segunda-feira, dezembro 08, 2008

Incontestável

Superioridade incontestável. Não há outra forma de descrever a vitória por meia dúzia de golos sem resposta esta noite nos Barreiros. A não ser que se sofra de alguma doença incurável do foro psicológico, que afecte também a visão. Ou que se seja lagarto ou andrade (o que vai dar ao mesmo). O Benfica deu hoje a resposta que seria bom ter conseguido dar frente ao Setúbal. Veio com uma semana de atraso, mas é obviamente bem-vinda, e pode ser que pelo menos sirva para calar alguns abutres de ocasião e dar-nos uma merecida semana de paz, para assim prepararmos o jogo da Taça.

Nada de particularmente surpreendente na constituição da equipa do Benfica. Talvez alguma estranheza em voltar a ver o Yebda preterido pelo Binya, mas pouco mais. Agradável foi ver o regresso do Luisão - sem dúvida a voz de comando da nossa defesa - e do Aimar. Na baliza, já se sabia que haveria mudanças, e a escolha do Quique acabou por ser a mais lógica, já que o Moreira tinha sido utilizado nos jogos da Taça, o que indicava que seria ele a primeira opção para o lugar do Quim. Os primeiros minutos mostraram um Benfica a entrar decidido no jogo, sendo possível ver logo qual seria um dos problemas principais do Marítimo: lidar com a velocidade e capacidade de desmarcação do Suazo. Logo nos primeiros minutos, lançado pelo Reyes, o hondurenho isolou-se, ultrapassou o guarda-redes do Marítimo, e só não marcou devido a um corte inacreditável de um defesa (o que me levou a rogar pragas ao facto de estar convencido que só mesmo contra o Benfica é que os defesas se conseguem esfolar para fazer cortes daqueles). Logo a seguir foi a vez do Rúben Amorim, à entrada da área, fazer um remate com selo de golo, que nos foi negado devido a uma defesa incrível do Marcos (seguida de novas pragas minhas por achar que só contra o Benfica é que os guarda-redes adversários conseguem fazer defesas daquelas). Apesar de jogarmos bem, o meu pessimismo começou a tomar conta de mim, já que pensei que duas oportunidades daquelas a não darem golo, isso só poderia ser mau agoiro.

Felizmente estava enganado. Ainda antes dos vinte minutos de jogo, mais uma vez o Suazo a fugir a toda a defesa do Marítimo (muito bem o Katsouranis a marcar rapidamente um livre no círculo central) e a ser derrubado pelo guarda-redes Marcos. Penálti e expulsão indíscutíveis. Para nos ajudar um pouco mais, o treinador do Marítimo resolveu retirar do campo o Manú, que era o jogador que eu temia poder fazer mais mossa na nossa defesa, devido à pouca rotina do David Luíz na posição de lateral esquerdo, e falta de velocidade. O Reyes encarregou-se da marcação, e durante uns centésimos de segundo (quando a bola bateu no poste) cheguei a pensar que seria 'mais um dia daqueles', mas a bola entrou mesmo, e lá fiquei mais confiante. Só que o Benfica pareceu abrandar um pouco a seguir à vantagem obtida e, paradoxalmente, aquele que terá sido o melhor período do Marítimo no jogo foi o quarto-de-hora que se seguiu à expulsão e ao nosso golo. Começou também a ver-se o comportamento expectável dos jogadores do Marítimo numa situação destas, ou seja, muitos mergulhos para o chão, quezílias e gritaria, para ver se um jogador do Benfica seria expulso, reequilibrando assim as contas (o Reyes, em particular, pareceu-me ser o alvo a abater durante todo o jogo). O árbitro, sem surpresas, foi na cantiga, e vai de amarelar meia equipa do Benfica ao longo do jogo, sendo que alguns desses amarelos (Rúben Amorim ou Moreira, por exemplo) são simplesmente ridículos. Após alguns berros do Quique, lá acordámos perto do intervalo, o que foi suficiente para criarmos novas oportunidades e chegarmos ao segundo golo. Na sequência de um canto, entrada do Katsouranis ao primeiro poste (há quanto tempo não exploramos a capacidade que o grego tem para ganhar estes lances?) a colocar a bola para o segundo, onde o Suazo apareceu a concluir facilmente. Fomos assim para intervalo com o jogo na mão, sem que me parecesse haver grande possibilidade de uma surpresa na segunda parte.

Segunda parte essa que se iniciou a um ritmo bastante pausado, isto apesar de logo no primeiro minuto termos construido uma boa jogada, que só pecou pela má finalização do Suazo. O Benfica ia controlando o jogo, os cartões amarelos iam caindo para o nosso lado, e eu a ver que mais minuto, menos minuto algum pretexto surgiria para meterem o Reyes na rua. Andava o jogo nisto quando o Benfica beneficia de um livre na esquerda. E o Reyes volta a fazer aquilo que começa a ser um hábito: bola direitinha para um dos nossos centrais marcar facilmente. Desta vez foi o Luisão, que só teve que encostar o pé à entrada da pequena área. A partir deste terceiro golo o jogo ficou muito aberto, com vantagem óbvia para o nosso lado. Praticamente cada ataque que fazíamos dava a sensação de golo iminente, só que foi preciso esperarmos pelos minutos finais para dar maior volume ao resultado. O quarto golo surgiu numa jogada de contra-ataque perfeita, que começou na nossa área: corte do Luisão para o Balboa, este passa para o Nuno Gomes no meio campo, que lançou o Suazo para fazer aquilo que sabe melhor, ou seja, sempre em velocidade tirar o defesa do caminho e rematar cruzado para o golo. Depois foram os dois golos do Nuno Gomes. Primeiro foi uma subida do Katsouranis, a deixar para o Balboa (é verdade que num jogo destes tudo acaba por correr bem, mas desta vez o homem não esteve nada mal) que assistiu o nosso capitão para um golo fácil. Depois foi uma incursão do David Luíz pela esquerda - ele pode não ser lateral esquerdo, mas caramba, foi uma bela finta 'à Ronaldo' (o Fenómeno, não o Burgesso) que ele tirou do bolso para ultrapassar o defesa do Marítimo - que ofereceu ao Nuno Gomes aquele que terá sido um dos golos mais fáceis de entre os muitos que ele já marcou. Seis-a-zero. Um resultado à antiga e um tónico muito importante para o clube nesta altura.

Quando se ganha por seis é difícil encontrar algo para criticar, e é fácil encontrar muito para elogiar. Vou elogiar três jogadores, que para mim são escolhas óbvias. Primeiro o Suazo. O Marítimo nunca encontrou uma forma eficaz de marcá-lo ou pará-lo. A velocidade que possui (e não falo apenas da corrida, mas também da velocidade com que consegue executar as jogadas) e a constante movimentação deram cabo da defesa do Marítimo. Marcou dois golos, e até poderia ter marcado mais. O segundo é o Reyes. É o saco de pancada oficial do Benfica esta época. Perante a complacência dos árbitros, vai sofrendo faltas atrás de faltas, muitas delas a roçar a violência gratuita. Mas de alguma forma, é ele quem acaba sempre por ver os cartões. Hoje foi outro dos jogadores que o Marítimo não conseguiu parar. Sempre em movimento, combinou com os colegas e desmarcou-os inúmeras vezes. Para além disso é sempre um perigo na marcação de livres e cantos. Marcou o penálti, marcou o canto para o segundo golo, o livre para o terceiro, e ainda desmarcou o David Luiz na jogada do sexto. Por último, menciono o Katsouranis. O grego é, não o escondo, um dos jogadores que mais aprecio no Benfica desde que chegou, porque o considero um dos jogadores mais inteligentes que temos. E já tinha saudades de vê-lo jogar como jogou hoje. Pareceu bastante mais solto e interventivo, a aparecer frequentemente no ataque e até a ser ele próprio a conduzir a bola para a frente. A presença do Binya nas suas costas não é alheia a esta subida de rendimento.

Esta vitória robusta consegue acabar da melhor forma uma semana que foi algo conturbada. Espero que sirva para repor os níveis de confiança dos jogadores, e de nós próprios, adeptos, nesta equipa. Espero que sirva também para emudecer um pouco as hienas que nos vão rodeando, sempre à espera da mais pequena oportunidade. É certo que uma vitória, por mais convincente que seja, não resolve como que por magia todos os nossos problemas, tal como um mau resultado não consegue, por mais que o tentem, transformar tudo num caos. Mas uma vitória destas ajuda. E quando muito, dá aos nossos inimigos o trabalho de a digerirem, tentando encontrar as mais variadas justificações para a desvalorizarem. Disse a semana passada que mantinha a confiança inabalável de que vamos ser campeões esta época. Como é que acham que me sinto hoje?

17 Comments:

At 12/08/2008 12:30 da tarde, Anonymous Filipe said...

Este 4-4-1-1 de Quique parece-me ser mesmo a melhor opção :D..O Ruben joga melhor como interior e o Katsou tb sobe muito de rendimento nessa posição. Dada as descida de forma do Yebda e a iregularidade(?) do Martins, penso que este meio campo foi uma boa aposta.

Fico à espera de ver o Suazo o Reyes e o Aimar a fazerem bons jogos ao mesmo tempo...deve ser um mimo vê-los jogar se estiverem em dia sim!

 
At 12/08/2008 2:06 da tarde, Anonymous Índio Ruço said...

No 2º golo do Suazo parecia que estava a ver o Eusébio,fonix!!!
No 1º golo do Suazo o desvio de cabeça do Katso é divinal, parece-me que o Quique na lista de videos a visionar já chegou à letra K. Não aproveitar o jogo de cabeça do grego é um desperdício que não nos podemos dar ao luxo, por razões de eficácia e sobretudo de estética e inteligência, aquilo é puro serviço publico. É um regalo vê-lo jogar en su sitio e motivado.
O Luisão é de facto fundamental (palavra que não gosto muito) nesta equipa quando ele joga a confiança da defesa aumenta a olhos vistos.
O David Luiz a jogar daquela forma qualquer dia tira o lugar ao Reyes :)) era com cada nó cego que até me vieram as lágrimas aos olhos...de rir claro!!!
Mas o que mais gostei de ver foi no final a "boa onda" que percorre o plantel, shiny happy people!!

Na próxima 5ª teremos o maior espectaculo de sempre de Death Metal(list) do mundo, coño!!

Vamonos a ellos como Cavalo Sentado a los cara pálidas!!

 
At 12/08/2008 2:29 da tarde, Anonymous Filipe said...

No 1º golo do Suazo tb me pareceu estar a ver o Eusébio a cabecear...:D

 
At 12/08/2008 4:53 da tarde, Anonymous 1benfiquista na Inbicta said...

Alegria incontida de facto...Talvez me tenha de conformar com uma época de altos e baixos em que a seguir a uma onda de bons resultados apareçam uns Olympiakos pelo caminho...

A sério ppl...o que se passou em ATENAS? O que eesteve mal?

Off topic - No SLB SCP para a Taça Intercalar da semana passada, quem são aqueles jogadores do SLB? Não havendo equipa B, onde jogam e o que fazem aqueles jogadores durante a semana? São juniores?

 
At 12/08/2008 5:35 da tarde, Blogger D'Arcy said...

São juniores mesmo. O Benfica anunciou logo que iria participar com a equipa de juniores (que, já agora, está a dar muito boa conta de si no campeonato do escalão), sendo que pontualmente poderia ser reforçada com jogadores do plantel principal.

 
At 12/08/2008 6:51 da tarde, Anonymous 1benfiquista na Inbicta said...

D'Arcy

Nessa equipa quem projectas como grandes estrelas ou pelo menos titulares do nosso SLB?

 
At 12/08/2008 7:51 da tarde, Anonymous Hattori Hanzo said...

Desta vez não recuámos como nos jogos anteriores. De facto uma exibição assim com o resultado põe-nos muito felizes. Gostei muito do Ruben Amorim e Suazo cria muitas oportunidades (também às vezes falha demais). Soubemos ainda aguentar o árbitro (com a quantidade de amarelos que levámos quem não viu o jogo deve pensar que fizémos um jogo super-violento). A partir daqui é sempre a melhorar, há tanto tempo que não estava com tanta feada numa ano para sermos campeões !!!

 
At 12/08/2008 9:53 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Não sei se sairão dali grandes estrelas ou não. Nunca se sabe. Os jogadores mais promissores são conhecidos: o Leandro Pimenta, David Simão, Lassana Camará, Alves e Nélson Oliveira, para citar aqueles de que me recordo.

 
At 12/08/2008 10:39 da tarde, Anonymous juiz vermelho said...

Inacreditável mais uma vez o critério do árbitro. Dos amarelos que os jogadores do Benfica levaram só o do Bynia é me pareceu justo. Os amarelos do Moreira (supostamente a queimar tempo com 3-0 e um a mais!), Katsouranis , amorim, reyes e luisão são tão mais inacreditáveis pq não houve qq falta.

Ficaram ainda jogadores do marítimo por expulsar (agressões ao david luiz e ao reyes) e diversos por amarelar (no lance do penálti um jogador atravessa-se à frente do reyes para o insultar quase durante um minuto e o árbitro nd faz)

E o que dizem os mérdia sobre isto?

Que o luisão devia ter ido para a rua pq o djalma não pode com o cú!

A falta de vergonha dá para tudo, mas assim dá mais gozo ganhar!

 
At 12/09/2008 10:24 da manhã, Blogger Pedro said...

Por acaso acho q o Binya nem falta fez no lance em q levou amarelo. No máximo aquilo foi um normal encosto a meio campo. Nunca para amarelo. Os justos foram para Luisão pela entrada desnecessária a pés juntos e o do Ruben Amorim. Todos os outros foram idiotas por parte do árbitro.

Luisão e Amorim com mais um jogador em campo e a vencer não tinham necessidade de terem feito o q fizeram.

 
At 12/09/2008 11:41 da manhã, Blogger D'Arcy said...

A entrada do Luisão não foi a pés juntos. E o Amorim mal me pareceu tocar no adversário.

 
At 12/09/2008 12:18 da tarde, Blogger John Billy said...

O Amorim NÃO toca no adversário.
Até o Verme Aguiar e o Azias Ferreira confirmaram esse facto.

 
At 12/09/2008 3:47 da tarde, Blogger joemorales said...

Estamos no nosso lugar por direito. O 1º.

Para mim nenhum cartão mostrado ao Benfica foi justo. ;-)

 
At 12/09/2008 4:08 da tarde, Anonymous SempreGloriosoSLB said...

Boas,caros benfiquistas!Que grande vitoria!Claro que não podemos já pensar k a liga ta ganha mas sabe sempre bem andar à frente das lagartixas(obviamente que falo dos corruptos) e dos gatinhos,principalmente depois de muito me rir com as desculpas por eles arranjadas pra justificar a vitoria do SLB(como se 6-0 tivesse alguma explicação,assim como 5-1 ou 4-0!!).Disseram que não era penalty,que o Eusé...perdão,o Suazo entrou de pé em riste,que simulou o choque,fora de jogo,que acendeu um foguete pra fugir aos defesas(pois,não estão habituados a ver gente a correr sem ser à frente dos Super Dragoes)e depois é o Benfica ao colo!!Pois,pois...o Suazo realmente quase precisou que o levassem ao colo depois da patada na cara do Andrezinho em Guimaraes,se é isso que eles entendem por colo.Mas o momento é do SLB,vamos disfruta-lo,remetendo para o esquecimento quem já muito mal fez ao futebol portugues(e parece ainda querer fazer,vendo que o seu "reinado da verdade desportiva" está ameaçado).Agora tem de dar muita corda à chuteira pois pra alem de termos a natural pressao de ser o lider tambem teremos de ter em atenção o facto de termos muitos jogos pela frente contra 14 ou alguem pensa que o "puxa pra baixo" já acabou?
De resto,espero que este bom resultado sirva de mola para uma boa exibição na 5.ª,sei que é dificil chegar aos 8,mas pelo menos tentem,sonhem,afinal isto tambem é ser benfiquista,acreditar que perante adversidades muito grandes somos capazes de triunfar(lembram-se de Leverkusen?)!!Força,Benfica!!!

 
At 12/10/2008 5:03 da tarde, Blogger  said...

A Mesa Redonda está cada vez mais completa, com análises aos três grandes, por parte dos adeptos dos mesmos.

Posts diários, com actualizações e comentários sobre Benfica, Porto e Sporting. Posts de hoje:

- Ser ou não ser (líder)
- BASILEIA 0 - 1 SPORTING / Imprensa
- Mais logo, Porto - Arsenal

Visite e acompanhe!

http://amesaredonda.blogspot.com/

 
At 12/12/2008 2:51 da tarde, Anonymous Índio Ruço said...

Numa semana o melhor e o pior. O melhor de tão obvio nem é preciso abordar muito por palavras basta o sentimento. O pior é a situação de J N Martins director do Jornal o Benfica, cujo editorial desagradou a certos poderes instituidos da direcção ao balneário.
A constatação de que um director do jornal o Benfica, goste-se ou não dele, tem de ser a voz do dono é para mim mais ou menos claro, agora que o dono seja a direcção ou um conjunto de prima donnas enfatuadas é para mim inconcebivel.
O dono do Benfica é como sempre foram os seus associados.
São estes "pequenos" nadas que me fazem não gostar do Orelhas e da sua mais que provavel continuação na direcção do meu clube.
A falsa humildade, um certo autoritarismo em vez de uma efectiva liderança,etc...acho que li em qualquer lado uma pérola do género " O Rui Costa ainda me vai dar muitas alegrias.." "me" repararam? não "nos".


Vade retro Orelhas, no Benfica a opinião tem de ser plural.

 
At 12/13/2008 6:19 da tarde, Anonymous Índio Ruço said...

Parabens ao Diário de muitos adeptos benfiquistas.
Que o espirito de Manitu ilumine a sua caminhada.

Que os bravos da tribo vermelha possam esta noite afirmar a sua grande valentia perante os dignos homens do Mar.

Viva a Águia!
Viva o Mártir de Gaia!!
Viva o Grande e Enorme Ruço!!!

 

Enviar um comentário

<< Home