terça-feira, março 22, 2005

Satisfatório

Para variar, e dado o interesse que o Benfica tinha no resultado, acabei por ver o jogo desta noite (perdi os primeiros 20 minutos de jogo, por isso só posso comentar os restantes 70). Confesso que torci pelo empate. Eu sei que o resultado que se verificou até foi o melhor para o Benfica, mas o inferno há-de congelar antes que eu consiga desejar uma vitória do clube do Lumiar seja em que jogo for.

O resultado parece-me justo. Ganhou quem procurou mais a vitória, e estranhamente o FC Porto pareceu demasiado apático para uma equipa que, das duas, seria a que, em caso de vitória, poderia sair do jogo com uma esperança mais legítima de lutar pelo título. O McCarthy voltou a mostrar que todos os sumaríssimos que lhe instauraram foram poucos, e com mais uma atitude idiota tornou tudo muito mais difícil para a sua equipa. Mais um uso parvo do cotovelo, e agora lá virão os dois joguitos da ordem (se tanto). Se calhar, se ele não sentisse as costas quentes pelas sucessivas tentativas de desculpabilização que o seu clube lhe proporciona, ele já teria corrigido o seu comportamento. A tão famosa disciplina interna do FC Porto parece andar muito permissiva este ano... ainda me recordo do Fernando Couto suspenso e a treinar à parte da equipa principal depois de uma expulsão sua por agressão ao Mozer ter ajudado o Benfica a bater o FC Porto por 2-0.

Quanto ao outro lado, pareceu-me que o Peseiro esteve mal. Com tudo para ganhar confortavelmente, andou a sofrer até ao último minuto. Com mais dois jogadores em campo, o mais indicado é jogar um futebol apoiado e de passe curto. É trocar, trocar, trocar a bola, que há-de aparecer sempre um jogador solto para a receber (o segundo golo é um exemplo óptimo disto). Em vez disso, a sua equipa parecia ter vontade de fazer tudo muito depressa, e acabava por perder a bola demasiado rapidamente. E a substituição do Douala, um avançado rápido e muito móvel, pelo Niculae, muito mais fixo, numa altura em que espaço livre lá na frente para aproveitar as características do Douala era o que não faltava, não lembra o diabo. Se no final a sua equipa acabar em igualdade pontual com o FC Porto, e isso lhe custar uma posição importante, talvez se arrependa de não ter tentado anular o resultado da primeira volta. Oportunidades para o fazer como esta acontecem muito raramente, por isso não percebo a falta de ambição para agarrá-la.

Enfim, temos agora 6 pontos de vantagem sobre um pelotão de 4 equipas, e vamos poder descansar sobre esta almofada durante os próximos 15 dias. Quando o campeonato regressar, dois dos nossos perseguidores defrontar-se-ão entre si, pelo que se ganharmos o nosso jogo poderemos ter mais um fim-de-semana lucrativo. O futuro continua a apresentar-se-nos risonho.

10 Comments:

At 3/22/2005 1:28 da manhã, Blogger Nuno Gabriel said...

És como eu...jamais querer uma vitória da equipa do Lumiar...Mesmo que queira, não consigo...Benfica agora tem tudo para o grande objectivo e parece-me que os jogadores estão muito empenhados nisso, o que me deixa feliz...

 
At 3/22/2005 2:45 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Pois,pois é fácil dizer isso mas qunado se vê tantos cachecois vermelhos na vitoria do rival dá que pensar...

Antonio

 
At 3/22/2005 6:36 da tarde, Anonymous chama imensa said...

Querer a vitoria do desportivo do campo grande? nem morto! Saudaçoes Benfiquistas da cidade de Evora.

 
At 3/22/2005 7:21 da tarde, Blogger koelhone said...

Foi um jogo tão miserável que nem eu consegui torcer pelo Porto a partir da cotovelada.

Nem sei bem por que fiquei a ver até ao fim. Deve ser como nos livros: se parar a meio, fico sempre a pensar que poderia ainda vir algo de bom mais lá para a frente.
E curiosamente ou não, nunca vale a pena levar a teimosia até ao fim...

 
At 3/22/2005 10:09 da tarde, Blogger Ahab said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

 
At 3/22/2005 10:13 da tarde, Blogger Ahab said...

Parabéns, voces têm tudo para vencer o campeonato. E se o fizerem serão justos vencedores. Ou melhor o Trapp será um justo vencedor! Para o bem ou para o mal vai ser a vitória dele e dos jogadores!

Daqui para a frente vão ver a vantagem que é ter um treinador da "ronha" em tudo oposto à mistica benfiquista ou à cultura Benfiquista ou uma daquelas tretas "new -age" em que a lampionagem acredita.

A parte engraçada é que o velho Trapp vai vencer o campeonato, vai vencer a Taça e depois vai ser despedido por não ser um treinador "à Benfica".

Depois vão buscar um treinador "à Benfica" (muito provavelmente, um gajo qualquer de bigode farfalhudo e com mistica benfiquista igualmente farfalhuda) e depois vai voltar tudo à cepa torta, Mas pronto, nessa altura voces já mataram o jejum de 11 anos por isso estão prontos para mais outra dose.

PS. Curiosamente, o Mourinho na SIC disse há momentos que o Benfica merecia vencer o campeonato porque era a equipa que tinha feito mais com pior matéria prima... Aqui eu pergunto-me de quem é o mérito dessa boa gestão dos recursos. E pergunto-me também se qualquer um dos Messias bigodudos que o povo benfiquista tanto adora conseguiria fazer melhor.

 
At 3/22/2005 11:32 da tarde, Blogger D'Arcy said...

E eu pergunto-me porque é que o Mourinho passou o ano todo a cascar na equipa do Benfica, a dizer que esta não tinha qualidade, exceptuando dois ou três jogadores, a apontar os outros dois como os únicos verdadeiros candidatos, e agora que se vislumbra uma possibilidade concreta do Benfica ser campeão já diz que é merecido. O homem é um Messias.

Se o Benfica ganhar, não é propriamente apenas por uma gestão miraculosa dos nossos recursos. É sim por ter conseguido ser menos mau do que os adversários. Porque em termos comparativos, até estamos a fazer uma época pior do que a do ano passado. Mas os nossos adversários estão a fazer uma época muito pior, daí a nossa vantagem.

O Trapattoni não vai ser 'despedido', porque o contrato dele tem apenas a duração de um ano. Se no final da época renovam com ele ou não, já não sei, mas não renovar não é o mesmo que ser despedido. E escusas de estar agora a tentar atirar o mérito da tal 'boa gestão de recursos' todo para cima do Trapattoni, e convenientemente esqueceres-te daqueles que passas a vida a enxovalhar: o LFV e o Veiga. A ganharmos alguma coisa, o mérito também será, em grande parte, deles.

 
At 3/23/2005 1:57 da manhã, Blogger Ahab said...

O Mourinho não se cansa de dizer que o Benfica tem o pior plantel dos 3 grandes.

E não me venhas com a diferença entre "terminar o contrato" e "ser despedido". Essa distinção neste contexto não pasa dum sofisma (e tu sabes isso).

Aliás, a grande virtude do Trapp (tal como a do Camancho) é que de certa veio de certa forma contrariar alguns vicios tradicionais do futebol benfiquista (e portugues). O Trapp foi realista: ele não viu o GGCCMMCM6MAQGMT (Glorioso e Grandioso Clube Com Montes de Mistica Com Mais de 6 Milhoes de Adeptos e Que Ganhou Montes de Taças) em que os benfiquistas acreditam.

Ele viu um clube mediocre com uma direcção amadora (to say the least) com um plantel desequilibrado que não ganhava nada há 11 anos (apesar de ter um grande passado). Foi essa visão realista das coisas que fez a diferença. Isso e o facto de, para ele, treinar o SLB não ser nada de especial.

Se meteres o Alvaro a treinar o SLB, ele vai sentir que atingiu o auge da sua carreira. Para gajos como o Trapp, o Camacho, o Robson ou o Mourinho, o Benfica é só mais um... Os benfiquistas não gostam de ouvir estas coisas mas esta é a verdade. O SLB é um clube... bem... pouco importante...

Isto leva-nos de novo ao Mourinho. Posso depreender das tuas palavras que no fundo o Mourinho quer voltar ao SLB para ser o novo Messias?

Se pensas isso,então eu faço-te a pergunta que se impõe: com essa idade, ainda acreditas no Pai Natal?

Achas que um treinador de topo no futebol inglês e europeu quer vir treinar o Benfica. O Mourinho quando sair do Chelsea vai para um Milan, para um Bayern, para um Barça ou para um Real Madrid (muito diferente do actual...). O que é que te leva a pensar que o Benfica pode de alguma forma competir com clubes desta dimensão? E achas que ele deseja voltar? Achas que, no fundo, o mistica benfiquista ainda pulsa no fundo do remoto cantinho puro e imaculado do seu coração?

Definitivamente, voces, benfiquistas, não aprendem com o exemplo do Trapp. Continuam a pensar que são um grande clube europeu capaz de atrair os grandes treinadores e os grandes jogadores consagrados (com os não-consagrados é outra conversa...). O Benfica hoje em dia é um clube médio no panorama europeu. Percebam isso! Estamos em 2005 e não em 1965!

O Benfica, tal como o SCP, teve a sua oportunidade com o Mourinho. Por razões várias (entre elas a sacanice natural do homem, no caso do SLB) não conseguiram tirar partido dele.

A partir do momento em que ele fez o que fez no Porto e no Chelsea, o Mourinho ficou para além dos sonhos do SLB. Tão simples quanto isso.

Quando na SIC perguntaram ao Mourinho se ele queria voltar ao Benfica, ele respondeu (com o seu caracteristico sorriso sacana): "Mas eu já treinei o Benfica...".

Ele depois acrescentou que só voltaria a Portugal para treinar a selecção. E eu acredito nele.

 
At 3/23/2005 8:52 da manhã, Anonymous Porco said...

"Posso depreender das tuas palavras que no fundo o Mourinho quer voltar ao SLB para ser o novo Messias? "

Não consigo descortinar de onde tiraste essa conclusão. Até pq se o Trap sair quase q aposto em como quem o substitui é o Camacho. Por outro lado, duvido q o morinho tb quisesse regressar ao fcporco.

Concordo com o D'Arcy. O mérito da possivel conquista do campeonato passará não só por Trap mas tb muito por LFV e Veiga (não gosto mt dele mas...). LFV pode ter mts defeitos mas acho q desde damásio q não tinhas ninguém com uma gestão desportiva forte. Exemplos: A aposta no treinador é para manter, em vez de o despedir ao fim da 1ª derrota como tantas vezes aconteceu no passado; O SLB deixou de ser um ponto de passagem de jogadores. Para mim estes 2 pontos são essenciais. Sem estaibilidade não se conseguem resultados.

 
At 3/23/2005 11:05 da manhã, Blogger D'Arcy said...

Ele não tirou essa conclusão de nenhuma das minhas palavras. Pura e simplesmente ele já tinha o discurso engatado na cabeça, e tinha que arranjar uma justificação para o despejar aqui :)

Meu, larga as drogas duras ;)

 

Enviar um comentário

<< Home