terça-feira, outubro 16, 2007

Bons

Começa a irritar-me a frequência com que já se fala das nossas possíveis e até 'necessárias' contratações para Janeiro. Quando comprava 'A Bola' esta manhã dei comigo a contar quanto tempo falta para que o mercado de transferências volte a abrir. São dois meses e meio. Mais tempo do que aquele que passou desde que a época oficial começou. O que não deixa de ser um mau prenúncio para o referido período de abertura do mercado, altura em que eu chego a ficar mal-disposto só de olhar para as capas dos desportivos, e ver os camiões de jogadores que todos os dias são alvo do suposto interesse do Benfica. Além disso por vezes as notícias nem sequer parecem fazer grande sentido. Se calhar sou só eu, mas olhando para 'A Bola' de hoje, que sentido faz estar-se a falar do interesse em dois avançados, quando o Benfica tem neste momento quatro no plantel, e é orientado por um treinador que têm preferência em utilizar apenas um?

E que confiança se estará a transmitir a jogadores que chegaram ao clube há três meses, quando ao fim deste curto período já se fala à boca cheia da necessidade imperiosa de contratar jogadores para as posições deles? E nisto não sei se é a imprensa que provoca este tipo de opiniões nos benfiquistas, ou se se limita a reflectir aquelas que parecem ser as nossas opiniões. Sim, porque ao fim de três meses já muitos de nós sabemos com toda a certeza que a política de contratações seguida no último defeso foi má, e que a culpa disto tudo é do presidente. Já sabemos que os jogadores que vieram são maus, ou pelo menos de certeza que quem quer que seja que venha em Janeiro será melhor que eles. O importante é mesmo que venha alguém em Janeiro. Quanto aos que vieram no Verão, que custaram milhões, e que eram estrelas nos clubes de onde vieram, basta vermos meia-dúzia de jogos que sabemos logo que não servem. Jogador que não desate logo a marcar hat tricks mal entre na equipa já é mau. Qual adaptação qual quê. A adaptação 'faz-se em meia-dúzia de treinos'.

A nossa tendência generalizada é sempre a mesma. Bons nunca são os que cá estão. Bons, mas bons, bons mesmo são aqueles que não conseguimos contratar, os que já cá estiveram e depois saíram, ou os que ainda estão para vir (depois quando chegam cá, ao fim de um mês já são maus). É como muitos dos meus vizinhos de bancada habituais na Luz ilustram. O ano passado passavam o tempo a resmungar sobre 'deixam o pequenino sozinho lá na frente', que 'não tem cabedal para lutar com os defesas', que 'querem eles pagar não sei quantos milhões para ficar com um avançado que não ganha um lance de cabeça', e que 'se ele fosse mesmo bom os italianos não o tinham mandado para cá'. O que o Benfica precisava era mesmo de um ponta-de-lança mais fixo, capaz de lutar com os defesas, 'assim como o Karadas' (que quando cá estava era um cepo e era assobiado de alto a baixo). Agora é ouvi-los a resmungar que 'não quiseram dar cinco milhões pelo italiano e foram gastar nove neste'. Enfim.

P.S.- Interessante a estatística compilada pelo João Querido Manha, hoje recordada pelo MST, e que mostra que no Séc.XXI (nos últimos sete anos, portanto) o Sportém beneficiou de cerca de 50 a 60% mais penalties do que o Benfica e o FCP (71 para 48 e 44, respectivamente). A este número podemos também juntar aquele fantástico feito de terem conseguido ficar mais de cinco anos sem terem qualquer penalty assinalado contra. Face a números destes, e tendo em conta a choradeira sobre arbitragens com que nos presenteiam todos os fins-de-semana de há anos a esta parte (pelo menos desde que eu me lembro de começar a ver futebol que sempre os associei à choraminguice - o que foi um dos factores para nunca ter gostado deles), depois ainda se admiram que os apelidem de 'queixinhas' ou 'Calimeros'?

22 Comments:

At 10/16/2007 11:34 da tarde, Blogger Walid said...

Esse post nem parece teu D'arcy. Se excluires o campeonato do Acosta vais ver que a conta nao é assim tao dispar... e se contares com os livres a entrada de area ,foras de jogos mal ssinaldosetc vais ver que o Porto estábem *a frente....

 
At 10/17/2007 12:14 da manhã, Blogger D'Arcy said...

O 'Campeonato do Acosta' foi a época de 1999/00. Logo, não entra nestas contas.

E neste caso fala-se de penalties, que é a reclamação favorita do Sportém (conseguem reclamar pelo menos dois por jornada).

 
At 10/17/2007 7:18 da manhã, Anonymous tutano azul e branco said...

E depois o FCP é que é o grande beneficiado segundo os que nunca se cansam de ser beneficiados. Os grandes beneficiados são como indicam as estatísticas dos penalties o Sporting e o Benfica (48 é mais que 44). É assim nos penalties e é assim em todos os restantes itens. O FCP fica com a fama (por causa do barulho que a CS e os adeptos dos 2 clubes chorões fazem) e os 2 clubes dos mamões chorões ficam com o proveito.

 
At 10/17/2007 10:56 da manhã, Anonymous Indio Nelson said...

Todos cumprem a sua função. Os jornais cumprem a sua função, vender jornais, neste caso aproveitando a natural insatisfação dos adeptos e projetando as habituais fugas para a frente.Os adeptos cumprem a sua função, a insatisfação porque não vêem esperança, logo compram os jornais como paliativo, porque assim ao menos já podem sonhar e escapar à realidade.Para que este circulo fosse quebrado era preciso que alguem cumprisse a sua função, o que não acontece, antes pelo contrario. São os efeitos do populismo.

Outra forma de populismo é a contabilização dos penalties, quem contabiliza, quem audita a contabilização, etc...
Claro que estou de acordo que os Sportinguistas são por defeito Calimeros e mitómanos, mas são-no a propósito de tudo, e não me parece que o clube mais beneficiado neste seculo seja o Sporting, bem pelo menos parece que é o que indicia o Apito Dourado...
Quanto a mim o mais interessante é o facto de o MST nos seus escritos mais recentes, ter vindo a fazer uma "aproximação" ao Benfica, aproveitando neste caso a rivalidade com o Sporting, e tambem o facto de por parte do Sporting, se começar a assistir a uma posição mais "enérgica" acerca do Apito.
As coisas estão a mudar e pelos vistos alguem precisa de uma nova aliança.

PS- Ponham mas é o Dabao a jogar!!

 
At 10/17/2007 11:51 da manhã, Anonymous Americano said...

Eu confesso que cometo um pecado maior, leio o Record, já não diariamente, mas ainda é o desportivo que compro, quando tenho tempo para leituras, porque acho que "lixo futebolístico" à parte, nomeadamente nas outras modalidades, é o jornal que mais gosto, mas tenho de realçar (mais) 2 imbecilidades publicadas lá:
- Ontem nas medalhas deles, no 3º lugar do pódio vinha o nosso Rodriguez pelo detsaque que a imprensa deu à sua grande exibição em que participou nos 5 (!!!) golos do Uruguai. É bom, dizem vocês, aqueles merdas elogiaram um jogador do Glorioso. Pasme-se que o 2º lugar do pódio foi dado ao Purovic , porque numa entrevista disse que apesar de as coisas não estarem a correr como ele esperava, está a adorar Portugal e o Sporting! Mais engraçado é que há cerca de 1 mês, o Adu deu uma entrevista semelhante em que dizia que estava a adorar a experiência, finalmente sentia que tinha tudo para explorar o seu futebol, mas que tinha que ser paciente e aguradar a sua oportunidade, ou seja este discurso altamente positivo foi interpretado como um "sinal de acomodação", "um baixar de braços", quase como uma "confissão de alguma falta de qualidade". Enfim...
- A outra foi a notícia que o Sporting teria rejeitado uma proposta de 15 (!!!) milhões de euros pelo Djaló! Se isto tivesse algo de verdade e eu fosse sócio do sporting (cruzes credo) exigia a demissão imediata de quem rejeitasse o negócio!

Hoje também parece que o Sebantos em mais uma tirada de génio, pergunta o que é que Simão foi fazer à Selecção?? Aquele anormal não percebe que os jogadores podem OU NÃO recuperar de pequenas mazelas? Ou preferia que o cigano estivesse mais à vontade para voltar a fazer a triste figura que fez no último jogo, em que parecia que estava no recreio com uma bola só para ele?

 
At 10/17/2007 1:00 da tarde, Blogger Harry Lime said...

Esta conversa de penalties é uma treta de merda.

Em portugal, os arbitros são maus. Mal preparados tecnicamente e com uma moral "esquisita".

E é tudo. Às vezes a estupidez do arbitro prejudia uns clubes outras veses prejudica outros.

 
At 10/17/2007 1:04 da tarde, Blogger Harry Lime said...

Estranhamente, os benfiquistas tambem se queixam das arbitragens a favor do Porto. No entanto, os numeros mostram que o Porto tem menos penaltis do que o Benfica.

E esta, hem?

Conclusão: as queixas dos benfiquistas são injustificadas e os benfiquistas são passam de uns chormaingas bebes chorões.

Estão a ver como é as estatisticas aervem para provar o que nós quisermos? :):)

 
At 10/17/2007 1:06 da tarde, Blogger Harry Lime said...

Os 15 milhões pelo Djálo são ficção cientifica...

Espero! :):):)

 
At 10/17/2007 2:17 da tarde, Blogger jose said...

Ha para ai alguma estatistica que mencione os penalties marcados contra?
Ou os que foram "esquecidos" de marcar? E que nao so marcando penalties se viciam campeonatos
Isso aplica-se com lesoes de ultima hora, greves dos jogadores, suspencoes manhosas, etc

 
At 10/17/2007 2:35 da tarde, Blogger D'Arcy said...

De facto, uma diferença de quatro penalties em sete anos é perfeitamente comparável a uma diferença de vinte e três. Particularmente quando a equipa que tem mais vinte e três é a que faz sempre o berreiro maior acerca dos ditos cujos, e todas as semanas arranja pelo menos uns dois que ficaram por marcar.

Eu estou-me a referir apenas à questão dos penalties, não a ajudas no cômputo geral - até porque ajudar com penaltis dá demasiado nas vistas, porque é o assunto favorito da lagartagem. Assistir a um jogo no Alvalixo é sempre uma experiência surreal, dado o número de penaltis que aqueles gajos conseguem ver durante um jogo normal (mas apenas a favor, nunca contra). O berreiro está-lhes no sangue - o volume dos balidos de desaprovação que sai daquelas gargantas de cada vez que acham que um lançamento de linha lateral é mal assinalado é uma coisa notável. Eu julgo que a segunda palavra que um jovem lagarto aprende a proferir é 'penalti' (a primeira é 'Benfica', obviamente).

 
At 10/17/2007 5:19 da tarde, Anonymous Miguel Veloso said...

Quêm? Hã?... Hã? O João Querido Manhã?

HAHAHAHAHHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAH.....

Saudações Leoninas caro d'arcy.

 
At 10/17/2007 6:16 da tarde, Blogger D'Arcy said...

O Manha deve ter voltado atrás no tempo e mudou a história, fazendo com que os penaltis tivessem sido marcados, só para depois voltar ao futuro e poder compilar a estatística. Na realidade, esses penaltis nunca existiram, portanto o Sportém tem toda a legitimidade para continuar a reclamar e a queixar-se que não marcam penaltis a seu favor.

 
At 10/17/2007 7:43 da tarde, Blogger ratogoleador said...

Desculpem-me a extensão do texto mas deixo aqui (e na tertulia) um exemplo de como o jornalismo anda ao som de poderes e é necessário andar atento:

Há dias atrás quando o Benfica apresentou resultados desportivos positivos
A noticia que apareceu em todos os jornais desportivos referia que:

“Pela primeira vez o Benfica tinha apresentado resultados positivos”

Apesar das contas serem auditadas por uma empresa externa ao clube e do
claro crescimento económico do clube nos últimos anos, o destaque foi para
o “pela primeira vez” nem o facto do clube ter vindo de uma situação de
quase falência e de as contas apresentadas englobarem todas as empresas do grupo
Benfica interessam para o caso!?!?

Por outro lado o F.C. Porto que hoje apresenta as contas com prejuízo mais
uma vez, apesar das boas vendas efectuadas no defeso, como nos últimos anos (tirando o ano da champions) o resultado voltou a ser negativo, com 900 mil euros de prejuízo mesmo assim melhor que o ano anterior onde tiveram 3,3 milhões de prejuízo.
Para não falar que neste caso o resultado é só da SAD não estando todas as contas das empresas do universo portista, isso neste caso não interessa para nada.

Mas neste caso o título é:

“Passivo decresceu cerca de 12,7 milhões de euros”

Ou seja as noticias são dadas como se quer, o mais estranho é que as noticias são dadas da mesma maneira tanto num caso como no outro pelos três jornais desportivos assim vai o nosso Portugal, acredita quem quer e é necessário andar atento.

 
At 10/18/2007 3:50 da manhã, Blogger MRO said...

VOU-ME DAR AO TRABALHO DE IR RECONTAR ESSA ESTATÍSTICA !!!

zeistbskool

 
At 10/18/2007 7:21 da manhã, Anonymous JFilipe said...

As habilidades da arbitragem têm mais que ver com o parar ou deixar seguir jogadas a meio campo. Ou no ignorar dos penaltis contra. Penaltis a favor dá muito nas vistas.

Quanto ao sbordem ter mais penaltis, é o efeito Liedson. Trata-se de um jogador medíocre que só nosso campeonato poderia singrar. O que vale é que eles falham praí metade dos penalties. Alguém tem os números dos golos que resultaram desses penaltis?

 
At 10/18/2007 8:01 da manhã, Anonymous JFilipe said...

Deixando de lado os calimeros e indo ao que interessa no post. Eu até estou satisfeito com as contratações. Tínhamos que colmatar três saídas: Karagounis, Miccoli e Simão. Ou seja, das entradas só dois ou três vieram para titulares. Esses para mim irão ser:

> Rodriguez: excelente contratação.
> Adu: joga para a equipa, fisicamente ainda não está nos píncaros mas deve ser para breve. Fala-se em ser substituto do Rui mas eu vejo-o como uma mistura de Simão e Miccoli.

Outros que me parecem bem escolhidos:
> Di Maria: irrita-me que não tente o golo e que seja inconsequente em todas aquelas fintas mas é bom.
> Binya: um bocado duro, tem que ter mais calma.
> Edcarlos, Coentrão: cumprem, e servem para termos um banco decente

Os restantes (Luís Filipe, Diaz, Pereira) não me convencem, mas temos bons titulares para as posições deles.

Cardozo? Eu acho que é um cepo mas também franzi o sobrolho ao Magnusson e depois tive que dar a mão à palmatória. Gostava de ver o Camacho apostar no Dabao + Cardozo no próximo jogo, mas parece-me que é o Bergessio que irá ter a oportunidade.

 
At 10/18/2007 10:06 da manhã, Anonymous Indio Nelson said...

O problema do Benfica é não ter politica desportiva e andar ao sabor do treinador+empresario que ocasionalmente esteja a treinar o clube. Não ter um director desportivo que conjuntamente com os treinadores das camadas jovens (e aqui o Alves pôs o dedo na ferida) trace um modelo de jogo, objectivos, etc...
Se não o fizer pode ir buscar pontualmente bons jogadores, bons treinadores, etc... que nada muda é tudo transitório.

Penso que vi na Bola online há uns dias atrás, que o camacho iria dispensar, para rodar, o Miguel Victor, o Ribeiro e o Dabao. Isto não é exactamente uma boa notícia, e deu azo à especulação que se seguiu. Isto leva-nos mais uma vez ao problema da comunicação do clube. O presidente diz que não fala de arbitragens, o vice-presidente fala de arbitragens.O Camacho fala de jogadores, que quer avançados e pelos vistos tambem que já não conta com alguns jogadores.
É tudo uma grande confusão,os jornais como abutres chamam a isto um figo.

 
At 10/18/2007 10:36 da manhã, Blogger D'Arcy said...

zeist, só a época de 2001/02 dá-vos um avanço nessa estatística em relação aos outros dois quase impossível de recuperar. Uma época e meia depois começou o 'reinado' do Liedson.

Aliás, um exemplo da leviandade com que se assinalam penaltis a vosso favor é que nas últimas duas ou três épocas conseguiram sacar três penaltis na Luz (e por vossa vontade esta época tinham sacado mais dois - é no que dá começar-se a ficar mal habituado). Eu vou ver o Benfica a Alvalade há dezoito anos consecutivos e tenho alguma dificuldade em recordar-me do último penalti a nosso favor que lá foi assinalado. Aliás, corrijo: neste tempo todo não me lembro mesmo de ver qualquer penalti a favor do Benfica assinalado em Alvalade (admito no entanto que a memória me possa estar a falhar).

 
At 10/18/2007 10:54 da tarde, Blogger Harry Lime said...

O Jfilipe escreve uma coisa certa:

O que vale é que eles [os sportinguistas] falham praí metade dos penalties. Alguém tem os números dos golos que resultaram desses penaltis?

De facto é um mistério que eu, como sportinguista, gostaria muito de ver desvendado. Se calhar Deus escreve torto por linhas direitas :)))


Infelizmente, o Jfilipe também escreveu o seguinte acerca do Liedson:

Trata-se de um jogador medíocre que só nosso campeonato poderia singrar.

Bem, em primeiro lugar concordo que o Liedson não é nenhum Thierry Henry!

concordo tamém que é um jogador que não tem valor para jogar ao mais alto nivel lá fora.... Se tivesse essa qualidade há muitos anos que estaria fora do sporting :))))

O que eu acho estranho é pessoas que nos seus clubes têm estrelas do futebol como o nuno gomes ou o Cardozo (custou-vos 10 milhoes de euros, sabiam?) venham falar mal de um avançado que consegue 20 a 25 golos por época.

É verdade que o Liedson mergulha na área... mas a avaliar pela vossa conversa conversa até parece que o Nuno gomes é uma virgem inocente e o Cardozo nem sequer sabe o que é isso de mergulhar na área.

A diferença é que o Lioedson resolve equanto que as vosssas virgens inocentes (que custam 10 milhoes de euros) falham golos de baliza aberta.

Deixem-se de tretas!

 
At 10/19/2007 1:42 da tarde, Anonymous JFilipe said...

"É verdade que o Liedson mergulha na área... mas a avaliar pela vossa conversa conversa até parece que o Nuno gomes é uma virgem inocente"

O Nuno Gomes é uma nabiça a simular penaltis. Todos se lembram daquele jogo na Europa em que o gajo finta o guarda-redes e depois se manda para o chão e é expulso! Aliás mesmo quando é agarrado a sério (como com o zebordem) não consegue aprimorar a queda para que não haja dúvidas.

Mas por falar em avançados nabos, então o Cardozo diz que tem que se aplicar mais nos treinos? Mas por que raio não se aplicou o sufciente este tempo todo? Eu sei que é um daqueles disparates que se dizem mas entrevistas mas é uma burrice de todo o tamanho.

 
At 10/19/2007 4:34 da tarde, Anonymous Índio Nelson said...

Índio soube que está em Lisboa um dos caras pálidas que deu origem a uma das músicas que Índio mais ouvia quando jovem, o Gordon Brown dos Stranglers!! Salve Cara Pálida Brown, foi bom enquanto durou!
O Benfica nesse ano ganhou uma Taça!!

 
At 10/19/2007 6:01 da tarde, Blogger Harry Lime said...

Há duas questões na simulação dos penaltis:

- o tentar mergulhar na área

- o tentar mergulhar na área e fazê-lo com competencia.

O Nuno Gomes está na primeira categoria. A diferença entre ele e o Liedson não está na honestidade (ambos são desonestos e aldrabões), está na competência com que aldrabam.

O Liedson compensa a sua competencia em simular penaltis com a sua incompetencia na hora dos marcar. :))

 

Enviar um comentário

<< Home