domingo, março 13, 2005

Olha!

Parece que agora só há uma equipa que apenas depende de si própria para ser campeã...


Há muito tempo que não tínhamos um fim-de-semana assim tão positivo. Depois de Couceiro ter ignorado o Benfica como candidato ao título, e mandado outras bocas despropositadas na nossa direcção, levou uma pequena lembrança de que é melhor ser um bocadinho mais humilde, para depois não ter que engolir sapos vivos. E a equipa que, segundo o seu treinador e jogadores, é a mais forte candidata ao título e a que melhor futebol joga em Portugal, foi derrotada sem apelo nem agravo em casa por um dos aflitos. Se no próximo fim-de-semana ganhássemos em Setúbal (e prevejo uma maré vermelha a apoiar a equipa no Bonfim), poder-nos-íamos dar ao luxo de assistir ao jogo grande de segunda-feira com uma vantagem de 6 e 9 pontos sobre os nossos rivais, no que seria um verdadeiro jogo de 'mata-mata', para utilizar a expressão de Scolari.

Esta é uma oportunidade de ouro, como raras vezes tivemos nos últimos dez anos. Por favor, aproveitem-na.

7 Comments:

At 3/13/2005 10:07 da tarde, Blogger Ahab said...

GRRRRRRRRRRRR!!!!!!!!!!!

Estou lixado com a situação e estou ainda mais lixado com o facto de teres razão!

Maldito sejas, D`Arcy! Tu e os outros benfiquistas todos!

 
At 3/14/2005 11:17 da manhã, Anonymous Porco said...

"Volker Roth, presidente da Comissão de Arbitragem da UEFA e dos árbitros alemães,...........ataca José Mourinho. Diz ele ao Bild que «gente como Mourinho é inimiga do futebol», considerando que o técnico português é o responsável pela situação sofrida por Frisk ao propiciar a agressividade dos adeptos do Chelsea contra o árbitro, ao acusá-lo de ter favorecido o Barcelona na sua arbitragem." in A Bola

É impressão minha, ou o mourinho está agora a ser julgado por algo q o pinto da costa sempre fez impunemente em Portugal (e não só com os árbitros)?...

 
At 3/14/2005 11:21 da manhã, Anonymous Porco said...

"Volker Roth, presidente da Comissão de Arbitragem da UEFA e dos árbitros alemães,...........ataca José Mourinho. Diz ele ao Bild que «gente como Mourinho é inimiga do futebol», considerando que o técnico português é o responsável pela situação sofrida por Frisk ao propiciar a agressividade dos adeptos do Chelsea contra o árbitro, ao acusá-lo de ter favorecido o Barcelona na sua arbitragem." in A Bola

É impressão minha, ou o mourinho está agora a ser julgado por algo q o pinto da costa sempre fez impunemente em Portugal (e não só com os árbitros)?...

 
At 3/14/2005 11:54 da manhã, Blogger S.L.B. said...

Meu caro D'Arcy,

"Ganharmos" em Setúbal, não "ganhássemos"! Não se trata de uma impossibilidade, não é? :-) Lá estaremos em Setúbal a torcer!

Abraço benfiquista,

S.L.B.

 
At 3/14/2005 12:28 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Porco: Não é impressão nenhuma. Mas em Portugal, essas atitudes do PC passam por 'ironias', ou por 'liderança forte'.

Caro SLB, eu apenas conjuguei o verbo dessa forma, não quer de forma alguma dizer que ache a nossa vitória em Setúbal uma impossibilidade :)

 
At 3/14/2005 10:45 da tarde, Blogger Ahab said...

Há algo de esquisito neste abandono do Frisk.

Aliás, se ele não decidiu abandonar após a "moedada" dos adeptos do Roma porque o faz agora na sequência de alegadas ameaças de morte?

E depois, ele espera duas semanas (curiosamente após uma nova vitória do Chelsea) para fazer estas declarações?

Eu não ponho em causa que o Mourinho seja mal educado e maluco... mas então porque razão não foi suspenso nem multado há 2 semanas após as declarações no final do jogo da primeira mão com o Barça?

É tudo estranho... mas pronto. Eu acho que o Mourinho até gosta destas situações.

Ele não vai ter problemas em criar uma mentalidade de cerco no Chelsea (à imagem do que aconteceu no Porto com o Pinto da Costa, quando era um homem lúcido) que no fim só vai servir para ele levantar umas taças no fim da épocas.

 
At 3/15/2005 10:01 da manhã, Blogger D'Arcy said...

Levar com uma moeda na cabeça é uma situação que se pode considerar muito mais 'normal'. Uma coisa é um árbitro ir arbitrar um jogo a um estádio de futebol, tomar algumas decisões impopulares, e no calor do momento alguém se passar e atirar-lhe alguma coisa. Outra é já bem depois do jogo, estar descansado em casa, a milhares de quilómetros de distância do local do jogo e do clube queixoso, e receber telefonemas ou e-mails com ameaças. Isto é muito mais sinistro.

O Mourinho foi imediatamente criticado pela UEFA a seguir ao jogo, não foi só agora. E, conforme lembraram muito bem, o Mourinho limitou-se a fazer algo que o Pinto da Costa anda a fazer impunemente há décadas em Portugal. Aliás, já começaram a fazer isso em relação ao jogo grande da próxima segunda: o Couceiro (cada vez o Couceiro me desilude mais - está feito um verdadeiro lap dog) já começou a insinuar que se o Lucílio Baptista for nomeado para o jogo será um erro crasso. Nota bem: o árbitor ainda nem foi nomeado, e eles já estão a fazer pressão sobre o conselho de arbitragem.

 

Enviar um comentário

<< Home