-me sobretudo a má gestão que o JJ faz do balneário. Não percebo que tire a titularidade ao Cardozo.

Quanto ao jogo foi mais do mesmo, produtividade atacante reduzida e mesmo assim erros de cobertura no meio do terreno de bradar aos céus. Rematamos menos que o Vitória de Guimarães, o que nos vai safando é a eficácia dos nossos avançados.

 
At 11/04/2011 6:51 da tarde, Blogger joão carlos said...

O post esta bastante bom e sentimos a falta do jogo anterior.


O problema do Matic é que ele nunca foi um trinco ele é tal como o Witsel um médio que defende bem e como tal são jogadores que gostam de ter a bola nos pés e para mim o grande problema nem é tanto ele retardar a saída para o ataque, também tem vantagens por vezes sai uma ou outra boa desmarcação, mas sim ele agarrar-se muito á bola nas imediações da nossa grande área ai sim é que ele me irrita porque quando perde ai a bola resulta sempre perigo para a nossa baliza. Mas uma coisa é certa ele tem evoluído bastante agora tivemos durante um ano e meio um trinco que era alternativa ao Javi Garcia mas que praticamente não jogou porque nunca existiram problema com o Javi bastou ele sair para que o Javi Garcia não fosse tal regular.

Filipe na minha opinião o Bruno César só foi titular neste jogo porque o Gaitan teve de vir para a esquerda já que é o extremo que melhor defende e aquele que melhor podia ajudar o Luís Martins, embora fosse a solução natural a entrada do Luís Martins acabou por nos trazer mais problemas que benefícios obrigou a queimar uma substituição, por falta de ritmo de jogo a que o amarelo que ele viu só veio precipitar a saída com medo que ele visse o segundo, a maior desgaste do que é usual do Gaitan alem de que mandou o Bruno César em permanência para a direita onde é claramente o sitio que ele rende menos.

 
At 11/05/2011 2:09 da manhã, Anonymous SLB4EVER said...

Caros camaradas benfiquistas, em uma coisa estamos todos de acordo, a prestação da equipa na 2ª parte irritou e de que maneira, em um jogo que ganhar garantia logo a passagem e fazem aquele segundo tempo? Na champions em casa? Então a raça, o querer e a atitude ficou no balneário?
Talvez o factor juventude tenha tido o seu peso mas o Aimar já tem idade para saber mais, se faz falta cala-se não é estar a a teimar com o arbitro para ganhar o amarelo e por arrasto o Garay tb o ver já em tempo de intervalo. Era desnecessário e mostra descontrolo o q apenas motiva os adversários que mais uma vez encontraram amigos na equipa de arbitragem.
De resto assusta continuar-se a jogar num 442 mal amanhado que foi disfarçado em alguns jogos mas que agora torna-se por demais evidente em especial com Matic e Witsel juntos e completamente clássico sempre que sai o Aimar.
Não concordo é com o senso comum que o grande problema é a ausencia do Javi, não acho que seja tanto assim, tudo bem que o Matic está a ser adaptado á posição e Javi faz falta, mas e jogos como o Gil Vicente em que com o javi em campo se sofre golos pelo meio, o q se passou? nahh é bem mais profundo do que isso.
Concordo com o Filipe o Nolito seria a escolha para titular e não o César que foi titular 3 jogos seguidos praticamente em uma semana, este tem mais raça e fisíco que o Gáitan que ñ me parece defender melhor e ñ tem certamente a agressividade do último.
E Aimar, Aimar tem de ser o playmaker e ñ o 2º avançado, onde é que eu já ví este filme?
João Carlos, o puto ñ estava assim tão desgastado e ñ tinha amarelo, a comparar o Gaitán já gatinhava e seria o 1º a sair, era olhar para o que se passava em campo e ñ para o que estava escrito. Este queimar precoce de uma substituição e um contra ataque nosso que o Gaitán resolveu interromper foram mesmo os momentos que mais me tiraram do sério.

Bem mas só posso ter a ingénua esperança que se aprenda com os erros e que em Braga esteja tudo com a cabeça e tomates no sítio.

 
At 11/05/2011 11:21 da tarde, Anonymous JFilipe said...

Bem amanhã vou apoiar a equipa na Pedreira. Rumo ao primeiro lugar.

 
At 11/06/2011 3:05 da tarde, Blogger Saviola said...

É fundamental conseguir a vitória hoje, acredito que sim. Estamos a jogar bem, força Benfica!


Peço a todos que metam gosto nesta página:
http://www.facebook.com/pages/Somos-Benfiquistas/241840429187580

 

Enviar um comentário

<< Home