domingo, setembro 16, 2007

Confiança

No final do jogo, quando saía do estádio, passei por duas velhotas que, equipadas a rigor com uma camisola do Benfica (uma com o número dez do Rui Costa nas costas, a outra com o número vinte e um do Nuno Gomes), tinham a seguinte conversa:

- Finalmente lá marcou um!
- Agora ninguém o pára!


Isto reflecte a confiança que nas últimas semanas se instalou entre os benfiquistas, jogadores e adeptos por igual. Se até estas senhoras de provecta idade, que concerteza já terão visto muitos jogos do nosso Benfica ao longo dos anos e como tal já deverão estar endurecidas pela carapaça de cinismo que inevitavelmente o passar dos anos fornece, neste momento acreditam que o Nuno Gomes se vai tornar num goleador letal, imparável terror das áreas adversárias, então acho que mais explicações são desnecessárias. A confiança é tanta que até o meu amigo Gwaihir arriscou desafiar a superstição, e ao intervalo desceu os degraus da bancada Sapo para vir conversar comigo - e ele tinha prometido que nunca mais voltava a fazer isto, porque das outras vezes deu sempre mau resultado (ou hoje sentias-te mais confiante porque deixaste o cachecol no canto superior esquerdo (como quem entra) da mesa da sala, dobrado em três (com o emblema para cima) e virado para a televisão?)

O Camacho cumpriu o que tinha anunciado, e deixou mesmo o Cardozo a descansar no banco. Para o seu lugar entrou no onze o Cristian Rodríguez, que se foi encostar à esquerda, passando o Di María para as costas do ponta-de-lança, Nuno Gomes (embora trocando frequentemente de posição com o Rodríguez). Na defesa houve outra alteração, com a estreia do Edcarlos no lugar do Miguel Vítor. O nosso treinador tem reclamado frequentemente das más primeiras partes do Benfica, e a verdade é que esta noite entrámos mal no jogo. Ou melhor, poder-se-á dizer que foi a Naval quem entrou bem, porque eles conseguiram manter sempre a equipa bem organizada, pressionavam os nossos jogadores logo à entrada do seu meio-campo, e assim mantinham-nos longe da sua baliza, conseguindo também uma boa dose de posse de bola. Mas os planos deles começaram a ir por água abaixo pouco depois dos vinte minutos, porque no primeiro remate digno desse nome que o Benfica fez, marcou. Foi um bom remate de longe do Rodríguez, que não deu hipóteses ao guarda-redes adversário. Este golo alterou completamente o jogo que tínhamos visto até então. A Naval desorganizou-se, e o Benfica começou a atacar mais e melhor. Não supreendeu por isso o segundo golo, que terá sido o momento alto da noite. Passe do Rui Costa para o Luís Filipe na direita, e cruzamento rasteiro deste para o mesmo Rui Costa aparecer na área a finalizar, controlando a bola com o pé direito, rodopiando sobre si mesmo, e finalizado com o pé esquerdo. São pormenores daqueles que mostram a classe de um jogador como o Rui Costa. É um privilégio para nós, benfiquistas, podermos ir à Luz de quinze em quinze dias e ver toda a inteligência e classe do nosso Rui ao vivo.

Com uma vantagem de dois golos ao intervalo (que até poderia ter sido dilatada antes do final da primeira parte), seria de esperar que o Benfica se poupasse um pouco, mas a verdade é que entrámos à procura de mais um golo. Isto é algo que a equipa agora parece fazer com naturalidade, ou seja, mesmo em vantagem não adormece sobre a mesma, e em vez de recuar continua a manter o ritmo de jogo e a procurar marcar. Além disso, nota-se que a simples forma como os jogadores ocupam os espaços em campo torna as coisas mais fáceis. Os adversários têm dificuldade em encontrar zonas do terreno em que não estejam jogadores do Benfica a estorvá-los, e quando recuperamos a bola normalmente há sempre pelo menos outro jogador por perto a quem a passar.

Não foi preciso esperar muito pelo terceiro golo. Mais um passe inventado pelo Rui Costa a descobrir o Rodríguez na ponta esquerda, e o uruguaio a centrar para um cabeceamento muito colocado do Nuno Gomes para junto do poste, a assinar o terceiro da noite. Sim, não é gralha. O Nuno Gomes marcou mesmo um golo, e um bonito golo por sinal. Ainda tive que esfregar os olhos para me convencer que a bola tinha mesmo entrado. À minha volta viam-se bocas abertas de pasmo e, de relance, pareceu-me ver passar nos céus sobre a Luz um porco a voar. Brincadeiras à parte, fiquei contente com este golo. O Nuno já não marcava há algum tempo, e os avançados precisam de golos para ganharem confiança. Apesar das vozes críticas, eu continuo a achar que o Nuno Gomes é um jogador que em forma faz falta ao Benfica, e temos todo o interesse em tê-lo motivado.

O jogo continuou mais ou menos na mesma toada, até ao momento negro da noite, que foi a lesão do Petit. Ainda por cima aconteceu numa altura em que o mais provável era que fosse substituído, já que o Romeu Ribeiro já estava pronto para entrar. Resta saber qual é a gravidade da lesão, mas parece que tem pelo menos para três jogos, todos eles importantes: Milan, Braga, e Clube do Lumiar. É uma grande perda, porque o Petit está num grande momento de forma, e hoje mais uma vez estava a demonstrá-lo em campo. Depois deste momento, aí sim, o Benfica abrandou, e nos minutos finais foi altura para o Quim brilhar, e demonstrar que a titularidade que mantém não é por acaso. Se a Naval não conseguiu o golo de honra (e diga-se sinceramente que fez por merecê-lo), foi por causa do Quim, porque aqueles minutos foram de pressão total à nossa baliza. Mas até nisto dá para ver que estamos em estado de graça, pois a bola não entrou mesmo - quando o Quim não estava lá, estava a barra da baliza.

Bons jogos do Léo (para não variar), Katsouranis, Petit, Rui Costa e Rodríguez. Este último estreou-se a titular, e fê-lo com um golo e uma assistência. Mas para além disso mostrou uma combatividade enorme, recuando e ajudando na defesa, o que resultou na recuperação de diversas bolas. Podia tentar escrever sobre o Rui Costa, mas não tenho muitas palavras para o conseguir fazer. Para além disso, falta-me objectividade para fazê-lo, tal é a admiração que tenho por ele e o prazer que me dá vê-lo com a nossa camisola em campo. Volto a dizê-lo: é um privilégio. Em relação ao estreante Edcarlos, a verdade é que não me impressionou muito. Mostrou velocidade, mas não gostei muito da forma como se posicionou e movimentou em campo em diversas ocasiões. Pareceu mostrar alguma (natural) falta de confiança, resguardando-se e evitando 'comprometer-se' em lances mais complicados. Na fase final já pareceu mais solto, mas ainda é muito cedo para tirar grandes conclusões. A título de comparação, o David Luíz ou o Miguel Vítor deixaram-me melhor impressão logo na estreia.

Enfim, conforme prometido pelo treinador a equipa não se poupou para Milão, e encarou o jogo conforme devia. O resultado é a segunda vitória consecutiva por três golos, e a confiança a subir. Até eu já começo a pensar que o Nuno Gomes está mesmo imparável.

19 Comments:

At 9/16/2007 5:30 da manhã, Anonymous Benfiquista MUITO Satisfeito said...

Gostei bastante do teu post D'Arcy. Enquanto o lia e pensava no jogo que foi, realmente o jogo de ontem foi mesmo muito bom. Se a equipa se mantiver assim, então iremos ter muitas alegrias. Claro que haverá uns e outros momentos mais baixos, mas mesmo assim estou extremamente confiante. Desde que o Camacho chegou nota-se que o ambiente na familia Benfiquista mudou completamente (ou assim para mim parece) e quem sabe, quem sabe, quando forem os jogos com o pessoal da "banheira" e da "pocilga lá de cima", ganhamos também por 3-0! Isso aí seria lindo!!! Enfim, estou confiante... muito mais do que estava, e depois do jogo de ontem... UI!!!

Saudações Encarnadas

 
At 9/16/2007 11:45 da manhã, Anonymous Americano said...

Positivo:
- Quim: defendeu tudo, no final do jogo dava mesmo a sensação que a defesa podia ir embora que ele sozinho mantinha as redes invioláveis;
- Léo: merece contrato vitalício, joga sempre, sempre bem. Talvez o melhor defesa esquerdo que eu vi jogar no Benfica;
- Rui Costa: golo fantástico, aberturas como só ele sabe fazer, e aquele momento de convívio com o público é algo pelo qual vale a pena pagar o cativo. O LFV que pense noutro director desportivo e ofereça contrato até 2010 ao nosso "Maldini";
- Nuno Gomes: sempre o defendi, e vou continuar a fazê-lo. É benfiquista do coração, nunca vira a cara à luta, e continuo a achar que este ano vai calar muita gente. E em mais 2 situações se o Di Maria tem feito bem o último passe, podia ter conseguido um hat-trick;
- Atitude da Naval em tentar jogar futebol e o jovem deles João Ribeiro, parece-me ter muito futebol;

Negativo:
-primeiros 20 minutos, do pior que vi há muitos jogs na Luz, simplemente péssimos;
- Lesão do Petit: nem quero imaginar o que se diria aqui se outro treinador visse um jogador que tinha feito 180 minutos pela Selecção lesionar-se aos 75 mins de jogo, quando ainda não se tinha feito uma única substituição, apesar do jogo resolvido;
- não convocação do Adu: infelizmente aconteceu o que eu previa com a chegada dos uruguaios, o puto nem convocado é. Obviamente que um jogo contra a Naval, perfeitamente resolvido, com muito espaço, era perfeito para o Adu, que gosta de jogar exactamente como o Di Maria fez ontem, solto a jogar com total liberdade. Mas pronto, ele prefere ter lá o Coentrão e dar-lhe minutos para não fazer nada de jeito, opções;
- Maxi Pereira: não gostei, não me convence. Tem algumas qualidades, mas é muito limitado, ao contrário do Cebola. Parece-me claramente o elo mais fraco da actual equipa.

Alguém sabe dizer o que se passou com os Diabos? Percebi que houve alguma confusão, mas não percebi o quê.

 
At 9/16/2007 12:34 da tarde, Anonymous JFilipe said...

Bom jogo, só começamos a cumprir os serviços mínimos quando já estávamos a ganhar por três zero.

Não gostei do Luís Filipe. Quando o puto que ele tinha pela frente viu qual era a finta que funcionava aquilo parecia uma autoestrada. Claro que se pode dar o caso do jogador da Naval ser um fora de série mas não me pareceu isso.

O Fábio Coentrão, apesar de um bocado trapalhão, entende-se bem com o Léo e ajuda bastante na defesa (dobrou bem o Léo por duas vezes e vez o corte). Pena não ter acertado dois passes de golo certo, que mandou muito longos. Precisa de ter mais calma. Ainda não desisti desse jogador.

Quanto ao Adu. O Camacho sabe o que faz. Primeiro tem que definir uma equipa base.

 
At 9/16/2007 1:00 da tarde, Blogger Filipe said...

O Nuno este ano marca 15 golos! 14 dos quais ao Milão :D

Epá isto da lesão do Petit é mto mto mau para nós..O Katsuranis está a fazer muita falta ao nosso meio campo e neste momento é impensável tira-lo da defesa!! Não sei como iremos fazer...

 
At 9/16/2007 1:09 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Os DV não estão ainda oficializados, e como tal não podem exibir quaisquer faixas ou bandeiras. Por isso sempre que mostravam uma, a polícia ia lá tentar apreendê-la.

Eu por acaso gosto do Pereira. Parece-me um jogador tacticamente muito disciplinado, e é bastante lutador.

 
At 9/16/2007 1:40 da tarde, Blogger jose said...

D'Arcy, concordo em absoluto com o Pereira
Gosto bastante, Esta em todo o lado, sem exuberancia, mas esta la
Para exuberancia ja temos o Di Maria e o C Rodriguez a correr por ali abaixo
Gostei muito do estilo pela calada do Pereira.
Vai ser muito util ao Benfica em jogos de maior dificuldade, para fechar linhas de passe e cobrir os espacos vazios
E viu-se, sempre que o Luis Filipe se aventorou, ele ficava a tapar o espaco vazio

 
At 9/16/2007 4:33 da tarde, Blogger slbcarlitos said...

Acabou por ser uma bela vitória e bem conseguida pelo Benfica. Mas, não gostei da maneira como entramos nem como acabamos o jogo. Na equipa ainda se nota alguma ansiedade o que só o golo do Cebolla resolveu. E na parte final com a saída do Petit a equipa voltou a ressentir-se de um modo muito semelhante ao que aconteceu quando foi Luisão que saiu lesionado nas últimas duas vezes. Notam-se já francas melhorias e há um aspecto que é a principal razão por que eu suspirava pela vinda de Camacho: as belas jogadas. Lembro-me bem quando Camacho cá esteve no Benfica pela primeira vez em que o Benfica jogava um futebol, por vezes, perfeito com triangulações, simulações, tabelinhas e outras jogadas de belo efeito.
Este Benfica tem tudo para ir longe, desde que a saúde dos nossos atletas assim o permita, e como é doloroso ver um Petit em crescendo de forma a lesionar-se, possivelmente, com relativa gravidade. Mas é esta a nossa sina e nem isso me faz esmorecer a confiança que tenho num grande resultado em San Siro.
Abraço

 
At 9/16/2007 5:36 da tarde, Blogger T-Rex said...

A minha análise ao jogo de ontem está já expressa no que escreveu o jose.
Apenas acrescentaria que Edcarlos não esteve tranquilo, Léo é diferente de todas as amostras de DE que andam nesta Superliga e Rui Costa... epá! Rui Costa é show de bola! ;)

Vedeta ou Marreta ?

 
At 9/17/2007 9:44 da manhã, Anonymous Glorioso Adepto said...

(Comentário igual ao da Tertúlia)

Só um pequeno aparte para "dar-te na cabeça", D'Arcy ! É que resumir o 2º golo a Rui Costa -> Luís Filipe -> Rui Costa (com passo de dança) é minimizar um excelente golo de equipa. A jogada começa no Quim, que passa para o Rodriguez, este passa um adversário e dá para Rui Costa que recebe, vira-se e tabela, ao passar pelo meio-campo, com Nuno Gomes, abre para Di Maria. Este tenta fintar um adversário sofrendo falta. A bola sobra para Rui Costa (o árbitro dá - e bem - a lei da vantagem) que toca para Luís Filipe. Este centra rasteiro de volta para Rui Costa, que faz o volteio e marca o golo!

 
At 9/17/2007 9:59 da manhã, Anonymous JFilipe said...

Acabei de ver que o Giles está convocado para Milão. Quer isso dizer que ele joga no lugar do Petit?

 
At 9/17/2007 10:14 da manhã, Anonymous JFilipe said...

Desculpem lá os dois comentários sucessivos mas este é um momento feliz. Um dos andrades aqui ao meu lado trouxe o pasquim da confraria. NOJOgo vem então:

Filipe Vieira: "José Veiga jamais voltará ao Benfica"

Boa!!!

 
At 9/17/2007 12:50 da tarde, Anonymous 1benfiquista na Inbicta said...

Meus Caros

I am back… depois de umas semanas de férias…

Gostei muito do resultado contra a Naval e de réplica excelente que eles deram no início, com uma atitude positiva e deixando o autocarro em casa. Notem contudo que a felicidade que nos faltou noutros dias apareceu hoje…Primeiro remate; primeiro golo…

Excelente golo do NG, tenho que reconhecer…e pode ser que marque mais de 10 esta temporada…

Gostei do central…O SPaulo de que o EdCarlos foi afastado por ser 3ªou 4ª opção…é quase campeão do Brasil a meio do campeonato...É necessário ser mesmo bom para jogar no tricolor…

Saudações benfiquistas

 
At 9/17/2007 2:30 da tarde, Anonymous 1benfiquista na Inbicta said...

Filipe Vieira: "José Veiga jamais voltará ao Benfica"

Não percebo…Porquê? De repente? Então era fundamental para o projecto, tinha a confiança pessoal e profissional do Presidente e de repente é “persona non grata”?

Era mais fácil e coerente determinar que os sócios, simpatizantes, colaboradores e ex-colaboradores do FCP e do Atlético de Alvalade nunca poderiam ser dirigentes e atletas do SLB… O universo benfiquista agradecia e n teríamos mais Veigas, Zahovics e outros cromos….

Saudações benfiquistas

 
At 9/17/2007 3:18 da tarde, Anonymous Americano said...

Amigo benfiquista, discordo totalmente, porque se assim for também não teríamos tido o Simão na Luz. Esses radicalismos são dispensáveis no futebol moderno.

 
At 9/17/2007 4:57 da tarde, Anonymous Starblade said...

"O Veiga jamais voltará ao Benfica" porque para o LFV as coisas hoje são brancas amanhã são pretas. Primeiro Veiga e o Santolas eram os seus grandes amigos e não se iam embora nem com lenços brancos, hoje já são pessoas sem carácter. Vá alguém entender isto... O homem não só fala demais e quando não deve, como gosta mesmo de se por a jeito para levar no lombo.

 
At 9/17/2007 7:04 da tarde, Anonymous born again Indio said...

O melhor foi a ligação entre os benfiquistas e a equipa, foi lindo na 2ª parte assistir (mesmo na Tv) ao diálogo entre o R. Costa e os adeptos na bancada, boas vibrações como não se sentiam e viam há muito tempo.
Quanto ao jogo deu para ver que já começamos a fazer progressos de jornada para jornada, ao contrario do ultimo ano em que parecia que andavam todos no psi com duvidas existenciais.No entanto julgo que ainda podemos "subir" muito quando a defesa estiver recuperada, o Kat reocupar o lugar mais á frente, e claro, o Nelson começar a jogar sem curto-circuitos cerebrais (tenho uma fé que é já amanhã)e partir aquele flanco todo.Até o NGomes já marca golos, hem!!
Rui Costa excelente!!!
Pena o Petit.

Amanhã não perdemos em Milão.O Inca Cardozo vai molhar a sopa.
Forza Tribo Rossa!!

 
At 9/17/2007 7:46 da tarde, Anonymous born again Indio said...

O Di Maria é um ganda Jarda!!!

 
At 9/17/2007 9:02 da tarde, Anonymous 1benfiquista na Inbicta said...

Americano

Tens razão no que dizes do Simão; só espero que um dia n tenha que ler declarações do tipo "nunca deixei de ser sportinguista, mas sou um profissional"...

Mas n é correcto ser ingrato e o Simão honrou a camisola do SLB enquanto a representou.

Saudações benfiquistas

 
At 9/18/2007 12:18 da tarde, Blogger Pelicano said...

Novo blog sobre o Benfica:
"Benfiquistas desde pequeninos"
http://pelicanobenfica.blogspot.com

 

Enviar um comentário

<< Home