quarta-feira, abril 05, 2006

Fim

Bem, foi bonito enquanto durou. Infelizmente a superioridade do Barcelona foi notória no conjunto das duas mãos, e desta vez acabou por materializar-se em golos. Além disso voltámos a fazer uma primeira parte muito fraca (nem sequer me lembro de um remate nosso durante este período), e depois quando quisemos inverter as coisas no segundo tempo já foi demasiado difícil.

O Barcelona entrou decidido no jogo, e o Benfica mais uma vez nervoso. Em particular o Beto durante os primeiros minutos esteve um desastre. Mas por sorte até tivemos uma injecção de moral ideal logo aos cinco minutos, quando o árbitro assinalou um penalti a favor do Barcelona (lance em tudo idêntico ao do Motta na primeira mão), que o Moretto defendeu. Mas isso não serviu para empurrar a equipa para a frente, que continuava a defender muito atrás e a perder muitas bolas no meio-campo. Foi aliás de uma perda de bola atroz do Beto que resultou o golo do Barcelona, marcado pelo Ronaldinho, que assim se redimiu do penalti falhado. Até ao final do primeiro tempo foi o Barcelona quem esteve sempre mais perto de marcar. O Benfica limitava-se a fazer futebol directo da defesa para os avançados, que ou estavam em fora-de-jogo ou perdiam os duelos aéreos. Ainda assim o 1-0 ao intervalo permitia acalentar esperanças de que num contra-ataque fosse possível surpreender.

Na segunda parte o Benfica o Benfica entrou mais solto, emais uma vez melhorou com a entrada do Karagounis. E dispôs mesmo da tal oportunidade flagrante para surpreender, mas o Simão, isolado pelo Miccoli, rematou para fora. O Benfica ia tentando subir mais, e daqui resultavam cada vez mais espaços atrás para o Barcelona. Do lado do Benfica, as oportunidades eram poucas, e o mais perto que estivemos do golo foi num remate de muito longe do Karagounis. Já com o Marcel e o Robert em campo, e praticamente em período de descontos, o Petit resolve dar um toque a mais na bola quando deveria ter tocado de primeira para a esquerda, por onde subia o Léo. Foi desarmado, o Barcelona contra-atacou precisamente pelo buraco deixado pelo Léo, e o Eto'o pôs um ponto final na eliminatória. Dois golos sofridos na sequência de perdas de bola infantis. Não há muito mais a dizer sobre o jogo, nem tenho vontade de o fazer.

Melhor no Benfica talvez o Luisão, e pior o Beto. Não há muito mais a dizer sobre o jogo, nem tenho vontade de o fazer. Estou orgulhoso do que conseguimos nesta edição da Champions League, e ser eliminado pelo Barcelona não é vergonha nenhuma. Mas sinto-me triste porque esperava um bocadinho mais da equipa hoje. Aquela primeira parte inexistente (quantas vezes é que isto já aconteceu esta época?), em que nem sequer aproveitámos o golpe moral do penalti falhado, e os erros infantis que levaram aos golos deixaram-me frustrado. Agora espera-nos o lento regressar à realidade interna, e a um final de época praticamente para cumprir calendário, já que é difícil atingirmos algum dos objectivos propostos para esta época.

64 Comments:

At 4/05/2006 10:32 da tarde, Blogger Pedro said...

Se o falhanço do Beto foi atroz o q dizer dos falhanços do Simão e do Petit?? Não sejamos injustos..

Tivemos medo. Pq? Q raio tinhamos a perder? Ser eliminado pelo Barça é vergonha para alguém?
Bolas Koeman tiravas o Beto e metias o Karagounis..agora tirar o Geovanni??

Azar dos azares a goleada não apareceu.O Barcelona ganhou? Acho q não...acho q foi o Benfica que perdeu.

Obrigado Campeões por me terem feito sonhar.

 
At 4/05/2006 10:35 da tarde, Blogger D'Arcy said...

O 'atroz' foi apenas uma expressão, porque foi aí que começámos a perder o jogo. As falhas do Petit e do Simão são igualmente graves, e por isso eu menciono-as.

Acho que o Barcelona até justificou mais ganhar na primeira mão do que hoje. foi pena termos jogado tanto tempo tão encolhidos, e perdermos com falhas tão estúpidas.

 
At 4/05/2006 10:45 da tarde, Blogger Harry Lime said...

Eu concordo com o D`Arcy na análise do jogo.

Os tipos do Barça cairam em cima do Benfica no principio do jogo e conseguiram o que não conseguiram cá: um golo cedo.

As perdas de bola que deram origem aos golos são infantis de facto. Mas são também a consequencia da forma como estas equipas (e especialmente os seus avançados) jogam.Na jogada do primeiro golo o Etoo cai em cima do Beto com uma decisão que não se vê em muitos Simõezinhos e muitos Pedros Barbosa da nossa praça.

Depois, como em circunstancias normais não têm muito espaço, aprendem a aproveitar como poucos estas situações em que ganham a bola em vantagem.

PS. Já agora, tenho estado a ver a SIC Noticias. As conclusões acerca do jogo são óbvias. Mas o que tem sido lindo tem sido o baile que o Rui Santos tem estado a levar do Humberto Coelho. O Humberto Coelho já lhe chamou burro umas 2 ou 3 vezes e o seboso amouchou como um burro!

 
At 4/05/2006 10:47 da tarde, Blogger Harry Lime said...

Bem, espero que o d`Arcy não me apague o comentário porque eu chamei burro seboso ao Rui Santos...

 
At 4/05/2006 10:56 da tarde, Blogger Caio de Gaia said...

Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

 
At 4/05/2006 11:04 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Harry lime mas tu não tinhas dito adeus à malta? Quanto ao seboso tens razão até quase que meteu pena.

Pior em campo: Simão sem sombra de dúvida. Do Beto e Petit não se espera que sejam jogadores para este tipo de jogos.

 
At 4/05/2006 11:06 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Harry, qualquer insulto que faças ao Rui Sebantos será sempre bem visto pelos benfiquistas ;)

 
At 4/05/2006 11:07 da tarde, Blogger Quetzal Guzman said...

Não concordo que o Beto tenha sido o pior do Benfica. Comparando com os colegas de sector, falhou tantos passes quanto eles, mas recuperou mais bolas e foi o único a criar linhas de passe para as saídas ofensivas (infelizmente, nunca resultaram...) A verdade é que a equipa do Benfica esteve muito mal. Muito pior que na Luz. É verdade que o Barcelona não massacrou tanto, mas isso deveu-se mais à sua própria atitude (talvez um pouco mais de respeito, pelo receio de sofrerem um golo) O Petit, o Leo, o Geo, o próprio Simão, foram autênticas desilusões.
Mas não há que ficar chateado. Passámos a fase de grupo, que era o mínimo exigível, e cumprimos o objectivo de chegar ás 8 melhores equipas da europa (no fundo, o que garante visibilidade ao clube) Nesta eliminatória jogámos para o bónus. Não foi possível alcançá-lo mas lançámos bases importantes para o futuro. Agora, é atacar o segundo lugar na Liga.

 
At 4/05/2006 11:07 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Acho que o que o HArry disse foi que aquele era o último comentário sério que fazia, não o último comentário... pelo menos foi o que eu percebi.

 
At 4/05/2006 11:13 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Acho que em relação ao Beto o que me ficou na retina foram os primeiros minutos, que foram mesmo muito maus. Ao nível do que ele fez em Old Trafford. Depois, agora que penso nisso, ele melhorou, mas escrevi o post a quente e acabei por apontar-lhe o dedo.

 
At 4/05/2006 11:13 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Vamos ficar sempre com a dúvida sobre o que teria sucedido se o Nuno Gomes tivesse jogado. Raios parta o Belenenses, espero que desçam de divisão.

Mas o Simão deve ter baixado de cotação de forma abissal. Um jogador de classe não pode falhar jogadas daquelas.

 
At 4/06/2006 12:26 da manhã, Anonymous Anónimo said...

o Nuno Gomes fez tanta falta hj....o dono do blog ficou felicissimo por ele n ter jogado na luz por tar castigado..quem sabe se o resultado n teria sido outro e o SLB agr estivesse nas meias finais...mas pronto agr ja n há nd a fazer há que levantar a cabeça e olhar em frente...pelo menos não fomos eliminados por halmstads e artemedia´s...
SPORT-LISBOA-E-BENFICA NAS VEIAS NO CORAÇAO UMA CRENÇA UMA CULTURA UMA POLITICA UMA RELiGIAO!

 
At 4/06/2006 12:27 da manhã, Anonymous Anónimo said...

exorcista: HALMSTADS | ARTMEDIA | BARCELONA , DESCUBRE AS DIFERENÇAS!

 
At 4/06/2006 12:29 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Eu acho q o petit esteve bem pior q o beto...os melhores foram claramente o luisao, o rocha, o miccoli e o moretto.o leo esteve um pouco abaixo do q tem feito ultimamente, talvez pela lesao de ontem, ou entao pela porrada q andou a levar do larsson o jogo inteiro com o árbitro a assistir.no lance do 2º golo quem perde a bola é o anderson (mais um abaixo do costume) e nao o petit, mas compreendo o engano, pois o petit andou a perder bolas destas o jogo inteiro e só por sorte nao deram golo.Qt á arbitragem, acho q o q se passou após o falhanço do simao foi elucidativo do tipo actual dos árbitros de elite da uefa, sao árbitros de elite q querem continuar a ser de elite e por isso toca a inclinar o campo nao vá o diabo tecê-las.Bem podem dizer q o barça foi mto superior até aí, mas na altura em q estavam com mais dificuldades fisicas e tb mais nervosos, oárbitro deu uma ajuda preciosa.E o ronaldinho chegou ao fim do jogo sem um amarelo apesar de ter esmurrado o luisao, dado uma chapada no karagounis e ter empurrado o anderson de froma totalmente antidesportiva.houve um lance em q o etoo faz uma falta escandalosa sobre o anderson na área do benfica e o arbitro nao marca a ver se o ettooo marcava o 2-0 q daria atranquilidade.deu-me a nitida sensação q se houvesse um golo do benfica ele anularia mm q nao tivesse nehuma desculpa e, claro, se aquela mao do petit fosse na área do barcelona ele nao marcava penalty nenhum!noutro lance o gaucho marca um livre 5 metros á frente do local da falta e com a bola em andamento num lance perto da area do benfica e o árbitro deixa seguir qd antes tinha repreendido o luisao por marcar um livre no meio campo do benfica um pouco á frente do local da falta...acho q só com árbitros robôs é q isto lá vai...que os inventem depressa!

 
At 4/06/2006 2:18 da manhã, Blogger S.L.B. said...

A perda de bola do Simão é de facto incrível, mas imperdoável mesmo é a intervenção do Beto no 1º golo. Como disse o Humberto na SIC, a jogadores destes ele dizia-se sempre: "passa logo ao colega mais próximo". E o Léo estava mesmo ali ao lado...

 
At 4/06/2006 2:33 da manhã, Anonymous Anónimo said...

SLB, pior que a do Beto vi eu o Léo fazer duas vezes, além disso a defesa do Benfica ficou a ver jogar. O Rocha devia ter seguido o Ronaldinho, e do Andersson nem se fala, ficou mal na fotografia nos dois golos. Os nossos defesas e médios defensivos não estão habituados a este tipo de pressão.

O tipo de jogo do Barcelona tem apenas um senão que já se tinha visto na Luz: no final do jogo rebentam. E aí fez-nos falta banco e podemos culpar o Belenenses por isso. Já só faltam 5 jornadas para descerem de divisão.

 
At 4/06/2006 8:03 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Apesar de tudo foi bonito!
No entanto não nos iludamos, para o próximo ano muita coisa terá que mudar se quisermos ser mais competitivos.
Koeman teve quanto a mim equivocos gritantes na composição desta equipa, ao longo da época.
Pode-se queixar de falta de mão-de-obra, mas isso não justifica a entrada do Robert.Para quê?
O Beto pode destruir jogo, mas o que eu vejo é que ele destoi o jogo da própria equipa.O que o mantem ali?
Não chegam dois médios defensivos?
Não se nota no Benfica, um plano de jogo.É uma equipa reactiva, não tem capacidade para assumir o jogo por 10 mts. que seja. Pudera com tres trincos, e o que tem a tarefa de lançar os ataques é o Petit (que só joga para tras e para o lado) está tudo dito.Ontem chegamos a ter três avançados, mas quem é que os servia?
Obviamente ninguem.Isto é mandar metade da equipa fora. Foi o que aconteceu, jogamos até á linha de meio-campo.
Por outro lado e na minha opinião, o Benfica vive com alguns dogmas acerca de certos jogadores que só prejudicam o clube, mas isso não é para agora.
Fizemos uma excelente campanha na Champions League e ao que tudo indica (até ao lavar dos cestos é vindima) uma péssima época interna.
Há que aprender com os erros e começar a pensar no próximo ano, mas fico com a sensação de que nunca foi tão facil ganhar esta eliminatoria ao Barcelona como ontem.

 
At 4/06/2006 9:16 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Harry Lime, tenha alguma urbanidade e vá dar milho aos pombos!!!

 
At 4/06/2006 9:55 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Bom... Acabou o sonho.

Acho que perdemos bem. O barça foi claramente superior. Também fiquei um pouco desiludido com a nossa prestação ontem. Já se sabia que o barça ia entrar a todo o gás, mas acho que lhes entregámos de tal forma a iniciativa do jogo que só me lembro de termos conseguido trocar pela 1ª vez a bola no meio campo aos 38 min!
Fiquei com a sensação de que o barça não teve que jogar o seu máximo. Pareceu-me que preferiu jogar com calma o seu jogo, pressionando os nossos jogadores e esperando que os nossos erros aparecessem.
De resto o barça dominou sempre e criou as principais oportunidades a partir de perdas de bola nossas. Revelámos sempre enorme dificuldade em construirmos jogadas com principio, meio e fim. Aliás, esta nossa dificuldade de construir jogo mantém-se desde o inicio da época, e se na liga dos campeões contra adversários mais fortes,a quem podémos entregar a iniciativa, isso acabou por resultar por jogarmos bem em contra-ataque, na superliga é o que se sabe... Mas isto já é conversa de balanço de final de época.

Foi bom sonhar. Para o ano há mais, já que no campeonato já não há grande esperança...
E nesta altura começa mesmo é a pensar na próxima época e nas possiveis entradas/saídas.

Já agora, viram as declarações do R. Rocha a dizer que queria sair?

 
At 4/06/2006 9:59 da manhã, Blogger Superman Torras said...

Também não me apetece fazer grandes comentários, mas felizmente já foram escritas por aqui a maior parte das coisas que eu tinha para dizer.

Perdemos o jogo devido a 2 perdas de bola infantis, a do Beto então é completamente risivel por acontecer num palco daqueles perante as testemunhas que foi, mas a do Petit não é menos grave. São inumeras as vezes em que ele tem perdido a bola por dar mais um toque ou preferir o toque para trás antes de pensar ofensivamente e isso coloca a equipa em dificuldades. Ontem, de uma situação de potencial perigo pois o Leo tinha deixado o Larsson nas covas e aprestava-se para se isolar sobre a esquerda, passamos para um golo sofrido e o fim da eliminatória. Por esta altura eu ainda julgava que o 1:1 ia surgir mas a verdade é que quando chegavamos à àrea do Barcelona surgia uma falta salvadora, na óptica dos espanhois claro, e a jogada dava em nada.

Neste aspecto aliás foi das arbitragens mais caseiras que vi nos ultimos tempos. Deu para ver o quão pequeninos somos ao nivel da Europa do "pilim" e como a UEFA gere o futebol europeu. Mafia dum cabrão...

Quanto ao resto da competição, neste momento sou pró-Milan.

 
At 4/06/2006 10:19 da manhã, Anonymous Anónimo said...

o beto recuperou muitas bolas... quase tantas como os passes que de seguida falhou. nao jogou muito bem mas não acho que tenha sido o pior. desiludiu mais, por aquilo que representa já no meio campo do SLB, o petit... em barcelona esteve demasiado lento. na frente ninguém jogou muito mas não foi sítio onde se tivesse jogado muito à bola. O falhanço de simão é clamoroso, mas tb eles igual a essas falharam muitas.... realço o dominio de bola fantástico que me pareceu muito dificil. o melhor, o moretto com bela exibição, o pior, o anderson.... no 1º golo o etoo passa na lateral com bastante facilidade por ele, no segundo é no meio das pernas dele que a bola passa, e a ainda as imensas faltas que teve necessidade de fazer...
é obvio que eles jogaram, e são, melhor nos dois jogos... foi bom ver o SLB nestas andanças.

 
At 4/06/2006 11:02 da manhã, Blogger Bada Bing said...

Faltou "calo" colectivo para equilibrar a equipa, que esteve demasiado nervosa e intranquila. Activámos pouco o contra-ataque e nunca tivemos liberdade para jogar (incrível o jogo táctico e posicional do Barça, a pressionar de forma constante...).

Creio que pouco mais há a acrescentar - a nossa carreira foi excelente e, afinal de contas, fomos eliminados "apenas" pela melhor equipa do Mundo. Aconteceu futebol.

super, nem acredito que traias o teu amor ao futebol torcendo pelo milão (apesar do rui costa!). o Barça é um "equipazo" e, se não vencer esta Liga dos Campeões, os deuses do futebol vão estar a cometer uma injustiça... atroz.

 
At 4/06/2006 11:35 da manhã, Blogger Pedro Neto said...

Custa-me muito perder assim, não só porque tinha alguma esperança num bom resultado mas porque como acredito sempre sofro muito com as derrotas.

Ainda assim, e como é óbvio, estou imensamente orgulhoso da equipa por terem chegado até aqui.

No entanto muitas ilações poder-se-ão retirar de algumas exibições miseráveis - Simão, Petit e Beto - e da azelhice de Koeman.

 
At 4/06/2006 1:04 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Estivemos lá!
E foi bom enquanto durou. Apesar de tudo, estivemos ao nível dos melhores e só temos que levantar a cabeça e seguir em frente.
Volta quanto antes Nuno! Ontem vimos om quanto precisamos de ti.

 
At 4/06/2006 1:57 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Acho que a nível individual quem me desiludiu e tem desiludido quase sempre, foi o Sr. Koeman.
A equipa inicial teria tido bastante mais capacidade de controlo de jogo e possibilidades de ataque com o Karagounis em vez do Beto. As substituições, mais uma vez sem qualquer tipo de surpresa, também foram uma desilusão. Tirar o Geovanni para por o karagounis não iria trazer quase de certeza nada de novo ao jogo. Melhora-se ao meio e perde-se a ala e velocidade até porque o Robert é sempre uma desilusão. E a entrada do Marcel é quase rísivel, sabendo que ao lado dele estava o Mantorras.
Acho que houve mérito deste treinador, especialmente na Champions, a trabalhar a defesa, mas descurou completamente a organização do ataque, fiando-se sempre nos bons jogadores, como o Simão, que talvez conseguissem resolver individualmente.
Não é muito correcto fazer este tipo de comparações, mas acho que especialemente com o Barcelona, o Camacho teria conseguido bem melhor.
Fica, ainda assim, o percurso bastante bom do Benfica, que ajudou os cofres e espantou o fantasma das competições internacionais que andava a aterrorizar a equipa do Benfica nos últimos anos.

 
At 4/06/2006 2:38 da tarde, Blogger tma said...

Acho que o Bada Bind utilizou uma expressão excelente para definir o que se passou com o Benfica: "falta de 'calo' colectivo".
E também apontou correctamente o "culpado" de essa falta de 'calo' ter sobressaído: a grande capacidade do Barcelona em fazer pressão em todo o campo.
O Barça é, de facto, uma máquina de jogar: por vezes faziam passes sem olhar (de costas, até), e 90% dessas vezes o passe encontrava um colega de equipa... O pior é que 90% dos passes do Benfica também encontravam um jogador do Barça...
O Benfica esteve muito "macio" e faltou-lhe, em absoluto, audácia, sobretudo a partir do 1-0 (ou talvez mesmo antes, de modo a colocar a defesa do Barça "em sentido"...). Naturalmente desejava a vitória (ou empate com golos), mas isso já se sabia que seria extremamente difícil. Mas independentemente disso, esperava uma atitude mais determinada da equipa. Mas juntando o nervosismo da equipa e a capacidade do Barça, nem isso foi possível... Nesse contexto, acho que o Nuno Gomes ainda mais falta fez.
Relativamente ao Beto, pouco se lhe pode pedir. No entanto, o mesmo não se poderá dizer do Petit (apesar de também não ser nenhum virtuoso, mas normalmente é mais esclarecido com a bola nos pés), sobretudo no lance do 2-0, em que foi incompreensível a sua demora em colocar a bola de imediato no flanco esquerdo, onde corria o Léo. O falhanço do Simão acaba por ser mais "descarado" porque foi a única verdadeira oportunidade que o Benfica teve em todo o jogo. Mau mesmo foi o Benfica não ter criado mais nenhuma oportunidade óbvia (houve o remate do Karagounis com defesa aperdada do Valdez, mas nada mais).
Quanto ao Barça, nem preciso de falar das principais estrelas, porque já são bem conhecidas as suas qualidades. Mas há um jogador, discreto mas extremamente eficaz, essencial para que as "estrelas" possam "brilhar" e, inclusivamente, permitir que o Deco e o van Bommel possam integrar frequentemente as acções ofensivas: naturalmente falo do Iniesta, que foi, quanto a mim, a chave da vitória e da exibição do Barça.

Apesar da desilusão pela derrota de ontem (mesmo considerando a absoluta superioridade do Barça), há que elogiar o percurso que permitiu ao Benfica chegar a esta fase. Não ganhámos nada, é verdade, mas considerando a presença (por vezes ausência...) europeia do Benfica nos últimos 10 anos, espero que a campanha deste ano seja apenas o começo de uma nova fase da vida do Benfica...
Agora há que concentrar no campeonato, pois estando praticamente afastada a hipótese de sermos novamente campeões, há que segurar o 3º lugar (que garante acesso às pré-eliminatórias da CL) e esperar que um dos clubes que vai à nossa frente perca muitos pontos até final. Mas como em relação a isso, já nada podemos fazer, espero que cumpram a "obrigação" de vencer todos os jogos...

BENFIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIICA!

 
At 4/06/2006 2:39 da tarde, Blogger tma said...

Harry Lime,
Insultar o Rui Sebantos é um insulto aos próprios insultos...
Apesar de não ter visto (apenas soube do que se passou aqui pelos blogs), nem queiras saber o que me apetecia escrever sobre o Rui Sebantos, a propósito do "baile" que terá levado do grande Humberto Coelho... Olha, aparece ao jantar de sábado na Catedral da Cerveja e ficas a saber ;-)

Falando em Humberto Coelho, aproveito para insistir numa ideia que acho que já aqui expressei: gostaria muito de o ver como dirigente do Benfica...

 
At 4/06/2006 2:50 da tarde, Blogger Pedro said...

Eu tb estou pelo Milão. As razões são várias:
-Rui Costa como é óbvio. Já q não ganhamos nós q seja este ENORME benfiquista a ganhar. Ele merece tudo.
-Não desgosto do Milão.
-Odeio o Barcelona, os andrades de Espanha.
-Era bem feito para os c****** dos espanhois...

 
At 4/06/2006 3:22 da tarde, Anonymous Anónimo said...

1º- Estou farto de ver o Beto no Benfica. O homem chega a ser ridículo, enfim...
2º- O Benfica fez uma primeira parte miserável
3º- Felizmente, melhorou na segunda parte, e saiu derrotado mas de cabeça bem levantada. Pelo menos isso...
4º- Espero um dia ver o Benfica lutar de igual para igual com os melhores clubes da Europa. Temos grandeza para isso, só falta não sei bem o quê.
MIL VEZES: VIVA O BENFICA!!!

 
At 4/06/2006 4:33 da tarde, Blogger doente da bola said...

A primeira parte do Benfica foi miserável, indigna do clube

Jogadores fundamentais estiveram muito abaixo do normal (Andersson, Simão, Petit, Geovanni) e jogadores normais estiveram abaixo do normal (Beto)

Defendi antes do jogo (está escrito no meu blog) que o BEnfica deveria ter jogado em 4-4-2 losango, com Karagounis a dar bolas aos dois da frente. Não sei se teria resultado, mas seguramente teriamos criado mais perigo.

Com a época perdida devem começar já a preparar a próxima temporada, tomar decisões e reforçar a equipa com titulares e suplentes

 
At 4/06/2006 6:34 da tarde, Anonymous Anónimo said...

O Beto foi uma nódoa! Mas o lance do primeiro golo foi o primeiro erro dele. Depois disso, foi o descalabro! Mas nessa altura, o Petit já tinha perdido umas cinco bolas em zona perigosa, inclusive o lance do penalty. Só que a do Beto foi fatal...

 
At 4/06/2006 7:37 da tarde, Blogger dezazucr said...

Independentemente de tudo, todos à Luz no Domingo, para uma grande salva de palmas aos nossos jogadores. Este ano deram-nos muitas alegrias. O sonho foi apenas adiado.

 
At 4/06/2006 9:10 da tarde, Blogger Harry Lime said...

Estás enganado D`Arcy. Eu não queria mesmo voltar.

O problema é que a resposta de um anónimo à minha "despedida" foi de tal forma cómica que eu achei que era uma pena deixar de cá vir.

Agora a verdade é que as tuas tendências fascistóides não ajudam muito... Mas aquele gajo do "agent provocateur" e do Gore Vidal e duma "certa intelectualidade neo-vanguardista
foi demais! Cromos destes só podiam mesmo ser lampiões.

 
At 4/06/2006 9:17 da tarde, Blogger Harry Lime said...

Voltando ao tópico. O problema do Benfica é o problema de todos os clubes pequenos. Só com muita inteligência e muito critério na sua liderança é que conseguem chegar longe. Mesmo que com alguma sorte consigam chegar a uns quartos de final ou uma meia final, há sempre uma altura em que têm de defrontar um dos tubarões do costume e depois acabou-se.

Isso foi o que aconteceu com o Benfica que, quer gostem quer não, não é uma equipa particylarmente bem trienada nem bem gerida.

O termo de comparação aqui é o do costume: o mourinho. À fente do Porto ele conseguiu provar que se pode fazer uma grande equipa (no sentido em que é uma equipa vencedora) sem muito dinheiro. Há formas de a volta ao assunto!

 
At 4/06/2006 10:38 da tarde, Anonymous Anónimo said...

APELO em divulgação na internet:

ÚTEROS ARTIFICIAIS: Uma Investigação Cientifica Prioritária


[ em ANEXO está explicado a origem do TABÚ-SEXO ]


As Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas têm de Assumir a sua História!!!

As Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas têm de Assumir que a SOBREVIVÊNCIA não caiu do céu!!!
As Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas têm de Assumir que a SOBREVIVÊNCIA só foi possível graças a um Largo Trabalho Sociológico...... nomeadamente, uma Boa Gestão dos Recursos Humanos...... nomeadamente, o facto de elas terem conseguido MOTIVAR os machos sexualmente mais fracos no sentido de eles se interessarem pela SOBREVIVÊNCIA da SUA Identidade!!!
Dito de outra forma, agora que possuem as 'costas quentes' - graças à existência de Armas de Alta Tecnologia - as Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas não podem... pura e simplesmente... deitar os machos sexualmente mais fracos... para o 'caixote do lixo' da sociedade!!!!!!......


Como seria de esperar, o FIM do Tabú-Sexo está a provocar o Declínio Acelerado de muitos Povos Tradicionalmente Monogâmicos...
Com o FIM do Tabú-Sexo veio a acontecer aquilo que seria exactamente de esperar: a percentagem de MACHOS SEM FILHOS disparou... e... exactamente como seria de esperar... os machos de maior sucesso passaram a ter filhos de sucessivos casamentos...


Com o fim do Tabú-Sexo também vieram a suceder os seguintes fenómenos:
-1- a proibição da Poligamia passou a ser uma coisa que JÁ NÃO FAZ SENTIDO; de facto, basta observar o seguinte: muitas fêmeas das Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas passaram a procurar machos de melhor qualidade... oriundos de Sociedades Tradicionalmente Poligâmicas...
[ Nota: Nas Sociedades Tradicionalmente Poligâmicas apenas os machos mais fortes é que têm filhos... ou seja... estas Sociedades procuram seleccionar e apurar a qualidade dos seus machos... ]
-2- muitos machos das Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas passaram a ir à procura de fêmeas Economicamente Fragilizadas... oriundas de outras Sociedades...
[ Nota: Aqueles machos ( dotados de Boa Saúde... ) que não estão interessados em seguir este caminho..., devem possuir o LEGÍTIMO Direito de ter acesso a Úteros Artificiais ]


Mais, a Prostituição deve ser uma actividade rigorosamente controlada pelo Estado... de forma a que:
-1- seja concedido às profissionais do sexo todas as condições consideradas necessárias...
-2- os lucros obtidos com a exploração da 'Prostituição de Luxo'... possam comparticipar uma 'Prostituição a Custos Controlados'... mais barata ( para os Machos Sexualmente Mais Fracos - rejeitados pelas Fêmeas ) ... e sem 'beliscar' a dignidade das profissionais do sexo.



***************************************



ANEXO: A origem do TABÚ-SEXO

--- Nos tempos mais antigos... as mulheres teriam possuído toda a Liberdade e Independência.

--- Depois, mais tarde, pela necessidade de luta pela sobrevivência... ou ... pela ambição de ocupar e dominar novos territórios... alguém fez uma descoberta extraordinária: --> A REPRESSÃO DOS DIREITOS DAS MULHERES!
--- A Repressão dos Direitos das Mulheres tinha como objectivo tratar as mulheres como uns meros 'úteros ambulantes'... para que... as sociedades ficassem dotadas duma VANTAGEM COMPETITIVA DEMOGRÁFICA!!!!!!
--- De facto, quando as guerras eram lutas 'corpo-a-corpo' o factor numérico ( número de combatentes disponíveis ) era de uma importância decisiva... visto que...esse factor era ( frequentemente ) determinante na decisão das Batalhas e das Guerras...

--- Depois, pela necessidade de luta pela sobrevivência... ou ... pela ambição de ocupar e dominar novos territórios... alguém fez uma nova descoberta extraordinária: --> O TABÚ-SEXO!
--- O Tabú-Sexo tinha como objectivo proporcionar uma melhor rentabilização dos Recursos Humanos da Sociedade!?!?!?!...
--- De facto, o Ser Humano não é nenhum Extraterrestre: tal como acontece com muitos outros animais mamíferos, duma maneira geral, as fêmeas humanas são 'particularmente sensíveis' para com os machos mais fortes...
--- Analisando o Tabú-Sexo:
- a sociedade dificultava o acesso das mulheres à independência económica;
- as mulheres que não casassem eram alvo de crítica social...
[ portanto... como é óbvio... as mulheres eram 'pressionadas' no sentido do Casamento ]
- não devia haver sexo antes do Casamento;
- as mulheres não deviam procurar obter prazer no sexo;
- as mulheres que se sentissem sexualmente insatisfeitas, não podiam falar nesse assunto a ninguém, pois o desempenho sexual dos machos não podia ser questionado;
- era proibido o divórcio;...
...........torna-se óbvio que o Verdadeiro Objectivo do Tabú-Sexo eram montar uma autêntica armadilha às fêmeas... de forma a que... estas fossem conduzidas a aceitar os machos sexualmente mais fracos!!!
--- Dito de outra forma, o VERDADEIRO OBJECTIVO do Tabú-Sexo era proceder à integração social dos machos mais fracos!!!

--- Nota: Quando as guerras eram lutas ' corpo-a-corpo', para além do factor numérico ser de de muita importância... frequentemente... o que decidia as guerras era a MOTIVAÇÃO com que os combatentes ( os homens ) lutavam...
--- Concluindo, ao permitir que fosse realizada uma Boa Gestão dos Recursos Humanos da Sociedade... o Tabú-Sexo fez com que... as sociedades ficassem dotadas duma VANTAGEM COMPETITIVA!!!...

MAIS:
--- Quando as batalhas eram lutas corpo-a-corpo... essas batalhas seriam autênticas carnificinas... portanto... era necessário uma grande disciplina... para não existirem homens cada um a fugir para o seu lado...
--- Ora, os responsáveis militares, da altura, não andavam a dormir... e sabiam que para se construir um exército disciplinado era necessário realizar previamente um Largo Trabalho Sociológico de Longo Prazo... no sentido de formar 'Homens Rudes'...; portanto, não é de admirar que tenham surgido na sociedade ' frases-feitas ' do tipo:
- " um homem nunca chora ";
- " não és homem não és nada se... ";
- " a tropa foi feita para os homens ";
- etc...

Que eu me lembre... eis três casos curiosos:
-1- as mulheres tinham de ficar em casa a cuidar dos filhos ( ou seja, era necessário assegurar a Capacidade de Renovação Demográfica...) , caso contrário, o inimigo impunha uma Guerra de Desgaste Demográfico... e ao fim de uma geração ( sem Renovação Demográfica do ‘outro lado’... )... ganhava a guerra 'com uma perna às costas'.
-2- as viúvas não podiam voltar a casar... pois... não era nada benéfico para a moral dos combatentes... eles pensarem que... se eles viessem a morrer no campo de batalha... depois a mulher ia 'curtir' com outro...
-3- existia uma forte repressão sobre os homossexuais... visto que ... a Sociedade necessitava de 'Homens Rudes' para combater nas batalhas ( autênticas carnificinas de lutas corpo-a-corpo... ).



P.S.
É preciso desmascarar esta SOCIEDADE HIPÓCRITA que pretende que sejam classificados como 'PRECONCEITOS'... determinados comportamentos... que foram ABSOLUTAMENTE NECESSÁRIOS para a sua SOBREVIVÊNCIA!!!......

 
At 4/06/2006 10:45 da tarde, Blogger dezazucr said...

Caro Harry Lime. A qualidade do plantel treinado por Mourinho era em muitos aspectos melhor que o deste Benfica, não tenho pejo em reconhecer, óbviamente fruto da mescla de bons jogadores que o Porto já tinha na altura, com outros de confiança trazidos por Mouriho e também do seu poder motivacional. Desde logo a qualidade do jogo do porto era melhor que o deste Benfica. Mas por outro lado também hás-de convir que nunca o Porto de Mourinho teve de deparar-se com um tubarão do calibre do Barcelona ou da Juve, ou com a qualidade de jogo que estas equipas apresentam actualmente. Sem desprimor qualquer dessa equipa de Murinho que era excepcional e sem dizer que não passasse o teste. De qualquer forma recordo apenas que nos duelos que teve por exemplo com o Milan na Supertaça Europeia e com o Real Madrid o Porto de Mourinho perdeu. Logo, não podes dizer que o Mourinho com esta equipa faría melhor. Mourinho é bom, mas não é Deus. Irrita-me terem de chamar sempre o homem para a conversa nestas situações que nada têm a ver com ele.

 
At 4/06/2006 11:10 da tarde, Blogger Harry Lime said...

Estas situações têm a ver com o Mourinho na medida em que ele conseguiu fazer muito com pouco dinheiro... E depois o que ele conseguiu não foi uma pontual presença nos quartos de final da CL. No ano anterior à vitória na CL, ele venceu tudo (Taça UEFA incluida) e no ano da CL ele venceu tudo manos a Taça dos Campeões. E não ganhou os campeonatos na penultima jornada devido a frango do GR adversário.

É verdade que teve sorte: o famoso golo do Costinha nos descontos da segunda mão contra o Man Utd. Mas voces também tiveram sorte: escaparam-se de levar com 3 ou 4 secos na Luz sem saber ler nem escrever. A diferença é que os do Porto souberam aproveitar a sorte que tiveram, o Benfica não.

E depois, é verdade que o Porto tinha uma óptima equipa (que no ano em que o Mourinho veio para o Porto ficou em 3º na campeonato). Mas como a conseguiu? andando atrás de "vedetas" interncaionais? Ou construindo uma equipa com uma mistura entre prata da casa, jogadores desaproveitados noutros clubes (o Maniche!) e jogadores de clubes mais pequenos (o Derlei veio do Leiria...). façam uma pergunta: será que a equipa do Porto campã europeia era muito mais cara do que a do Benfica esta época? Nauela equipa só Deco é que era fora de série.

O meu ponto aqui é claro. Não são as grandes declarações de Principios (tão ao gosto da lampionagem) que trazem os titulos. Nem são as queixas contra os arbitros , contra o Sistema e contra os poderes instaldos do Grande Capital. O que faz o sucesso é a organixzação, o trabalho e a inteligência. E é isso que o Mourinho traz para as equipas que treina.

PS. fonix, estou a ver que esta cena da irritação se pega. Agora o D`Arcy, já tem discipulos nas suas irritações e amuos. Dazazucr, vai com calma que isso faz mal ao coração.

 
At 4/07/2006 7:16 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Harry lime, no ano em que o Mourinho foi campeão europeu levou 4 do Real Madrid do Queirós. O que o Porto teve nesse ano na liga dos campeões foi uma sorte que nunca mais uma equipa portuguesa consegue ter, que foi apanhar apenas um tubarão, o Manchester, e nessa eliminatória ter tido toda a sorte do mundo (golos limpos anulados ao adversário, um livre no fim do jogo caído do céu).

Por razões inexplicáveis os tubarões tiveram todos uma eliminatória à Manchester e cairam com equipas mais fracas, sem chegarem à final. A equipa do Porto era boa mas não era páreo para nenhuma equipa de topo, como se tinha visto com o Milão e como se viu com o Real Madrid.

A Taça UEFA é muito diferente, como o essecepe mostrou o ano passado. Aliás basta ver as meias-finais deste ano. Benfica, fequepe ou esporte podiam bater qualquer uma daquelas equipas.

Mesmo com a equipa que tem agora o Mourinho não tem ido longe. E porquê? Porque agora lhe têm calhado adversários de jeito. Se fosse o super-homem que dizes tinha ganho as duas últimas ligas dos campeões nas calmas. O Mourinho faz equipas muito regulares mas sem brilhantismo.

O que o Barcelona teve bastante a mais que o Benfica foi o Ronaldinho. A eliminatória sem Ronaldinho teria sido quase equilibrada. Aquele jogador faz uma diferença extraordinária, diga o Mourinho o que disser sobre as vedetas.

 
At 4/07/2006 9:26 da manhã, Anonymous Anónimo said...

"Em primeiro lugar, o que é o anonimato? Não faço a mínima ideia do que seja. Eu por exemplo chamo-me Rui Silva e sou engenheiro... e depois? Há milhares deles na lista telefónica! No entanto, ao usar o pseudónimo de Harry Lime estou imediatemente a lançar uma luz imensa sobre uma série de escolhas e gostos (cinema, música, literatura, etc...) que dizem muito mais acerca de mim do que um nome que se perde na multidão."
Isto escreveu um intelectual da sarjeta.

V.

 
At 4/07/2006 11:11 da manhã, Blogger koelhone said...

Já agora, queria deixar uma achega quanto a uma afirmação que vai sendo dita, e aceite como certa, sobre o Manchester x Porto.

Foi um golo anulado ao Manchester. Não foram golos (no plural).
E foi incorrectamente anulado por fora de jogo, mas segundos antes, na mesma jogada, houve uma falta sobre um defesa do Porto que não foi assinalada.

A sorte do Porto, nessa eliminatória, foi conseguir marcar um golo na altura certa. A superioridade sobre o Manchester nas Antas foi por demais evidente, com o Manchester a marcar contra a corrente do jogo e o Porto a dar a volta com algum brilhantismo.

No segundo jogo o domínio foi sempre do Manchester, mas o Porto nessa altura sentia-se bem a jogar nessas condições. E mesmo que o tal golo do Manchester fosse (incorrectamente, devido à falta) validado, isso significaria apenas prolongamento.


Não confundir com esta eliminatória entre Benfica e Barcelona.


Ah, e os 4 que, segundo a lenda, o Porto levou do Real Madrid... afinal foi 1-3, em que o Porto fez um jogo quase perfeito (sem dúvida, das melhores exibições daquela equipa), conseguiu colocar-se em vantagem, mas o Real Madrid com 3 remates fez 3 golos.
Por sinal, em Madrid ficou 1-1.

Acho abusivo tirar-se daquia a ilação de que aquela equipa do Porto não tinha capacidade de se bater com as melhores equipas da Europa, mas isto é apenas a minha opinião.



Tendo dito isto, parece-me que apesar de tudo, se o Simão tem marcado aquele golo... que emoção não seria até ao fim do jogo. E não sei se o Barcelona iria ter controlo emocional suficiente para voltar a marcar.

Fiquei desolado quando me apercebi que a bola afinal não tinha entrado...

 
At 4/07/2006 11:29 da manhã, Blogger dezazucr said...

Caro Koelhone e caro Harry Lime. Se repararem eu nunca no meu comentário disse que o porto de mourinho não ganharía se tivesse apanhado os tais tubarões de que falo. Apenas constatei um facto e até elogiei a forma como foi construída essa equipa. O que de modo algum serve para denegrir essa imagem, nem, por outro lado retira mérito à campanha protagonizada pelo Benfica. Agora é um facto, tiveram sorte nos adversários que tiveram pela frente (e falo apenas da Champions) e souberam aproveitar. A sorte faz parte do jogo. Com sorte também se ganha com sorte também se perde. O Benfica teve sorte de não saír goleado na Luz e o Barça teve a sorte do Simão rematar ao lado.
O Barça ganhou porque é melhor e quis deixar isso bem evidente a cada instante do jogo, e o resto é conversa. O Barça é uma equipa, não é só um jogador, são vários a remar para o mesmo lado. Só diz o contrário quem não vê futebol com olhos de ver.
O Benfica tentou jogar com as suas armas. Não o conseguiu. Mas têm total mérito de ter conseguido chegar onde chegaram, mesmo apanhando o Manchester e o Liverpool campeão europeu. Caímos aos pés da melhor Equipa e realço Equipa do momento.

 
At 4/07/2006 11:57 da manhã, Blogger S.L.B. said...

O clube regional não teve sorte quando foi campeão europeu?!?! Por favor... Teve mérito, como é óbvio, mas para além do tal jogo em Manchester apanhou o Lyon (que ainda não era naquela altura o que é hoje, além de que me lembro que o próprio Mourinho disse no jogo da 1ª mão que o resultado de 2-0 era óptimo face ao que se passou), o Corunha (que fez o melhor jogo da sua história e deu 4-0 ao Milan; nem daqui a 50 anos volta a acontecer) e o Mónaco (que eliminou o Real Madrid e o Chelsea nem sabe como). Não se pode propriamente dizer que o Corunha e o Mónaco sejam colossos do futebol europeu...

Além disso, se bem se recordam na final o Mónaco foi mais dominador, a 1ª vez que o clube regional lá foi marcou um golo perto do intervalo e na 2ª parte em dois lances de contra-ataque matou o jogo, depois de o Mónaco ter presionado imenso no 1º quarto-de-hora. Mérito, mas muita vaca em todos os aspectos.

 
At 4/07/2006 12:29 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Por acaso na final de Gelsenkirchen pareceu-me que o Porto entrou muito mal no jogo, e estava a sofrer dificuldades que eu não esperava. Embora para mim isso não seja exactamente um indicativo de que as coisas iriam correr mal, pois as equipas do Mourinho são por norma suficientemente cínicas para ganharem jogos assim. Mas para mim o que 'matou' mesmo o Mónaco nesse jogo foi a lesão do Giuly muito cedo, com o resultado ainda em 0-0 e numa altura em que ele já tinha dado dois calafrios à defesa do Porto. Depois entrou o Prso para o lugar dele e não deu uma para a caixa. A partir do momento em que o Porto marcou o primeiro golo, passou a controlar completamente o jogo.

E conforme o koelhone diz, o Porto perdeu 3-1 em casa com o Real, e empatou lá 1-1. Quem levou 4 do Real foi a lagartagem, naquela célebre participação em que acabaram com 2 pontos e foram a pior das 32 equipas participantes na Champions.

 
At 4/07/2006 12:48 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Por acaso era para ter metido 3, não sei porque razão veio o 4. Ter tipo sorte com as equipas não é desprimor para o Porto, soube aproveitar a oportunidade, mas é por isso que os clubes portugueses não vão aparecer muitas vezes na final.

O Benfica este ano apanhou Liverpool, Barça, e se tem passado era o Milão. Com este tipo de eliminatórias nenhuma equipa portuguesa vai longe. Um par de jogos bons ainda se faz de vez em quando, agora três vezes de seguida...

Mas não deixa de ser verdade que o Mourinho tem grandes dificuldades com equipas de topo. Veremos para o ano. Com sorte calha no grupo do essecepe e aí é que vai ver o que é bom futebol.

 
At 4/07/2006 4:37 da tarde, Blogger Harry Lime said...

Bem, eu não conheço nenhuma equipa que não tenha grandes problemas em vencer o Barça... É óbvio que para o Mourinho é dificil, como para o Fabio Capelo é dificil, como para o Ferguson é dificil.

A diferença é entre ser dificil e impossivel. Para voces parece-me que só com mutita, mas mesmo muita sorte é que lá iam. Aliás, voces tiveram muita sorte em não estarem eliminados ao fim de 30 minutos no jogo da Luz.

Não é impossivel... da mesma forma que não é impossivel que me saia o euromilhões na proxima semana.

PS. O que eu escrevo em relação ao SLB também se pode escrever em relação ao SCP.

PPS. O Guy Fawkes ali de cima é um cómico... De facto, eu revejo-me nessa personagem. Também eu tenho vontade de rebentar com o estádio da Luz!

Remember, remember the fifth of
November,
Gunpowder treason and plot.
We see no reason
Why gunpowder treason
Should ever be forgot!

Guy Fawkes, guy, t'was his intent
To blow up king and parliament.
Three score barrels were laid below
To prove old England's overthrow.

By god's mercy he was catch'd
With a darkened lantern and burning match.
So, holler boys, holler boys, Let the bells ring.
Holler boys, holler boys, God save the king.

And what shall we do with him?
Burn him!

 
At 4/07/2006 4:46 da tarde, Blogger Harry Lime said...

E depois há outra questão muit0 importante: o Porto do Mourinho (tal como o Chelsea) consegue ser constantemente bom. Isto é: domina no campeonato, na(s) Taça(s) vai longe, acontecendo o mesmo nas competições Uefeiras (adoro este termo!).

Será que o Benfica pode dizer o mesmo? Algo me diz que estes quartos de final são fogo de pouca dura! Para o ano voltam à mediocridade habitual. Por exemplo, é de assinalar que na época passada foram eliminados nas pre-eliminatórias pelo Anderlecht (que depois foi a pior equipa dentre todas as presentes na CL dessa época).

Da mesma forma, no ano passado o Sporting foi longe na Taça UEFA mas este ano não foi a lado nenhum.

Espero que agora percebam a razão pela qual eu gosto do Mourinho: é que ele consegue bons resultados de forma consistente!

 
At 4/07/2006 5:15 da tarde, Blogger Harry Lime said...

BUM!

 
At 4/07/2006 5:39 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Só um pequeníssimo à-parte:
O Sr. Pedro Proença foi substituído pelo Sr. Duarte Gomes no jogo de amanhã, devido "a uma lesão de última hora".
O far west continua...

 
At 4/07/2006 6:54 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Eu farto-me de rir com os comentários do Harry lime sobre o futebol e o valor das equipas. Eu sei que a tua missão aqui é provocar os benfiquistas mas ao menos um mínimo de credibilidade.

A juve que domina o campeonato italiano foi à vida com um clube de um país que, segundo um certo Harry lime, à excepção do Chelsea, não consegue fazer nada no continente. Repara que onde o teu herói Mourinho falhou dois anos seguidos, clubes do mesmo campeonato foram bastante mais longe. Se o Arsenal ganhar a liga dos campeões quero ver que desculpas vais inventar.

O Mourinho em jogos a eliminar só é bom contra equipas da treta. Contra equipas boas passa às vezes e à justa. Só volta a ganhar algo na europa no ano em que lhe calharem de seguida deportivos, lions e mónacos.

Surpresa é o Vilarreal, que é um clube que parece não valer nada mas eliminou os dois primeiros do grupo do fequepe. Os jogadores do Benfica deviam ter-se inspirado mais neles, que não se borraram todos de medo por jogarem contra o Inter. Nisso apesar de tudo tenho que dar valor ao Mourinho, o fequepe nunca entrava a tremer como o Benfica entrou contra o Barcelona.

 
At 4/07/2006 10:20 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Xelb, tudo o que afaste o 'benfiquista' Pedro Proença de um jogo do Benfica é, para mim, uma óptima notícia...

 
At 4/08/2006 12:09 da manhã, Blogger D'Arcy said...

Não estava muito bem informado... afinal o Proença ia apitar o jogo entre dragartos. Ele deve ter tido um esgotamento nervoso por estar na dúvida sobre para que lado iria roubar ;)

 
At 4/08/2006 2:35 da manhã, Blogger Harry Lime said...

Vamos lá ver: o Chelsea chegou no ano passado à meias-finais contra o Liverpool e perdeu 1-0! O ano passado o Chelsea eliminou o Barça!

é óbvio que, para uma equipa que quer vencer tudo, isto não é bom. Mas a verdade é que os resultados demonstram que o Mourinho também ganha e dá trabalho às outras equipas grandes da europa.

Nesta época o Barça não se pode dar aos luxcos a que se deu contra o Benfica para ultrapassar o chelsea.

E para sermos honestos temos de ver as coisas como elas são. Os clubes ingleses que chegam longe nas competições europeias não jogam "à inglesa" nem jogam com muitos jogadores ingleses. O Arsenal, apresenta-se frequentemente sem nenhum, o Chelsea... 2 ou 3, o Liverpool idem. E o estilo de jogo do Liverpool e do Chelsea tem pouco a ver com o jogo britânico.

O Man Utd joga à inglesa e... nem passa da primeira fase.

PS. Eu faço estas explicações (óbvias, eu sei) porque parto do principio de que o JFilipe não se está a por em bicos de pés. Eu parto do principio de que o pensamento do JFilipe NÃO
é o seguinte: o Porto do Mourinho eliminou o Man Utd e o Benfica eliminou o Man Utd logo o Benfica é tão bom como o Porto do Mourinho

ou

o Benfica eliminou o Liverpool, o Liverpool eliminou o Chelsea logo o Benfica é melhor do que o Chelsea

ou ainda (este é mais rebuscado, mas a mente benfiquista também é muito retorcida)

o Benfica deu trablho ao Barça é de assinalar que a retorcidade psique benfiquista pensa que o Barça teve de dar o máximo para os bater , o Chelsea deu trabalho ao Barça o Chelsea logo o Benfica é tão bom com o Chelsea

 
At 4/08/2006 2:42 da manhã, Blogger Harry Lime said...

E depois, nos jogos entre os grandes clubes europeus nunca são fáceis.

Num Chelsea-Barça raramente há oportunidades de golo em barda como houve no Benfica-Barça (a favor deste último). Quando isso acontece temos resultados perfeitamante anómalos como o 4-2 do ano passado em Stamford Bridge. Por outras palavras, em condições normais no final da primeira parte do jogo da Luz a eliminatória já estaria resolvida a favor do Barça.

Ora eu não tenho visto nada disso nas eliminações do Chelsea da CL este ano e no ano pasado. em ambos os casos o Chelsea foi eliminado depois de lutas ferozes em que os seus adversários tiveram de dar 100%. O que não conteceu, volto a repeti-lo, na eliminatória do Barça contra o Benfica.

 
At 4/08/2006 2:50 da manhã, Blogger Harry Lime said...

O Villarreal é um one hit wonder. Tem mérito obviamente, mas estando a fazer um campeonato sem preocupações (em 8º neste momento) pode-se concentrar na CL. tal como o Liverpool o ano passado.

 
At 4/08/2006 3:07 da manhã, Blogger D'Arcy said...

Concerteza não vistes o Chelsea x Barcelona este ano. Houve oportunidades em barda no jogo, e sobretudo para o Barcelona, que só não goleou em Stamford Bridge porque na baliza do Chelsea está o Cech.

 
At 4/08/2006 4:50 da manhã, Anonymous Anónimo said...

O Chelsea, não impõe o mesmo respeito que o Barcelona, Real Madrid ou Milão. É uma equipa forte mas não amedronta. De qualquer forma isto é académico, o essecepe com a pior equipa dos últimos anos em dois jogos com o Benfica deu 5-2, e esses 6 pontos são capazes de lhe dar o campeonato. Isso é que me deixa estupefacto.

 
At 4/08/2006 2:19 da tarde, Blogger Harry Lime said...

Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

 
At 4/08/2006 2:25 da tarde, Blogger Harry Lime said...

Se o sporting tem a pior equipa dos últimos 2 anos não sei porqeu é que já vai em 10 vitórias seguidas... proeza que não conseguia há cerca de 10 anos (incluindo os 2 campeonatos que venceu entretatanto). Vencer 2 ou 3 jogos seguidos é bom mas também pode ser consequencia de sorte ou dum momento da equipa. Agora 10!? Acho que algo de bom está a acontecer no sporting.


A qualidade duma equipa não se mede pelos nomes mas pelso resultados. O Barça por exemplo tem nomes e resultados. Mas isso não os impediu de terem sido eliminado spelo chelsea no ano passado.

O Mourinho onde quer que tenha estado nos últimos 4 anos ganha pelo menos o campeonato (a prova mais importante do calendário de cada um dos paises!) e uma Taça. Esta época ainda não sabemos acerca da FA Cup mas o campeonato não deve escapar ao Chelsea.

Se tudo o que contasse fossem os nomes dos jogadores individuais então o Real Madrid "galáctico" teria ganho tudo e amis alguma coisa nos últimos 4/5 anos. hoje em dia o Real não mete medo a ninguém. As equipas sabem que se jogarem o melhor que sabem conseguem bate-los.!

PS. mais uma vez parece-me que o JFilipe e o D`Arcy se estão apor em bicos de pés e a tentar fazer uma comparação qualquer entre o SLB eo chelsea. Que são equipas de planetas competamente diferentes. E não sou eu que o digo, são os resultados. Se o Benfica fose tão bom com o Chelsea estava neste momento na frente do campeonato portugês com 10 pontos de avanço sobre o segundo e estava na final da Taça de Portugal. Isso não acontece. Isto apesar da Taça de Portugal ser menos competitiva do que as Taças inglesas.

No entanto, . e esta é parte gira, tal acontecia no FC porto do Mourinho...

 
At 4/08/2006 3:12 da tarde, Blogger Harry Lime said...

JFilipe,
Os 6 pontos que o sporting ganhou ao Benfica não têm nada a ver com a vantagem.

se queres procurar respostas vais ancontra-las na vitória do sporting em casa frente ao Gil vicente (e na vossa derrota frente ao Gv também em casa )ou noutras comparações do estilo.

por isso é que eu estou a gostar do facto do sporting estar muito regular. Mas pronto isto sou eu a falar. um adepto de um clube que aprecia mais uma vitória imoral frente ao Paços de Ferreira. Sei que sou um freak sem coração nem sentimento (sem Paixão), em suma)

Os benfiquistas gostam muito mais duma vitória moral frente a Barça. Ah, se o simãozinho tivesse chutado a bola direito... provavelmente teria ido à figura porque o Valdez estava a fechar o angulo. Na melhor das hipoteses teriam tido um canto.

É esta a pobreza dos benfiquistas : os do Barça tiveram 3 ou 4 oportunidades destas ao longo de todo o jogo (defendidas com mérito pelo Moretto ou afastadas pela vossa defesa) e voces v~em num remate falhado a causa de todas as vossas desgraças.

Nós não somos assim, Se tivessemos jogado contra o Barça teriamos provavelmente levado na cabeça em grande estilo (isto se não tivesssemos tido a sorte que o Benfica teve na Luz) e não viriamos com coisas do estilo: ah1 se o Liedson tivesse rematado direito na jogada X. O benfiquistas são ridiculos.

 
At 4/08/2006 4:22 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Meu, acho que não tens assim tanta falta de memória para que te esqueças daquilo que escreveste:

"Num Chelsea-Barça raramente há oportunidades de golo em barda como houve no Benfica-Barça (a favor deste último). Quando isso acontece temos resultados perfeitamante anómalos como o 4-2 do ano passado em Stamford Bridge. Por outras palavras, em condições normais no final da primeira parte do jogo da Luz a eliminatória já estaria resolvida a favor do Barça."

Foste tu quem escreveu isto, portanto se alguém anda a fazer comparações, és tu. E quando escreves isto só consigo concluir que não viste a primeira mão da eliminatória entre o Chelsea e o Barcelona. Porque foi um massacre do Barcelona que, como tanto gostas de referir em relação à eliminatória com o Benfica, podia ter saído de Stamford Bridge com uma goleada das antigas.

E acho de muito mau gosto estares a recorrer à metáfora dos bicos de pés. Primeiro porque nem sequer se aplica neste caso. Segundo porque se há alguém que passa a vida a pôr-se em bicos de pés neste blog és tu. Aliás nem sei porque é que ainda não estás inscrito no ballet.

 
At 4/08/2006 9:32 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Quanto à fixação que os lagartos têm pelo Mourinho percebo. O presidente deles conseguiu que ele saísse do Benfica, e os sócios depois não o quiseram. Estão todos obcecados com o que poderia ter sido. Mas este é um blog sobre futebol e aquilo que o esportem pratica é uma coisa indisciplinada, tudo à molhada, sem táctica, sem fio de jogo, não vale a pena ser discutido aqui.

Quanto aos massacres do Barcelona, o Benfica não foi muito diferente de outros jogos que tenho visto do Barcelona. Trata-se de uma equipa que entra sempre à força toda e cria muitas oportunidades de golo. Mas também se vai sempre abaixo no final dos jogos. Aquilo que me desiludiu no Benfica foi o medo que a equipa mostrou.

Há coisas no Benfica que falharam esta época e que me deixam de pé atrás em relação ao Koeman: a sobranceria no jogo em casa com o essecepe, e o medo no jogo com o Barcelona. O treinador não consegue transmitir motivação à equipa para jogos fáceis nem serenidade para partidas em que os jogadores estão descrentes.

 
At 4/08/2006 9:43 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Já agora, Guy Fawkes, os resultados entre o SLB e o essecepe são determinantes para a classificação actual. Se tivessem sido ao contrário o Benfica tinha 7 pontos de vantagem. Se tivessem sido dois empates tínhamos 3 pontos de avanço. O SCP se ganhar o campeonato ganha-o essencialmente porque foi melhor no campeonato dos 3 grandes.

O essecepe apesar dos bons resultados após os beijos e abraços do vosso presidente a um certo senhor do norte, não leva vantagem a Benfica a andrades nos jogos com as outras 15 equipas. Até à história de amor, que hoje se volta a desenrolar no vosso camarote presidencial, o SCP era menos regular que o Nacional.

 
At 4/08/2006 9:45 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Erro: se tivessem sido dois empates tinhamos 1 ponto de avanço.

 
At 4/11/2006 10:52 da tarde, Blogger Harry Lime said...

¿Qué?

 

Enviar um comentário

<< Home