domingo, janeiro 15, 2006

Cruzeiro

Foi em ritmo de cruzeiro que o Benfica esta noite venceu a Académica por três golos sem resposta, num jogo que não foi fácil, mas que também nunca se afigurou complicado.

Do lado do Benfica regressaram os dois laterais 'naturais' do plantel, saindo o Alcides do onze. Também alguma surpresa na escolha pelo Ricardo Rocha em vez do Anderson. Este ano estamos muito bem servidos nesta posição, e julgo que o nosso treinador quer fazer ver ao Ricardo que também conta com ele. E, verdade seja dita, o Ricardo correspondeu à aposta. Do meio campo para a frente, única referência à aposta do treinador no Robert para a direita do ataque, relegando o Geovanni para o banco de suplentes. Do lado da Briosa, uma aposta de Nelo Vingada num 4-1-3-2. Ultimamente tem sido frequente vermos os nossos adversários apostarem ou num terceiro central, ou num elemento do meio campo mais recuado que têm sempre a missão de fazer uma marcação individual praticamente a todo o terreno ao Nuno Gomes.

A exemplo do que se passou a semana passada, o Benfica marcou cedo. Desta vez ainda mais cedo, porque aos três minutos já estávamos a ganhar graças a um penalti do Simão, após um jogador da Académica ter jogado a bola com a mão dentro da área. Tal como a semana passada, o golo não serviu para espevitar a equipa. A diferença é que a Académica foi um adversário mais aguerrido que o Paços, e tentou sempre reagir a este resultado. Pouco tempo depois do golo já obrigavam o Moretto a uma defesa espectacular, mas a verdade é que não dispuseram de mais boas oportunidades para marcar na primeira parte. O Benfica revelava-se pouco imaginativo, e a colocação do Robert na direita uma má opção, porque na prática ele foi um jogador a menos. Além disso a organização do nosso jogo ofensivo anda a revelar uma dependência excessiva do Petit: quase todos os lances parece que têm que passar por ele, e por vezes esta não se revela a melhor opção, dado que se perde algum tempo precioso. A qualidade de jogo do Benfica na primeira parte atingiu níveis tais que, pela primeira vez em muito tempo, chegaram a ouvir-se alguns assobios na Luz (hoje com uma assistência menor - 37.044 espectadores).

Na segunda parte, nada de novo. O Benfica manteve a mesma formação e atitude, e a Académica continuava a dar sinais de inconformismo, mesmo sem conseguir pressionar verdadeiramente o Benfica. Mas notava-se que tinha superioridade no centro do terreno, ganhando quase todas as segundas bolas. Demorou pouco até que o nosso treinador resolvesse alterar um pouco as coisas, fazendo entrar o Manuel Fernandes para o lugar do Beto (não sei se terá recuperado totalmente de um entrada muito dura que sofreu na primeira parte), e pouco depois o Geovanni para o lugar do Robert. Esta segunda alteração teve efeitos bem positivos, pois o Geovanni veio dinamizar o ataque do Benfica (para além de colaborar muito mais com o Nélson nas tarefas defensivas, o que imediatamente se fez notar ao permitir que este participasse muito mais no ataque). O Benfica começou a aproximar-se mais da baliza adversária, e acabou mesmo por chegar ao golo da tranquilidade pelo Luisão na sequência de um canto. Esse mesmo canto já era resultado de uma defesa incrível do Pedro Roma a negar o golo ao Nuno Gomes quase em cima da linha. Daqui até final a Académica perdeu praticamente quaisquer cautelas defensivas, e o Benfica parecia capaz de ampliar ainda mais a vantagem. Conseguiu-o pelo Nuno Gomes, a cabecear um centro excelente do Manduca (que também entrou bem no jogo, substituindo o esforçado Miccoli).

Conforme disse, na minha opinião o Benfica não jogou particularmente bem, mas alguns jogadores estiveram em bom nível. A começar pelo Moretto, que nas poucas vezes que foi chamado a intervenções mais difíceis fê-lo com muita segurança. A dupla de centrais esteve bem, e destaco em particular o Ricardo Rocha, que fez um jogo muito bom na segunda parte, ganhando praticamente todos os lances, fazendo uso de uma muito boa colocação no terreno (em vez de estar mal colocado e entrar à bruta à bola, como por vezes costuma fazer). O Nuno Gomes também esteve bem, e o Geovanni e o Manduca entraram muito bem no jogo. Continuo contente com o grande leque de opções à disposição do nosso treinador. Basta pensar nos jogadores que hoje ficaram de fora para nos sentirmos confiantes.

E assim somámos a sexta vitória consecutiva na Liga, e o sétimo jogo sem sofrer golos. Para a semana veremos se conseguimos 'vingar' a única derrota que temos na Luz neste campeonato, frente ao Gil Vicente.

P.S.- Entretanto acabei de saber que o FC Porto perdeu na Amadora, em parte devido a um belíssimo frango do Baía. Voltámos assim a depender apenas de nós mesmos para chegar ao primeiro lugar.

33 Comments:

At 1/15/2006 11:00 da tarde, Blogger dezazucr said...

Eu havia falado com o Semedo e ele bem me havia dito que ele e o Manú haviam de lixar os planos ao porto. Escandaloso aquele golo anulado ao Semedo que dava o 3-0, mas disso ninguém fala, mais vale perder tempo, com 7, 8 ou 9 repetições do pénalti q não existe do luisão. Já só estamos a 3 pontos. Falta-nos recuperar mais 6 pontos da série negra da primeira volta.

 
At 1/15/2006 11:19 da tarde, Blogger Pedro Neto said...

Não concordo nada com a análise ao Ricardo Rocha, se bem que tenha tido uma boa segunda parte os primeiros 20/25 foram um autêntico desastre.

Bolas perdidas, passes horríveis, um lance em que foi completamente papado dentro da área pelo Filipe Teixeira e que não deu golo porque o Moretto fez uma grande defesa.

De resto concordo, vou fazer a minha análise agora!!

3 pontos de atraso, em caso de vitória na Luz contra o FCP somos campeões!!

 
At 1/15/2006 11:21 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Nesse lance que referes acho que foi quase metade da equipa do Benfica a ser papada... ;)

 
At 1/15/2006 11:29 da tarde, Blogger D'Arcy said...

dezazucr: não gosto de falar de arbitragens, mas confesso que não evitei rir-me quando o lance do terceiro golo do Estrela anulado ao Semedo foi descrito como 'duvidoso', quando é visível que o jogador está em jogo, enquanto que no caso do Luisão querem fazer daquilo um lance polémico, quando o remate é desferido a um metro dele.

 
At 1/16/2006 12:51 da manhã, Blogger D'Arcy said...

Pedro: Estive a rever o resumo do jogo e dou-te razão no mau início de jogo do Ricardo (teve um par de lances infelizes). Mas como ele fez uma segunda parte muito boa, acabou por me fazer esquecer aquele início.

 
At 1/16/2006 2:09 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Enfim, os adeptos são criaturas estranhas. O clube ganha os jogos nas calmas sem sofrer golos e nós refilamos porque é tudo a velocidade de cruzeiro e ainda nos damos ao luxo de criticar os jogadores. O SCP ganhou ontem com uma sorte danada e o FCP mostrou finalmente o que a equipa vale sem o Quaresma (muito pouco). O Benfica é neste momento a única equipa que consegue ganhar mais de 3 jogos seguidos. O que interessa é que neste momento só dependemos de nós para ganhar o campeonato, algo que em Novembro não julguei ser possível.

O Jogo na televisão tem repetições e destaca muito mais as falhas dos defesas que o jogo no campo. Depois de vermos 10 repetições do Rocha a falhar estrondosamente ficamos com a impressão que ele se fartou de falhar. Pela positiva, o Nelson parece em melhor forma. O Manduca teve pormenores muito bons. Bastante superior a Miccoli. Não percebo a ânsia do Benfica em contratar um novo ponta-de-lança. Nuno Gomes, Geovanni e Manduca são três boas opções. Espero que o Marcel não venha, desagrada-me profundamente o SLB ir buscar um jogador que faltou a treinos e tentou sair a mal.

Quanto aos comentadores na televisão, vergonhoso, mas nada a que não estejamos habituados. Eu confesso que só vi o jogo do FCP porque me interessa ver o Manu, que espero esteja na próxima época na equipa principal do SLB. Nem todos os jogadores conseguem dar o salto (vide Carlitos) mas este parece-me ser o substituto natural do Simão.

 
At 1/16/2006 8:50 da manhã, Blogger D'Arcy said...

JFilipe: Isto não é apenas 'refilar'; obviamente que estou muito satisfeito com os resultados do Benfica. Mas o facto de ganharmos não me retira o espírito crítico, e quando há coisas que se vê que não estão muito bem, falamos delas :)

Em relação ao penalti, vá lá que pelo menos os jornais hoje dizem que o penalti a favor do Benfica é descarado e bem assinalado. Ontem quando apanhei o seboso do Rui Santos na SIC Notícias tive que mudar de canal, porque já não era possível aguentá-lo a tentar justificar porque é que o penalti do Benfica não era penalti, mas o lance do Luisão, esse sim, era descarado...

O Manu de facto evoluiu muito como jogador enquanto esteve emprestado em Itália. Agrada-me muito a possibilidade dele ficar no plantel para a próxima época.

 
At 1/16/2006 11:20 da manhã, Blogger Superman Torras said...

Boas! Ontem acabei por não poder ir ao estádio e tive que gravar o jogo para o ver depois da realização de um jantar muito inoportuno.

Isto para dizer que já não estava habituado a ver na televisão um jogo disputado na Luz. Não gostei da experiência. Não jogamos particularmente bem mas tivemos a sorte do jogo. Apanhamo-nos a ganhar sem saber ler nem escrever (aquele penalty não lembra ao diabo) e as melhores oportunidades da 1ª parte foram da Academica. Destaco aquela defesa do Moretto após tentativa de chapéu de um jogador da Académica. Colossal.

Neste momento sinto-me tranquilíssimo o que, valha a verdade, nunca sucedera com o Quim na baliza. Nem com o Moreira. Aqueles 196 cm's dão muita segurança. Além disso o Luisão está cada vez melhor. Independentemente de reconhecer valor tanto ao Anderson como ao Rocha, acho que com aquele Luisão até o Paulo Madeira se safava (ou não).

Surpreendente, para mim mesmo, foi eu ter apreciado a acção do Beto. E a posterior entrada em jogo do M.Fernandes só veio confirmar a ideia de que, pese embora um ser o patinho feio do publico e o outro um dos meninos bonitos, nesta altura o ex-aveirense serve melhor os propósitos da equipa do que o internacional português. Esteve bem no entanto o Koeman nas substituições operadas e no timming das mesmas. Agora, com opções em barda, nota-se-lhe uma maior acuidade no banco.

Para o próximo jogo colocava o Geovanni e o Manduca em vez do Miccoli e do Robert. Ou então somente o Geovanni em vez do francês, já que o italiano até se tem esforçado e ontem esteve melhor do que nas ultimas partidas. O problema (quem diria?!?) é o excesso de opções do meio campo para a frente. O Geo rende muito mais a avançado do que a extremo e o próprio Manduca tambem entrou muito bem e pode ser util nas trocas de posição com o brasileiro e com o Simão...

Quem parece estar fora das contas do Koeman para já é o Karagounis. Espero que o grego não esmoreça

p.s D'arcy lembrei-me de ti no sábado. Já viste o golo que o nosso amigo Aurélio sofreu?

 
At 1/16/2006 11:36 da manhã, Anonymous Anónimo said...

D'Arcy, é óbvio que eu também me mando ao ar quando um jogador falha um passe ou quando chuta para as nuvens ou se deixa ultrpassar pelo adversário. Contudo temos que lembrar-nos que o rendimento de um jogador depende muito da táctica da equipa e dos adversários. Do lado da Ãcadémica também havia alguns jogadores bastante bons (o Zé Castro fez um jogão). Às vezes em vez de criticar apenas o Benfica tem que se dar mérito ao adversário. Ontem as exibições que me pareceram menos conseguidas foram o Manuel Fernandes (um desastre, espero que volte depressa à boa forma) e o Miccoli. O Miccoli mexeu-se muito e esforçou-se bastante mas não era jogo para ele (mérito do adversário neste caso). A grande revelação foi para mim o Manduca, parece-me mesmo bom.

Quanto ao Rui Santos, o homem é parvo e mais não vale a pena dizer. Mas em Portugal exagera-se nisto das arbitragens, mesmo que tenha havido erros trata-se de jogadas difíceis de ajuizar, não justificam todo este barulho. Mesmo no jogo do Porto o golo anulado ao estrela não me parece escandaloso, a jogada é rápida e compreende-se que o fiscal de linha tenha errado. O problema em Portugal é que se dá o mesmo ênfase a erros banais e a roubos descarados.

 
At 1/16/2006 11:39 da manhã, Anonymous Anónimo said...

A questão dos centrais é de facto ocmplicada de decidir...Pela positiva. Na minha opinião, e nada tenho contra o Anderson, com o Ricardo Rocha ganhamos mais poder de choque! É o central de marcação!!! Mas seja qual for a dupla, espero que continue assim, a dar grandes resultados.
Em relação ao Rui Santos, bom aí D'arcy digo-te: NÃO SUPORTO O HOMEM! Ele está ao nível dos lagartos ou tripeiros! É para abater! Outro ponto que merece uma critica é mais uma vez os comentadores da tvi. Quando deram a repetição do semedo disseram qualquer coisa como: "Por momentos o árbitro apontou para o meio campo validando do golo, mas depois seguio as indicações do seu auxiliar". Na continuação da análise do lance disseram:a bola entrou, mas o golo nem contou porque o árbitro já tinha apitado..." Para quê comentar?

 
At 1/16/2006 11:40 da manhã, Anonymous Anónimo said...

O anonymous Chama-se Tiago Xunga...

 
At 1/16/2006 1:08 da tarde, Blogger S.L.B. said...

Só para enfatizar o que já disse o Superman Torras: começo a compreender a vossa aversão ao Marco Aurélio. Aquela tentativa de agarrar a bola na cabeça do Liedson é simplesmente ridícula. Se fosse a cabeça do Nuno Gomes outro galo cantaria...

 
At 1/16/2006 1:47 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Tiago, eu por acaso também me fartei de rir com essa tirada dos imbecis de serviço da TVI. Primeiro cascam no árbitro por ter validado o golo, mas depois quando topam que o jogador se calhar estava em jogo (embora não o admitam) mentem descaradamente dizendo que o árbitro já tinha apitado.

Não que eu ache que a jogada seja motivo de grandes polémicas, foi tudo muito rápido e compreende-se que possa ter havido erro do fiscal de linha. Agora os comentadores não têm razão nenhuma para não verem a coisa. Aliás precisamos de um termo para estas criaturas, comentadores ou repórteres não faz juz às alarvidades que proferem.

 
At 1/16/2006 2:05 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Ainda não vi o golo da lagartagem em Belém, mas ontem entre os meus vizinhos de bancada na Luz já se comentava que tinha sido um frango. É só mais um a somar aos dois que ele deu em Alvalade na primeira volta. Só contra nós é que o sacana consegue sempre atinar e fazer exibições que roçam a perfeição.

Normalmente nunca me escandalizam golos anulados ou validados por más decisões em avaliações de situações de fora-de-jogo. Como é o caso de ontem: não me escandaliza que o golo tenha sido anulado, porque a jogada é rápida, e o auxiliar tem pouco tempo para decidir, sem recurso a repetições. O que acho ridículo é quando, com a imagem parada, é possível ver claramente que o lance é legal, os comentadores o classifiquem de 'duvidoso'. Caramba, qual é o problema de se dizer exactamente aquilo que se está a ver?

 
At 1/16/2006 3:45 da tarde, Blogger Harry Lime said...

Algumas notas humoristicas:

-o site do Prof.Neca é delirante! Aquilo só visto!

-o segundo golo do Estrela contra o Porto está entre os maiores frangos que eu vi nos últimos 20 anos (estou a contar com os do ricardo). é que o Ricardo pelo menos só mete água nos cruzamentos. O Baia faz-se à bola duma forma completamante abstrusa num remate que apesar de forte nem sequer ia particulamrnte colocado. É de ir às lágrimas.

-o golo do sporting contra o Belem é uma frangada do GR. a jogada 'simples: canto para a antrada da pequena o GR sai-se num estilo não muito diferente do do Ricardo. o Liedson cabeceia uma bola que iria direita à baliza se o tonel não a tivesse inteceptado marcando um golo de bicicleta e calacanhar. Eu sei que esta definição ("golo de bicicleta e calacanhar" )é bizarra mas não é novidade para mim nem para o D`Arcy. :)))

O resto do jogo foi uma pobreza franciscana com o sporting a levar baile do Belem... mas lá ganhámos! Valha-nos isso!

 
At 1/16/2006 3:49 da tarde, Blogger Harry Lime said...

E concordo com o D`Arcy quando ele diz que os comentadortes do jogo de ontem do Porto eram tendenciosos: não reconheceram abertamante a legalidade do "terceiro golo" do Estrela e nunca disseram abertamante que a responsabilidade do segundo golo do Estrela é em 99,9 % do franguice do Baia.

 
At 1/16/2006 4:29 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Mas nós tivemos a honra de ver um "golo de bicicleta e calcanhar" ao vivo, e dentro do campo quando isso aconteceu :)

 
At 1/16/2006 5:24 da tarde, Blogger tma said...

Devo dizer que ontem o Benfica não me agradou (ponto final).
O resultado foi claramente melhor que a exibição, e apanhando-se a ganhar por 1-0, o Benfica teve um pouco a atitude que o Man Utd teve na visita a Luz (valendo, ainda assim, os 1,95m e o pé do Moretto, e a partir daí a equipa esteve mais concentrada...).
O penalty que deu o 1-0 é indiscutível (já que o jogador da Académica, ao movimentar o braço, toca na bola com a mão - se intencional ou acidental, não é ao árbitro que cabe julgar, pois ele não tem nada a ver com os problemas de coordenação dos jogadores).
O melhor lance da 1ª parte foi o excelente passe do Beto para o Nuno Gomes (que acabou por hesitar um pouco).
Até ao 2-0, o lance que marcou a 2ª parte foi o lance da mão do Luisão. Na minha opinão (não sei se correcta), é penalty, pois o Luisão parece ter o braço um pouco aberto, travando o remate do jogador da Académica (é verdade que é à queima, mas a posição do braço faz-me julgar haver motivo para penalty).
Mas convem também lembrar que, no final da 1ª parte, ficou por expulsar um jogador da Académica...
No 2-0, e pela posiçao do NG (que teve enorme mérito) a bola pareceu-me dentro. Mas também se levanta a questão sobre eventual off-side do NG (e nisso não reparei, já que estava mais atento à posição da bola).
O 3-0 é uma excelente jogada do Manduca (que neste momento justificaria mais a titularidade que o Robert...) e uma excelente desmarcação do Nuno Gomes.
Se considerarmos também a entrada do Geovanni, parece-me que neste momento o Robert ainda não justifica a titularidade.
Não sei se o Karagounis tem algum problema físico, mas depois da 2ª parte em Setúbal, creio que ele também justificaria um lugar na equipa, ainda que como suplente. Tenho pena que o Nuno Assis, com isto tudo, fique praticamente "tapado".
Qto ao Moretto, apesar de não justificar a polémica que se gerou (e, sobretudo, as estaladas), o certo é que ontem demonstrou a importância de ter um GR com 1,95m...
Espero que, em Barcelos, o Benfica consiga reunir a eficácia de ontem com a determinação revelada nos jogos de Dezembro, pois a julgar pelo exemplo da Luz, na 1ª volta, já sabemos o que nos espera se as coisas não nos correrem de feição no início do jogo...

E uma vez que também tenho direito a perder tempo a escrever sobre coisas inúteis, não consigo evitar escrever sobre esse pedaço de sebo com olhos e oculinhos abichanados, chamado Rui Sebantos, que assim que o ouvi verborrar na SIC Notícias sobre o balneário do Benfica (a propósito dos incidentes da semana), como se ele fosse um grande entendido na matéria, como se ele alguma vez na vida tivesse entrado um (só se fosse para apanhar sabonetes...) e fizesse a menor ideia do que é gerir um balneário, tive de mudar logo de canal.
Ainda assim, numa nova passagem (ou se calhar foi ao contrário, mas não importa), ouvi-o comentar as declarações do presidente da Académica (outro que tal, mais um contamindado pela epidemia do "levados ao colo" que o D'Arcy referiu no post anterior: será que se está a candidatar à presidência do Cepórtêim? Pelo menos, segue o estilo do DC...), como que a insinuar que o campeonato está minado pelo Benfica... Amigo Sebantos: sendo a tua obrigação de jornalista(?) ser isento, se sabes alguma coisa que ter permita fazeres essas insinuações graves, então diz, ou cala esse orifício que parece uma vagina aos saltos para sempre.
Não o ouvi falar sobre essa comparação de penalties, mas está perfeitamente coerente com o seu estilo inconfundível de comentário anti-desportivo. Aliás, basta dizer que no jogo contra o Boavista, na última jornada, o Sebantos também achou que não era penalty.

 
At 1/16/2006 5:24 da tarde, Blogger tma said...

D'Arcy, se quiseres apagar o meu comment anterior ou que eu próprio o faça, eu comprendo...

 
At 1/16/2006 5:47 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Porque é que haveria de apagá-lo, se concordo com o que escreveste? :)

O ridículo na comparação dos lances que ele fez é que dizia que no caso do Brum, ele teria que cortar o braço para conseguir não jogar a bola com ele. Mas no caso do Luisão, em que a bola é rematada à queima roupa, aí já há clara intencionalidade do Luisão, que naqueles centésimos de segundo teve tempo para mover o braço e defender a bola...

 
At 1/16/2006 6:27 da tarde, Blogger tma said...

D'Arcy, poderias querer apagá-lo pq apesar de não ter usado palavrões (embora, para falar do Rui Sebantos, seja difícil evitá-lo), é quase como se tivesse...
Seja como for, essa cena de cortar braços é ridícula. O Brum domina mal a bola, de tal forma que, com o seu movimento, acabasse por utilizar o braço para o fazer. Pode não ter sido essa a intenção, mas o facto é que foi tosco no domínio da bola e acabou por não conseguir impedir jogar a bola com a mão, e isso é obviamente um problema do Brum.
Foi em muito semelhante ao penalty do Cadu, na última jornada. Dominou mal a bola, e acabou por usar as mãos para o fazer.
E já agora, comparável àquelas jogadas em que, na corrida, um jogador acaba por tocar no que vai à frente de forma não intencional. Obviamente, isso não é impeditivo para a marcação de falta.

 
At 1/16/2006 6:44 da tarde, Anonymous Anónimo said...

D'Arcy não te atrevas a tirar o post do tma sobre o Rui Sebantos. Quando aquele indivíduo aparece na televisão só me apetece cuspir para cima do aparelho. Deixei de ver a SIC notícias por causa daquele monte de não sei quê. Ia dizer esterco mas o esterco apesar de tudo é útil porque faz bem às plantas.

Harry Lime, sim o site do "professor" Neca é das coisas mais inacreditáveis na internet. De certeza que o site é mesmo dele?

 
At 1/16/2006 6:48 da tarde, Blogger D'Arcy said...

É oficial. E tem lá os contactos todos dele, incluindo o número de telemóvel. A coisa que mais me intriga é a newsletter. Que tipo de notícias sobre o Prof.Neca é que será que uma pessoa recebe?

 
At 1/16/2006 6:53 da tarde, Blogger tma said...

Acho que vou subscrever a newsletter do Proufessour Doutour Neca. Quem sabe pode ser útil se um dia eu ficar careca ou se, no carnaval, eu quiser utilizar uma máscara com bigodinho.

 
At 1/16/2006 7:53 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Acabei de ver uma notícia sobre o sorteio da Taça. Quando li "o FCP ficou isento" deu-me vontade de rir. FCP e isento na mesma frase nunca me teria ocorrido. O sorteio correu bem, um jogo com o Nacional na Luz é garantia de uma boa receita, se bem que vai ser uma série de jogos complicada.

 
At 1/16/2006 8:39 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Desde que não façam o jogo às três da tarde...

 
At 1/16/2006 9:06 da tarde, Blogger tma said...

Ainda tenho bem viva na memória a recordação daquele Benfica-Nacional de há duas épocas atrás... Foi à tarde (o que explica o receio do D'Arcy) e foi complicadíssimo ...
Pior que tudo, não levei transistor, a empresa onde trabalhava na altura tinha acabado de mudar de instalações e a rede estava instável... Relatos online, fora de questão, resultados online, só de vez enquando lá conseguia saber. Soube do 0-1 mas depois fiquei sem conseguir saber nada até depois da hora do fim do jogo. De repente, lá consigo aceder a um dos sites com resultados on-line, e obviamente não consegui conter a alegria, para espanto de alguns colegas... O que vale é que era uma empresa pequena e malta porreira!

 
At 1/17/2006 2:02 da manhã, Blogger S.L.B. said...

TMA: "orifício que parece uma vagina aos saltos" é das melhores coisas que ouvi nos últimos tempos! :-) Juntamente com "produto da incontinência intestinal de um cavalo sifiloso" com que o Gwaihir define o presidente do clube regional, entra para o meu top-5 dos insultos com nível! :-))) É óbvio que concordo com tudo aquilo que dizes acerca dessa figurinha que responde pelo nome de Rui Santos.

Também me lembro desse SLB-Nacional às 15h de uma 4ª feira com 20.000 pessoas a assistir. Lá tive eu que tirar um dia de férias para o poder ir ver... Aquela recuperação nos últimos cinco minutos foi épica, foi talvez o primeiro grande momento do novo estádio.

 
At 1/17/2006 9:57 da manhã, Blogger Mr. Shankly said...

Meus caros, em relação a esse pateta do Rui Santos só há uma coisa a fazer: não ver. Eu não vejo, por razões higiénicas, mas também porque as audiências tendem a eternizá-lo. Já basta que os lagartos e os tripeiros o vejam e no dia seguinte debitem os mesmos disparates no café, nós podiamos não dar essa satisfação à SIC, o que acham? Boicotem o tipo!

 
At 1/17/2006 10:10 da manhã, Blogger Superman Torras said...

Eu só gosto de ver o Rui Santos a falar quando o Porto e/ou o Sporting perdem os respectivos jogos.

Dá-me gozo vê-lo a espernear.

Quanto ao resto, dispenso. Tal como aquele outro programa, inqualificável, que costuma passar no mesmo canal às segundas-feiras.

 
At 1/17/2006 11:34 da manhã, Blogger D'Arcy said...

Não vejo nem um (Rui Santos) nem outro (Os Três Estarolas). Não vale a pena estar a irritar-me.

 
At 1/17/2006 2:23 da tarde, Blogger T-Rex said...

Boas D'Arcy!

Ah! Boas também para (quase) todos os restantes participantes...

Mas vocês estão a falar de que programas? Rescaldos de jogos e recalcamentos? Já não vejo nada dessas palhaçadas há mais de 5 anos! Sobre o Rui Santos que tantas vezes aqui mencionaram (porquê?!?!?), pareceu-me, das 2 ou 3 vezes que o vi e ouvi, "Um verdadeiro especialista em coisa nenhuma".

Recomendo antes os programas do José Hermano Saraiva e aquele d'"O "gajo c'os tachos". Isso sim! História e cultura gastronómica.
Ah! E também são bons aqueles programas ao fim-de-semana à hora do almoço sobre os animais, e tal... São mais HUMANOS. eh! eh!
Sempre APRENDO alguma coisa.

Falando do que interessa o nosso Benfica ganhou e ganhou bem, mas como o fóculporko perdeu lá vêm as madalenas do costume falar do colo e tal. Tudo normal, tudo normal.

Saudações e... até à proxima contratação!

 
At 1/17/2006 2:30 da tarde, Blogger tma said...

Eu também não costumo ver nenhum destes "pugramas", porque raramente tenho tempo para ver televisão (só se for para ver jogos do Benfica é que faço por o arranjar). Mas por acaso, calhou ver o RS no Domingo - mas a excepção confirma a regra, e mais uma vez, ele deu-me razões para não o querer ver/ouvir (sim, só vê-lo já é suficientemente mau).

PS: Parece que o Marcel sempre é do Benfica. Tal como o JFilipe, não me agrada muito os contornos desta contratação (ou melhor, empréstimo), mas enfim, agora é aproveitá-lo o melhor possível. Consta também que o Dos Santos foi para o Mónaco... Aqui, ainda estou menos de acordo. Ainda recentemente, ele fez um óptimo jogo em Setúbal, e é o único LE "de raíz" para além do Léo. Quererá isto dizer que o J.Pereira fica? Caso contrário, ficamos apenas com 6 defesas no plantel.

 

Enviar um comentário

<< Home