sexta-feira, fevereiro 22, 2008

Milagre

'Milagre' é mesmo a melhor palavra para definir o que se passou esta noite. Não foi propriamente um milagre que apareceu do nada, ele aconteceu porque lhe foram dadas condições para acontecer, mas essas condições só apareceram depois de passarmos praticamente uma hora e um quarto a olhar para o ar e a assobiar para o lado, deixando correr o marfim. Não são estes dois golos a acabar o jogo que vão mudar muito a minha opinião sobre o mesmo. Quando muito permitiram que o post não tenha palavrões - e também permitiram que eu pudesse estar aqui a escrevê-lo, já que caso contrário provavelmente estaria agora na Portela à espera da equipa.

E pelo que se passou durante a primeira parte, até nem eram previsíveis estas aflições que passámos. O Benfica adoptou uma atitude claramente cautelosa, regressando ao esquema de um único ponta-de-lança. Infelizmente, a escolha recaiu sobre o Makukula. Ora sendo o Makukula um jogador cujo ponto forte será o jogo de cabeça no interior da área, sendo ele o eleito para jogar na frente não faz muito sentido que depois não se coloque nenhum verdadeiro extremo em campo, para ir à linha e cruzar. Em vez disso o Camacho apostou no Nuno Assis e no Maxi Pereira, e sabemos bem que nenhum deles possui essas características. E nem sequer o Nélson jogou, já que ele ainda poderia ir disfarçando essa lacuna pelo lado direito. Isto resultou numa quase total inexistência do Benfica em termos atacantes. Por outro lado, talvez por consequência directa do sobrepovoamento do meio-campo, fomos controlando o jogo nessa zona, e o Nürnberg raramente conseguiu sequer começar a preocupar-me, já que era mantido eficazmente longe da nossa baliza. Só nos minutos finais da primeira parte conseguiram contruir duas situações de verdadeiro perigo, dando então o mote para um início de segunda parte desastroso para nós.

Na segunda parte, vá-se lá perceber porquê, os jogadores pareceram ter-se esquecido de como geriram o jogo durante os primeiros quarenta e cinco minutos. Por exemplo, o Petit, claramente ainda fora de forma, pareceu estar mais preocupado em discutir as decisões do árbitro do que em jogar, o Katsouranis ficou completamente perdido em campo, o Rui Costa desapareceu literalmente do jogo, e o Makukula, quem sabe por ter percebido que face ao jogo do Benfica andava ali a fazer figura de corpo presente (já que parece ter uma dificuldade extrema em controlar e segurar uma bola, ou até mesmo em solicitar um colega com um toque de primeira) resolveu assumir em pleno esse papel, pelo que se deslocava tranquilamente a passo pela frente de ataque, e já nem se incomodava em pressionar os defesas adversários ou mesmo saltar às bolas para os incomodar. Resultou isto no primeiro golo dos alemães, após um ataque rápido em que o Charisteas fugiu para a esquerda, ganhando em velocidade ao Léo e metendo a bola entre as pernas de um quase apático Quim. A propósito deste lance, e não querendo estar a culpar o Quim, já que o avançado estava isolado, confesso que não percebi a forma como ele se fez à bola. Pensava eu que o mais normal seria sair o mais rapidamente possível da baliza, e lançar-se aos pés do adversário para fazer a mancha. Em vez disso ele ficou ali mais ou menos a meio do caminho, e fez-se à bola com uma convicção tal que o remate frouxo do avançado grego lhe passou entre as pernas.

As nossas preocupações só aumentaram a partir daí. Com a eliminatória empatada os alemães, longe de se mostrarem satisfeitos, continuaram a insistir, Logo a seguir enviaram uma bola ao poste, após um remate espectacular do argentino Pinola. E pouco depois conseguiram mesmo virar a eliminatória a seu favor, graças a um lance inacreditável de apatia da defesa do Benfica, e do Luís Filipe em particular. Seria muito fácil estar aqui a desancar o homem por causa disto. Mas a verdade é que isto não foi propriamente uma surpresa. Quando sistematicamente se insiste num jogador que já provou não ter categoria para ser titular do Benfica, o mais provável é que uma situação destas acabasse por acontecer. Não foi por falta de avisos. Tudo bem, há a atenuante do Nélson ter acabado de regressar de lesão, e por isso não se querer arriscar (mas pelos vistos com jogadores como o Petit ou o Rodríguez esse tipo de reservas já não se aplicam). Mas se o Camacho tem um fetiche inexplicável pelo Maxi Pereira, então que o colocasse a ele como lateral. Pode ser fraquito, mas pelo menos não costuma comprometer tanto. Agora construir uma ala direita com o Luís Filipe e o Maxi é que não me parece muito apropriado. Principalmente quando o Maxi pouca ou nenhuma ajuda deu ao Luís Filipe a defender.

Com os dois pés fora da Taça UEFA, finalmente o nosso treinador decidiu-se a alterar a equipa, fazendo entrar o Cardozo e o Sepsi (para médio ala) para os lugares do Maxi e do Edcarlos, isto quando faltavam vinte minutos para o final. Menos de cinco minutos depois, o Cardozo conseguiu fazer aquilo que em setenta e cinco minutos o Makukula foi incapaz: fugir à defesa adversária e criar uma oportunidade de golo (a passe do Sepsi). Infelizmente desperdiçou-a de uma forma quase escandalosa. A dez minutos do fim entrou o Di María (finalmente!) para o lugar do Nuno Assis. E digo finalmente porque, em especial na ausência do Rodríguez, este seria, na minha modesta opinião, um jogo à medida dele. Além de que ele é um jogador de quem eu pelo menos espero que consiga tirar algum coelho da cartola, coisa que 'extremos' como o Nuno Assis ou o Maxi não conseguem. Durante este últimos minutos o Benfica conseguiu finalmente encostar os alemães à sua área, enquanto estes apenas pareciam naturalmente interessados em defender a vantagem alcançada. Quando tudo parecia estar perdido, no último minuto o Cardozo inventa um remate de ressaca à entrada da área, e marca o golo salvador. Depois, já com os alemães de cabeça perdida, foi fácil num contra-ataque rápido construído pelo Cardozo e o Léo (após o golo do Cardozo o Sepsi passou a ser o lateral, enquanto o Léo subiu para médio) isolar o Di María, para este marcar o seu primeiro golo oficial pelo Benfica e colocar um ponto final na eliminatória.

Só posso mesmo destacar o Cardozo neste jogo. Jogou apenas vinte minutos, mas foi decisivo. Não consigo perceber a aparente embirração que o Camacho parece ter pelo paraguaio. Ele terá os seus defeitos e limitações, mas é claramente um avançado de nível superior, e sem qualquer discussão possível o melhor que temos no plantel. Se é para jogarmos só com um avançado, então o escolhido deveria ser o Cardozo, e o Makukula quem deveria entrar num momento de aflição. Não o contrário. Incompreensível também continua a ser a fixação pelo Luís Filipe ou pelo Maxi Pereira. Se no caso do português há a justificação de jogar apenas quando o dono do lugar se lesiona, já no caso do uruguaio isso não se aplica, porque ele desde que esteja apto joga sempre, seja em que posição se consiga encaixá-lo. E a verdade é que ele pouco acrescenta ao nosso futebol.

Se hoje tivéssemos sido eliminados da Taça UEFA por uma equipa que nos é claramente inferior, isso seria um justíssimo castigo para a atitude da equipa em largos períodos do jogo, e para as opções da equipa técnica. Tal acabou por não acontecer porque temos no plantel jogadores que são, de facto, de um nível superior, e que num simples instante conseguem fazer a diferença. Houve alturas hoje em que me senti verdadeiramente enraivecido com o que conseguia ver na televisão (depois da transmissão televisiva de hoje fiquei definitivamente convencido que preciso de comprar um LCD com widescreen). Não havia necessidade.

27 Comments:

At 2/22/2008 3:02 da manhã, Anonymous JFilipe said...

Hehe aqueles últimos minutos foram épicos, sobretudo pela cara dos portistas que tinha aqui em casa, todos com lágrimas de crocodilo, como se de facto estivessem desgostosos quando levamos o 2-0. Há muita gente aziada hoje.

Mas sofremos sem necessidade nenhuma, muito por culpa do senhor Camacho. Pode dizer-se que não é culpa dele os nossos laterais fazerem burrada com poucos minutos de intervalo, mas tem culpa de não ter querido agarrar no jogo após o intervalo. É que ainda por cima sabia o que era preciso. Fez as substituições correctas, fechou as alas, e acabou-se o jogo do Nuremberga.

Enfim, pode ter querido poupar Cardozo (o Camacho queixou-se já várias vezes que ele não teve descanso suficiente) e Di Maria (que tem oscilado um bocadinho) mas isso não pega em relação por exemplo ao Adu. Nunca gostei da maneira como o Camacho prefere a força e o "trabalho" à técnica, e o homem continua com o vício.

De positivo, parece-me que fizemos mais uma boa aquisição, o Sepsi. Além do passe para o primeira ameaço do Cardozo, arrancou pouco depois um centro para a zona onde deveria estar o ponta de lança. É práctico, despachado e bom de bola.

Mas passámos, e isso é o mais importante. Venha o Getafe!

 
At 2/22/2008 3:34 da manhã, Anonymous Anónimo said...

a juntar à azia azul, à a azia dos imbecis da tvi... conseguem-me irritar quase tanto como a cavalgadura do luis felipe

 
At 2/22/2008 7:40 da manhã, Anonymous Indio Nelson said...

É inacreditavel como o Camacho monta a equipa, Makukula de ínicio??!!
Di Maria no banco??!!
É evidente que o Cardozo é dos dois avançados o melhor com a bola nos pés, a rematar de longe, a movimentar-se e a segurar a bola, o que tem mais rotinas com a equipa e com o Costa.Di Maria é a par de Adu, o único que consegue acelerar o jogo no último terço do terreno.
Depois a equipa não tem jogo colectivo e é tudo feito como se fossem Zombies com uma passividade enorme e sem dinâmica.
O Nuremberga é uma equipa vulgar e se fizesse-mos um pouco mais de pressão à frente eles perdiam a bola num instante, no entanto o povoamento do meio-campo inicial esteve bem, só que não temos ninguem rápido na frente para lançar os contra-ataques, daí a necessidade de Cardozo ( o mais rápido dos dois) e Di Maria, para além do Miccoli (mas isso é outra historia):)).
Cada jogo do Benfica é um autêntico Euromilhões, ninguem sabe dizer com alguma segurança do que a equipa é capaz, é tudo um imenso acaso e um grande sofrimento.Já nem falo da defesa....
Camacho é simultâneamente o mais incompetente e sortudo dos treinadores. Sortudo??!!Milagre?!! Não fosse um pobre e honesto Índio andar a fazer rezas, danças e sacrificios à revelia do sindicato, talvez as coisas fossem um pouco diferentes. Mas isso faz parte da história, os pequenos heróis nunca são falados, a grande parte da fama fica sempre para o galã da fita, que ainda por cima fica com o melhor cavalo e com a mocinha.
Abaixo os caras pálidas!
O Benfica aos Índios!
Viva a Águia!
Viva o Ruço!!
Viva o Índio!

 
At 2/22/2008 7:58 da manhã, Anonymous Indio Nelson said...

Esqueci-me de dizer mas mais uma vez fizeste uma grande crónica D'Arcy.
És o principal candidato a escreveres as minhas memórias. "Memoires de um Índio Benfiquista" by D'arcy.

 
At 2/22/2008 9:27 da manhã, Blogger Harry Lime said...

Membros da Tribo Vermelha,

Ontem à noite, Manitu caminhou a vosso lado encarnou no Cardozo e fez as coisas acontecer a vosso favor.

PS. É nestes jogos manhosos é que o Benfica se devia abster de jogar com o equipamento cor de rosa. É só um conselho de amigo :))))

 
At 2/22/2008 9:29 da manhã, Blogger Bakero said...

Realmente a transmissão televisiva foi qualquer coisa de inacreditável.

Provavelmente, o cameramen apenas nos quis poupar o visionamento do esforço que alguns dos nossos jogadores têm em controlar uma bola...

Quanto ao jogo, foi mau de mais. Sinceramente, nem festejei os golos...

Esta eliminatória fez-me lembrar (muito) a eliminatória com o Roda em 95/96 (quase a papelo químico: 1-0 em casa, 2-2 fora com os 2 golos do Benfica marcados nos últimos 5 minutos), e (um pouco) com o PAOK em 99/00.

O chato é o que se passou a seguir a esses jogos e o temor que se siga algo do género. Não digo com o Getafe, mas se...repito SE o Benfica passar os espanhóis, o que nos poderá estar reservado, quando vier um tubarão.

 
At 2/22/2008 9:31 da manhã, Anonymous Americano said...

D'Arcy, já disseste quase tudo, mesmo que duma forma branda, e fico feliz por dares a mão à palmatória quanto ao Maxi, afinal talvez não fosse embirração minha.
JFilipe, há muita gente aziada, inclusivamente benfiquistas que têm vergonha daquela miséria de ontem à noite. Eusébio deve ter corado com aquela "exibição". Mas claro que podes culpar o apito dourado e o Pinto da Costa, é sempre mais fácil.
Camacho, se não sabes mais, e isso é evidente, faz uma coisa simples: põe os melhores a jogar. Se também não percebes quem são, isso também é evidente, pergunta ao Chalana, ou aos Gato Fedorento, ou ao Barbas, eles devem conseguir perceber isso.

 
At 2/22/2008 9:46 da manhã, Blogger Tiago Xunga said...

Foi de facto um daqueles jogos de levar à loucura!
Mas deixa-me dizer-te D'arcy e para manter a minha palavra: agradeço ao cardozo obviamente cada golo que marca com a camisola do BENFICA, mas que não consigo ver nele a maravilha que tanto vendes... Que acho que é um limitado, um banal adversário, que diferente do karadas tem o forte remate, mas preferia um Karadas a correr, a "bater" nos adversários, do que um Cardozo que perde todos os lances disputados pelo ar, todas as cargas de ombro, que desiste a meio dos lances...
Mas lá passámos, que o Cardozo continue a marcar golos e que o Luis Filipe seja despedido com justa causa...

 
At 2/22/2008 9:54 da manhã, Anonymous Johnny Rook said...

Não há palavras !

É indiscritível a forma de jogar da maioria dos jogadores do SLB.

Confesso que desejei a eliminação! Como se faz aos cavalos moribundos! Um tiro na cabeça e bye, bye!Confesso, que dei uma enorme gargalhada com o golo do Cardozo. O Cardozo não tem culpa , mas a forma como se consegue aquele golo (toda a jogada) é a prova provada de como joga o SLB. Tudo ao monte e fé em Deus. Confusão. Sorte. Caganeira! Vaca.

Senti vergonha e medo. Vergonha pelo óbvio e medo do futuro nesta competição quando apanharmos uma equipa a sério. O SLB está novamente à beira da humilhação suprema (Vigo).

Que o SLb não joga a ponta de um corno há 5 meses é indesmentível; que eu acho que o CAmacho está desde o princípio descrente do plantel e baixou os braços, também é verdade; que eu tenho defendido a continuidade do mesmo, ainda é verdade; que passei a exigir a demissão ou a não reeleição de LFV também; mas, a partir de ontem, Camacho deve ir para a rua no final da época é outra exigência que passarei a fazer. Ontem a culpa de tudo o que se passou foi dele e só dele. Quero lá saber do Luis Filipe e do Maxi. Só fizeram o que fizeram por culpa de quem os colocou em campo. Makukula em vez de CArdozo? Isto é estar a cagar-se de alto para o clube. Para mim é a prova final de que de facto não está à altura de ser treinador de futebol.

Fui suficientemente paciente com ele. Compreendi tudo. O plantel é uma grande merda, o Presidente é burro que nem uma porta, etc. MAs ontem foi o exame final e chumbou com nota de medíocre! Acabou.

Que o Getafe nos poupe à humilhação suprema! Lamento, mas é assim!

 
At 2/22/2008 10:14 da manhã, Anonymous Índio Nelson said...

Ah!!Grande e enorme "El Presidente" Rook!!Finalmente!! Após vários meses de trevas em que foste perigosamente aliciado e lutaste contra os feitiços e pensamentos negativos dos espiritos inimigos do grande clube da Águia, não te deixaste enganar e conseguiste ver lucidamente o Caminho.Temi pela tua alma, mas sempre tive a certeza que a tua vontade guerreira lutaria contra os demónios inimigos, com a ajuda do nobre Manitu!

D'Arcy nobre cronista da tribo tambem já começou a ver a luz, mas ele ser teimoso como uma mula!!!
Manitu vai ter que lhe comprar LCD com widescreen (sim , sim não passou despercebido...) para o ter do seu lado!!!

Os espiritos benfiquistas reencontram-se e á volta do seu totem podem começar a visionar o futuro do seu grande povo, com respeito pelos seus nobres antepassados!!Ugh!!

 
At 2/22/2008 10:31 da manhã, Anonymous Ubualdo Chóriça said...

Excelente crónica, caro D'Arcy, para não variar. A 2.ª parte,em particular, foi verdadeiramente inadmissível.
Decididamente, qualquer porcaria de jogador pode, hoje em dia, envergar o Manto Sagrado. Luís Filipe, p.ex., não presta sequer para lavar as camisolas do Benfica, quanto mais para envergá-las. Por outro lado, é espantoso como temos jogadores bastante bons que, integrados naquele colectivo, não jogam um peido.
Estou convicto de que, se tivessemos sido eliminados, ontem teria havido um massacre na Portela.
O Vieira que aproveite bem o tempo que lhe resta, pois me parece que, infelizmente, as coisas não vão mudar.

 
At 2/22/2008 10:34 da manhã, Anonymous Starblade said...

Temos de correr IMEDIATAMENTE e a PONTAPÉ com o orelhudo andrade vendedor de pneus e de banha da cobra, que nos vai vendendo os bons elementos (e o Léo é o próximo a sair), trás um camião de lixo todas as épocas e infestou o clube com lagartos e andrades.

Enquanto o problema principal continuar, tudo o resto são detalhes.

Como é possível dar tanto dinheiro por Makukula e não ter ficado com o Miccoli? Como é possível irem gastar dinheiro em Bergessios, Zoro, Butt, Luís Filipe em vez de darem mais um pouco ao Simão? Como é possível o cabrão do orelhudo andrade mandar para fora DO bENFICA todos os bons jogadores e ir buscar um camião de merda toda sas épocas?

Os treinadores mudam, os jogadores mudam, o antigo director desportivo também já não está lá, mas a merda é sempre a mesma. Há um merdas orelhudo que também é sempre o mesmo...

E a culpa é toda vossa que amparam estas situações e se auto-iludem. Eu avisei desde quando o Santolas veio para cá que o cabrão do orelhudo sócio dos lagartos e dos andrades ia dar cabo do Benfica. Os resultados estão à vista.

BENFICA AOS BENFIQUISTAS. ELEIÇÕES JÁ!

 
At 2/22/2008 10:37 da manhã, Anonymous JFilipe said...

"JFilipe, há muita gente aziada, inclusivamente benfiquistas que têm vergonha daquela miséria de ontem à noite."

Depois não queres que eu implique com o que dizes. Se sentes vergonha de ver o Benfica recuperar de uma desvantagem de dois golos, fora, numa competição europeia, é lá contigo. Não vou nessa de desprezar adversários. Prefiro ver nisto um sinal de força do Benfica.

Mais alguém ficou impressionado com a moldura humana do estádio? Aquela massa de adeptos é bestial, já se tinha visto na malta que levaram à Luz.

 
At 2/22/2008 11:05 da manhã, Anonymous Americano said...

"Prefiro ver nisto um sinal de força do Benfica."

Quando vires 10.000 nos jogos da Luz avis perceber essa força toda.

 
At 2/22/2008 11:35 da manhã, Anonymous Americano said...

JFilipe, antes de mais fique bem claro que não há nada pessoal, apenas uma total diferença de ideias, que me choca. Daí, deixar, com a devida vénia, o post que está n'"A Ilíada Benfiquista":

UMA VERDADE INCONVENIENTE
Caros jogadores, equipa técnica e direcção do Benfica, com a honrosa excepção do mui grande Rui Costa:

Não permitam que a vitória vos iluda. Vocês são uma miséria. Um pesadelo. Envergonham a camisola que usam, o clube que representam, o passado que vos antecede. Ante o décimo-sexto classificado de uma das piores Ligas europeias, quase perderam. E tal só não aconteceu por mera sorte. Sorte que não mereceram nunca. Infelizmente, o futebol também é isto.

Não me julguem um derrotista. Pelo contrário. Mas acho que vitórias com mérito sabem sempre melhor do que estes pequenos acasos. É que, da última vez que tivemos um, fomos corridos a sete de Vigo. A equipa era composta por cepos tão ou mais abrutalhados que vocês. E eu, felizmente, abandonei o jogo ao intervalo. Agora, tal como na altura, vocês não valem a pena.

Estão proibidos de me virem com histórias: eu prefiro uma equipa da qual possa orgulhar-me, que perca de pé, do que esta absoluta vergonha que vocês hoje e aqui protagonizaram. Dá-me nojo ver-vos jogar e não julguem que é por terem ganho que deixarei de vos fazer ver o belo balde de esterco que vocês são. Injusto? Talvez. Mas só quando acho que é possível continuar a acreditar nesta "equipa", desportiva, técnica e presidencial.

Comigo, há espaço para erros, mas não para vergonhas. Para Luis Filipes, para Edcarlos, para Camachos cansados e esquecidos da competitividade. São todos culpados, todos! E só me entristece que Rui Costa acabe a sua fenomenal carreira jogando com vocês. Ele não merece. E vocês também não. Lá diz aquele ditado foleiro: o coração conhece razões que a própria razão desconhece. É esse ditado que vos vale, porque, por mim, vocês tinham comitiva à chegada.

Hoje não ganharam absolutamente nada. Nem sequer vergonha na cara. Para os que defenderam uma eventual vitória na Taça UEFA: está na altura de fazer cair as palas. É que esta escumalha não dá mesmo para nada.

Hoje, tive vergonha de torcer por vocês. Pensem nisso.


Ps. Aos que começarem com os comentários do costume, alegando que eu sou anti-benfiquista, que prefiro perder a ganhar, só tenho uma coisa a dizer: como muitos de vós, pago as minhas quotas e tenho direito às minhas opiniões. Para mim, o Benfica, o meu Benfica, não é, e nunca será, este lixo que vimos hoje. Se, de alguma forma, o acontecimento fortuito de hoje vos agradou, o problema é vosso. Não meu."

Eu acho um bocado forte, mas concordo com a maior parte, e a maior parte dos comentários vai no mesmo sentido. Estamos a chegar a uma situação de desepero que se vai reflectindo no abandono progressivo do apoio à equipa, e está na altura de tomar medidas, antes que seja tarde de mais.

 
At 2/22/2008 11:35 da manhã, Blogger Harry Lime said...

Bem, voces falam no que vai acontecer quando ultrapassarem o Getafe e apanharem um tubarão...

O problema é que, no estado do Benfica, o Getafe já é um tubarão, tal como o Nuremberga foi!

 
At 2/22/2008 12:27 da tarde, Anonymous JFilipe said...

Americano, não é diferença de opinião. Se o Benfica do Eusébio, ou mesmo o do Chalana, fizessem um jogo destes eu vinha para aqui espingardar. Mas este é o Benfica que temos, e é este que tem o meu apoio, sempre.

Isso não quer dizer que deixe passar em branco os actos de má gestão de quem está à frente do clube. Mas isso decide-se nas urnas e não tem a ver com o meu apoio ao jogadores que estão em campo.

Somos melhores que o Nuremberga, e somos melhores que o Getafe, mas não ao ponto de desprezar essas equipas e não dar valor a conseguir passar estas eliminatórias.

 
At 2/22/2008 12:34 da tarde, Anonymous JFilipe said...

Já agora "uma das piores ligas europeias" é um exagero, a Alemanha vai ultrapassar a França no ranking do próximo ano, ficando em quarto -- logo atrás da Inglaterra, Espanha e Itália.

 
At 2/22/2008 1:13 da tarde, Anonymous Filipe said...

Com este treinador, é uma questão de tempo sermos eliminados da uefa e da taça de Portugal...é uma questão de tempo!

 
At 2/22/2008 1:59 da tarde, Anonymous Filipe said...

Americano,

"Camacho, se não sabes mais, e isso é evidente, faz uma coisa simples: põe os melhores a jogar. Se também não percebes quem são, isso também é evidente, pergunta ao Chalana, ou aos Gato Fedorento, ou ao Barbas, eles devem conseguir perceber isso."

Brilhante! :D

 
At 2/22/2008 2:58 da tarde, Blogger Mr. Shankly said...

"O problema é que, no estado do Benfica, o Getafe já é um tubarão, tal como o Nuremberga foi!"

É trsite, mas só posso concordar. O Getafe é claramente favorito e penso que passará sem grandes dificuldades. O Nuremberga era uma equipa bem à nossa medida, para metermos 2 ou 3 em contra-ataque. Mas o justo teria sido sermos eliminados. Infelizmente não consigo continuar a defender o Camacho. O plantel tem claramente qualidade para mais.

 
At 2/22/2008 3:11 da tarde, Anonymous Indio Nelson said...

D'Arcy o Manitu manda perguntar se tens preferência de marca, cor eu disse que podia ser vermelha , se houver.

 
At 2/22/2008 3:43 da tarde, Anonymous Filipe said...

Não é que eu não reconheça que o nosso plantel tenha desiquilibrios e falta de qualidade em certos sectores, mas chateia-me mais ver que não se está a fazer de tudo para rentabilizar os jogadores que há, ou seja:

Chateia-me não ver os jogadores nas posições em que podem dar mais à equipa e rendar mais.

Chateia-me que não se escolha o melhor onze e as melhores opções do banco para entrar.

Chateia-me ver que gastaram dinheiro no mercado de Inverno a comprar jogadores que independentemente do seu valor, não vêm acrescentar melhorias ao futebol praticado pela equipa nem vêm resolver problema algum!

E chateia-me saber que ainda disputamos a taça de Portugal e a taça Uefa e ver que com este treinador é só uma questão de tempo até sermos eliminados dessas provas e está-se a fazer muito pouco para que a demissão deste treinador aconteça..

Peço desculpa, mas dado este panorama, eu sou a favor que se assobie no estádio, porque não se está a assobiar um acto pontual, como uma exibição menos boa ou uma jogada qualquer, está-se sim a assobiar o estado a que isto chegou!

 
At 2/22/2008 4:02 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Índio, marca vermelha está muito bem. É melhor do que marca branca :)

 
At 2/22/2008 7:03 da tarde, Anonymous Indio Nelson said...

D'Arcy ter razão, marca dos cara pálidas não prestar, marca de Índio ser melhor, e grande cronista tem que ter marca personalizada da tribo para fazer análise como deve ser!!
Que os ventos da fortuna te guiem grande caneta vermelha!!

 
At 2/22/2008 11:55 da tarde, Anonymous Dias Pereira said...

Meus caros,

Eu pensava que já havíamos batido no fundo. Mas, depois do que vimos ontem, ficou provado que ainda não tínhamos alcançado essa marca...
Nesta altura, e neste contexto, porém, tenho necessariamente que me questionar se agora já atingimos mesmo o fundo, ou se, por mais incrível que isso possa parecer, ainda vamos descer mais baixo...

O que ontem se passou deixou-me profundamente envergonhado. Terrivelmente perturbado. Enojado, mesmo, posso dizer...
Fomos vulgarizados por uma equipa que, no nosso campeonato - tal como no seu - também estaria claramente a lutar (e teria poucas hipóteses...) para não descer de divisão.
O nosso futebol foi patético, inútil, ineficaz, ridículo, mesmo...
Julgo, até, que muito poucas equipas dos escalões inferiores teriam jogado como nós jogámos...

Posso garantir-vos que, se fosse eu o treinador do Benfica, em vez do Camacho, jogaríamos, sem dúvida, muito mais do que ontem jogámos, e do que aquilo que temos jogado.
Sabem porquê? Porque eu, pura e simplesmente, por ter consciência das minhas limitações, apenas diria aos jogadores que jogassem como melhor entendessem, em vez de os baralhar com constituições iniciais aberrantes, com posicionamentos estúpidos, indicações absurdas ou tácticas presumida e abusivamente tidas por inteligentes...

Eu, no meu anterior comentário tinha escrito que na Alemnaha era preciso jogar muito mais... e que Camacho não inventasse.
Não aconteceu uma coisa nem outra...

Com este treinador, é um verdadeiro milgare ainda não termos sido eleiminados da Taça de Portugal e da UEFA, e estarmos "apenas" a 10 pontos da liderança no campeonato.
Com este treinador, é absolutamente normal que tenhamos dito adeus à Taça da Liga e à Liga dos Campeões, que não tenhamos vencido um jogo às equipas da parte superior da tabela classificativa da Liga, e que tenhamos de sofrer as piores agruras para ultrapassar colossos como o Feirense, o Paços de Ferreira ou o Nuremberga...

Mas o inevitável acontecerá, mais cedo ou mais tarde, se mantivermos esta anedota como treinador...
Infelizmente...

 
At 2/23/2008 12:50 da manhã, Blogger Fumas said...

Excelente cronica como sempre - so' uma coisa acrescentar - no primeiro golo, a bola vem a saltar o mais provavel que o avancado faca e aproveitar o salto da bola pra fazer o chapeu, foi isso certamente que o Quim quiz adivinhar.
Saudacoes

 

Enviar um comentário

<< Home