quinta-feira, novembro 27, 2008

Descalabro

Foi um descalabro completo do Benfica esta noite, que resultou numa humilhação. Não há outro nome a dar-lhe. Este foi dos resultados que mais me custaram ver na história do Benfica. Quando perdemos em Vigo, daquela equipa do Benfica aproveitavam-se para aí o JVP e o Enke, e pouco mais. Mas esta equipa tem valor e obrigação para fazer mais, muito mais. Eu pelo menos espero muito dela. Antes deste jogo, a minha principal preocupação prendia-se com a ausência do Luisão. Infelizmente essa ausência notou-se muito mais do que eu esperaria.

Se a alteração na defesa, devido à ausência forçada do Luisão, não foi surpresa, já a presença do Binya a meio campo, no lugar do Katsouranis, foi uma meia surpresa. Talvez o grego não estivesse completamente recuperado. Mas a dada a sua experiência, ainda para mais jogando nós num ambiente que ele conhece bem, eu estava à espera que a sua inclusão na equipa fosse um dado adquirido. De resto, apresentámos o 4-4-2 tradicional. E quanto ao jogo, ele praticamente resume-se aos golos do Olympiacos, entrecortados pelo nosso ponto de honra. É que nem deu tempo para assentar: passados quarenta e dois segundos de jogo, já o primeiro golo tinha entrado. E logo nessa primeira jogada, ficaram expostas as fragilidades da nossa defesa neste jogo, em particular pelo lado esquerdo e pelo centro. O Galletti entrou, a exemplo do que fez durante todo o jogo, como quis pela esquerda, o Diogo apareceu solto pelo meio, e a bola acabou por ressaltar para o mesmo Galletti, que marcou. Tentámos reagir, marcámos um golo esquisito que foi bem anulado, e passado um quarto de hora os gregos resolveram atacar outra vez, fizeram o segundo remate, e marcaram o segundo golo. Desta vez um alívio do Maxi (que foi dobrar os centrais) caiu nos pés de um médio grego que, à vontade na área, rematou para o golo. Vinte e quatro minutos, o Diogo entra à vontade pelo meio, e três a zero. A estatística mostrava três remates para o Olympiacos, três golos. Eficácia absoluta (ou, se preferirmos, ineficácia total da nossa defesa). O Benfica até reagiu a esta desvantagem. Aproximou-se da área adversária, rematou, e marcou mesmo um golo, pelo David Luiz pouco depois da meia hora, na sequência de um canto. Mas quando acreditávamos que ainda seria possível entrar na discussão do resultado (eu pelo menos acreditava; mesmo se estivermos a perder por seis, se marcarmos um eu encaro sempre esse golo como o início da reviravolta), a fechar a primeira parte mais um golo ridículo, em que o Jorge Ribeiro ficou ali feito boi a olhar para um palácio enquanto o Galletti mais uma vez lhe fugia, para assistir o seu compatriota Belluschi, que entretanto aparecia mais uma vez à vontade no meio. Foi o quarto remate dos gregos na primeira parte. Quatro golos.

Sem alterações para a segunda parte, a única esperança que restava era a de conseguirmos amenizar o resultado, ou que pelo menos os gregos não o aumentassem, já que com tamanha ineficácia cá atrás as coisas poderiam ficar ainda pior. Não foi preciso esperar muito: mais uma bola para o Galletti, mais uma assistência do argentino, desta vez para o Diogo que, aproveitando uma saída algo estranha do Quim, conseguiu marcar de ângulo apertado. O Benfica fez entrar o Urreta e o Balboa, as coisas acalmaram um pouco, e o jogo foi-se arrastando. O Olympiacos felizmente não conseguiu rematar muito mais vezes à nossa baliza, e nós ainda construímos uma ou outra jogada decente, mas sem conseguirmos reduzir. Esta segunda parte para mim durou uma eternidade. Já só queria que o jogo acabasse (embora mantivesse a secreta esperança que, se marcássemos um, ainda iríamos ao empate - por isso fartei-me de chamar nomes ao Suazo quando este, isolado, em vez de rematar parecia querer entrar com a bola pela baliza e acabou desarmado). Acabou o jogo, sofremos um resultado humilhante, e praticamente acabou a Taça UEFA este ano, já que a vitória do Metallist em Istambul deixa a qualificação quase impossível.

Piores do Benfica? Por onde posso começar? Não vou estar aqui a bater em todos, por isso escolho apenas alguns: Jorge Ribeiro, para começar. Um buraco autêntico. Ainda por cima num jogo em que quase nem apoiou o ataque. Mesmo assim, o Galletti fez o que quis por aquele lado. Ou, devido a deficiente marcação, recebia a bola à vontade e depois ia por ali fora, ou então, com a bola controlada, com um ou dois toques libertava-se facilmente do nosso número vinte e cinco. David Luiz. Marcou o golo, mas na defesa revelou-se lento a reagir, e distraído na marcação aos adversários. Bem sei que ainda tem falta de ritmo, mas deve ter sido um dos jogos mais fraquinhos que lhe vi fazer. Outro buraco. Para não falar só de defesas, menciono também o Suazo no ataque. Um avançado da qualidade dele não pode falhar golos como aquele cabeceamento isolado na primeira parte, ou na segunda parte quando, também isolado, demorou uma eternidade a decidir o que fazer e acabou desarmado por um defesa. Menos mau, para mim: Reyes. Foi dos poucos que tentou sempre remar contra a maré. Mesmo com as coisas a não sairem sempre bem. Correu, desmarcou-se, pediu a bola, fez o que podia. Bom esforço também do Binya no meio campo, mas acho que neste caso ele acabou por mostrar-se mais durante a segunda parte, quando o jogo estava mais equilibrado e até era o Benfica quem tinha mais bola. Durante o descalabro defensivo da primeira parte, foi ao fundo com o resto da equipa.

Julgo que pouco mais poderemos esperar desta competição. Sabemos que o objectivo primordial desta época são as competições internas, mas uma saída precoce da Taça UEFA, ainda para mais desta forma, só pode ser considerada uma desilusão. Enfim, agora há que levantar a cabeça, e vencer já o próximo jogo contra o Setúbal.

P.S.- Não estou satisfeito; não posso estar satisfeito depois de uma noite negra destas. Sei, tal como vocês sabem, que andam à nossa volta muitos abutres, desvairados na sua sanha antibenfiquista, e esfomeados devido à falta de ocasiões que ultimamente lhes temos dado para nos moerem o juízo. É de ocasiões destas que eles andam à espera; é para isto que eles vivem, por isso vão obviamente aproveitar este episódio negro para nos atacarem de uma forma raivosa, tentando colocar tudo em causa, guiando-nos para o precipício. Estou-me nas tintas para eles. Amanhã vou almoçar ao Estádio da Luz, e se for preciso saio à rua com o cachecol do meu clube ao pescoço. Se julgam que o benfiquismo esmorece por causa de uma derrota, por mais pesada que ela seja, não sabem o que é ser-se Benfiquista. No meio de toda a tristeza e negritude que me invade quando o meu clube perde, há sempre uma pequena luz que me alegra. É quando verifico que mesmo um episódio destes não abala o amor que sinto por este clube. Pelo contrário, sinto vontade de ajudar o clube como puder, quero voltar a vê-los jogar, se preciso amanhã já, para com o meu incentivo mostrar que estamos juntos nisto. Quero amparar a sua queda, sacudir-lhe os joelhos esfolados, e ajudá-lo a reencontrar o rumo certo. É o normal quando se ama incondicionalmente. Força Benfica!

20 Comments:

At 11/27/2008 11:07 da tarde, Anonymous Robespierre said...

Sem querer ser "profeta da desgraça", a verdade é que o próximo jogo (com o Setúbal) vai ser, a meu ver, o mais importante da época até ao momento. Caso o Benfica não vença, parece-me que maus tempos se avizinharão.
Estou a lembrar-me da época 1999/2000 (a do tal jogo de Vigo) em que no campeonato até estávamos a fazer uma boa época (julgo que ainda não tínhamos perdido, tal como este ano) e depois dessa catástrofe foi o que se viu. Curiosamente, foi também por esta altura do ano.
Espero que esta não seja a repetição desse filme.

Saudações

 
At 11/27/2008 11:08 da tarde, Anonymous Gonçalo Teixeira said...

É nestas alturas q temos que nos unir. Jogamos mal mas continuamos a ser os melhores. Benfica, por ti sou doente digo-o até ao fim. Não é por tar a perder 2-0 q saio ao intervalo. Eram 4-1 a esperança continuava , e se dali saísse um 7 , iria haver sempre fé numa reviravolta. Temos que acreditar. Tinhamos centrais jovens desrotinados com um ambiente muito quente que podem ter até acusado a pressão disso. Quero o benfica assim sempre na luz. Todos pelo mesmo a gritar benfica. O bynia quase que poderia ser o MVP, mas neste jogo não há disso. O quique falou bem e até demais, a sinceridade com os jornalistas transpira quase a uma certa ingenuidade. Os jornalistas com perguntas quase "ofensivas" com sorrisos manhosos e ele so respondia q era preciso recuperar a equipa psicologicamente e continuar o trabalho que tinha sido feito até agora.

 
At 11/27/2008 11:59 da tarde, Anonymous 1benfiquista na Inbicta said...

Tudo correcto no Post e no comentário, mas uma certa dose de VERGONHA!!! tb. não ficaria nada mal aos jogadores e equipa técnica...

Nada explica levar 5 golos de gregos...

Não vou ser mainstream e desta vez não apoio...assobio.

Menos mal que no calcio uma vitória rapidamente apaga estes pesadelos...

Saudações benfiquistas

 
At 11/28/2008 8:31 da manhã, Anonymous Índio Ruço said...

Um jogo demasiado mau, a equipa não estava ligada à corrente e o Quique teve culpas na formação inicial.
Como ele disse no final algo de mal se passa quando se perde desta forma.
Não sei porque não jogou o M.Vítor ao lado do Sidney, é evidente a falta de maturidade do D.Luiz p/estes jogos (vide jogo ultima epoca frente ao Porto em casa) a somar à natural falta de rotatividade e entrosamento.
O Bynia e o N.Gomes de inicio para um jogo que se quer ganhar num campo que é um caldeirão e frente a um adversário muito agressivo, é um tremendo erro.
Quique privilegia demasiado o sistema, subalternizando por vezes
os pequenos "mecanismos", é que os jogadores não são holandeses, nem possuem (ainda) a cultura táctica e mentalidade para se adaptarem a certas alterações.A equipa andou a nadar todo o jogo e afogou-se.
O Reyes não sabe jogar mal.
Que este jogo sirva para Quique reflectir...é que se calhar está a ir depressa de mais e a querer dar passos maiores do que a perna.
Obviamente que jogos destes não têm explicações fáceis e a derrota frente a este tipo de equipas mais maduras e agressivas são naturais, a equipa ainda não tem estofo para se bater com este tipo de equipas, o problema foi o exagerado numero de golos, o descalabro.Mas tenho a impressão que ontem perdíamos até com o Trofense.

Do outro lado estava um grande treinador, Ernesto Valverde...talvez um dos melhores treinadores espanhois e de quem eu gosto muito, apesar de ser uma besta negra para o Benfica.É um tipo inteligente.

 
At 11/28/2008 9:37 da manhã, Blogger MALUCODOFUTEBOL said...

Olympiakos 5 / Benfica 1



É preciso dizer mais alguma coisa?

P.S: Um estondoso aplauso para a serenidade de Rui Costa. Obviamente que, para se ser grande na Europa, primeiro há que ganhar eternamente. Só espero que não se repita a época 1999/2000 que estava a correr bem até à goleada de Vigo.

 
At 11/28/2008 10:45 da manhã, Blogger Altino Torres said...

Já jantado, e entre tanto golo, resultado construído segundo os objectivos do clube que é sem dúvida um grande clube, foi um regalo assistir a meia hora de belo treino, onde deu para ensaiar as preciosas incursões de Balboa e o sempre abnegado esforço e valentia de Urreta, enquanto Suazo não suava nada que maiores e mais importantes compromissos se avizinham. Por fim, e no fim, o Hélder sossegou-me porque, como antigo jogador, fez um belo comentário á exibição da equipa. Eis então que resolvi sair do canal 29 da Zon e retomar à terra para ver o cada vez mais recomendável Jon Stewart. Obama-me santo deus !

 
At 11/28/2008 11:25 da manhã, Blogger Harry Lime said...

Hoje já me fartei de mandar bocas foleiras a um colega meu aqui do emprego (que ele não ouviu porque escondeu os ouvidos atrás dum iPod) por isso não vos vou chatear

Até porque o D´Arcy é meu amigo há muitos anos e eu conheço a dimensão do sofrimento por que ele passou ontem à noite.

Mas a verdade é que ontem Manitu não esteve convosco. Talvez o Benfica esteja necessitado duma nova intervenção do Diabo da Maia.

Allways look on the bright side of life :):):):)

 
At 11/28/2008 11:32 da manhã, Blogger Harry Lime said...

D`Arcy,

Os gajos do marketing do Benfica deveriam agarrar no PS. desta posta e usa-la num anuncio. Mais pungente (e sincero) do que isto só o anuncio do Rui Costa a chorar depois de marcar o golo da Fiorentina contra o Benfica :)

PS. Este comentário não é ironico!

 
At 11/28/2008 12:00 da tarde, Blogger D'Arcy said...

O Rui Costa já pediu um post do Gwaihir para meter no balneário (acredita que ele é tão maluco pelo Benfica como qualquer um de nós bloggers malucos). Não vale a pena exagerar, senão qualquer dia é a Tertúlia Benfiquista a responsável pela política de comunicação do clube :D

 
At 11/28/2008 12:06 da tarde, Anonymous Índio Ruço said...

Coincidência ou talvez não é que cada vez que o Orelhas abre a boca ou quer aparecer...tumba a equipa perde.
Agora são os 5 anos...não te chega toda a subserviência e seguidismo por essa blogoesfera fora?
Não Orelhas?
É preciso vires agoirar o único reduto onde poderemos conseguir alguma coisa devido ao facto de já lá não estares?

Coño! Para um adestrador vencer en Benfica tiene que cortar Orejas e rabo!!

 
At 11/28/2008 12:15 da tarde, Blogger joemorales said...

Hoje era daqueles dias que ficava em casa sem ter que ver os zbordinguistas na boa. Mas eu tenho demasiado orgulho no ENORME para me esconder.

Depois de dormir, a derrota de ontem está mais dissipada. Não nos podemos esquecer que aquela dupla de centrais VAI ser excelente, esperamos nós, num futuro próximo, mas já, nota-se que falta maturidade. O David Luís vem de uma paragem muito longa e ontem notou-se isso. Com várias subidas em que deixou o Sidnei sozinho lá atrás e sempre descompensado. Jogamos contra uma equipa que em 11 anos venceu o campeonato 10 vezes. Nada serve de desculpa para 5 golos sofridos, mas o Sidnei jogou no lado oposto onde tem jogado com o Luisão e nunca tinha feito dupla com o D. Luís. Penso que deveria ter jogado o Katsouranis a central. Mas isto é fácil agora, porque ontem até me pareceu uma dupla que funciona-se brilhantemente, lol. Temos que reagir contra o Setúbal e ir trilhando o nosso rumo na Liga.

Lembram-se do que disse Trapattoni quando fomos eliminados da UEFA? Ele disse que agora é que íamos voar. Fomos campeões ;-)(não a voar mas campeões)

Rumo ao ESCUDO.

Saudações ORGULHOSAMENTE Gloriosas.

 
At 11/28/2008 12:51 da tarde, Blogger LF said...

Onda Vermelha rumo ao título.
Vamos encher a Luz, e mostrar o que é o Benfica.
É em momentos destes que se define o Benfiquismo.
Todos unidos: 65 mil na Luz !!

 
At 11/28/2008 4:09 da tarde, Blogger Benfiquista Açoriano said...

Bom foi de facto muito mau a noite passada, por momentos pensei que ia viver outra vez o pesadelo de celta... É triste ver o BENFICA passar por estas vergonhas ainda por cima na europa do futebol. Como adepto fervoroso que sou, ou melhor que "somos" porque sei que quando o BENFICA perde e ainda por cima desta maneira não á adepto que resista!!! Bom resta nos as conpetições internas e oxalá esse resultado tenha servido de lição, já no póximo jogo com o setúbal, só há um resultado possivel VITÓRIA, VITÓRIA, VITÓRIA. Forza BENFICA melhores dias virão com toda a certeza.

 
At 11/28/2008 5:22 da tarde, Anonymous Índio Ruço said...

Pois agora "só" nos resta o título e as Taças.Paciência.
Quanto ao facto de termos de golear o Setúbal por causa da derrota contra os gregos faz-me lembrar a cena do gajo que chega a casa farto de levar na cabeça do chefe e dá um pontapé no cão.Agressão deslocada e fuga para a frente.
A "honra" de ontem só será lavada quando conseguirmos fazer o mesmo a uma equipa da mesma igualha, porque só assim estaremos preparados para ganhar alguma coisa e sermos uma grande equipa.E assim entre os grandes guerreiros, saber perder e esperar pelas grandes oportunidades.

Atenção não mudo nada sobre o meu apoio a este treinador e ao projecto do Costa, mas acho que o numerário Quique deve estar a começar a pensar que é Deus...acho que ele ontem não usou o silicio.Pézinhos bem assentes no chão hombre!

 
At 11/28/2008 11:12 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Não foi descalabro algum - A causa é simples: Luis Filipe Vieira é o maior enguiço do Benfica e, por isso, com ele é muito difícil que a equipa brilhe.

Não sou benfiquista - mas sigo com atenção o sofrimento e ansiedade dos adeptos deste grande clube.E já verifiquei que eles mereciam mais alegrias e outra direcção.
Luis de Raziel - Vidente Vara de Deus


http://videnciasdavidaedamorte.blogspot.com/

 
At 11/29/2008 7:57 da manhã, Anonymous Índio Ruço said...

Até que enfim uma análise lúcida e espiritualmente evoluida!!!
Excelente texto, permite-me só acrescentar um nome, Nuno Gomes (que se farta de falhar golos e nunca é referido nas análises), enquanto esses dois idiotas estiverem no Benfica, as energias positivas não fluem como deve de ser.

 
At 11/29/2008 6:09 da tarde, Anonymous Índio Ruço said...

O que eu gostava de saber é como é possivel o sr. Jorge Mendes dar por 10% do passe do Di Maria apenas 1 milhão de euros , a ser verdade o que vem na imprensa. Pense-se o que se pensar sobre o miúdo, ele vale muito mais e este negócio é muito estranho.Talvez o eventual interesse do R.Madrid explique alguma coisa. É pena que o espirito critico de alguns se resuma agora a posts diários de subserviência à direcção, outros a quererem ser recrutados para jornalistas desportivos, outros para guionistas de telenovelas mexicanas, poucos com algum distanciamento do poder e espírito crítico.

 
At 11/30/2008 12:09 da manhã, Blogger D'Arcy said...

E já não achas estranho darmos €2M pela metade do passe do Sídnei, quando a primeira metade nos custou €5M há apenas 4 meses? ;)

 
At 11/30/2008 9:11 da manhã, Anonymous Índio Ruço said...

Não sei se será ou não um bom negócio... mas em principio até admito que sim, nem sei se o do Di Maria é "cruzado" com este ou não.Mas de uma coisa tenho a certeza a venda pura e simples de 10% do passe do puto vale muito mais e isso tem de ser questionado e explicado, o que é difícil com o clima de subserviência actual. Não questiono o apoio ou não à direcção, qualquer um é livre para o fazer ou não e quem sou eu para o questionar, o que eu questiono é a crescente falta de espirito crítico. Isso é mau.
Para mim questionar não pode depender de quem está na Presidência do Benfica ou do bom momento da equipa de futebol, o questionar é uma matriz benfiquista muito antiga que se deve cultivar, muito mais do que escrever textos panegíricos.

 
At 11/30/2008 11:11 da tarde, Anonymous Dias Pereira said...

Boa noite, meus caros!

Há muito que tinha imposto a mim mesmo não comentar os posts aqui colocados, para não ter de andar em sentido contrário ao rumo da esmagadora maioria dos comentários. E não foi a vergonhosa exibição de Atenas que me fez inflectir, pois continuarei a não comentar o momento do nosso futebol (apesar de muito me apetecer...).

Só venho aqui pedir, publicamente, para não convocarem o LFV para mais nenhum jogo, uma vez que ele é a causa maior dos nossos infortúnios...
Sinceramente, não sei porque o têm deixado de fora de muitas das convocatórias e o convocam para os jogos que temos perdido!!!
E, já agora, aproveito para pedir para não convocarem também o Nuno Gomes, que, pelos vistos, tem sido sempre o pior jogador em campo.
(Embora, a propósito desta última questão, o assunto pareça estar arrumado por enquanto, já que o jogador está lesionado e não joga amanhã...).

E, como estou com a mão na massa, também peço que mantenham o Quim na baliza, porque ele, sempre que é preciso, tem feito a diferença...

Um abraço, bem vermelho!!!

 

Enviar um comentário

<< Home