sexta-feira, julho 04, 2008

Jantares

Realizou-se ontem uma Assembleia Geral do nosso clube, tendo como ponto único da ordem de trabalhos a discussão do Orçamento para a época desportiva de 2008/2009. Tendo em conta o que vi durante a assembleia da passada semana, esperava que a de ontem fosse ainda mais 'animada', e não me enganei. Não me parece que o que se passou tenha sido tão mau como as imagens que passaram cá para fora farão crer. Mas não deixou de ser uma situação triste.

A discussão do orçamento em si não teve problemas de maior. Foi apresentado, foram feitas perguntas, a que a direcção tentou responder. Em relação ao ponto mais polémico - a redução do orçamento das modalidades - gostei da intervenção do responsável por elas, Fernando Tavares, que deu explicações bastante concisas para as decisões tomadas. Pelo meio, foram-se começando a ouvir alguns distúrbios, que aumentaram de tom e frequência após a intervenção do Jorge Máximo, vindos invariavelmente do mesmo grupo de pouco mais de duas dezenas de adeptos - e discordo com as notícias que vi hoje, que apontam o dedo às 'claques' como causadoras dos distúrbios na assembleia geral. Estavam lá imensos membros das claques, e a grande maioria deles não teve qualquer comportamento censurável, sendo que muitos deles estavam em desacordo com o comportamento daquele grupelho desordeiro. Eu compreendo que as pessoas se possam sentir insatisfeitas e que queiram pedir satisfações, mas quando a crítica mais articulada que conseguem fazer ouvir é 'Chulos! É só jantares!', não percebo onde é que querem chegar. Além disso, não percebo muito bem a embirração particular que aqueles consócios têm para com o acto de se jantar.

Após a aprovação do orçamento, seguiu-se o período de intervenções dos sócios sobre temas livres. Ouviram-se várias intervenções muito válidas e interessantes, com acusações e questões pertinentes feitas à direcção e ao LFV. Nesta fase, o referido grupelho de adeptos começou a tornar-se cada vez mais insuportável, quase sempre instigado pelos mesmos que eu já tinha lá visto a semana passada. Não percebo que raio de discussão válida querem ter quando semeiam imediatamente a desordem de cada vez que alguém diz algo com o qual não concordam. Não percebo para que é que serve insultarem os sócios que votam a favor de algum ponto, acusando-os de não terem opinião própria (entre outros impropérios) e depois votarem cegamente contra todo e qualquer ponto, mesmo quando acabam por manifestar opiniões contraditórias - a semana passada votaram contra um ponto que, a ser chumbado, provavelmente representaria o fim do rugby do Benfica, e esta semana andam irritados com a redução do orçamento das modalidades.

Fiquei muito curioso em saber as respostas que a direcção teria para todas aquelas questões que lhe foram postas. Só que assim que chegou a altura de responderem, como não foi o presidente da direcção a dirigir-se aos sócios, imediatamente o grupo desordeiro semeou uma confusão tal que ao Vilarinho não restou alternativa senão dar por terminada a assembleia. E ninguém ganhou nada com isso. Compreendo que possa haver frustração com o silêncio a que o LFV se remete durante as assembleias gerais, até porque é nele que se centram a maioria das críticas dos adeptos. Mas com atitudes daquelas, o que acabou por acontecer foi que não ouvimos o que a direcção tem a dizer sobre todos aqueles assuntos. Depois gerou-se alguma confusão na saída do LFV, com o referido grupo a rodear o presidente, e não sei o que se passou lá fora, ou o que terá sido captado pelos jornalistas sedentos de sangue.

Em relação ao orçamento em si, apenas duas observações. Primeiro, preocupa-me muito a enorme descida nas receitas da quotização. Estamos a falar de uma descida de mais de um milhão e meio de euros, o que, feitas as contas por alto, representará uma perda de cerca de 10.000 sócios pagantes num único ano. Nos pressupostos, isto é justificado pela 'conjuntura socioeconómica do País'. Isto não passa de um eufemismo, para não lhe chamar outra coisa. Todos sabemos muito bem os motivos principais que levam à desistência/demissão de sócios, e estar-se a justificar isto com a tal 'conjuntura socioeconómica' é um acto de pura desresponsabilização. Depois, quanto à quota das modalidades, apenas uma correcção em relação ao eventual número de cerca de 5.000 aderentes de que falei a semana passada. Mais uma vez fazendo as contas, a realidade é ainda pior, já que o número de aderentes nem sequer chegará aos 3.000.

Neste momento não me agrada nada o ambiente que sinto no interior do nosso clube, que põe sócios contra sócios, e em que o benfiquismo de cada um está constantemente a ser posto em causa pelos outros. Talvez devessem começar a vender réguas especiais para medir benfiquismos. Nesta situação, está-me a ser muito difícil sentir-me sequer motivado para a época que ainda nem sequer começou.

26 Comments:

At 7/04/2008 7:59 da tarde, Anonymous starblade said...

"Primeiro, preocupa-me muito a enorme descida nas receitas da quotização. Estamos a falar de uma descida de mais de um milhão e meio de euros, o que, feitas as contas por alto, representará uma perda de cerca de 10.000 sócios pagantes num único ano."

É mais um record para o Guiness. Daqueles que o cabrão do orelhudo tanto gosta... Lá cai o mito da recuperação económica, ultima defesa do orelhudo andrade.

Aliás já viram as declarações de Valter Marques?
«Os ânimos excitam-se quando as coisas não correm bem. Os resultados desportivos não são satisfatórios para esses associados.» in A Bola

Claro! Porque para os enconados, para a carneirada (os adeptos do benfiquinha) e os associados do folcuporto como o orelhas, os resultados desportivos são satisfatórios. Por isso pedem mais do mesmo... E nem ousam contestar! E os maus da fita são os que, fartos disto tudo, ainda contestam.

PS- E as nossas Taças lá continuam perdidas por Angola. O cabrão em vez de encher o museu ainda o vai delapidando...

 
At 7/04/2008 11:05 da tarde, Anonymous Johnny Rook said...

Ontem comecei a reparar nas noticias sobre a AG e resolvi ir lendo tudo o q era site ou blogg benfiquista para me inteirar da realidade.
Com excepção do Encarnado e Branco e do seu titular q foi o único a fazer um relato objectivo do q aconteceu, so lia insultos atras de insultos entre benfiquistas.

É evidente q assim não percebia o q verdadeiramente se tinha passado e resolvi esperar pelas vossas noticias - aqui ou na Tertúlia - para saber a verdade. E não me enganei! Tu e o SLB fizeram um relato fiel, objectivo, imparcial dos acontecimentos e, por isso, posso agora escrever qq coisa sobre o assunto.

Nada que me espante do q aconteceu e do que virá a acontecer num futuro próximo.

O futuro imediato do Benfica será discussão atrás de discussão, ofensa atrás de ofensa, desunião completa e total da familia.

É um fim ha muito anunciado e cujo principal e quase único responsável é o Sr. Presidente. As suas atitudes na comunicação com os sócios e a esfarrapada gestão do desporto no clube (sim , não é só o futebol profissional) só podem conduzir a atitudes de revolta e ao extremar das posições.

Já o disse variadíssimas vezes q o Sr Presidente está a mais no clube, perdeu o prazo de validade, está a mais.

A descida das receitas (todas) e em especial da quotização é óbvia sem sequer ter necessidade de o constatar no RC. O desencanto e a desilusão são enormes. Quando assim é, a participação financeira dos sócios sofre as consequências. As mentiras sistemáticas ainda agravam mais as coisas. A incompetência dá-lhe a machadada final.

Quando aqui ha uns meses discutiamos acesamente sobre se o Presidente devia ou não ir embora, referi q a nova época já estava toda perdida.
Os factos só (infelizmente) me dão razão. Se o futebol é amor, a clubite é paixão do mais irracional q há. Os índices de crença dos sócios e simpatizantes do SLB estão de rastos. Nunca assim estiveram em 104 anos.
Se assim é, a época está logo arruinada em 60% à partida. Entraremos numa espiral de desgraça. Os outros 40% advém do reforço do plantel (não falo por mim, mas daquilo q vou lendo) q faz toda a gente desconfiar porque infelizmente a maioria ate joga FM e lê avidamente os jornais avençados portugueses e com isso vai-se iludindo até à desilusão final!

O método dos sócios que perturbaram a AG pode ser condenável e condenado! Mas, infelizmente, tenho q acabar por compreender e perceber a reacção! Quando as palavras e os actos civilizados falham sistematicamente há quem não se consiga conter e parte para outro tipo de acções, ofensivas e muito mais graves. Não somos todos iguais, não reagimos todos da mesma maneira!

Tu estas triste D'Arcy, desanimado com o q aí vem. Eu ja estou ha muitos anos.
Nunca na minha vida me passou pela cabeça vir a assistir ao declínio vertiginoso do Benfica como nos últimos 18 anos.
Isto era impensável.
Uma crise todos passam. A dimensão do Benfica permitir-lhe -ia sair dela com relativa facilidade. Três/quatro anos de crise e depois a bonança. Já lá vão 18!!!

O futuro imediato é negro tambem por causa dos factores externos. Vai ser o ano de todas as vinganças, à descarada, da Mafia q governa o futebol português. As ultimas decisões garantem a impunidade total e absoluta e o - É Fartar Vilanagem - vai voltar não sei quantos séculos depois.

Por isso, eu nos meus quase 50 anos, vou atingir o ponto que o meu pai atingiu há 30 anos atras. Desligou-se completamente do Benfica. Sofredor durante muitos anos (hoje seria um dos 10 sócios mais antigos do Benfica)desiludiu-se e fartou-se. Isto sempre me fez uma enorme confusão e gerou em nós algumas discussões mais acesas. Longe de mim pensar que um dia ia experimentar o mesmo sentimento ainda q por razões diferentes!

A minha vinda e participação nestes foruns constituem o barómetro do meu entusiasmo e da minha crença. Cada vez venho menos, cada vez participo menos, e a culpa não é vossa. O afastamento do país e do clube normalmente geram saudade e paixão. Posso assegurar-vos q não sinto nada disso, antes pelo contrário. Não tenho nenhuma vontade de ver o Benfica e já dei comigo, este ano, a pura e simplesmente não ver jogos e a não me preocupar minimamente com o facto. Mais grave! Cheguei a esquecer-me completamente q o Benfica jogava!

Deixei de acreditar. Vocês meus amigos, mais novos, com outro tipo de experiência, que continuem a lutar, a tentar salvar o clube. Eu por mim abandono o barco, não tenho mais forças! Nem me apetece ir à procura delas. A vida tem outros interesses, outras coisas em que se pensar e passar o tempo. Não me despeço de todos vós porque certamente virei aqui espreitar de vez em quando, mas quanto a participações acabou-se.

Bem hajam todos,

Um abraço

Nuno

 
At 7/05/2008 12:38 da tarde, Anonymous Indio Nelson said...

Et puor se muove.

 
At 7/05/2008 5:26 da tarde, Anonymous Índio Nelson said...

Fina ironia D'Arcy, do melhor.Muito bem.:))

Confesso que ainda estou estupefacto devido à reviravolta de ontem e à coragem manifestada por aqueles "cinco indomáveis patifes" que conseguiram numa noite acabar com a manipulação exercida durante décadas por meia dúzia de putanheiros bimbos que controlam o futebol português.
Afinal não custa muito, só um pouco de coragem para pôr a rídiculo um poder que ainda só vive dos constrangimentos, cobardia e reflexos condicionados do poder desportivo,politico e mediático.São autênticos "tigres de papel".Bastou uma mulher corajosa, corrijo, bastaram duas mulheres corajosas.
Mas é sintomático que um País "democrático" consiga viver neste estado de coisas por tanto tempo, com tanta gente a saber e sem ninguem fazer nada.Tens razão Johnny, este País não deixa saudades a ninguem, como dizia o João César Monteiro " Este País é um cu donde não se sai".

Mas é pena constatar que o grosso do fluxo noticioso cobarde ainda dá mais evidência e cobertura às teses dos corruptos que foderam isto tudo, tentando ainda manipular e reabilitar a canalha.Aqui uma excepção à TVI que pôs e bem o Joaquim Meirim em antena a explicar o que realmente sucedeu, a SIC do sr. Balsemão (querem apostar que ainda vêem mais uma entrevista do sr. Pinto em directo no J.Noite?) e a RTP/Porto dominada maioritariamente na informação e no desporto pela Olivedesportos/FC Porto, servem-nos o argumentário habitual pro-corrupção. Se queremos ter força temos que boicotar estes canalhas, nomeadamente o serviço publico de televisão que teve ao longo de décadas um papel chave no apoio e na manutenção do poder corrupto atraves da sucessiva manipulação e encobrimento da verdade desportiva. Não esquecer que são pagos maioritariamente por benfiquistas.

Penso que desta vez é muito dificil
inverter isto, no way back.

 
At 7/05/2008 6:32 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Eu não quero deitar foguetes antecipadamente. Mas que foi giro o que aconteceu, foi. Principalmente ver o presidente do CJ deixar cair a máscara (se é que ainda tinha alguma). Quando viu que a votação seria 5-2, primeiro tentou expulsar um dos membros (esquecendo-se convenientemente que a justificação para essa eventual expulsão também se aplicaria a si próprio, dada a queixa do Paços), depois abandonou e deu por terminada a reunião apenas e só com o intuito de, tal como foi denunciado pelos outros membros, atrasar o processo. E é gente desta laia que toma as decisões da justiça na FPF.

Já agora, a SIC Notícias pelo menos também meteu o Meirim a falar; pelo menos foi lá que eu o vi. É engraçado que o Meirim foi um dos juristas em quem os andrades mais confiaram e em cujos pareceres mais se apoiaram para defender a tese de que o processo não tinha transitado em julgado. Agora quero ver o que vão dizer, já que ele afirma que do ponto de vista jurídico tudo o que se passou foi legal.

Mas parece-me que mesmo o espernear do Gonçalves Pereira não vai conseguir muito, pelo menos a julgar pelos regulamentos, que eu acabei de ver no Fórum Benfica.

 
At 7/06/2008 12:35 da tarde, Anonymous Índio Nelson said...

A linha editorial desportiva da SIC é notóriamente sportinguista e complacente com o status quo, o que não quer dizer que eles não levem lá o Meirim ou outros, num media ainda por cima privado a concorrência obriga a isso.O que eu digo é que o sr. Ricardo Costa abrirá quando for necessário a antena da Sic a toda e qualquer propaganda e manipulação vinda do sr. Pinto.
Por acaso ontem à noite estive sintonizado na SICN a ouvir a cristalina explicação de um advogado e habitual comentador (pffff não me recordo o nome... ) sobre este caso, em que ele foi esclarecedor sobre a total legalidade da decisão tomada, e mais, exultava o Governo que desse um sinal forte na condenação desta palhaçada.À mesma hora na RTPN o habitual, convidaram um representante do Boavista, outro da Olivedesportos/Porto para tentarem vencer no debate um advogado representante do P.Ferreira (este é o máximo de equidade no contraditório que os srs. da RTP conseguem arranjar, 2 contra um).
No entanto uma agradável surpresa, o causidico dos Móveis foi bastante assertivo e estava mais que preparado para a "lenga-lenga"
dos outros dois, no fim cortou orelha e dois rabos, e quanto a mim merecia sair em ombros e com direito a música.Olé.

Muito do poder desportivo residiu na manipulação da informação desportiva, relatores que não viam erros de arbitragem escandalosos, jornalistas agredidos com a vergonhosa e cobarde cumplicidade dos seus patrões que os deviam defender, jornais desportivos(!?)cuja politica editorial é sacar o dinheiro aos seus leitores dando em troca o mais indigentes dos jornalismos que se podem observar na Europa,etc...com sinceridade ainda me espanto se alguem quando compra um jornal desportivo espera encontrar lá algo que valha a pena, ou só mesmo pela habitual necessidade de "indignação" e outros "gozos baratos", que são o verdadeiro mercado destes panfletos.É que aquilo de desporto não tem nada, népia.


Ps- D?Arcy porque não te "abalanças" para lá da crónica e começas a escrever short stories? Mesmo em privado para ti, (não sei se já o fazes, claro)não perdes nada e para alem disso é terapêutico:))

PPS- Ah! Índio tambem ser empresário de escritores!:)))

 
At 7/07/2008 1:01 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

 
At 7/07/2008 12:35 da tarde, Blogger Pedro said...

Johnny às vezes tb gostava de conseguir desligar. Em 2001 senti q o Benfica ía a correr desalmadamente para o abismo. Infelizmente o tempo veio dar-me razão. Muitos continuam cegos e não vêm o q foi feito nestes 7/8 anos...um dia irão abrir os olhos mas será demasiado tarde. Infelizmente para mim aquelas camisolas valem mais do q 1000 vilarinhos ou vieiras. Por muito ódio q lhes tenha tenho MUITO MAIS amor ao Glorioso e por isso não consigo voltar as costas.

As maroscas do Vieira e afins não me surpreendem. Dali nunca esperei nada q não fosse isso, maroscas. Mas qd vejo aquelas camisolas em campo não consigo evitar de acreditar. Ainda acredito em Rui Costa. É alguem de puro benfiquismo. Vamos ver se não se deixa contaminar pelos outros...

Mas por vezes gostava de conseguir desligar...

 
At 7/07/2008 7:02 da tarde, Anonymous Índio Nelson said...

Cada vez mais admiro a posição dos "5 indomáveis patifes" não só pela sua reacção mas agora principalmente pela sua capacidade de antecipação e presciência. Sabiam que o Madaíl (o sheriff) é um ser viscoso e invertebrado que se for metido num quarto é capaz de se safar pelo buraco da fechadura, e vai daí decidiram homologar a decisão sendo que assim quem quiser invertê-la vai ter que recorrer.Ora agora a demora e o protelamento joga a favor da verdadeira justiça, e não o que queriam os mânfios que era que não houvesse qualquer decisão e ou vinculação para que tudo fosse decidido dentro dos prazos que lhes convem.
Nos filmes por esta altura já estão apresentados todos os personagens e o plot , creio no entanto que esta fita seja mais complexa e que ainda possam aparecer mais personagens aparentemente desenquadrados, eu por mim ainda espero pelo "herói" (que por acaso até gostava que fosse uma heroína, assim baixinha e despenteada)que ainda não apareceu em cena.

 
At 7/07/2008 7:57 da tarde, Anonymous Ntiago said...

Ena ena.

Embora o tópico do D'Arcy apelidado de "Jantares" não esteja (directamente) ligado ao que vou falar neste momento é preciso ver que é nos jantares que se decide o futuro do futebol português.

Foi um fim de semana louco.
Sexta começava de forma explosiva com uma reunião que implicaria mudanças (ou não) no caso do momento e de forma errada apelidado de "Apito Final", porque isto aparenta ser um apito inicial e não me parece que pare tão depressa. Tivemos duas decisões contraditórias vindas da mesmo concelho de justiça (orgão máximo de decisão do futebol português), uma que deixava tudo em banho maria o que beneficiaria em muito o Boavista (que via adiada a sua descida de divisão) e Pinto de Costa (levantada a suspensão era a carta branca para recorrer dos castigos e contra-atacar tal é o seu m.o.), decidido pelo presidente do concelho (Ex- jr. do FCP, actual vereador da C.M. de Gondomar e sabe-se lá que mais ligações terá ele para aquelas bandas) e do vice; a outra decisão foi aprovada pelos outros membros do concelho (incluindo, o que parece ser a personna non grata para FCP e BFC, o vogal João Abreu, mas já irei lá). Atenção a uma coisa importante, visto tratar-se de um concelho com um nº. ímpar de membros (7 no total, se acha que são mais/menos, então falhou qualquer coisa nas sua aprendizagem de aritmética básica), todos os membros tem direito ao mesmo poder de voto (ou seja, 1 voto por cada membro) independente da sua posição no concelho. Outro aspecto curioso trata-se de que já existia antes um pedido de escusa do Sr. Gonçalves Pereira (Presidente do Concelho) por parte do Paços de Ferreira, argumentando que visto a proximidade e ligações que tinha com um dos visados na padilha que "gere" o futebol português, não tinha espaço de manobra para uma decisão imparcial (como se viria, mas já irei mais à frente). Ora, o sr. Presidente fez precisamente o contrário que se esperava de alguém com boa ética de trabalho e com a responsabilidade do cargo que ocupa (é de lembrar que estamos a falar da instância suprema de Justiça do Futebol Português), que seria abandonar devido a aura de suspeita que rodeava o seu voto. Do outro lado, também surgiu, aparentemente um pedido de recusa ao vogal João Abreu por parte do FCP e BFC, que se saiba não houve fundamentação para esse pedido (o presidente diz saber a razão, mas até ao momento e nem na reunião a disse). É lógico que isto não ia acabar bem.

Enfim, estava visto que as penas aplicadas pelo CJ da Liga iam ser aprovadas com um voto favorável de 5-2 e visto que não iria levar a avante o presidente decide terminar a reunião (o que implicaria uma não tomada de decisão o que resultaria que o Boavista ficasse na Superliga , ou agora apelidada de Liga Sagres, e a suspensão de Pinto de Costa ficava "suspensa".
Mas, o problema é que a reunião não terminou. Apesar do abandono da reunião (perante a iminente derrota) do Presidente do Concelho e do seu cúmplice (que até agora tem estando em silêncio) os restantes membros acharam por bem continuar a reunião e aprovar as medidas aplicadas pelo CJ da Liga (o resultado do "apito final").

O prof. Marcelo Rebelo de Sousa "especialista do life-style português" disse que a valer será a decisão do presidente, mas que a sua acta apresentada a público tinha valor de zero porque teria de estar assinada e aprovada na próxima reunião por todos os membros presentes. Ora, o meu pensamento inicial foi "ok, o tipo é jurista e gosta de ver Roland Garros por isso lá deve ter a sua razão para afirmar aquilo que afirma.", mas lembrei de uma coisa uma reunião só pode terminar daquela forma caso haja voto favorável da maioria para que assim se processa. Ou seja, para que se desse encerrada a ordem de trabalhos, esta teria de ser aprovada pela maioria e não pela única decisão de um membro, mesmo sendo presidente do concelho (salvo excepções e/ou imprevistos que impossibilitam a continuação da ordem de trabalhos de forma normal). Ora, existe também outros pormenores que Marcelo se esqueceu na sua análise, primeiro saber se o pedido de suspensão de funções do presidente foi antes ou depois de este sair, se os pedidos de escusa/recusa foram aceites e saber se houve um pedido formal justificado para terminar a reunião sem terminar a ordem de trabalhos.

Mas, enquanto a ordem de trabalhos continuava, o Presidente do Concelho resolveu tomar as decisões por si só, não só elaborou uma acta da própria reunião (é giro saber que todo o tempo que teve até às 17h30, a acta só tinha 3 páginas, por isso, das duas uma ou muita coisa foi omitida ou não se fez nada), assinada e um conjunto de folhas com as decisões tomadas (por ele). Já agora essas folhas tinham uma outra assinatura de um secretário da fpf, advinhem quem?

É óbvio que o que se passou nos momentos seguintes (até agora) foi o esperado: apareceu pareceres de todo o que era jurista e especialista - curiosamente só Marcelo dos nomes mais sonantes da jurisprudência portuguesa é que defende as não-decisões do presidente e muitos entraram em posição fetal (Álvaro Braga Júnior).

Hoje, segunda-feira dia 7, a FPF teve uma reunião de urgência devido ao sucedido e que se sabe foi infrutífera (visto que o CS da federação está acima do presidente da FPF) e nenhuma decisão vinculativa e punição podia ser tomada, serviu apenas para alongar mais este fado e permitir que as coisas se mantenham na mesma. Também pediu uma investigação exterior a FPF para que se tire todo a "limpo" (como se algo no desporto português fosse capaz de atingir esse nível). A PGR também já está de olho ao possível tráfico de influências dentro de um orgão supremo que se quer imparcial e acima de suspeita.

Hoje, também houve o sorteio da Liga Sagres (Superliga), na Alfandega do Porto. Já se sabe que , perto de 50 adeptos do Boavista apareceram como forma de pressão e que os ânimos ficaram quentes quando se tentou hastear a bandeira do Paços. Não me admirava que esse grupo não fosse mais do que um grupo de troulhas arranjados por Alvaro Braga Jr. (velha glória do "sistema" e "novo" aliado da "santa sé") como "corpo diplomático" (nem me admirava também que o Madureira estivesse envolvido de qualquer forma, porque amigos é para as ocasiões).

Também já começou a guerra dos media, enquanto a Sic Noticias foi obter posições de um especialista em direito desportivo (Meirim) e de um elemento da ordem de advogados que é presença habitual em debates de decisões jurídicas a RTP (ou foi a RTPN? É que troco sempre as duas...) teve um conversa de amigos com o presidente da CJ da FPF (que teve tempo para mostrar papeis ao bom nível de Vale e Azevedo e dizer que até foi insultado por João Abreu (pelos vistos, o mal criado disse para ele "ir para o raio que o parta"). Podia fazer uma análise mais cuidada do insulto, mas isso seria descer muito baixo e seria isso sim um insulto à minha e à vossa inteligência. Mas estou a ser injusto, ele também teve na Sic, mas não teve as facilidades que esperava. Conceição Lino fez um que se esperava e não deixou que aquela entrevista fosse mais uma tentativa de choradinho e de lavagem de roupa suja. Foi engraçado ver Sr. Gonçalves Pereira de trombas, quando perante a sua insistência de responder sempre com o mesmo as diferentes perguntas da pivot, quando esta dá por terminada a entrevista.

E agora?
Promete aquecer mais. A UEFA já pediu um parecer do que passou e com um Benfica-Porto já no dia 31/08, promete ainda mais.

P.S.: não podemos esquecer que a contra-informação começou com os seus propósitos e prevejo mais noticias nos próximos dias.

D'arcy para quando uma crónica das tuas soube o que se passou.

 
At 7/08/2008 6:28 da tarde, Anonymous Índio Nelson said...

Bah! Caras pálidas da FPF ainda não ter fio que fala? Ainda usar Pony express?? ou diligência???
Índio desconfiar que carteiro passar por bar alterne primeiro!!

 
At 7/08/2008 7:05 da tarde, Anonymous Índio Nelson said...

Outra coisa que Índio estranha é a quantidade de novos heróis que agora falam mal da corrupção e dos corruptores, parece o Alamo (a propósito o Alamo não foi como o J.Waine contou, mas o que interessa é que podia ter sido)todos a quererem ser consagrados como mártires e heróicos denunciantes da patranha que toda a gente sabia que existia e que eles próprios se esqueceram de denunciar.Parece aquele outro filme com o De Niro, O Despertares, de um momento para o outro parecem todos acordar para o que os rodeia e a portarem-se normalmente, mas atenção se isto dá uma reviravolta, eles voltam a hibernar, dá-se um desmemoriar repentino.É lixada esta doença, é a cobardia.
Claro que dado o "momentum" da coisa o mais provável é cada vez aparecerem mais "despertares" e a um dado ponto serão tantos, que espantados verificaremos que afinal o "monstro" só era afinal constituido pelo Pinto, o motorista do Pinto e o segurança da Torre das Antas.
A partir daqui dá-se o revisionismo habitual, distribuem-se os novos lugares pelos "novos" heróis despertados, que assim podem desta vez fazer as velhas coisas com um novo prazo de validade.
Os cinco indomáveis patifes voltam aos quartéis (como o Salgueiro Maia) e cumprem um resto de vida chato e cheio de tédio abrilhantado por alguma homenagem ocasional a propósito de alguma efeméride de algum não desmemoriado.
Tão a ver o filme??

 
At 7/09/2008 12:57 da tarde, Blogger Harry Lime said...

Este comentário foi removido pelo autor.

 
At 7/09/2008 1:00 da tarde, Blogger Harry Lime said...

A dos jantares é muito boa!

Parece saida de um filme do Vasco Santana. Em vez de "Ó Evaristo! Tens cá disto!?" é "Chulos! É só jantares!".

Delirante!

 
At 7/09/2008 1:03 da tarde, Blogger Harry Lime said...

D`arcy,

Se quiserem criar uma escala para medir o benfiquismo de uma pessoa eu posso servir como o Tetra-metil-silano: o zero da escala. :):):):):):

 
At 7/09/2008 2:16 da tarde, Blogger Mr. Shankly said...

"Outra coisa que Índio estranha é a quantidade de novos heróis que agora falam mal da corrupção e dos corruptores"

Estranho, mas bom sinal, acho eu!

 
At 7/09/2008 2:21 da tarde, Anonymous Filipe said...

Que raio de mania, a de jantar todos os dias!

 
At 7/09/2008 3:01 da tarde, Blogger Passaralho said...

http://www.petitiononline.com/tdpt/petition.html

 
At 7/09/2008 3:07 da tarde, Anonymous Ntiago said...

Pela boca morre o peixe...talvez...

“Penso muito mal do Ricardo Costa. Fez muito mal ao Boavista e a Pinto da Costa. É o responsável pela descida do Boavista, porque foi ele a decretar essa punição. Mas não sei se veste a camisola de algum clube, porque nunca o vi sem camisa”

V. Loureiro

 
At 7/09/2008 5:27 da tarde, Anonymous Índio Nelson said...

Sim claro Mr. Shankly, eles não costumam apostar no cavalo errado.

O NGomes telefonou pela enésima vez aos seus amigos jornalistas para meterem uma notícia nos jornais para ver se consegue passar mais um ano descansado no banco.Compreende-se o rapaz está de férias a descansar de uma época esgotante e não quer ter surpresas ao regressar. Se não jogar muito no Natal a história repete-se.


P: Rui Costa, Aimar?
R:Si, hay mar e muchas cosas mas.

 
At 7/09/2008 5:45 da tarde, Anonymous Índio Nelson said...

D'Arcy tens que proteger este blog com copyright de propriedade intelectual, porque os paneleiros dos jornalistas bem como um certo e conhecido palgiador, "picam" daqui ideias para fazerem notícias e textos.

ESTÃO A OUVIR SEUS JAVARDOS??

Isto tambem é um aviso para todos vós, porque de que vale estarem a gastar dinheiro num jornal(?!) cujas ideias e noticias fosteis vós que escrevestes, ou que já as tivestes lido em algum sítio? Por vezes não tendes uma sensação de dejá vu?
Libertai-vos desse vício horrendo e imundo que ajuda a destruir milhões de arvores e acabará por destruir o planeta em que vivemos.

SALVEM O PLANETA NÂO LEIAM JORNAIS DESPORTIVOS

 
At 7/09/2008 8:16 da tarde, Anonymous Ntiago said...

"Isto tambem é um aviso para todos vós, porque de que vale estarem a gastar dinheiro num jornal(?!) cujas ideias e noticias fosteis vós que escrevestes, ou que já as tivestes lido em algum sítio? Por vezes não tendes uma sensação de dejá vu?"

Indio esclarece lá isso melhor.

Já agora não percam hoje, mais um grande momento do futebol português. Parafraseando uma certa pessoa do mundo futebolístico português, "Comigo o prédio vem abaixo". Estou mesmo a ver que sim...

 
At 7/09/2008 9:15 da tarde, Anonymous Índio Nelson said...

NTiago é simples, porque é que se há-de comprar uma folha cujas noticias são feitas por quem as lê?!! O material jornalistico é cada vez mais picado da net (blogs) e de "telexes" da Lusa, não tem nenhum valor acrescentado como noticia ou opinião. UMA VERDADEIRA BOSTA!!

O Gonçalves já deve ter "sido" apertado pelos mânfios, pois ele não deu conta do serviço que lhe foi encomendado,e tenta por todos os meios safar-se usando de todos os subterfugios possiveis para satisfazer a clientela, senão a vida não lhe vai ser fácil.A canalha não perdoa.

 
At 7/09/2008 9:19 da tarde, Anonymous Índio Nelson said...

NTiago, no enatanto se te referes ao "português" utilizado, não ligues, sou eu que ando à procura de um estilo:)))

 
At 7/09/2008 9:25 da tarde, Blogger John Billy said...

Mas este recurso deste filho da p*** pode implicar o quê?

 
At 7/10/2008 3:42 da tarde, Anonymous Ntiago said...

"NTiago é simples, porque é que se há-de comprar uma folha cujas noticias são feitas por quem as lê?!! O material jornalistico é cada vez mais picado da net (blogs) e de "telexes" da Lusa, não tem nenhum valor acrescentado como noticia ou opinião. UMA VERDADEIRA BOSTA!!"

Era mais se podias dar um exemplo disso.

"Mas este recurso deste filho da p*** pode implicar o quê?"

Travar a aceitação das medidas disciplinares para com o Boavista e Pinto da Costa, caso aceite. Ou pelo menos, volta tudo a estaca zero. Quero ver se o Boavista não acaba nas distritais. Até já foram recorrer para o civil quando sabem muito bem que não podem (sem faltar o dinheiro que devem ao Beira-Mar e principalmente ao Paços!"

 

Enviar um comentário

<< Home