segunda-feira, fevereiro 07, 2005

Morno

Não há muito para dizer sobre o jogo desta noite. O Benfica venceu, como lhe competia, num jogo morno e sem grande história.


Iniciámos o jogo com o mesmo esquema apresentado contra o Moreirense, com duas alterações no onze: o Petit regressou para o lugar do Bruno Aguiar, e o Dos Santos substituiu o Fyssas, que tinha estado francamente mal no último jogo. Quanto à Académica, apresentou uma estratégia de sobrepovoamento do meio-campo, numa espécie de 4-5-1 (creio que a intenção inicial até seria um 4-3-3, mas o Kenedy e o Luciano passaram mais tempo no meio-campo do que no ataque), deixando um homem isolado na frente que foi uma presa demasiado fácil para a nossa dupla de centrais. A verdade é que no primeiro tempo o Benfica teve dificuldades em libertar-se desta confusão a meio-campo, e apresentou um futebol francamente mau. O golo surgiu pouco depois da meia-hora de jogo, na sequência de um canto, e no primeiro (!) remate que o Benfica fez digno desse nome (antes disso apenas tinha havido uma bicicleta disparatada do Geovanni, que não cai propriamente na categoria de 'remate'). Depois disto houve mais duas oportunidades de golo eminente, do Nuno Gomes e do Petit, e o intervalo chegou sem sobressaltos.


Na segunda parte o Benfica pareceu entrar um bocado mais decidido, e teve um boa oportunidade para marcar pelo Manuel Fernandes, mas depressa se voltou à modorra da primeira parte, com o jogo a decorrer num ritmo bastante calmo. Para isto também contribuiu o golo do Simão, num remate que já começa a transformar-se num trademark deste jogador. A Académica deu uma contribuição bastante importante para o jogo morno que tivemos hoje. Entrou em campo parecendo já estar satisfeita com o empate, sofreu o primeiro golo e continuou a parecer satisfeita com o que se passava, e continuou ainda a não mudar de atitude após o segundo golo. Nem parece uma equipa do Nelo Vingada. Até ao fim, tempo para mais um golo do Simão, e para a estreia do Delibasic, que acabou por não mostrar nada porque poucas foram as vezes que tocou na bola. A Académica apenas reagiu um pouco já depois de estar a perder por 3-0, e conseguiu obrigar o Quim a uma boa defesa (mas será que ninguém consegue ensiná-lo a recolocar a bola em jogo em condições?).


Foi uma vitória normal, contra um adversário pouco incómodo, que nos permitiu subir ao 2º lugar, ou mesmo ao 1º caso o Boavista vença amanhã. Nos nossos jogadores, para além do Simão (obviamente o melhor em campo), Petit, e Manuel Fernandes (que não sabem jogar mal), destaco o Ricardo Rocha. Podem-se ir comprando torres brasileiras para o centro da defesa, mas o Trapattoni lá sabe porque é que não dispensa a presença do Ricardo na equipa. É um daqueles jogadores que gosto muito de ver com a camisola do Benfica vestida, e espero que em breve a direcção cumpra o que lhe prometeu, e faça a revisão do contrato dele. É um jogador que deveria ser considerado como integrante do tal 'núcleo duro' do clube a que o nosso presidente tantas vezes se refere.

3 Comments:

At 2/07/2005 1:27 da tarde, Blogger PF said...

Estive lá. Concordo com a tua análise do jogo.
Tenho uma dúvida: onde é que vais buscar as fotografias dos teus posts? Tenho reparado que são quase todas ao nível do relvado.

 
At 2/07/2005 3:12 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Normalmente as fotos dos jogos do Benfica em casa são tiradas do www.sl-benfica.com, e são da autoria da Isabel Cutileiro.

 
At 2/07/2005 3:38 da tarde, Blogger PF said...

Obrigado. Já está linkado.

 

Enviar um comentário

<< Home