domingo, outubro 12, 2008

Imbecilidades

Infelizmente parece que os nossos jogadores têm uma tendência algo estranha para escolherem imbecis para empresários. Falo disto porque, depois de todos os disparates que me lembro de andar a ouvir durante a época passada do empresário (ou era o advogado? Ou eram ambos?) do Léo, agora é o empresário do Cardozo, um tal de Pedro Aldave, que de cada vez que abre a boca só saem alarvidades. Desta vez disse o tal do Aldave que se não melhorassem o contrato ao Cardozo, ele iria para outro lado. Convinha que alguém lembrasse o Aldave que o Cardozo tem um contrato assinado com o Benfica até 2012, com uma cláusula de rescisão de €50M, e que ninguém o obrigou a assinar esse contrato. Além disso, não percebo como é que um empresário vem para a imprensa fazer afirmações que depois são imediatamente contrariadas pelo jogador em questão, que ainda por cima afirma o seu total desconhecimento sobre aquilo que o seu empresário anda a dizer (mais uma vez, a exemplo das diversas situações que se passaram com o Léo a época passada). Nós ainda conseguimos ter algum controlo sobre as declarações dos nossos jogadores à imprensa. Infelizmente, já não podemos fazer o mesmo em relação aos seus empresários. A solução é mesmo instruir os jogadores a não contratarem imbecis para essas funções.

Por falar em imbecilidades, há uma que há semanas me anda a moer o juízo. Falo da campanha 'louvável' d'A Bola para levar o Cristiano Ronaldo a vencer a Bola de Ouro, ou o prémio da FIFA para o melhor jogador do mundo, ou os dois, ou lá o que seja. Desde já peço desculpa a quem quer que leia estas linhas e tenha contribuído para tal campanha, mas caramba, aquilo para mim é uma iniciativa de um provincianismo atroz. Não coloco em causa o valor futebolístico do puto malcriado, mimado, fiteiro e burgesso. Acho-o um jogador brilhante. Aliás, acho que ele tem tanto de bom jogador como de puto malcriado, mimado, fiteiro e burgesso - e por aqui já dá para se fazer uma ideia do quão bom eu o acho. Mas a iniciativa em si parece-me ser completamente imbecil. O que, aliás, vem na linha do comportamento desse outrora grande jornal que era A Bola no que diz respeito ao Cristiano Ronaldo. Quando o ano passado o(s) prémio(s) foram atribuídos ao Kaká, se o Ronaldo teve mau perder então A Bola nem se fala. Desde diversas acusações à injustiça dos galardões, rebaixando o Kaká (que como pessoa, dentro e fora do campo, dá uma abada das antigas ao Ronaldo, diga-se de passagem) sempre que possível, até insinuações de manobras de bastidores (eufemismo para 'batota'), tudo vale. Sim, porque de certeza que deve ser fácil manipular do pé para a mão as intenções de voto de cerca de duzentos seleccionadores e capitães de equipa, que são quem vota nesta eleição.

Precisamente por, aparentemente, ser fácil manipular essas intenções de voto, então agora lembraram-se de recolher assinaturas de portugueses, para depois enviarem a esses mesmos seleccionadores e capitães de equipa, a recomendar-lhes que votem num português para melhor do mundo. Portugueses, a aconselharem o voto num português. Portugueses que, neste assunto, terão obviamente uma opinião absolutamente imparcial. Eu sei que tenho uma personalidade particularmente retorcida, e que portanto não serei propriamente um bom exemplo, mas se eu fosse um desses seleccionadores ou capitães de equipa a receber o referido abaixo-assinado, cheio de assinaturas de portugueses, a recomendarem-me que votasse num português, a primeira coisa que faria era votar no gajo que não fosse português. Nem que fosse só por despeito. Não sei se haverá muitos capitães das selecções com uma mentalidade assim retorcida, mas até o Vinnie Jones era capitão de equipa, por isso é bem possível que existam por esse mundo fora mais gajos chatos como eu, que não querem dar ouvidos às opiniões dos portugueses sobre uma votação em que entra um português. Talvez no próximo festival Eurovisão da canção, quando enviarmos para lá mais uma daquelas pérolas do cançonetismo nacional, devamos também enviar um abaixo-assinado aos júris dos outros países todos, recomendando-lhes que votem na nossa canção. Porque nós sabemos que a canção é muito boa, e a nossa opinião na matéria é claramente insuspeita. Temos que fazer o resto do mundo perceber que a nossa canção tem algo que nenhuma outra tem: ela é portuguesa, e isso por si só faz com que seja muito melhor que as outras. Se não for assim, é obviamente uma roubalheira. Mas peço desculpa, estou a divagar. Afinal estou a falar de canções ligeiras ou do Cristiano Ronaldo?

Na volta, se o puto malcriado, mimado, fiteiro e burgesso ganhar mesmo o tal prémio - e se ele é mesmo o melhor, ele ganhá-lo-á, com ou sem 'iniciativas' desta estirpe - ainda vou ver A Bola vangloriar-se do feito, e reclamar para si um bocadinho do mérito.

P.S: Registem desde já o meu pedido de desculpa por divagações como estas. Acho que isto de rir tanto com o sucesso estrondoso que o bluff pomposo está a ter ao comando da nossa selecção às vezes deixa-me desorientado. O Scolari é que era mau (mesmo com a pancada do Ricardo e tudo).

27 Comments:

At 10/12/2008 10:01 da manhã, Blogger John Billy said...

Concordo com o post.
A custa dos jornais, já não suporto o Ronaldo e desejo a vitória do Casillas.
Um aparte: penso que os seleccionadores e os capitães não podem votar em jogadores das respectivas selecções (não tinha muita lógica o Ronaldo votar em ele mesmo. Ou até tinha).

 
At 10/12/2008 1:15 da tarde, Blogger Rui Amaro said...

E ainda hoje o Miguel Vitor assinou contrato com a sanguessuga do Zahavi...

 
At 10/12/2008 2:30 da tarde, Anonymous Índio Ruço said...

Concordo absolutamente com o post que não é, face ao momento, nada imbecil. Não só porque quanto a mim credita ao D'Arcy um optimismo humanista invulgar, porque ainda acreditar que de "A Bola" ou qualquer jornal desportivo (embora possamos sem esforço incluir os chamados generalistas)possa vir qualquer iniciativa inteligente, credível ou acima de qualquer primarismo editorial, merece quanto a mim loas.
E não estou a ser irónico, nem sarcástico...

De resto este nacionalismo primevo digno de um Mario Machado, que ocupa as mentes dos nossos jornalistas e comentadores tambem teve a sua manifestação aquando da recente desqualificação de Portugal para a 2ª fase do campeonato do Mundo de Futsal. Em directo arranjaram-se logo desculpas e a eterna menoridade alcançou o momento mais alto quando se culparam a Itália e o Paraguai de "arranjinhos" para que os nossos "valorosos bravos" (que não jogaram a ponta de um corno, sendo mal dirigidos por um seleccionador medíocre) não conseguissem ir em frente.
É realmente triste...
Mas ontem tivemos mais uma pequena amostra, o Ronaldo (que deve ter dormido com uma sueca)disse que o resultado se devia ao arbitro, enquanto no jogo jogado, existiam os celebres mergulhos dos portugueses (que em italiano são borlistas)que na Liga nacional servem para sumaríssimos e longas discussões na televisão.

Só tenho não concordo com uma coisa. Vinnie Jones nunca se armou ao pingarelho, nunca disse que era bom ou melhor que os outros , e só prometeu sangue, suor e lágrimas aos seus adversários.Se a isto juntarmos uma carreira cinematográfica e algumas brilhantes actuações em discotecas, veremos que a comparação com o bimbo Ronaldo é manifestamente desadequada. O Vinnie Jones é um guerreiro. Um bravo, integro e sincero.No fundo um sentimental.

Apesar de credenciados observadores do futebol internacional dizerem cobras e lagartos do miúdo, ainda hei-de ver o Di Maria ser considerado para o prémio de melhor jogador europeu. Ganhar não, isso é para vaidosos, mas estar na luta sim, porque a luta é que interessa, o resto são paneleirices.

 
At 10/12/2008 3:52 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Eu não comparei o Vinnie ao Ronaldo, caraças! Isso seria sacrilégio. O Vinnie era um daqueles parte-pernas à antiga. O Ronaldo é uma menina. O que eu disse é que se o gajo chegou a capitão, então deve haver por aí outros capitães da mesma estirpe. E a esses, de certeza que iniciativas como esta d'A Bola fará um efeito semelhante ao de acenar com um pano vermelho a um touro ;)

 
At 10/12/2008 5:21 da tarde, Anonymous Índio Ruço said...

OK D'Arcy!! fui eu que entendi mal! Tambem estava a estranhar... acho que tu apesar de tentares ver o de melhor que há nas pessoas, és acima de tudo um tipo de bom senso!!;))

 
At 10/13/2008 10:36 da manhã, Blogger Harry Lime said...

Fez-me um bocado de impressão ver o C.Ronaldo com a braçadeira de capitão no sabado. Há algo ali que não bate certo.

o que me deixa perplexo na campanha da Bola é que o CR nem me parece necessitar dessa ajuda: foi campeão inglês, ganhou a Liga dos Campeões, foi o melhor marcador nas duas competições.

Isto num ano em que os principais rivais estiveram relativamente apagados: o Barça do Messi fez uma época mediocre, já para não falar no Milan do Kaka.

Da forma como eu vejo as coisas, não há maneira de o CR não ser jogador do ano, este ano.

Por isso, isto não pode ser senão uma jogada de marketing da bola para, no dia em que for anunciada o titulo de melhor jogador, a bola dizer "Conseguimos!" (quando a verdade é que a Bola não vai ter nada a ver com o assunto).

 
At 10/13/2008 10:44 da manhã, Blogger Harry Lime said...

Não posso deixar de subscrever as opiniões do Indio acerca do Vinnie Jones.

 
At 10/13/2008 10:54 da manhã, Blogger Harry Lime said...

E tambem não posso deixar de subscrever as opiniões do D`Arcy acerca da nossa selecção. É triste dizer isto mas o Scolari apesar das paranoias conseguia resultados.

Ontem, o Queiroz conseguiu, a partir de determinada altura, por em campo um 4-6-0 com o Ronaldo no centro (onde ele não jogas nada!!).

Entretanto, deixou no banco o jogador portugues mais porreiro da actualidade (com excepção do Deco): Dany, o sovietico (Danny Le Rouge?).

Na ausencia do Deco, o meio campo deve ser do Dany e não do Moutinho, que aparentemente não tem poder para jogar um jogo mais fisico (e queria o gajo ir jogar para Inglaterra, o gajo que fique no sporting).

 
At 10/13/2008 12:05 da tarde, Blogger Harry Lime said...

Afinal estou a falar de canções ligeiras ou do Cristiano Ronaldo?

Estás a falar de ambos!

 
At 10/13/2008 1:32 da tarde, Anonymous Índio Ruço said...

Harry tens razão quanto ao Danny Le Rouge, ele merecia ter jogado e é de longe o jogador em melhor forma, melhor do que o Ronaldo, é objectivo e não perde tempo com as fintinhas.
Alem disso tem um ar de "desperado", de herói de fronteira, famélico mas sempre pronto para a acção. O que se pode esperar de um tipo que nasceu na Venezuela, com sangue portugues e a jogar na Rússia??!!Mucho vodka nas veias, coño!!

 
At 10/13/2008 1:35 da tarde, Anonymous Índio Ruço said...

Se visse o Danny le Rouge à noite e ele me viesse falar, tenho a certeza que lhe dava com um pau, o gajo parece uma alma penada! Parece o Rasputine ou o raio que o parta!!
Faz medo, coño!!

 
At 10/13/2008 1:41 da tarde, Anonymous Índio Ruço said...

Bem agora que acabei de ver o vídeo da Ronalda, tiro tudo o que disse sobre o Danny Le Rouge. espero que ele me perdoe.

 
At 10/13/2008 1:41 da tarde, Blogger D'Arcy said...

O Danny é uma espécie de sósia do Pedro Mendes, que está agora no Rangers.

 
At 10/13/2008 4:24 da tarde, Anonymous Índio Ruço said...

Tens razão!! Fónix tens cá um olho... mesmo assim acho o Danny um pouco mais assustador.Claro as russas tambem não devem ajudar muito...
São tímidos, humildes e bons jogadores(embora não saiba como o Mendes ande a jogar ultimamente).

 
At 10/13/2008 4:38 da tarde, Anonymous Índio Ruço said...

Se o Queiroz fosse um verdadeiro treinador teria um plano B preparado caso o jogo com os Albaneses dê para o torto.Esse plano passava evidentemente pela utilização do Danny Le Rouge, mas de uma forma que fizesse realmente mossa no espirito dos albaneses. Se o jogo não atasse nem desatasse e os tipos estivessem a ser perigosos ou casmurros, fazia-se a substituição do Moutinho ou Ronaldo pelo Danny, e no preciso momento em que o Le Rouge se preparasse para entrar campo que alguem apagasse as luzes do Estádio, os albaneses ao verem o espectro do Danny Le Rouge em noite de lua cheia e com o luar a incidir-lhe na facies junto à linha lateral começavam a correr pedreira acima a pensar que o camarada "Enver Hoxha" tinha voltado do além!!
Mas o bluff pomposo não consegue discorrer nada, caraças. É só bazófia.

 
At 10/13/2008 5:10 da tarde, Blogger D'Arcy said...

O Pedro Mendes é titular no Rangers, e anda a jogar bastante bem. Claro que estamos a falar do campeonato escocês, onde até o Cadete foi uma estrela, e cuja selecção tem avançados deste calibre, mas ainda assim o Mendes tem estado em bom nível (até marcou há tempos um dos golos na vitória do Rangers sobre o Celtic).

 
At 10/13/2008 5:37 da tarde, Anonymous Índio Ruço said...

Estou a ver:)))...mas o golo dele é um bom golo em qualquer lado.

Gostava era de ver o golo do Katso contra a Moldavia, dizem que foi um golão...infelizmente no youtube o video já não esta disponivel por causa dos direitos, blablabla...

 
At 10/13/2008 6:50 da tarde, Blogger John Billy said...

Índio, para caso estava a ver o jogo pela net (tinha apostado 30€ pela Grécia) e foi uma bomba do meia da rua! Impressionante. Não sabia que o katsouranis tinha um chutão daqueles!

 
At 10/13/2008 7:14 da tarde, Anonymous Índio Ruço said...

Pois, nem eu... pelo menos nos ultimos tempos!!! eu na minha busca pela já tinha lido que tinha sido um grande pontapé de fora da área. É um grande jogador, quando está motivado..ui!
Quando as coisas não lhe correm de feição é mula...e retorcido.
Espero que o Quique comece a conhecê-lo melhor e tambem aproveite o seu jogo de cabeça que é outro trunfo do grego.

Olha Johnny foi tambem a forma como o Grego se redimiu da tua ida a Leixões e sabendo da tua aposta resolveu brilhar e recompensar-te.:)) Manitu não dorme.

 
At 10/13/2008 9:36 da tarde, Blogger John Billy said...

http://www.youtube.com/watch?v=9gnfUmeIpjU
Olha, já há link!
É realmente um golaço.

 
At 10/14/2008 8:45 da manhã, Anonymous Índio Ruço said...

Grande golo!! Temos homem.

 
At 10/14/2008 7:20 da tarde, Anonymous Índio Ruço said...

Hoje soube quão baixo me situo na mente de certas pessoas.As gajas da Cofidis chamaram-me um activo tóxico e as da GE Capital um caloteiro de Wall Street.Isto tudo por eu tentar renegociar a dívida...isto tem a mão invisivel da Komissarienen Paula, a vaca.
Coño, nunca mais joga o Benfica.

 
At 10/15/2008 10:02 da manhã, Anonymous Índio Ruço said...

Mensagem subliminar.
A Albânia é o País das Águias.

 
At 10/15/2008 5:21 da tarde, Anonymous Índio Ruço said...

Acabei de constatar que sou o maior contribuinte líquido para um post que se intitula "imbecilidades", será que isto diz tudo sobre mim? Ou estarei a ser imbecil?

 
At 10/15/2008 9:51 da tarde, Anonymous Filipe said...

heheh, és tramado Indio. :D

 
At 10/15/2008 11:26 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Ninguém é mais imbecil do que o bluff pomposo.

 
At 10/16/2008 7:54 da manhã, Anonymous Índio Ruço said...

Obrigado D'Arcy.

 

Enviar um comentário

<< Home