segunda-feira, dezembro 21, 2009

Equipa

Tendo em conta que já ando por aqui na blogosfera a escrever umas coisas sobre os jogos do nosso Benfica há cinco anos (tudo começou numa fria noite de Dezembro de 2004, após uma noite desastrosa no Restelo) devem saber que, por norma, não tenho o hábito de utilizar excessos de linguagem nestas crónicas e, apesar do meu mais que natural facciosismo, tento analisar os acontecimentos dos nossos jogos de uma forma minimamente objectiva. Tendo isto em conta, fazendo então uso do máximo de objectividade que me é possível para falar deste jogo, o que me apetece escrever é:


INCHEM PORCOS!

OK, agora que já deitei isto cá para fora: é isto? É só isto que a maravilha futebolística do fóculporto, na sua máxima força, em plena recuperação e na mó de cima para este jogo, como não se cansaram de nos martelar, tem para apresentar? É por isto que me querem impingir que o Super Escarreta vale 100 milhões? Fomos melhores sem o Aimar, fomos melhores sem o Di María, sem o Coentrão, ou sem o Amorim. Fomos ainda melhores mais tarde, sem o Ramires. Fomos melhores com o Carlos Martins, com o Weldon, com o Luís Filipe, e tenho a certeza de que esta noite seríamos melhores mesmo que fosse necessário ir buscar o Balboa. Fomos melhores porque esta noite fomos uma equipa sólida, coesa, organizada e com garra e vontade de vencer. E do outro lado, o pessoal que não sabia quem era o Saviola e o Cardozo, que tinha a certeza que iria passar o ano na liderança, e que nem se preocupava connosco apresentou uma equipa medrosa na primeira parte, e que quando precisou de correr atrás do resultado a melhor jogada que conseguiu imaginar foi despejar livres assinalados perto da linha do meio campo para dentro da área.

Para este jogo, como sabíamos, tínhamos o extremo titular (Di María) suspenso. A opção óbvia para o substituir (Coentrão) também. Foram desenhados todos os cenários e mais alguns face a isto. David Luiz na esquerda, subindo o Peixoto, Menezes, etc. Temos mais um extremo no plantel, chama-se Urretavizcaya, e foi ele quem jogou. E bem. Conforme esperava, o Ramires recuperou e ocupou o seu lugar, e face à indisponibilidade do Aimar, avançou o Carlos Martins. Do outro lado, o receio do costume do Juju ficou desde logo expresso com a presença do insípido Guarín no onze. Deve ser a tradicional corrente de pensamento que defende que em campos em mau estado só mesmo jogadores brutos ou toscos é que conseguem jogar (basta vermos o sucesso que a equipa do sportém, recheada de toscos, brutos, ou ambos tem nos jogos em casa que esta teoria desmorona-se imediatamente).

A primeira parte resume-se à superioridade do Benfica. Primeiro, porque ganhámos claramente a luta do meio campo. O Javi foi o monstro do costume naquela zona, mas foi muito bem auxiliado nas suas tarefas pelo Carlos Martins e pelo Ramires, enquanto que o Urreta substituiu muito bem o Di María na tarefas de saída rápida para o ataque. Ganha esta luta, o Benfica subiu as linhas de pressão, tendo eu hoje visto aquela pressão sobre o jogador adversário portador da bola ainda no seu meio campo, a exemplo do que vimos tantas vezes no início da época. Juntando a isto a forma como soubemos ocupar os espaços e cortar linhas de passe, o resultado foram várias recuperações de bola logo sobre a linha do meio campo, ou mesmo ainda no meio campo adversário, sendo que estes praticamente não conseguiam sair para o ataque de uma forma minimamente organizada - a quantidade de passes errados dos andrades deve ter sido brutal. Em termos práticos, isto fica evidente num simples facto: durante a primeira parte, os andrades fizeram um remate, remate esse feito aos dois minutos de jogo, na sequência de um livre, e que o Homem dos 100 Milhões se encarregou de fazer passar, sem exagero, uns quinze metros acima da baliza (OK, houve outro remate, mas considerar aquilo que o
Homem dos 100 Milhões fez, levando a bola a sair pela linha lateral, um remate parece-me um exagero). O nosso golo resulta aliás de mais uma recuperação de bola ainda no meio campo andrade. Com alguma felicidade, é certo, o corte do David Luíz apanhou a defesa adversária em contra pé, e fez a bola ir ter com o Saviola. Depois a frieza do argentino, com um simples toque na bola, fez o resto. Já agora, gostaria de saber quanto se terá que pagar para podermos sentarmo-nos confortavelmente e ver um golo do Benfica no lugar privilegiado que o Maxi ocupou.

A vantagem ao intervalo era mais que justa, e a segunda parte trouxe um Benfica um pouco mais retraído, sem no entanto perder o controlo. Os andrades, naturalmente, tinham que forçar para chegar ao golo, e deixaram o Guarín no balneário, entrando o Varela para o seu lugar, e passando o
Homem dos 100 Milhões para o lado do Falcao. Durante os primeiros quinze minutos não se passou nada de extraordinário, mas depois começou a ser visível que jogadores com menor ritmo competitivo, como o Carlos Martins e o Urreta, estavam a perder gás, e isto permitiu aos andrades subirem um pouco mais, e ter os seus dois melhores momentos no jogo: um remate do Pereira que o Quim defendeu, e um outro do Meireles que tabelou num jogador nosso e acabou por passar pouco ao lado. O Jorge Jesus viu bem e mexeu bem na equipa. As entradas do Weldon (foi encostar-se à esquerda) e do Luís Filipe (para médio direito, passando o Ramires para o centro - depois o Luís Filipe acabou por trocar com com o Maxi), quando faltavam cerca de vinte e cinco minutos para o final, acabaram com quaisquer veleidades do nosso adversário. Infelizmente o Ramires lesionou-se pouco depois, e teve que ser substituído pelo Menezes. O certo é que depois das substituições o Benfica voltou a ter o jogo na mão, e raramente o nosso adversário deu ideia de poder discutir o resultado, já que nesta fase já optava quase exclusivamente pelo pontapé para a frente. Segurámos a justíssima vitória, que até poderia ter sido mais dilatada, sobretudo se um penálti absolutamente incrível cometido pela Meretriz Uruguaia tem sido assinalado. Há lances que são duvidosos, e que muitas vezes até depois das repetições em câmara lenta se continua com dúvidas. Mas aquilo? Alguém pode ter ficado com dúvidas? Acho que só em Portugal, e só aquele clube é que se safaria de ter aquele penálti assinalado contra. Ah, e para os amantes de estatísticas que pululam na comunicação social, sugiro que vão verificar quantos jogos da Liga o fóculporto conseguiu vencer depois do adversário marcar primeiro.

Já o disse antes: vencemos esta noite sobretudo por termos jogado como um equipa. Não quero cometer injustiças ao destacar este ou aquele jogador. Mas quero mencionar o óptimo jogo feito pelo miúdo Urreta enquanto teve pernas. Não sei como seria o jogo se tivesse jogado o Di María ou o Coentrão, mas o Urreta fez com que não ficássemos com saudades deles. Depois, e porque nem sempre sou muito simpático com ele, quero também elogiar o Carlos Martins. Foi importantíssimo na organização de jogo, e uma ajuda fundamental na luta do meio campo. Também, enquanto teve pernas. A defesa esteve bem num todo, mas o David Luiz esteve ao nível do costume, ou seja simplesmente imperial. O Javi foi um monstro no meio campo, e que dizer do Ramires? Esteve lesionado e em dúvida para este jogo? Não se notou nada, porque em campo foi o guerreiro do costume, e só foi pena ter saído lesionado.

O jogo de hoje mostrou, claramente, quem é a melhor equipa.
Os nossos jogadores estão de parabéns. Foi uma vitória à campeão, conquistada à custa de muita luta, e de todos terem trabalhado em prol da equipa. Sinto-me muito, muito orgulhoso da nossa equipa. Tem piada que os nossos adversários e inimigos gostam de acusar a comunicação social de nos ser simpática, e sobrevalorizar a nossa equipa e jogadores. Depois do que eu vi esta noite, não só fiquei sem dúvidas sobre qual é a melhor equipa, mas fiquei também sem muitas dúvidas sobre quem é que andará a ser sobrevalorizado.

17 Comments:

At 12/21/2009 9:00 da manhã, Blogger www.gloriosasfera.com said...

Um Glorioso Natal para todos os Benfiquistas.

Saudações Gloriosas

 
At 12/21/2009 9:27 da manhã, Anonymous Filipe said...

Por acaso, costumo falar mal do Carlos Martins, mas ele esteve mto bem...tal como o restante meio campo.
Houve equipas que foram à luz ser goleadas, que criaram mais ocasiões para marcar que o foculporto!!!
Enfim...

 
At 12/21/2009 1:46 da tarde, Blogger Filipe said...

E o que dizer das declarações do Manuel José? "Benfica é uma equipa assustada!" :D

 
At 12/21/2009 3:06 da tarde, Blogger D'Arcy said...

O Manuel José tem contas a ajustar com o Benfica, por isso não admira nada.

 
At 12/21/2009 6:11 da tarde, Anonymous JFilipe said...

Inchem porkos azuis! Isto sim é uma rica prenda de Natal.

Alguém sabe se o chulo do árbitro voltou ou não com a palavra atrás? O Record diz que Hulk e Sapunaru afinal não foram expulsos.

 
At 12/21/2009 10:48 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Não sei de nada. Mas se nós temos imagens do que se passou, acho bem que as divulguemos.

 
At 12/22/2009 1:09 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Vitória importante, não só pelos 3 pontos, mas também pelo que ela "arrasta" colateralmente.

Ficámos agora a 4 pontos deste nosso adversário, mas lembro que já tivémos 5 (se se tivessem portado bem em Olhão...)

Mas a vitória de ontem vai fazer-nos passar o Natal com outra alma,... isso é incontornável,... apesar de ainda não ter esquecido o que aconteceu na Taça de Portugal.

Aquela mão na área FCPorto,... o Lucílio não marcou por qualquer outro motivo, que não, não ter visto o que se passou...

Tenho que mencionar 2 jogadores :
- O Javi Garcia de facto foi um "mostro",... "abafou" tudo o que se passava à sua volta,... esteve extraordinário.
-E o Ramires,... não estando a 100% e sem ter treinado durante toda a semana fez um jogo sempre com intensidade e de elevada qualidade táctica. Onde se pode "comprar" mais jogadores destes ??

Em 2009 temos um Natal ainda mais ENCARNADO

 
At 12/22/2009 5:07 da tarde, Blogger joão said...

Mais uma vez no ponto o teu comentário.
O lugar sentado em cima da linha de golo era atribuído ao jogador que mais fruta desse num determinado uruguaio. E neste particular caso o Maxi esmerou-se.

Tenho sido crítico do treinador das suas substituições e sobretudo do momento em que as faz mas desta vez fez as substituições certas no momento certo.

 
At 12/22/2009 7:02 da tarde, Anonymous JFilipe said...

O record voltou com a palavra atrás. Já fala de três jogos a três anos (!) de castigo para Hulk e Sapunaru...

 
At 12/23/2009 12:12 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Se a versão dos acontecimentos que eu ouvi contada por alguém que estava presente no local é verdadeira, então vão ter que se mover muitos envelopes, muita fruta, e muitas influências para que esses dois se safem de levar um castigo valente.

 
At 12/23/2009 9:56 da tarde, Anonymous JFilipe said...

Bom jogo do Di Maria na seleção. A Argentina jogou bem, falhou golos à brava, exageraram na pulsão atacante mas eram provavelmente as ordens do Maradona. Espero que a veia goleadora do miúdo seja para manter em 2010!

Na questão das agressões é sempre bom lembrar o Cantona, castigado e bem castigado (9 meses) apesar de se ter provado que foi insultado e provocado pelo adepto. Por outro lado o castigo até é capaz de beneficiá-los no que se refere ao campeonato. Hulk e Sapunaru são duas autênticas anedotas.

 
At 12/24/2009 12:42 da manhã, Anonymous Anónimo said...

D´Arcy

Agora que estamos numa "folga" no que à competição diz respeito, queres comentar (se achares pertinente) o tema "Mantorras" ?

 
At 12/24/2009 2:38 da tarde, Blogger águia_livre said...

Extra artigo
.......
Obelovoardaaguia deseja à Administração deste blog e a toda a sua família um NATAL cheio de alegria e um ANO NOVO repleto de Amor, Saúde e felicidade.

Estes votos são extensivos a todos aqueles que visitam, comentando ou não, este maravilhoso cantinho

- Off Topic: Se for conduzir NÃO BEBA ...ou beba moderadamente.

BOAS FESTAS

 
At 12/24/2009 5:48 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Não sabia que existia um 'tema' Mantorras.

A situação dele é por demais conhecida. Bem sei que há quem não concorde, mas para mim o Benfica tem uma dívida para com ele, e não me incomoda nada que ele faça parte do plantel.

 
At 12/26/2009 1:00 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Tudo o que envolve o Benfica é um potencial "tema".

Relativamente a este, discordamos.

Não dislumbro qualquer componente de aderência no âmbito desportivo para a sua inclusão no plantel.

No que envolve a área gestecionária, é um buraco "profundo" no âmbito financeiro.

No que respeita à sua inclusão por qualquer motivo estratégico, também não encontro vectores que o suportem

Assim, parece-me que a eficácia (presente ou futura) para a sua inclusão no plantel é fortemente reduzida.

Portanto, numa gestão profissional, que se deverá comportar com elevados índices de eficácia, esta não é uma boa opção.

Não podemoa "exigir" altos padrões de rendimento nalgumas vertentes, pois queremos estar nos patamares cimeiros da competição desportiva e depois ser "benevolentes" noutras vertentes que nos trazem prejuízo, desportivo, financeiro e estratégico.

 
At 12/28/2009 7:28 da tarde, Blogger m. lopes said...

O Blog "Gritos do Desporto" deseja a todos, em especial ao amantes do Desporto, um ano de 2010 repleto de sucessos e alegrias, quer a nível pessoal quer profissional!

Com os melhores cumprimentos
____________________________

http://www.gritosdodesporto.blogspot.com

 
At 12/29/2009 6:23 da tarde, Anonymous Petição said...

POR UMA REVOLUÇÃO NO FUTEBOL EM PORTUGAL:
http://www.ipetitions.com/petition/revolucaofutebolportugal/

 

Enviar um comentário

<< Home