segunda-feira, agosto 25, 2008

Desilusão

Mais uma época, e mais um início de campeonato com o pé esquerdo, para não variar. E nem sequer vou dizer que estou particularmente surpreendido, porque regra geral estou sempre à espera de uma coisa destas. Já estou farto de ver qualquer equipazita atirar onze troncos para dentro do campo, a chutarem bolas para onde estão virados, e a comerem a relva com o único objectivo de sacarem um empate que aparentemente valerá muitas vezes o seu peso em ouro, e depois os nossos jogadores, cujos ordenados de um mês pagariam o orçamento da época inteira dos referidos troncos, não serem capazes de ultrapassar este obstáculo.

É evidente que há melhorias. O Benfica ontem, do primeiro ao último minuto, procurou sempre jogar futebol. Nunca pareceu ser uma equipa perdida em campo, mostrou sempre ter um rumo definido, e nunca optou pelo irritante chutão dos defesas centrais directamente para a frente, táctica a que nos habituámos nos últimos anos. Houve sempre a preocupação de jogar pelos flancos, procurar a linha e centrar (mesmo que depois 90% dos centros fossem feitos para cima do guarda-redes adversário). Mas caramba, isso serve-me de pouco consolo. O Benfica precisa é de ganhar, nem que seja com o chutão para a frente.

Nunca pensei vir a dizer isto, mas fiquei lixado com a saída do Carlos Martins a meio da primeira parte (se ele continua com o velho hábito de se lesionar semana sim, semana não estamos tramados). Até porque a dupla Bastos/Yebda no centro não é propriamente prendada no capítulo do passe - têm outros méritos, mas a distribuição de jogo definitivamente não é um deles. O Aimar continua a não me convencer naquela posição de segundo avançado, porque pura e simplesmente desaparece do campo. Eu não vi o início do jogo, e durante a primeira parte cheguei a pensar se o Aimar estaria a jogar ou não, porque não o via intervir em qualquer jogada. Quando, na segunda parte, ele se foi encostar ao lado esquerdo passou a estar muito mais em jogo.

Com 0-0 ao intervalo, sendo que as maiores ameaças que conseguimos fazer foram na sequência de bolas paradas (uma cabeçada à trave do Yebda foi o mais próximo que estivemos de marcar), fiquei à espera do típico golpe de teatro, em que invariavelmente a equipa que quer empatar consegue colocar-se em vantagem. Num lance muito consentido por nós, isso aconteceu mesmo, tendo o adversário saltado quase à vontade na sequência de um canto, o Quim não conseguiu segurar a bola, e apesar desta ter ficado numa zona em que estavam três jogadores do Benfica, foi um jogador do Rio Ave quem conseguiu chegar primeiro e marcar. Os males só não foram maiores porque praticamente na jogada seguinte empatámos. Na sequência de mais um centro feito para cima do guarda-redes, este conseguiu afastar a bola direitinha para a cabeça do Nuno Gomes ao segundo poste, que empurrou para golo. A este golo seguiu-se aquele que terá sido o melhor período do Benfica no jogo, mas sempre sem arte nem engenho para chegarmos ao segundo golo.

Numa apreciação global, fiquei desiludido com a nossa estreia no campeonato. Era importante termos começado com uma vitória, e um empate contra uma equipa recém-promovida não é um bom cartão de apresentação. Gostei das exibições do Luisão e do Léo, mas parece-me que o problema maior está no ataque, já que revelamos sempre dificuldades em marcar golos. Os últimos passes ou toques saem mal, e há alguns posicionamentos que continuam a não me agradar: o já referido do Aimar como segundo avançado, e também o do Amorim como médio direito; pareceu-me que com a entrada do Balboa para aquele lado fomos capazes de criar muito mais perigo de uma forma consistente sempre que atacávamos por ali. Talvez com as previsíveis entradas do Reyes e do Di María na equipa isto possa sofrer alterações.

43 Comments:

At 8/25/2008 2:23 da tarde, Anonymous 1benfiquista na Inbicta said...

Em primeiro lugar espero que tenham tido umas boas férias, que estejam a ter ou que venham ainda a ter...

Não gostei nada do jogo e como diz alguém noutro blog, comparem as folhas de vencimento e vejam se o SLB não deveria ter feito melhor...

Quique é o meu treinador, a equipa vai melhorar, é melhor que no ano passado, mas falta alguma coisa...

Se mudámos treinador, jogadores e continua a mesma falta de ambição falta o quê???

Tenho saudades do SLB, poderoso e vibrante de outros tempos...e estou farto de perder. Repito, eu sou de Lx e trabalho metade da semana na Inbicta. Acreditem que agora já nem me gozam..

Vejam o caso do Real ontem.

 
At 8/25/2008 2:52 da tarde, Anonymous JFilipe said...

Eu costumo ser paciente, e mesmo nos tempos do Santos e do Camacho dava o benefício da dúvida, mas este jogo irritou-me. Nunca vi um treinador tão medricas.

O Quique começou com uma frente de ataque composta por Urreta e Cardozo! Um só extremo e um só atacante para jogar frente a uma equipa vinda da segunda divisão! Se tem medo que compre um cão.

D'Arcy só discordo da tua análise na avaliação ao Balboa. A melhoria do Benfica após a entrada do Nuno Gomes teve sobretudo a ver com o Urreta ficar mais solto e com o reposicionamento do Aimar. Com a troca do Urreta pelo Balboa o jogo acalmou novamente no que se refere a lances de perigo (embora se corresse mais) e só nos descontos criámos uma verdadeira oportunidade de golo.

Confesso que não percebi a substituição, justificava-se a entrada do Balboa mas mantendo o Urreta em campo (tirando por exemplo o Bastos que é mauzinho). Essa substituição foi de uma falta de tomates atroz.

É a primeira vez que fico desmotivado com um treinador logo no primeiro jogo a sério. Não foi o resultado que me incomodou, foi a excessiva cautela do treinador.

 
At 8/25/2008 3:14 da tarde, Anonymous Filipe said...

Por alturas da Eusébio cup fiz este comentário:

"Minha primeira crítica a Quique:

Veio para o Benfica com uma táctica na cabeça, o que não é correcto. Ele deve observar quais os jogadores que tem, ver os que estão em melhor forma e lhe dão mais garantias e definir a táctica em função disso mesmo. Neste momento o seu 4-4-2 levanta-me dúvidas, pois à direita duvido muito da capacidade ofensiva da dupla Amorim/Maxi. Também tenho dúvidas que Carlos Martins e um trinco sejam suficientes para a batalha de meio campo, pois desconfio da capacidade de recuperar bolas do Martins... A posição do Aimar também não me está a agradar."

Acho que é muita burrice um treinador ser o último a ver algo que já muita gente tinha visto. Aimar ao lado de Cardozo? Amorim à direita? O onze inicial até podia ser aquele, mas num 4-3-3 com Aimar e Urreta soltos na frente de ataque, com liberdade total e com Amorim na posição que sempre jogou! As tácticas usam-se para potenciar os melhores jogadores, aqueles que estão em melhor forma e não para os prender em posições que não rendem.

Para o Porto teremos Reyes e Di Maria à disposição...estou para ver se o Quique vai continuar a inventar. E que esqueça o 4-4-2 clássico!! Está longe de ser a melhor táctica!

Ou então que se lixe, que use o 4-4-2 clássico. Ponha o Aimar e o Martins no banco e ponha dois médios defensivos dois extremos e dois avançados, sem invenções que disso já estou farto!!

 
At 8/25/2008 4:07 da tarde, Blogger Tiago said...

Todas as épocas temos os nossos "alvos": o D'arcy já teve o Fernando Santos, depois o Nuno Gomes, o Luís Filipe. Mas há também os protegidos, como o Cardozo. E eu que este ano já tenho o "alvo": Jorge Ribeiro, não consigo esquecer o do ano passado: O Cardozo! Continua lento, pesado, sem sentido posicional, sem inteligência para levar centrais atrás no sentido contrário da entrada, por exemplo do Aimar na 1ª parte! COntinua a ser uma nulidade, um elemento a menos em campo. Ah mas marca 20 golos e tal.. Pois. O Pauleta também tem cento e tal na selecção mas contam-se pelos dedos das mãos os que foram importantes, os que deram vitórias dificeis! O Cardozo é igual. Sem dúvida o pior jogador do Benfica (não considerando o irmão do caniche:))Acredito que ele possa a vir a ser qq coisa, mas tem que se esforçar mais: aquele passe do aimar na segunda parte, para a zona do ponta de lança o sr. cardozo simplesmente não acompanhou o ataque! Porra! É demais! Mas D'arcy sendo esse o teu protegido, vamos discutindo outros assuntos.
Em relação ao jogo: irritou-me especialmente a quantidade exagerada de passes falhados.

 
At 8/25/2008 4:18 da tarde, Anonymous Hattori Hanzo said...

Ao contrário dos comentários aqui expressos não penso que tenha sido assim tão mau. Claro que nunca é bom começar com um empate ... no entanto é preciso dar tempo ao tempo deixár a equipa crescer, e o que é certo é que como D'arcy refere procurámos jogar futebol (se bem que tudo muito lento e denunciado ainda), o que já é algo de novo em relação aos últimos anos. Também é verdade que dos presumiveis desiquilibradores da equipa só jogou um e mesmo esse teve uma parte numa posição onde praticamente não existe. É preciso dar agora tempo ao tempo, se a equipa não tiver melhorias até ao Natal, aí sim começa a ser preocupante. Quanto às exibições gostei da do Yebda essencialmente, a demonstrar que não se deverá sentir a venda do Petit. De facto a equipa sentiu a falta do Carlos Martins (parece que vou ter de engolir um sapo, pois sempre pensei na sua contrataçao como o nosso erro este ano do defeso), uma vez que Fellipe Bastos ainda é muito novo para se lhe dar aquela importância no transporte da equipa para a frente. Por último também acho que Balboa deveria ter entrado mais cedo pois tentou sempre desiquilibrar (se calhar o melhor era quando Carlos Martins saiu ter colocado logo aí ele e pôr Ruben Amorim na sua verdadeira posição).

 
At 8/25/2008 4:23 da tarde, Anonymous JFilipe said...

Tiago, eu até nem sou fã do Cardozo mas até à entrada do Nuno Gomes taparam-lhe sempre as hipóteses de usar aquilo em que é temível (o remate com o pé esquerdo). O Cardozo pode ser mortífero se tiver quem se movimente e lhe abra espaços.

Teve de facto uma jogada caricata, quando a bola vai ter com ele e manda na direcção contrária à da baliza (ui se fosse o Nuno Gomes) mas quanto a mim foi dos que mais sofreu com a falta de homens na frente face a uma equipa que defendia com tudo o que tinha.

Eu até percebo que o nosso campeonato possa surpreender alguém vindo de Espanha, onde não se jogo com 9 homens à frente da baliza e um sozinho lá na frente. Mas se o Quique é tão estudioso da bola como dizem, devia ter visto os nossos jogos da época passada, é que o Rio Ave fez o jogo típico dos clubes da nossa liga face ao Benfica.

 
At 8/25/2008 5:31 da tarde, Anonymous Filipe said...

Oh jFilipe, o Quique devia era ter visto os videos do Aimar e do Amorim na pré-época do Benfica...sempre gostava de saber em que jogos é que o Quique acha que estes dois jogadores estiveram bem nas suas "novas funções".
E depois quando o Martins saiu, a equipa não estava bem e ele teve a possibilidade de alterar as coisas logo ali. Era obrigado a substituir, passava o Amorim para o meio e entrava logo o Balboa! Qual quê? Vamos mas é dar 45 minutos de avanço aos gajos...

 
At 8/25/2008 5:32 da tarde, Anonymous Filipe said...

Esperava outra coisa de um estudioso da bola...

 
At 8/25/2008 6:24 da tarde, Anonymous Índio Nelson said...

É frustrante mas é normal. O tempo de construção de uma equipa de futebol não se coaduna com o "tempo" mediático (curiosamente o filtro que muitos ainda usam) nem pelo relógio dos nossos anseios.É preciso perceber e contextualizar de onde se veio e como se chegou até aqui, milagres não existem e ainda é preciso muito trabalho.Ainda estou confiante e, repito, o Benfica para mim não parte como o favorito mas claro que o seu objectivo tem que ser a conquista do Campeonato, nem pode ser o contrário.
Apesar de ter visto o jogo aos repelões concordo como é habitual que o D'Arcy fez lucidamente o resumo do jogo e até o habitual clima psicológico da "reentré".

De notar que a arbitragem continua sem alterações sendo que o erro grosseiro de Alvalade não foi a parte visivel da tendência anterior.Foi sim o autêntico roubo que foi a expulsão do jogador do Belenenses num lance de teatro inventado pelo jogador do Porto a que o arbitro aquiesceu de imediato, já que o Belenenses se estava a tornar perigoso e esteve mesmo à beira de marcar. A outra foi o Lucílio no jogo do Braga que rouba descaradamente um penalty ao P.Ferreira. O ticket desta época é claramente Porto e Braga por razões obvias. Mas como o Sporting a par do Porto beneficiam do controle da comunicação social "desportiva" raramente estes casos são falados, ou então aproveita-se o erro grosseiro de Alvalade que o arbitro já reconheceu para tapar os outros que foram muito mais graves.O desporto da RTP continua a ser um franchising da Olivedesportos/Sportv e os "nossos" comentadores nas TV's são totalmente ineficazes e balofos porque seguem o script dos programas em que participam e a agenda dos jornais em vez de verem e pensarem pela sua própria cabeça.

Costa tens que por a faca nos dentes pá!

 
At 8/25/2008 7:12 da tarde, Anonymous JFilipe said...

Isso do tempo de construção de uma equipa não tem nada a ver com o que se passou. Não é o resultado que está em causa.

O que está em causa é num jogo
em que se tem que jogar para ganhar (equipa recém-promovida) entrar em campo com um ataque que consistia num ponta de lança e num extremo. Se no início ainda se disfarçou um bocado, pois o Martins chuta de longe, depois dele sair nem isso tivemos e fomos quase inofensivos até entrar o Nuno Gomes.

O Quique teve medo e encolheu-se com o Rio Ave, e isso assusta-me.

 
At 8/25/2008 8:04 da tarde, Anonymous Anónimo said...

o meus amigos é mais do mesmo!!1
muda a epoca mas o disco continua o mesmo

 
At 8/25/2008 8:04 da tarde, Anonymous Anónimo said...

o meus amigos é mais do mesmo!!1
muda a epoca mas o disco continua o mesmo

 
At 8/25/2008 8:04 da tarde, Anonymous Anónimo said...

o meus amigos é mais do mesmo!!1
muda a epoca mas o disco continua o mesmo

 
At 8/25/2008 8:06 da tarde, Anonymous Anónimo said...

quique tem que ser despedidi já
o ano passado o fernando santos por empatar na primeira jornada com uma equipa recem promovida tambem foi despedido
haja coerençia

 
At 8/25/2008 8:06 da tarde, Anonymous Anónimo said...

quique tem que ser despedidi já
o ano passado o fernando santos por empatar na primeira jornada com uma equipa recem promovida tambem foi despedido
haja coerençia

 
At 8/25/2008 8:26 da tarde, Blogger John Billy said...

O melhor comentário do dia é o do Tiago com toda a certeza!
Conseguiste descobrir que o Cardozo é um jogador a menos. Que marcar 20 e tal golos não quer dizer nada. Que não marca em jogos decisivos (assim de cabeça lembro-me em Alvalade, em Guimarães, na Ucránia, na Alemanha, contra o Celtic...).
Só falta dizer que empatamos ontem por culpa dele!
Já estou a ver. Bons são o Nuno Gomes e o Mantorras!

 
At 8/25/2008 9:28 da tarde, Anonymous Filipe said...

Concordo com o jfilipe, Índio, pois não se está a discutir o tempo que demora a preparar uma equipa, a criar automatismos..isso leva o seu tempo, claro. Mas o que se passou neste jogo, não teve nada a ver com isso, o que se passou foi que demos 45 minutos de avanço ao adversário por causa de umas "idiotices" tácticas.. Com este mesmo onze que entrou, mas com os jogadores nas suas posições naturais teríamos feito um pouco melhor!
Não estou a pedir a cabeça do Quique, o rapaz tem valor e merece o benefício da dúvida, espere é que reconsidere o seu modelo de jogo!

 
At 8/26/2008 7:55 da manhã, Anonymous Índio Nelson said...

Felipes, à segunda feira eu tambem ganho todos os jogos, todos.
Uma equipa tem mil e um pormenores e motivos para não funcionar e neste momento é prematuro dizer que é disto ou daquilo. Bastava aquela "perdida" do Aimar no fim entrar para se ter outra perspectiva totalmente diferente do jogo.
E sim todo o treinador tem uma equipa na cabeça, e é essa que ele quer por a funcionar. Porquê a insistencia do Inter no Quaresma com um plantel daqueles? ou do Chelsea em Robinho?
Não estou a defender o treinador estou a ser realista.

 
At 8/26/2008 8:48 da manhã, Anonymous JFilipe said...

Índio, o problema é que eu não vou fazer 600 km para ver os jogos com um treinador que não joga ao ataque. E não tem que ver com resultados, o ano passado quase nunca gánhamos em casa e mesmo assim fui ver uns quantos.

Agora se o esquema táctico do Quique é este fico em casa. Tudo concentrado no meio campo, e depois à espera que haja uma jogada individual que resolva o jogo, não obrigado. Começo a perceber a insistência em Luís Garcia e os zunzuns sobre a venda do Cardozo. Este esquema só funciona com outro tipo de avançado.

 
At 8/26/2008 10:18 da manhã, Anonymous JFilipe said...

Já agora...

Quando acabou o jogo do Rio Ave um andrade perguntou-me se eu tinha gostado do nosso novo lateral direito. Eu pensei que ele estava a gozar, afinal trata-se de um antigo jogador nosso que dispensámos. Hoje vem nos jornais que o Benfica está interessado nele embora não seja primeira opção.

Que raio, como é que os andrades sabem destas coisas antes dos adeptos?

 
At 8/26/2008 11:29 da manhã, Anonymous john billy said...

JFilipe, isto de jogar a defesa ou ao ataque é muito relativo.
O que queremos mesmo é ganhar.
Muitas vezes o problema não é jogar com 1 avançado ou com 3. O problema é a atitude dos jogadores. Podem ser melhores que os do Rio Ave mas se quiserem ganhar têm que correr tanto ou mais do que eles. Não podemos estar a espera que surge um golo.

 
At 8/26/2008 11:50 da manhã, Blogger Tiago said...

Jonh Billy:

A certa altura do meu comentário disse: "Ah mas marca 20 golos e tal.. Pois. O Pauleta também tem cento e tal na selecção mas contam-se pelos dedos das mãos os que foram importantes, os que deram vitórias dificeis! O Cardozo é igual."
Sei que marcou golos importantes, mas contam-se pelos dedos da mão. Até digo que ele pode ser bom, mas ao fim de um ano de actuação do menino é confragedor ver aquele senhor em campo. falta-lhe tudo: rapidez, sentido posicional, etc.Eu não o culpo, como não culpava o Beto e o L. Filipe, pois acho que os treinadores é que têm que saber os jogadores com que podem contar. Agora que para o valor pago, para o número de jogos o Cardozo deixa muito a desejar. E volto a repetir, todos temos ovelhas negras e ele é a minha. Admito que possa ser injusto e até aceito que seja dos jogadores que mais faltas sofre e que não são marcadas. Mas há infantilidades do Cardozo que me tiram do sério e não me deixam olhar para ele como um gajo que saiba o que está a fazer em campo.
Tirando isso, podes ter a certeza que o NUNO GOMES é bem mais útil ao Benfica que o Cardozo. O Nuno pelo menos sabe jogar de costas para a baliza, sabe movimentar-se na área, levando defesas atrás, and so on, and so on...
MAs o que interessa é o BENFICA
Grande Abraço

 
At 8/26/2008 12:04 da tarde, Anonymous JFilipe said...

John Billy, quando vou ao estádio gosto de ver algo que se pareça com futebol. Quando a táctica do Benfica é criar perigo só em cantos ou remates de longe do Martins não vale a pena ir ver o jogo.

Até pode funcionar, mas não tenho paciência para aquilo.

 
At 8/26/2008 1:33 da tarde, Anonymous Filipe said...

Indio,

"Felipes, à segunda feira eu tambem ganho todos os jogos, todos."

Nem sequer se põe essa questão uma vez que por alturas da eusébio cup, escrevi aqui um comentário falando exactamente dos mesmos problemas que falo agora.

"Uma equipa tem mil e um pormenores e motivos para não funcionar e neste momento é prematuro dizer que é disto ou daquilo. Bastava aquela "perdida" do Aimar no fim entrar para se ter outra perspectiva totalmente diferente do jogo."

Nem sequer estou a discutir o resultado, o meu ponto é que a melhor forma de potenciar os nossos melhores jogadores não é aquela que o Quique usa!

"E sim todo o treinador tem uma equipa na cabeça, e é essa que ele quer por a funcionar. Porquê a insistencia do Inter no Quaresma com um plantel daqueles? ou do Chelsea em Robinho?
Não estou a defender o treinador estou a ser realista."

Mal dele se não tivesse, por isso mesmo não o critiquei antes da eusébio cup. Agora um gajo não pode ser tacanho ao ponto de já sendo conhecedor dos jogadores que tem, não os enquadrar numa táctica onde rendam mais, só porque toda a vida jogou de outra forma!
O Mourinho no Porto jogava em losango, chegou ao Chelsea viu que era melhor jogar pelas alas com o cole e o roben. O treinador é quem tem de se adaptar e não o oposto.

 
At 8/26/2008 2:34 da tarde, Anonymous john billy said...

Tiago, o problema em Portugal é de não se gostar de jogadores "toscos". É por isso que já ouvi dizer que o Yebda "não presta", o Maxi "não presta" e o Cardozo "não presta". Preferimos sempre aqueles gajos que dão uns toques jeitosos na bola. Achas que é coincidência não haver pontas de lança portugueses? Não temos nenhum Van Nilsteroy, Drogba, Klose mas temos Nuno Gomes, Postiga ou Djalo. Cá para mim se houver um puto que saiba marcar golos passa logo para defesa central se não souber fazer umas bicicletas.
Dizes me que o Nuno Gomes sabe jogar de costas para a baliza, movimenta-se melhor... Até pode ser verdade mas a realidade é esta: para se ganhar jogos é preciso marcar golos e aí o Cardozo marcou mais de 20 e o Nuno Gomes marcou uns 8.
Posso estar enganado mas o Cardozo é a par do Kastouranis, o melhor jogador do Benfica. Os números não enganam.

JFilipe, no Domingo fiquei muito desiludido com a atitude dos jogadores, mas em termos tácticos não se pode apontar falta de trabalho ao Quique. Já havia algum tempo que não se via fio de jogo no Benfica.
Em relação ao espectáculo, a última maré vermelha foi no ano do Trapattoni onde tivemos estádios cheios tanto em casa como fora. Além dos estádios cheios, também tivemos o pior futebol que me lembro de ver. Isto só vem confirmar que o que queremos é mesmo ganhar e festejar títulos. Se houver bom futebol melhor.

 
At 8/26/2008 3:19 da tarde, Anonymous JFilipe said...

Não é verdade que não se apreciem pontas de lança toscos no Benfica. O Maniche foi um dos avançados mais populares do Benfica, o Magnusson também não era nenhum portento de técnica.

Para mim fio de jogo traduz-se em movimentos ofensivos, e isso não tivémos. O fio de jogo tem que ser orientado para a baliza adversária, não para o chutão do Carlos Martins de longe. Tacticamente o Benfica não existiu, o que houve foi um grupo de jogadores que encheram posições no terreno e raramente procuraram o golo como equipa.

 
At 8/26/2008 5:27 da tarde, Blogger Pedro said...

Só uma correcção, o chutão do Carlos Martins foi um recurso, uma forma de romper a defesa adversária, não foi a táctica ensaiada...

O Benfica não estava a jogar para o chutão do Carlos Martins..

 
At 8/26/2008 6:04 da tarde, Anonymous Índio Nelson said...

Filipe, para se "rotinizar" uma equipa e mesmo criar planos alternativos de jogo é preciso tempo. Não acredites que ele não vê o que tu vês. A questão do Benfica é sobretudo de eficácia.

O Mourinho jogou os dois primeiros anos no Chelsea em 4x3x3, a principio até com um jogador que eu gostava muito o Duff na terceira quando tentou o 4x4x2 para integrar o Sheva e o Ballack (necessidade de conquistar a Champions)deu com os burrinhos na água...

 
At 8/26/2008 6:35 da tarde, Anonymous Índio Ruço said...

A ser verdade que o Nelson vai sair para o Bétis só lhe posso desejar a maior sorte do mundo e esperar que não acabe como o seu homónimo inglês que não longe dessa "ciudad muy hermosa" perdeu a vida numa grande batalha.
Tenho a certeza de que vales muito mais do que muitos pensam e que tão bem demonstraste no primeiro ano.
Que cortes muitas orelhas e rabos bravo guerreiro.

 
At 8/26/2008 7:46 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Eu acho que foi asneira, mas pronto. O Nélson é mais um daqueles que não caiu no goto de parte da massa associativa, e assim era difícil. Eu tenho a certeza que o Nélson vale muito mais do que pensam, e espero que o demonstre na liga espanhola.

 
At 8/26/2008 9:03 da tarde, Anonymous Filipe said...

"Filipe, para se "rotinizar" uma equipa e mesmo criar planos alternativos de jogo é preciso tempo."

Claro que é! Agora, ele pode ter todo o tempo do mundo, que nunca conseguirá fazer a dupla Maxi/Amorim criar grandes desequilíbrios na frente, nem nunca tirará o máximo rendimento do Aimar na posição que está a ocupar. Isto é certinho...

"Não acredites que ele não vê o que tu vês. A questão do Benfica é sobretudo de eficácia."

Acho que na primeira parte o que falhou não foi eficácia, foi sim criar jogadas de perigo. Em jogadas de ataque combinado não fizemos nada! Não houve tabelinhas, triangulações..nada...Acho que isso se deveu, não só à falta do Reyes e do Di Maria, mas também ao erro táctico do Quique.

 
At 8/26/2008 9:11 da tarde, Anonymous Anónimo said...

caro amigo indio..........
o sr aprenda a ver futebol pois ja provou que de futebol nada perçebe
é um leigo
falou na arbitragem,eu acho ,e é a realidade que nao foi por o arbitro que o benfica empatou .
temos que saber ver com olhos de ver e nao com clubites.....
quando diz que foi uma vergonha a expulsao do jogado do belenenses,eu pergunto lhe uma coisa:só viu esse lançe???????
nao viu o fora de jogo escandaloso marcado ao porto onde o sapunaru sofreu penalti nitido????!
vamos ser coerentes e honestos e sinceros conosco mesmo
o problema do benfica nao é as arbitragens

 
At 8/26/2008 9:16 da tarde, Anonymous Filipe said...

Embora as arbitragens tivessem feito parte da solução para o FCP durante muitos anos... :D

 
At 8/27/2008 12:46 da manhã, Blogger Avô Maltine said...

Trailer da nova temporada do popular Reality Show "Filhos da Fruta" :

http://www.youtube.com/watch?v=BndylvxrvYE

Num relvado perto de si.

 
At 8/27/2008 5:10 da tarde, Anonymous JFilipe said...

Caramba, acusar alguém de não "perçeber" só podia ser de andrade.

O nível sistémico dos árbitros pode ser avaliado comparando as médias de pontos de Benfica nos jogos que eles arbitram e comparando com a média global do clube. Este fim de semana temos o campeão do sistema na Luz.

Trata-se de um gajo que já conseguiu dar amarelo ao Di Maria por simulação numa jogada em que o Fucile lhe cai em cima do tornozelo.

O que vale é que o Di Maria, com as ganas que traz da China, resolve logo o jogo nos primeiros 15 minutos.

 
At 8/27/2008 5:35 da tarde, Blogger micaela said...

este sabado ira correr melhor... temos que acreditar

 
At 8/27/2008 7:12 da tarde, Anonymous Índio Ruço said...

Tenho a impressão que este anonimo tem uma costela turca... o resto são sicilianas :)))

 
At 8/27/2008 9:02 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

 
At 8/27/2008 9:11 da tarde, Anonymous Filipe said...

Obrigado pela importância que nos dás anónimo!Para frustrados, não está mau... :D

 
At 8/27/2008 10:13 da tarde, Anonymous JFilipe said...

Eu não acredito que o anonymous seja genuíno. Aqueles "ç" estrategicamente colocados, os "nb". Para ser tão bronco é preciso esforço.

 
At 8/28/2008 2:34 da manhã, Anonymous Bebedolas da Silva Ferreira said...

O melhor do Benfica foi o Paiva, grande Perú, perdão, grande assistência para o Nuno Gomes.

 
At 8/28/2008 12:36 da tarde, Anonymous Índio Ruço said...

Não conheço a totalidade das declarações do Cajuda sobre a arbitragem do jogo, mas as que são passadas nos media levam-me a dizer que são declarações destas que fazem que por cá se perpetue a iniquidade na arbitragem.Não está em causa o "roubo" a que foi sujeito, o que está em causa é que por mero cálculo e chico espertice à custa desse roubo tente branquear os roubos internos para colher futuros benefícios, ou para pagar passados.

Ontem o Sporting foi vulgarizado pelo R.Madrid,este jogo demonstrou a diferença competitiva e de ritmo entre as duas Ligas. Dificilmente os quatro primeiros classificados da nossa Liga lutariam pela UEFA em Espanha.
No entanto os cumentadores da TVI ainda conseguiram que o Sporting ganhasse uma das partes, "ganhou 2-0" na segunda parte dizia um deles todo ufano. Coitado não percebeu nada do que viu e não resistiu à habitual "manipulação" jornalistica tão do agrado dos jornalistas portugueses. Ao longo de todo o jogo foi um manancial de regras de auto-censura por parte dos comentadores residentes.Sendo um deles o Sobral que já tem poiso certo, parece-me que o outro tem capacidade para apresentar o melhor programa de ficção da TV portuguesa, o Jornal Nacional.

 
At 8/28/2008 3:15 da tarde, Anonymous Filipe said...

Uma msg para o Quique em vésperas da recepção ao Porto:

Deixa jogar o Aimar! :D

 

Enviar um comentário

<< Home