sexta-feira, setembro 12, 2008

O meu onze ideal (VIII)

A pedido do Índio (isto é uma vez sem exemplo, que neste blog não se fazem posts a la carte ;)), regresso à série de posts sobre o meu onze ideal do Benfica, constituído por jogadores que eu tive a oportunidade e a sorte de ver jogar. Só para recordar, e uma vez que eu já não tocava neste assunto há muito tempo, os jogadores que escolhi até agora foram: Preud'Homme, Miguel, Ricardo Gomes, Mozer e Schwarz; Thern e Valdo. Chegou a vez de escolher o médio direito.


Médio direito

Vítor Paneira


Começo por dizer que foi um bocado difícil deixar de fora o Poborsky, já que ele foi também um dos melhores que vi jogar nesta posição, ainda por cima numa altura em que a qualidade não abundava nos plantéis do Benfica. Mas a minha escolha seria sempre o Vítor Paneira. Foi praticamente um caso de amor à primeira vista. Apareceu no plantel de 1988/89, completamente desconhecido, vindo do Vizela. E surpreendeu logo pelo à vontade com que vestiu a nossa camisola, como se fosse aquele o seu lugar natural. As primeiras recordações que tenho dele são de um torneio da pré-época (salvo o erro, foi o Torneio de Amsterdão). Este era daqueles que não enganavam: bastou ver alguns minutos desse torneio para se perceber que o Benfica tinha descoberto uma pérola. E o resto da época veio confirmá-lo, pois foi titular em quase todos os jogos, e em menos de dois meses estava a estrear-se na Selecção Nacional. Um prazer particular para os benfiquistas terá sido o facto do Porco da Bosta, inchado depois de um campeonato ganho com uma vantagem enorme na época anterior, ter no início da nova época gozado com esta contratação do Benfica.

Foram muitos os momentos altos que o Vítor Paneira nos proporcionou. O Eriksson tentou convertê-lo a lateral-direito, insistindo que se ele quisesse poderia ser o melhor europeu naquela posição (lembro-me de o ver jogar nessa posição contra o Barcelona na Luz, para a Champions, e com o Stoichkov à frente aquilo foi complicado). Mas ele preferiu manter-se mais adiantado, e foi nessa posição que brilhou. Podia escolher vários momentos altos, como os dois golos à Juventus, mas para mim o melhor jogo que o vi fazer foi no 6-3 de Alvalade. Foi uma exibição quase perfeita, que foi ofuscada pela performance extra-terrestre do JVP (A Bola deu-lhe um 9, coisa raríssima), e onde ele fez duas assistências, e esfrangalhou por completo o lado esquerdo da lagartagem, ajudado ainda pelas decisões brilhantes do nosso actual seleccionador nacional, na altura no banco lagarto.

Mal atravessada ficou-me sempre a sua saída do Benfica, aos 28 anos, e numa altura em que era o capitão de equipa, tendo sucedido ao Veloso. Talvez o facto de se ter insurgido publicamente contra as declarações do Artur Jorge, que disse que o Benfica tinha que jogar mais 'à Porto', tenha selado o seu destino. Sempre pensei que ele ainda teria muito a dar ao Benfica (ainda foi ao Europeu de 96 pelo Guimarães). Ainda assim, nunca lhe ouvi qualquer crítica ao Benfica desde que saíu. Já não posso no entanto louvar-lhe os méritos de comentador no canal Oliveirinha, porque sempre que o ouvi por lá fiquei com a sensação de que ele estava a esforçar-se demasiado para mostrar que não era era tendencioso pelo Benfica, e acabava sempre por debitar algumas barbaridades de deixar os cabelos em pé. Paneira, os outros que por lá andam não me parecem ter problemas nenhuns em mostrar as cores que apoiam...

22 Comments:

At 9/12/2008 11:31 da tarde, Blogger Rocha said...

Caro D'Arcy

Costumo passar pelo teu blogue várias vezes, e esta é a primeira vez que comento.
Tudo por causa do jogador em causa. Tenho para mim, dois jogadores de infância que sempre me marcaram mais: Diamantino e Paneira.
Até hoje, penso que o que o Benfica fez ao dispensá-lo foi do mais baixo e estúpido que me lembre.

Saudações bem vermelhas

Ricardo Rocha

 
At 9/12/2008 11:34 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Também são dois dos jogadores que mais me marcaram no Benfica, aos quais junto o Nené.

P.S.- Gosto bastante da foto do teu perfil (ou não gostasse eu de DCD :))

 
At 9/12/2008 11:40 da tarde, Blogger Rocha said...

Vejo que além do bom gosto clubístico, tens bom gosto musical.

Cumps

Ricardo Rocha

 
At 9/13/2008 8:39 da manhã, Anonymous Índio Ruço said...

Foi só uma ideia, já que no conteudo editorial e na orientação clubistica do blog não me imiscuo:)))

Bem , o Paneira alem do grande ( e inteligente) jogador que foi era um jogador com aquela fibra à Benfica. Era incansável e nunca dava um jogo por perdido, era um lutador, um guerreiro dos pés à cabeça.Psicologicamente era muito forte.Tecnicamente foi do melhor que vi, porque tudo o que fazia tinha intenção e não era inconsequente, as combinações, os centros, aquilo tinha tudo assinatura/certificado de qualidade.Um bravo!!

Realmente é pena que a grandeza do Benfica não se estenda por vezes à gratidão com que trata os jogadores
que tudo deram com a sua camisola.
Faz-me ficar triste, e são muitos os casos.
Agora fala-se de um que envolve o Coluna (para mim o eterno capitão do Benfica)que não sei até que ponto é verdade, mas se para o Benfica apoiar algum evento que envolva o Coluna ou o seu nome, é preciso que se mendigue, ou qualquer outro formalismo anedótico menos digno, é preciso dizer com todas as letras O BENFICA NÃO É ISTO!!

 
At 9/13/2008 12:02 da tarde, Blogger Rocha said...

Lembro-me de um jogo da selecção, se não me engano nas Antas, em que ganhámos 2-0 à Holanda com 2 centros iguais do Paneira para a cabeça do Rui Águas.

Em relação ao Poborski, podia até ter mais técnica, mas em termos de regularidade ficava na minha opinião bem atrás.

Cumprimentos,

Ricardo Rocha

 
At 9/13/2008 11:00 da tarde, Anonymous Ubualdo Chóriça said...

De facto, um dos jogadores que não engana(va)m. Tenho umas saudades do caraças deste tipo... O seu abandono forçado da Luz é uma das razões por que nutro verdadeiro desprezo pelo fdp do palerma do Artur Jorge (cabrão de merda!)

Por outro lado, desculpa lá contradizer-te, D'Arcy, mas creio que no inesquecível 3-6 de Alvalade o JVP teve nota 10 d'A Bola. Foi até a única vez, creio, que atribuiu a nota máxima

 
At 9/14/2008 1:48 da manhã, Blogger D'Arcy said...

Ubualdo, eu sei que o JVP teve um 10 d'A Bola no 3-6 de Alvalade (que continua, de facto, a ser a única vez que tal aconteceu). Quem recebeu um 9 no mesmo jogo foi o Paneira :)

 
At 9/14/2008 2:58 da manhã, Anonymous Ubualdo Chóriça said...

Aaaaah, bem!
Assim, confere :)!

 
At 9/14/2008 1:12 da tarde, Anonymous Hattori Hanzo said...

Preferia o Poborski, que penso ter sido melhor jogador do que Paneira (que não esqueço ter sido dos melhores jogadores do Benfica que eu vi a centrar). No entanto compreendo ter sido antes escolhido o Paneira pela importância que teve no clube. Infelizmente foi expulso por um sr. que me recuso a dizer o nome em conjunto com outros jogadores como isaias e era o inicio da depressão do nosso clube. Ainda fez boas épocas no Guimarães e felizmente para a sua imagem no clube recusa ainda o "ataque" de Pinto da Costa para ingressar no Porto. Se calhar também por isso tem feito a sua carreira como treinador nas divisões secundárias e nunca conseguiu chegar à primeira divisão apesar de fazer resultados razoáveis nos clubes que tem treinado. Tivesse acabado a carreira no Porto e estaria a treinar clubes da 1ª (basta ver alguns exemplos como J. Costa ou Domingos para ver como hj em dia isso também tem im.portância no nosso futebol)

 
At 9/15/2008 9:20 da tarde, Anonymous 1benfiquista na Inbicta said...

D'Arcy

Continuarias a seleccionar o Miguel a lateral direito se fizesses a escolha hoje? Eu acho Miguel outro grande equivoco dos medias portugueses e o que é facto é que ele não passa do Valência, apesar das muitas ameaças em contrário.

Quanto a POBORSKY era o meu jogador de eleicção para o lugar hoje em causa. Da mesma forma que foi Claudio Canniggia...Gosto de "jogadores da bola"...que tratem a bola por tu e não se assustem no 1x1...

Saudações benfiquistas

 
At 9/15/2008 11:58 da tarde, Blogger Goncalo said...

Do Vítor Paneira, para além dos golos e das assistências que protagonizou, recordo-me de ter lido uma entrevista dele ao jornal do Benfica em 89. Nessa entrevista, era questionado sobre qual era a sua relação com o Benfica antes de ingressar no clube, ao que ele respondeu que o expoente máximo dessa relação foi andar no meio da rua com uma bandeira do Benfica aos gritos, no dia ... em que o Porto foi campeão europeu. A forma como Vítor Paneira, Isaías e outras referências do clube saíram na fatídica "limpeza de balneário" em 1995 é bem ilustrativa da desgraça que Artur Jorge e Manuel Damásio protagonizaram no clube, com os resultados futuros que se conhecem.

 
At 9/16/2008 3:39 da tarde, Blogger  said...

A Mesa Redonda renovou-se!
Depois da saída dos antigos bloggers do FCP, as contratações para os seus lugares tiveram finalmente um desfecho feliz para ambas as partes!
Aos já existentes bloggers do Benfica e do Sporting, o Porto conta agora com 3 novos bloggers, que irão ainda mais, contribuir para a troca de opiniões e ideias num espaço salutar de discussão!

Faça a sua visita e deixo o seu comentário em:

http://amesaredonda.blogspot.com/

 
At 9/17/2008 4:24 da manhã, Anonymous Bimbo Constantinidis said...

Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

 
At 9/17/2008 12:43 da tarde, Anonymous Bimbo Constantinidis said...

Como vêem, deixei de me armar em cineasta. Passei a usar o nome próprio do meu querido padrinho aka santo padroeiro dos corruptores, e adoptei o apelido do grego que recorrente e carinhosamente me sodomiza.

O resto vocês já sabem. Apesar de ser gozado à força toda, continuo a adorar vir aqui e a outros Blogs Benfiquistas, pois é-me extremamente difícil suportar o meu fedor e o do meus compadres andrades.

 
At 9/17/2008 1:10 da tarde, Anonymous Eusébio Rui Vieira da Treta said...

Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

 
At 9/17/2008 5:18 da tarde, Anonymous DeVante - Legio Aquillae said...

Bem visto D'Arcy!
Mas deixar o Karel de fora...
Quanto à SportTv, todos já estamos fartos de saber que os escolhidos têm de seguir a "linha editorial", por isso NUNCA a LEONOR será convidada para o que quer que seja, se bem que tenho dúvidas se ela aceitararia comentar o Glorioso na imprensa tuga, mas enfim...

 
At 9/18/2008 5:02 da manhã, Anonymous Tom Zé said...

O meu onze ideal:
Bossio
Escalona
King
Edcarlos
Harkness
Michael Thomas
Machairidis
Marco Ferreira
Uribe
Tote
Pringle

Banco:
Butt
Rojas
Tahar
Jorge Soares
Washington "Seco" Rodriguez
Akwa
Marcelo

Grande plantel. Classe pura, hahaha

 
At 9/18/2008 5:04 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

 
At 9/18/2008 5:08 da manhã, Anonymous benfica leva na crica said...

Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

 
At 9/18/2008 11:13 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Felizmente, é uma mera questão de tempo até que o D'Arcy te limpe o sebo, ó animalejo adepto do futebol corrupto do porco.

Mas não deixas de ter uma certa razão, grunho. Não foi lá grande coisa a exibição do “Kaceitaranis” no último jogo que o Benfica disputou com a tua quadrilha.

Olha, encara isso como uma espécie de compensação da perninha que (dizem vocês, morcões) ele partiu há uns tempos ao Anderson Monoteta.

Alguém também lhe disse na altura: "dá-lhes que eles merecem!".

E ele deu.

E foi assim que, com a ajuda de uma muleta, o Anderson Monoteta deu novo significado à expressão "you'll never walk alone".

 
At 9/18/2008 4:40 da tarde, Anonymous Índio Ruço said...

A Águia no cimo do Vesúvio velará pelos seus bravos guerreiros na grandiosa città da grande baía.
O Grande Manitu vos soprará os ventos da glória.

Índio oferecer um Tatanka a cada bravo guerreiro que marcar golo.

Força bravos guerreiros!
Viva a Águia!!
Viva o mártir de Gaia!!
Viva o Ruço!!

 
At 9/20/2008 12:03 da manhã, Blogger Tiagojcs said...

Concordo com quase todos os nomes avançados ate ao momento . E só nao concordo com todos pois na minha opinião o Veloso foi o melhor lateral direito portugues de todos os tempos

 

Enviar um comentário

<< Home