segunda-feira, janeiro 17, 2005

Alegria

Para variar, uma crónica alegre!


Finalmente, um jogo que deu para chegar ao fim sem o coração na garganta.

O Boavista, entrou em campo... à Boavista. Três centrais, dez homens no seu meio campo, deixando o Hugo Almeida sozinho na frente, faltas para cortar as jogadas adversárias, e bolas para a bancada sem quaisquer hesitações. Quanto ao Benfica, entrou em campo com uma atitude diferente dos últimos jogos. Os jogadores pareceram mais motivados, pressionando o adversário e lutando mais pela posse da bola. Hoje notou-se que queriam mesmo ganhar aquele jogo. Assim, sim! Já que o nosso treinador parece não ter muita capacidade para motivar a equipa, deleguemos essas funções nos senhores Fernandez e Peseiro, que parecem estar melhor qualificados para assumi-las. A minha esperança para este campeonato continua a ser que estes dois senhores consigam suplantar as asneiras do nosso treinador.


Na nossa equipa regressaram Luisão e Miguel, e a diferença notou-se, e muito. A defesa parece muito mais organizada com o Luisão em campo. Ele é, sem dúvida, a referência na nossa linha defensiva. Em relação ao Miguel... espectacular. Com o seu regresso o Benfica voltou a ter uma asa direita. No primeiro minuto de jogo já ele tinha sido travado em falta dentro da área do Boavista, sem que o respectivo penalti fosse assinalado (estou a escrever isto sem ter visto imagens do lance na televisão, mas no estádio a falta pareceu-me nítida). Depois disso, continuou a dominar o seu flanco, forçando mesmo Jaime Pacheco a fazer uma substituição ainda na primeira parte, para colocar um jogador naquele lado (Diogo Valente), de forma a tentar controlá-lo. O nosso lado direito revitalizou-se tanto com o regresso do Miguel que até o Geovanni pareceu mais interessado em ocupá-lo, em vez de passar a maior parte do jogo a fugir para o meio. Não me consigo recordar de muitos exemplos de defesas laterais que consigam influenciar de forma tão positiva o jogo das suas equipas (sim, para quem ainda não reparou, o Miguel é o meu jogador favorito nesta equipa do Benfica...).



A resistência do Boavista foi quebrada com um penalti do Simão (não posso dizer se foi mesmo falta sobre o Nuno Gomes ou não, mas pareceu-me que ele foi empurrado), com um pouco de felicidade numa altura em que a nossa equipa parecia estar a perder um pouco do gás com que entrou no jogo. A partir daqui as coisas ficaram mais fáceis. Por vezes sinto um prazer quase sádico ao ver uma equipa como aquela que foi o Boavista esta noite em desvantagem. Uma equipa que foi montada com um único objectivo concreto: manter o nulo a todo o custo. Depois, quando ficam em desvantagem, e têm que tentar tomar a iniciativa do jogo, ficam quase perdidos em campo, sem saber o que fazer. São os jogadores a tentar fintar a equipa adversária toda, a rematarem dos sítios mais disparatados, ou então a aproveitarem livres sobre a linha do meio-campo para mandarem toda a gente lá para a frente e despejarem a bola para a área.

Na segunda parte as coisas tornaram-se ainda mais fáceis depois da expulsão do Zé Manel, julgo que por palavras dirigidas ao árbitro. No minuto seguinte o Benfica fez o 2-0, e o jogo ficou decidido. Daí até final, deu para tudo: o Mantorras entrou e marcou um golo, no que foi o momento mais festejado da noite, e até deu para o Argel ser aplaudido na sua despedida da Luz (e, nos 5 minutos que esteve em campo, deixar a sua trademark no jogo, ao quase oferecer um golo ao Boavista, para que nos recordemos dele mais facilmente).



Enfim, o jogo desta noite foi importante por várias razões. Permitiu-nos voltar à liderança, ex aequo com os nossos dois rivais; serviu (assim o espero) para motivar a equipa, quer pelo resultado, quer pela liderança anteriormente referida; mais importante ainda, serviu para uma reconciliação da equipa com os adeptos, depois da má imagem deixada em Alvalade.


Uma última menção para um jogador: Manuel Fernandes. Estou encantado com ele. Parece estar em toda a parte, porque se coloca muito bem no terreno. Tacticamente é mesmo muito bom, o que é ainda mais surpreendente quando me lembro que ele tem apenas 18 anos. Luta por cada bola até à exaustão. Mesmo quando rodeado de adversários, nunca despeja a bola à toa, e tenta deixar a bola jogável para um colega, ou sair ele próprio com ela nos pés (e a verdade é que o consegue na grande maioria das vezes). Para além dos méritos defensivos, é também muito forte na organização de jogo. Sinceramente, desde o Rui Costa que não via as nossas escolas formarem um jogador que me entusiasmasse tanto.

6 Comments:

At 1/17/2005 6:48 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Finalmente uma vitória segura. Este onze, em forma e com um matador (esperemos que seja o Maxi), tem tudo para lutar pelo campeonato até ao fim. O problema são os jogadores medíocres que temos para os substituir (J.Pereira, B.Aguiar...). Para não repetir os elogios (especialmente a Miguel e M. Fernandes), resta-me salientar o regresso às boas exibições de Fyssas e o regresso aos golos de N. Gomes. São jogadores fundamentais na equipa. Em relação ao M. Fernandes, resta dizer que é muito semelhante a Rijkaard: quem o viu como eu em dezenas de jogos no Milan deve saber do que falo. E atenção, Rijkaard não explodiu tão cedo!

 
At 1/17/2005 6:49 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Finalmente uma vitória segura. Este onze, em forma e com um matador (esperemos que seja o Maxi), tem tudo para lutar pelo campeonato até ao fim. O problema são os jogadores medíocres que temos para os substituir (J.Pereira, B.Aguiar...). Para não repetir os elogios (especialmente a Miguel e M. Fernandes), resta-me salientar o regresso às boas exibições de Fyssas e o regresso aos golos de N. Gomes. São jogadores fundamentais na equipa. Em relação ao M. Fernandes, resta dizer que é muito semelhante a Rijkaard: quem o viu como eu em dezenas de jogos no Milan deve saber do que falo. E atenção, Rijkaard não explodiu tão cedo!
O Lidador

 
At 1/17/2005 11:33 da manhã, Blogger D'Arcy said...

Em relação ao Rijkaard, parece-me que ao Manuel Fernandes falta-lhe jogo de cabeça, até pela diferença de alturas. Eu gosto mais de usar o Makéléle (conforme já referido pelo Mourinho), ou o Davids (como referiu o Trapattoni) como termo de comparação.

O Nuno Gomes fez um óptimo jogo ontem, mas temo um eventual regresso a uma táctica de ponta-de-lança único, à qual ele definitivamente não se adapta, e onde rende muito menos.

 
At 1/17/2005 11:50 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Este Boavistão acabou por se revelar um Boavistinha e, como ja referiu o seu treinador existem muitas lacunas na equipa axadrezada para esta se poder considerar um candidato ao título. Aos 20 minutos já 2 dos 3 centrais tinham amarelo ! E não havia contra ataque que pusesse em sentido o Miguel, jogando o Benfica na pratica com 5 unidades no meio campo e fazendo toda a diferença por isso. O Ze Manel ainda fez duas incursões até ao primeiro golo (para explorar esse adiantamento) mas sempre estavam lá outros 3 defesas para apenas um avançado.
O Benfica suplantou muito bem o Boavista e até podiam ter sido outros os números (bom guarda-redes o ex-Felgueiras - e consta que é benfiquista desde pequenino).

 
At 1/17/2005 12:55 da tarde, Blogger Ahab said...

A ironia do destino é que voces forma o jogador e depois o Mourinho vai roubá-lo.

Esse sacana é bom demais para um equipa como o Benfica. Em relação à motivação da equipa do Benfica não posso deixar de coincordar com o D`Arcy. As burrices do Peseiro e do Fernandez são um verdadeiro tónico para alma de uma equipa como o Benfica.

Até porque agora o SLB já tem disponiveis quatro cromos temiveis: o Miguel, o Manuel Fernandes, o Simão e o terrivel Mantorras. Depois do que vi ontem, comecei a ficar com medo do SLB. Por acaso estava com esperanças que o futebol paleolitico do Jaime Pacheco fizesse algumas mossas entre estes elementos.

 
At 1/17/2005 1:05 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Não acredito que o Manuel Fernandes saia do Benfica num futuro muito próximo. Pelo menos mais um ou dois anos ainda o devemos conseguir segurar. Infelizmente, parece-me que no final desta época devemos é ficar sem o MLDE.

 

Enviar um comentário

<< Home