domingo, maio 01, 2011

Injusto

Mais um jogo da segunda equipa, e mais um resultado pobre, desta vez um empate com o Olhanense. Mas desta vez até achei que a equipa não se portou mal, e o empate parece-me ser um resultado injusto para aquilo que se passou em campo, já que a nossa segunda linha foi quase sempre superior ao adversário. Falhámos ao não conseguir dar uma expressão mais justa ao marcador, e depois não resistimos à expulsão do Jardel, acabando por ceder o empate no último lance do jogo.

Desta vez as muitas alterações na equipa deixaram apenas dois dos habituais titulares no onze: Roberto e Gaitán. Este último parecia que iria jogar no centro, atrás dos avançados (uma possível experiência para Braga, dada a ausência certa do Aimar), mas acabou por se encostar mais à direita, passando o Meneses para o centro. A trinco, a novidade de ver o Roderick, embora esta seja uma posição a que ele estará habituado, já que nos júniores por vezes jogou aí. Para defesa direito, a aposta voltou a ser no Airton. O jogo começou praticamente com o nosso golo, após um bom passe do Gaitán para as costas da defesa a solicitar uma boa desmarcação do Jara, que controlou no peito e rematou cruzado, tendo a bola desviado num defesa antes de entrar. Um golo madrugador era o melhor que poderia acontecer a esta equipa, que foi mantendo sempre o adversário bem controlado durante toda a primeira parte. O futebol jogado nem sempre foi o melhor, mas as equipas concediam bastante espaço e por isso o jogo foi disputado de forma aberta, mesmo que sem grandes motivos de interesse.

Na segunda parte o Benfica mudou um pouco, passando o Jara para a direita e colocando o Gaitán a jogar mais como segundo avançado. O início pareceu prometedor, já que estivemos perto de marcar, num remate do Gaitán que levou a bola ao poste. Logo a seguir foi o Kardec quem falhou o golo de forma algo clamorosa, quando na pequena área ao cabeceou demasiado para o chão um cruzamento do Airton, o que levou a bola a subir e a passar por cima da baliza. O Benfica nesta altura dominava claramente o jogo, com algumas boas combinações entre o Peixoto e o Carole na esquerda, e com o Airton a mostrar-se mais atrevido na direita no apoio ao ataque, e ameaçava chegar brevemente ao segundo golo. Nova boa oportunidade foi desperdiçada pelo Jardel, que depois de um livre bem marcado pelo Peixoto apareceu solto ao segundo poste, mas chutou torto e para fora. Até que aos sessenta e sete minutos aquele senhor de crista que andava por ali a apitar resolveu expulsar o Jardel. Qualquer um dos amarelos mostrados ao Jardel foi um perfeito exagero, por faltas no meio campo e sem grade gravidade, mas devem-se ter esquecido de avisar o senhor que o campeonato já está resolvido há muito tempo, por isso só posso pensar que o senhor Vasco Santos resolveu prejudicar o Benfica apenas e só para sua recreação. O Benfica teve que se reorganizar após a expulsão, mas não voltou a agarrar o jogo. Os últimos minutos foram pobres, com o Benfica praticamente a abdicar de fazer posse de bola, e com os livres e cantos a sucederem-se a favor do Olhanense, que no último desses lances acabou mesmo por empatar. Depois de um canto do lado direito da nossa defesa, o Airton falhou a intercepção ao primeiro poste e nas suas costas, solto de marcação, apareceu um adversário quase em cima da linha a cabecear para o golo.

Os melhores do Benfica foram, para mim, o Jara e o Gaitán, enquanto esteve em campo. O Peixoto e o Carole fizeram também um bom jogo, e o Airton não se saiu mal na adaptação à direita da defesa, embora também seja verdade que nunca esteve sujeito a muito trabalho. Não gostei, mais uma vez, do Meneses, e irrita-me solenemente que ele marque diversos lances de bola parada quando raramente parece conseguir levantar sequer a bola, sendo esta quase invariavelmente cortada pelo primeiro defesa que encontra. Nestes jogos de 'pré-época' o Kardec tem-me desiludido. Nem é que tenha jogado mal, e até acho que ele se esforça, mas esperava que ele os aproveitasse para fazer golos, coisa que não acontece, normalmente acabando por falhar pelo menos uma boa oportunidade por jogo.

Enfim, mais um jogo de fim de época sem grandes motivos de interesse, mas que me irritou não termos ganho. Como é óbvio, eu quero que o Benfica ganhe sempre, mesmo quando o jogo conta para pouco. Foi pena não termos conseguido matar o jogo quando tivemos tudo para o fazer, e depois acabarmos por nos deixar ao alcance de um 'excesso de rigor' do bufador de apito para reequilibrar o jogo. E, claro, custa sempre vermos a vitória escapar-se-nos no último lance do jogo.

6 Comments:

At 5/02/2011 12:04 da manhã, Blogger GM said...

Se não vencermos a Liga Europa estes jogos (desde Braga) vão contar e muito.
Se nem chegarmos a Dublin, bem, aì olharemos (muito mais facilmente) para os números desta temporada, iremos compará-los com todas as outras e, ficaremos sei lá como. Talvez com um sentimento de 'injustiça'? Não creio, não creio..

 
At 5/02/2011 2:34 da tarde, Anonymous JFilipe said...

Eu sei que era mais um jogo treino que outra coisa qualquer, mas não consigo deixar de pensar que é um pouco falta de brio do treinador e jogadores. Discordo do D'Arcy quanto ao Carole, achei que foi pior que o Menezes. O Fernandez foi um desastre na maior parte do tempo, mas teve duas jogadas que me ficaram na retina. É capaz de ser um jogador bem razoável.

Quanto ao Kardec, dois anos, 3 golos marcados em 20 jogos para o campeonato (um de penalti). Ganha muitas bolas de cabeça mas não é o cabeceador que nos faz falta.

 
At 5/03/2011 5:57 da tarde, Blogger DESPORTO ALENTEJO said...

VOTE NO GLORIOSO DO BLOG:


http://montemor-evora-arraiolos.blogspot.com/

 
At 5/03/2011 5:59 da tarde, Anonymous SLB4EVER said...

Este jogo acima de tudo demonstrou bem o q foi este campeonato em termos de arbitragens. Roubados até á última.
Basta 1 jogador do SLB encostar no adversário e é logo considerada falta, os dois amarelos do Jardel até considerar falta nesses lances é duvidoso qt + darem origem a expulsão.
Já faltou + para perder de vez todo o interesse no futebol profissional pq não é desporto nem espetáculo mas sim uma grande encenação montada por gentalha currupta q vive á grande á custa disso e esta é uma situação q agrada claramente aos poderes decrépitos instalados em portugal.
Para o brega desde q o JJ e jogadores ñ facilitem e q seja um arbitro isento temos tudo para passar.
et pluribus unum

 
At 5/03/2011 8:07 da tarde, Blogger joão carlos said...

Este teu post tem mais uma vez a qualidade que nos tens habituado.


SLB4EVER concordo contigo mas acima de tudo este jogo foi o espelho fiel do que tem sido a época principalmente ao nível interno, não fazemos um grande jogo mas somos claramente superiores ao adversário depois não conseguimos decidir definitivamente o jogo por culta da nossa ineficácia no ataque o que é aproveitado de imediato para nos prejudicarem e finalmente sofremos um golo de bola parada na pequena área o que é muito mau e em que muita gente fica mal na fotografia, acho que não existe melhor radiografia ou neste caso pior do que se tem passado sobretudo a nível interno.

 
At 5/04/2011 7:02 da tarde, Anonymous SLB4EVER said...

João sem dúvida q dirigentes, treinador e jogadores têm a sua quota parte de culpa no mau desempenho desta época e esperava + de todos.
De qq modo isso ñ serve para limpar a falsidade q é este campeonato, com o nível de arbitragens com q fomos presenteados nem com o Messi seriamos campeões.
Esperemos q na liga europa se limpe a imagem e a equipa se reencontre.

 

Enviar um comentário

<< Home