quinta-feira, março 06, 2008

Sorriso

Quando o apito final soou ontem no Estádio do Dragão, não consegui evitar sorrir. Confesso que, durante muitos anos, sempre fiquei satisfeito quando o Porto conseguia bons resultados na Europa (o Sportém já é outra história, mas isso até é irrelevante porque 'Sportém' e 'bons resultados na Europa' são duas coisas que raramente aparecem mencionadas no mesmo contexto). E isto aconteceu até há bem pouco tempo - ainda em 2003, lembro-me perfeitamente de, sozinho num quarto de hotel em Mainz, sofrer e alegrar-me com a vitória deles na Taça UEFA contra o Celtic (as camisolas do Celtic também não ajudavam a que sentisse grande simpatia por eles). Esta atitude já não é a que tenho hoje em dia. E o que é que me fez mudar de opinião? Não, não foi o facto de saber que eles festejam as nossas derrotas - isso já eu sei há muito tempo, mais propriamente desde que, no ano a seguir a ter festejado a vitória deles na Taça dos Campeões contra o Bayern, os vi na Avenida dos Aliados a celebrarem a nossa derrota contra o PSV na final da mesma competição. O que fez mesmo mudar a minha opinião foi o Apito Dourado.

Não foi o processo Apito Dourado em si que me alterou a opinião, foram sim as tácticas usadas pelos spin doctors lacaios do sistema para encobrirem os factos do processo. Ser bem sucedido na Europa deixou de ser um simples motivo de orgulho, ou um feito de realce, para passar a ser uma justificação para uma eventual não validade do processo em si. A ideia que tentam impingir é mais ou menos 'Não houve corrupção porque o Porto não precisava disso, já que é tão forte. Não vêem como os resultados europeus mostram isso?'. Pondo de parte a cretinice deste argumento por si só (aliás, basta pensarmos que a Juventus ou o Milan também, por esta ordem de ideias, não precisariam de quaisquer ajudas, já que os seus resultados europeus falam por si; no entanto, tal não impediu que recorressem a métodos subterrâneos, que fossem apanhados, e exemplarmente punidos, como é normal em qualquer país que não seja uma república não das bananas, mas da fruta em geral), a verdade é que exceptuando o factor Furacão Mourinho, esses tais brilhantes resultados europeus acabam por parecer-me mais uma espécie de banha da cobra, que os referidos spin doctors nos tentam vender por caviar.

E é por isso que eu não consigo evitar sorrir quando coisas como a de ontem acontecem. E nem sorrio por qualquer espécie de prazer sádico em relação ao Porto ou à maioria dos seus adeptos; o que me faz sorrir é mesmo ver os jornaleiros, comentadeiros e opinadeiros, quais baratas a afogarem-se num ralo que se escoa, a tentarem justificar porque é que coisas daquelas acontecem. Desde que o Schalke caiu em sorte ao Porto que cheguei a pensar que nem sequer seria necessário jogar, tal a convicção com que me asseguravam que a passagem aos quartos-de-final estava garantida. Mesmo depois da derrota na primeira mão, os ânimos não serenaram, antes pelo contrário. Ainda ontem lia (mais) um artigo de louvor ao Porto, em que despudoradamente se escrevia que eles estavam já com um pé na próxima eliminatória. Favas contadas. Aliás, os elogios foram tantos que eu, sinceramente, pensei que esta equipa do Porto e o seu incompetente treinador (sim, é incompetente na minha opinião, e adoro o facto de ele ter passado a ser 'Professor', e o melhor e mais experiente treinador português desde que saiu de um certo clube, fenómeno este que se verifica com muita frequência) seriam a oitava maravilha do mundo, e que uma autêntica passadeira vermelha se estendia até ao palco da final em Moscovo.

Depois acontecem coisas como as de ontem, que são normalíssimas em futebol, e é um prazer vê-los, aos comentadeiros, a afogarem-se. 'Ai o azar!', 'Ai o guarda-redes deles!', 'Ai a injustiça!', 'Ai o árbitro!', e por aí fora. Desde que o Porto foi eliminado, já perdi a conta ao número de vezes que ouvi ou li que 'O Real Madrid e o Milan também foram eliminados', a acompanhar a notícia da eliminação do Porto. Como se o facto dos dois colossos terem caído fosse, por si só, uma atenuante da eliminação dos nortenhos às mãos do Schalke, e uma expressão do seu valor. O árbitro, esse, teve o despudor de expulsar um jogador do Porto no Dragão (onde é que já se viu isto?) porque ele, veja-se lá, lembrou-se de entrar com os pitons na coxa de um adversário quando a bola estava junto ao relvado (sobre a não expulsão do Hélton, nem uma palavra, está bom de ver). Então ele não sabe que aqui em Portugal a regra é que para os jogadores do Porto a canela adversária vai até ao pescoço? Perguntem ao Bruno Alves. E o que dizer do sacana do guarda-redes adversário que se lembrou de fazer o trabalho dele, e defender tudo o que havia a defender? Nunca viu o Taborda a jogar para saber como é que se faz?

Ainda hoje, em mais um dos incontáveis editoriais
do Vitor Serpa n'A Bola que não passam de um notável exercício de brown nosing aos suspeitos do costume, ele afirma sem pudor que 'nenhuma outra equipa portuguesa estaria em condições de jogar ao mesmo nível'. OK, reality check: O Porto foi eliminado pela pior equipa que estará presente nos quartos-de-final da prova, e provavelmente até a pior que passou à segunda fase. A 'brilhante' carreira europeia dos portistas foi terem-se superiorizado aos colossos Marselha e Besiktas, já que assim que apanharam um adversário a sério no grupo, o Liverpool, foram copiosamente batidos. Apesar das brilhantes campanhas europeias, que deveriam exigir que no mínimo os adeptos dos outros clubes portugueses lhes cantassem um salmo de louvor antes das suas equipas disputarem qualquer encontro europeu, nos últimos três anos foi o Benfica quem contribuiu com mais pontos para o ranking português na UEFA (vamos ver se o Benfica ultrapassa ou não o Getafe, pois caso isso aconteça então pelo quarto ano consecutivo contribuirá com mais pontos do que o brilhante Porto), e no início da próxima época seremos o clube português melhor classificado no ranking das equipas, com uma vantagem confortável sobre a segunda melhor equipa. Mas o Porto é que deve ser louvado.

Esta noite o nosso Benfica, desfalcado de meia equipa, qual parente pobre do futebol português, lá terá que se bater contra o Getafe e fazer pela vida. E se as coisas por acaso correrem mal, não há cá azares, ou guarda-redes adversários, ou árbitros que nos valham. Que o Benfica tem obrigação de fazer muito mais do que o suficiente para que estes factores não entrem em conta. Se tal não conseguirem, cá estarão os opinadeiros do costume, serenos na sua imparcialidade, para nos chamarem à pedra e apontarem a dedo as nossas lacunas.

14 Comments:

At 3/06/2008 5:05 da tarde, Blogger ratogoleador said...

Excelente post até fiquei mais inspirado para seguir até a catedral.

Darcy, só neste país o Rui Costa consegue ter mais amarelos que o Bruno Alves.(5 a 1)!?!?!?

Ainda ontem quando vi o 1º amarelo do Pepe lembrei-me da quantidade de vezes que ele fazia o mesmo por cá, as vezes ainda se esquece mas...

Mas agora vamos mas é ao que interessa FORÇA BENFICA!!!

 
At 3/06/2008 5:20 da tarde, Blogger Bakero said...

Pouco mais tenho a acrescentar.

É incrível a histeria que este país (ou melhor, esta comunicação social) entra, sempre que o porto joga na europa...

E afinal de contas, bem vistas as coisas, o rei vai nú!

 
At 3/06/2008 5:42 da tarde, Anonymous Indio Nelson said...

Grande post, com "guts" e não resta mais nada a dizer... só que é pena que um clube como o Benfica não tenha ninguem que o defenda, e que alguns benfiquistas com acesso aos media sejam tão pouco corajosos, refugiando-se na mascara do "porreirismo" e "desportivismo".

Hoje mais que nunca gostaria de saborear uma vitória, mas daquelas à Benfica, cheias de garra de ambição.Uma daquelas à Ruço, cujo olhar fulminava um adversário.
Por um milhão de bufalos,Força bravos Guerreiros!

Viva a Águia!
Viva o Ruço!
Viva o Benfica!!

 
At 3/06/2008 6:13 da tarde, Blogger Xelb said...

"no ano a seguir a ter festejado a vitória deles na Taça dos Campeões contra o Bayern, os vi na Avenida dos Aliados a celebrarem a nossa derrota contra o PSV na final da mesma competição."
Comigo foi mesmo por isso, mas em 84. No mesmo dia Shaktar-Andrades
e SLB-Liverpool.
Milagre: Os dois jogos na TV!
O dos gajos à tarde (foram apurados com um golo de um tal Seninho).
Nós jogámos à noite e levámos quatro.
Após o jogo deles: nenhuma manifestação.
Após o nosso (que até já acabou tarde): Av. dos Aliados cheia a berrar liverpool.
Vivia no Porto na altura e jurei para nunca mais.

 
At 3/06/2008 6:39 da tarde, Blogger Mr. Shankly said...

Nem mais. Acho que o Porto de facto é (tem sido nos últimos 3 anos) a melhor equipa portuguesa. Mas o que nos vendem é que o Porto está capaz de jogar pela Champions e que o Benfica só por sorte não desce de divisão. Cada desaire do Benfica é amplificado até à histeria, enquanto que até as derrotas do Porto merecem louvor (ver os comentários do Luís Sobral após a derrota em Alvalade e após a eliminação ontem - parece que ganharam ambos os jogos por goleada)

 
At 3/06/2008 6:49 da tarde, Anonymous Pedro said...

Mr. Shankly, o Sr. Luis Sobral? Então esse jornalista chega ao cúmulo de louvar um carrinho do Lisandro para evitar que a bola saia? É que nem vale a pena ler as mini-crónicas dele. Para além de tendenciosas, nem são assim tão bem escritas.

 
At 3/06/2008 6:50 da tarde, Blogger D'Arcy said...

É preciso ver que o alvo principal este post não é tanto o Porto, mas sim o exagero dos lacaios que eles têm na comunicação social, e o trabalhinho de sapa deles para elevarem o Porto a uma qualidade que manifestamente não possui, ao mesmo tempo que rebaixam o Benfica à menor oportunidade. E, claro, o facto de tentarem aproveitar esses exageros para limpar toda a sujidade que eles vêm deixando no nosso futebol interno há mais de duas décadas.

Mas tem algum cabimento que as mesmas pessoas que atacaram o Nélson pela expulsão em Alvalade, dizendo que era perfeitamente compreensível o vermelho, e que o Nélson é que não devia ter entrado assim, venham dias depois lamuriar-se da expulsão do Fucile classificando-a de 'exagerada'?

 
At 3/06/2008 7:01 da tarde, Blogger John Billy said...

Assino por baixo!

 
At 3/06/2008 7:22 da tarde, Blogger Nuno said...

Partilho da tua alegria.
E confesso que a ultima vez em que torci por eles, na Europa, foi mesmo em 1987 porque era um puto novo e inocente e ainda nao tinha percebido quem eram as colegas da mae do bimbo mor. Embora na altura ja' reparasse que quando o Futre mergulhava para o chao no meio-campo era penalti.

O que mais me agradou, no entanto, foi que alem de o arbitro lhes ter poupado uma expulsao cristalina, e do momento pseudo-heroico de um barrote lhes ter dado o empate na eliminatoria, e de o quaresma ter falhado um golo que Mantorras marcaria de olhos fechados quinhentas vezes em quinhentas tentativas, foi mesmo eles terem tido que gramar com o prolongamento.

Confesso que desde aquele jogaco do CSKA na casa-de-banho viscondal ha' dois ou tres anos que nao me ria tanto no fim do jogo.
E hoje vamos despachar os espanhois que o resto e' conversa. Estou a prever uns trinta e sete a zero. Ou menos.

 
At 3/06/2008 7:47 da tarde, Blogger Diogo said...

D'Arcy,
mais um excelente post. Eu lembro-me de, em puto, nao ser capaz de ficar alegre com as vitorias dos porcos na europa, sinceramente. Tinha um grande amigo meu que era do porto e que tinha a final de Viena gravada em Beta e que sempre que eu ia a casa dele me queria mostrar o golo de calcanhar do Madjer. Sempre achei um golo de sorte e que nao merecia a exultacao que lhe davam, mas enfim.

Por isso ontem nem liguei 'a derrota dos bimbos. Sorri, sem duvida. Nao vi o jogo, mas saber que levaram um baile de marcar penalties e' sempre bom. Porque o "Professor" pode pegar nos alunos todos e irem para um sitio que eu ca' sei que no Benfica nao queria nem 1. Nem mesmo o gajo que agora e' idolatrado por fazer cruzamentos com a parte de fora do pe, como o Drulovic os fazia.

Quanto a disciplinas, estamos falados. A proteccao dos futebolistas tem um significado diferente do Mondego para cima: carrinho do Katsoranis sobre o Anderson e' para irradiacao do Katso, entradas a pes juntos dos jogadores dos porcos e' normal. Esta' bem...

Nota final: A equipa que o Mourinho tinha la' para as bandas de cima nao era uma equipa de craques mas tinham raca. Tudo dado pelo Mourinho. Desde ai, nada mais. No entanto, andam os jornaleiros todos a lamber as gonadas dos bimbos va-se la saber porque... Ou melhor, sabe-se porque...

Quanto a nos, FORCA BENFICA!!! 15 a 0!!! Para cima deles!!!

 
At 3/06/2008 7:51 da tarde, Anonymous filipe said...

Eu torço sempre pelos portugueses, não tenho é culpa de o Shalke não ter lá nenhum...

 
At 3/07/2008 4:55 da manhã, Blogger Renato said...

ver benfiquistas a queixar-se da comunicaçao social é uma comedia. vcs tem um jornal q ai q coisa é titulos "excitados" do benfica.

e oh d arcy se os resultados do Porto sao banha da cobra os do teu clube sao o k?

e não me venhas c os pts que faze.los na UEfa é mt mais facil (menos contra espanhois parece!)

e tb gosto dessa do Furacao Mourinho...tem sempre uma desculpa

e d arcy, elucida-me do AD, ja que pareces saber o que se passa e que os "spins docors" nos vendem.Ou n será o Cm, por exeplo, um belo spin doctor tb?

 
At 3/07/2008 5:24 da manhã, Blogger Renato said...

Ora vamos cá analisar dados...desde 2000-2001 sem contar com o Mourinho!



2000-2001

slb 1 eli uefa
fcp eli pre-eli LC Quartos uefa

2001-2002

slb n participou
fcp fase de grupos 2 LC


2004-2005
slb pre elim LC 16 avos final UEFA

fcp Oitavos LC


2005-2006
slb Quartos LC
fcp 4º grupo LC

2006-2007
slb eliminado grupos LC quartos uefa

fcp oitavos LC

2007-2008
slb grupos LC uefa (?)
fcp oitavos LC

Em 6 anos, só num o slb FEZ MELHOR.Certo que foi o que chegou mais longe na LC mas pergunto, onde está a "banha da cobra"? Acho

Ps- o outro post ta cheio de erros.as minhas desculpas

 
At 3/08/2008 11:43 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Tenho q comentar esta noticia.


Quando o benfica, na catedral,ganhou ao nuremberga por 1-0 houve vários jornalistas que disseram que o a vantagem deveria ser mais ampla, devido a deslocação à Alemanha num futuro próximo. O porto perdeu na Alemanha pela vantagem mínima e os senhores disseram que o resultado era positivo. Meus amigos digam-me como é que uma derrota pode ser um resultado positivo ? expliquem-me o q quiseram eles dizer por favor ? o resultado do porto foi mais positivo q o do slb ? desculpem comparitivamente aos comentários de sses senhroes foi o q pareceu. Sejamos sinceros. não podia deixar de comentar. O porto já arrumou e o schalke foi inteligentíssimo e tem um dos maiores promissores guarda-redes do mundo, sennão me engano. Sejamos sinceros e imparciais quando vemos jogos de futebol....

 

Enviar um comentário

<< Home