segunda-feira, janeiro 12, 2009

Arraial

Ainda o jogo de ontem estava no intervalo, e já nós, em conversa, adivinhávamos o arraial que se montaria por causa do golo irregular do David Luiz. Por isso mesmo, não me surpreende nada o que se vai lendo e ouvindo sobre o assunto no dia de hoje. O circo está montado, resta agora sentarmo-nos confortavelmente e apreciar o espectáculo.

O Jesus, fiel aos seus princípios, destrambelhou logo as atoardas do costume. Pois, Jesus, o que tu queres sei eu. No final da época há um lugarzito apetecível de treinador que deve ficar vago, e portanto convém ires mostrando algumas credenciais de jeito. Ainda por cima porque há outros, como o chicharro do Nacional, que já se começaram a fazer ao bife e portanto já partem com alguma vantagem. Todos nós nos lembramos, por exemplo, da indignação e fúria semelhantes com que o mesmo Jesus, o ano passado, depois de sofrer um golo do Postiga três ou quatro metros fora de jogo em pleno Estádio do Ladrão, enfrentou os jornalistas após o jogo, falando do escândalo que esse golo foi. Os elogios aos andrades foram tantos que só faltou mesmo agradecer ao Postiga o golo em fora-de-jogo. Este comportamento do Jesus (e de cada vez que escrevo o nome só me vem à cabeça a imagem de um gajo a lamber uma bola de bólingue) é aliás uma espécie de modus operandi que parece vir descrito no manual do treinador português. Deve dizer algo como 'A seguir a um jogo que não ganhes contra o Benfica, faz um escarcéu sobre a arbitragem. A seguir a um jogo com os andrades, mesmo que sejas espoliado, elogia a equipa deles'.

Na peugada do Jesus e da sua obsessão pouco saudável por bolas de bólingue segue o chihuahua do Porco na Bosta, mais conhecido por Salvador. Como bom cãozinho de colo que é, chega ao ponto de denominar o árbitro de ontem como 'o Calabote do Século XXI'. Se não conhecêssemos já as suas tendências, a sua menção à mentira do Calabote desmascará-lo-ia. Na verdade, sempre achei que os chihuahuas se parecem mais com ratazanas do que com cães, mas presumo que uns não se importem de ser ratazanas, e outros até gostem de viver rodeados delas e de andar com elas ao colo (ou sentar-se na bancada com elas ao lado, tanto faz). A ratazana, na ânsia de agradar ao suposto dono (suposto porque, apesar da ratazana não se aperceber disso, não terá qualquer pejo em pontapeá-la de volta para o esgoto assim que deixar de ver qualquer utilidade nela), esfrega-se insinuantemente nas pernas dele, ansiando por qualquer sobra que, em vez de ir parar ao lixo, lhe venha cair ao alcance. Alans, Aguiares e afins dão sempre jeito.

O Pasquim, fiel à sua qualidade verde rastejante, não faz por menos: fala de dois penáltis perdoados ao Benfica, para além do golo mal validado. Deve ser a dor de ver o seu clube ficar na liderança apenas por um dia que os põe a ver a dobrar. E O Nojo, obviamente transtornado pelo mau hálito fétido do Juju, fala em coisas 'falsas como Judas'. Quer dizer, enquanto o Benfica andou, desde o início da época, a ser 'larapiado' à fartazana, foi um regabofe. Andou toda a gente cantando e rindo, enquanto que pelo menos oito pontos nos foram subtraídos pelos árbitros, que ainda nos custaram uma eliminação da Taça de Portugal. Nessa altura os arautos da lisura e honestidade trataram foi de, com a maior cara de pau, criticar a equipa, o Rui Costa, e mais o que calhasse, porque o Benfica tinha era que jogar mais e melhor, e não podia escudar-se na desculpa das más arbitragens. Agora que, finalmente, houve um jogo em que sim, fomos claramente beneficiados pelos erros de arbitragem, sem surpresas cai o Carmo e a Trindade.

Não vou ser hipócrita: não me agrada ganhar assim. Ao contrário, se calhar, de outros clubes e paragens, que fazem disto uma estranha forma de vida, não sinto particular alegria em ver o Benfica ser beneficiado por um árbitro, e o que me dá satisfação é ver o Benfica ganhar porque foi claramente superior ao adversário. Mas confesso que me começa a dar um certo prazer sádico ver toda esta gente contorcer-se de raiva. Compreende-se: a frequência com que temos sido prejudicados pelas arbitragens esta época é tal que, para esta gente, isto já devia ser tomado como um dado adquirido, e até uma certa normalidade. Por isso deve custar-lhes ainda mais, sobretudo quando vêem o pequeno mundo hipócrita e falso que construíram desabar. Quanto a nós, a arbitragem de ontem é a bandeira de que muitos precisavam. Vamos levar com ela até final do campeonato, e de cada vez que nos quisermos queixar de um jogo, esta ser-nos-à atirada em cara. Agora é esperar para ver se iremos ou não pagar bem caras as consequências da noite de ontem.

37 Comments:

At 1/12/2009 11:57 da manhã, Anonymous 1benfiquista na Inbicta said...

Viva

Jogámos mal como aliás vem acontecendo toda a temporada.

Fomos beneficiados e agora vamos pagar essa factura durante toda a época, ainda por cima com base em exibições catastróficas...Não precisamos disso.

Mas voltámos ao topo e se tivermos engenho e arte de lá não sairemos; peço contudo mais futebol e mais lucidez no banco.

3 notas:
Quique devia ter assumido os erros do árbitro; afinal é igual aos outros
Chissoko é reforço do FCP e devia ser nosso
João Pereira é um dos melhores laterais nacionais. E comprá-lo?

Saudações benfiquistas

 
At 1/12/2009 12:11 da tarde, Anonymous Luis Figueiredo said...

Como vem sendo hábito sofremos a bom sofrer para ganhar ao Braga.
Boa equipa esta do Braga, com jogadores rápidos e bons de bola na frente, com um lateral direito formado no Benfica, mas que está a jogar muito bom futebol, e tem um grande Guarda Redes.
Mas conseguimos o mais importante, que era ganhar, e como bónus dessa vitória voltámos ao topo.
Uma palavra para o Miguel Vitor, muito raçudo, com poucas faltas cometidas, nunca dá o lance por perdido e muito bom na antecipação, temos ali futuro.
O Maxi está a fazer, de longe, a melhor época desde que está no Benfica.Raçudo, muito competitivo, comboas subidas e alguns cruzamentos de fazer inveja ao Bosingwa.
Uma palavra para o Suazo, acho que um jogador desta qualidade, tem que mostrar mais futebol do que aquele que tem vindo a mostrar. Por vezes vejo alguma falta de empenho em tarefas de pressing junto da defesa adversária.
Temos que voltar a ser fortes mentalmente, jogar um bocadinho mais futebol. Por favor alguém que diga ao Quique que o nosso melhor ponta de lança tem que jogar obrigatóriamente nos jogos em casa, e nos jogos fora onde vamos ter que jogar contra uma muralha da china à frente das balizas, por favor deixem jogar o Cardozo.
Em Maio havemos de festejar, estou certo.
Vamos no entanto sofrer um bocado nos próximos tempos, devido a esta arbitragem.

 
At 1/12/2009 12:18 da tarde, Anonymous john billy said...

Brilhante como sempre!

 
At 1/12/2009 12:38 da tarde, Anonymous Índio Ruço said...

Afinal de que "beneficiamos" nós?
De um lance em fora de jogo que deu golo. Este lance é quase igual a um outro que o grande guerreiro DLuiz marcou contra o Porto na Luz e que tambem causou azia ao invertebrado Jezivaldo.

Alias ele faz bem este numero, porque um pouco antes da bola partir ele dá um passo em frente (ou lateral neste caso)enquanto está tudo imóvel a preparar o tempo de salto e a ver para onde vai a bola, o arbitro e o liner não conseguem distinguir entre o momento em que parte a bola e o momento em que ele dá o passo, e assumem perceptivamente que o livre é marcado aquando da sua movimentação.

Este bravo tem muita psicologia do desporto naquele toucado e começa já a demonstrar um pouco de malícia, embora ainda longe da maldade requerida que no entanto está ao seu perfeito alcance.


Fonix eu sou honesto, mas não me sinto mal a ganhar desta forma quando todos os outros é um ver se te avias. Isto é a Liga Sagres percebem? Fonix está tudo louco ou quê? Então existem presidentes de clubes indiciados de corrupção, arbitros, tipos do conselho de arbitragem, mais o ex-presidente da Liga,etc...(não tenho aqui espaço para debitar o rol completo)e nós é que temos que nos sentir mal? por um fora de jogozinho? quer dizer ainda temos que ser parvos, por cima?

O Tanas... é quando eu gozo mais, sabe mesmo bem um pouco de justiça poética de vez em quando.É pena é ser só poética e só de vez em quando.

 
At 1/12/2009 2:53 da tarde, Blogger Rocha said...

A ver se os jornais comentaram isto:

http://www.youtube.com/watch?v=zMeCGVOBI3M

Como diz Gabriel o Pensador, "Até Quando vai levando porrada?"

1A,

Rocha

 
At 1/12/2009 3:09 da tarde, Anonymous Anónimo said...

O Presidente (?) do Braga diz que voltou o Calabote. Também acho que sim mas esteve no Estádio do Dragão onde jogaram mais 7 minutos e tal.
SERÁ QUE LOGO NO INÍCIO DO JOGO NÃO HOUVE PENALTY CONTRA O BRAGA POR EMPURRÃO SOBRE O SUAZO?
Basta ver as repetições (Cruz dos Santos confira) e este sim definiria o rumo do jogo.
Algumas dúvidas sobre o falado do Luisão. Mas se nem contacto houve como pode ser penalty?
jraugusto

 
At 1/12/2009 4:57 da tarde, Anonymous Algarviu said...

Eu estou como o Indio: então levamos décadas (sim décadas!) a sermos gamados, levamos décadas a ver as falcatruas arquitectadas pela Famiglia Portista, e agora temos que sentir remorsos por um golo fora de jogo?!

Fico emocionado com as declarações de desgosto que vou lendo por aí, nos nossos blogs.

 
At 1/12/2009 7:25 da tarde, Blogger Raquel said...

Não sei como vim cá parar mas já agora aqui fica o ponto de vista de uma adepta ferranha de futebol E BRACARENSE!!!

O jogo foi claramente uma desilusão!!Não por ser o Braga mas pela falta de qualidade que o próprio jogo teve!Começando pela arbitragem e acabando na arbitragem!

O golo do Benfica é claramente inválido...Ninguém é capaz de contestar isso!Penalty para o Benfica?!Mas vcs viram a reacção de Di Maria(salvo erro) no relvado tipo "uauu consegui o penalty...o árbitro é que é amigo ( e cegueita!!)"

é por estas e por outras que deixei de gastar dinheiro para ir ao estádio...

 
At 1/12/2009 7:44 da tarde, Anonymous Hattori Hanzo said...

É verdade que fomos beneficiados ontem... Mas não tanto como dizem. É que eu vi o jogo e encontro um golo em que o david luiz estava fora-de-jogo, e que portanto devia ser anulado , e um possível penalti do Luisão. Mas hoje ao ver os jornais parece que foi a pior coisa arbitragem de sempre (Houve afinal quantos pénaltis quer deviam ter sido marcados? 5 ou 6 - é que pelo que ouvi dizer já deve ir aí. É engraçado que os paladinos da verdade há 3 semanas estavam caladinhos. Ou que os "coitadinhos" da equipa do braga não falaram em nada quando foram prejudicados contra o Sporting na 2ª jornada (aí não deviam ser coitadinhos). Eu apenas consegui ver a 2ª parte do jogo num canal inglês e o comentador (de certeza que é menos faccioso que qualquer pessoa em Portugal para o bem ou mal do Benfica) dizia que o árbitro tinha estado mal no golo do Benfica. Mas sendo inglês o homem nem deve perceber nada daquilo. Quanto ao Benfica ... não me agradou nada o jogo, com nós a jogarmos demasiado recuados (não sei como foi a 1ª). E não gostei das substituições que o Quique fez, que colocou ainda mais a equipa recuada. Mas mais uma vez gostei da atitude guerreira d Miguel Vitor e de David Luiz (como eu já tinha dito anteriormente não me parece que Jorge Ribeiro recupere aquela posição tão cedo ... e ainda bem). E acho que Suazo para quilo que ganha, e pelo que diziam dele de Itália (eu não o conhecia muito bem) tem de valer muito mais do que está a mostrar.

 
At 1/12/2009 8:06 da tarde, Blogger último! said...

E o penaltí sobre o Suazo?

Só houve um erro (as imagens do Luisão não me convencem, no estádio tive a clara sensação que o jogador do Braga salta por cima das pernas e depois lembra-se e atira-se) tanto barulho!!!

Eles já estão a arranjar maneira de dizer que foi o campeonato mais roubado de sempre, na primeira vez que acontece.

 
At 1/12/2009 8:55 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Este é um blogue que visito com assiduidade e que merece a visita de muitos mais benfiquistas. Também logo que li os comentários do Sr. J. Jesus, comentei para com os meus botões ... "querem ver que o Sr. PC já insinuou junto deste tipo que ele tem possibilidades de vir a ser treinador do FCP".
Uma ver mais um grande "post". Parabéns.
A. Gouveia. Sócio 5323 do SLB.

 
At 1/12/2009 8:58 da tarde, Blogger Harry Lime said...

D' arcy

Este arraial é o mesmo que tu montas quando o Porto ou o Sporting ganham a partir da incompetencia do arbitro.

É a mesma coisa, pá.

 
At 1/12/2009 9:06 da tarde, Blogger Harry Lime said...

e de cada vez que escrevo o nome só me vem à cabeça a imagem de um gajo a lamber uma bola de bólingue

Muito bom... Mas deixa-me lembrar-te que nos meus tempos de apostador no BWin, eu perdia sempre que apostava contra equipas treinadas pelo Jesus.

É bem verdade o que diz o outro: NOBODY FUCKS WITH DA JESUS!

PS. Já agora aqui fica uma pequena surpresa para desanuviar o ambiente.

 
At 1/12/2009 9:14 da tarde, Anonymous JFilipe said...

Eu acho que eles têm memória curta. Lembro-me de termos perdido há três épocas em Braga com um golo em fora de jogo mais claro que o do DLuiz.

Onde estava a indignação dos dirigentes do Braga nessa altura?

 
At 1/12/2009 9:21 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Harry, não queiras comparar arraiais. O teu clube é especialista em montá-los sempre que se trata do Benfica. De certeza que nunca ouviste o Rui Costa, ou qualquer outra pessoa de dentro do Benfica, a fazer comentários sobre o que se passou com árbitros nos jogos do sportém.

E essa não é a cena original do Jesus. Ninguém poderá fazê-la tão bem como o John Turturro.

 
At 1/12/2009 9:50 da tarde, Blogger Harry Lime said...

D`Arcy,

Eu sei que esta não é a cena original.

Essa é a parte gira. é que o Lebowsky foi na altura completamente sovado pelos criticos mas hoje é um filme de culto a sério, suportado completamente pela devoção dos fãs. :):):):)

 
At 1/12/2009 9:53 da tarde, Blogger Harry Lime said...

E estes arraiais são todos iguais não venhas com tretas. Foram beneficiados pelo arbitro e pronto!

E os outros barafustam da mesma forma que voces barafustam quando os beneficiados são os outros.

 
At 1/12/2009 11:50 da tarde, Blogger Rod The Leven de Portugal said...

Há algo que não percebo. Enquanto nós nos esgatanhamos pelas vezes em que somos prejudicados pelas arbitragens, ou nos defendemos quando beneficiados, assiste-se ao festim que graça pelo país em tempo de crise.

Ninguém quer saber da crise, e todos atiram areia para os olhos.

Como diria um investigador policial, "follow the money", para descobrir os verdadeiros gatos. Isto se quiserem....

Atentem em alguns detalhes...

Por exemplo, enquanto no site do jornal "O Nojo" (ou será A Batota?, já não sei) se entretém a fazer o tal arraial de que o D'Arcy refere, o nosso SLB faz publicidade onde? Olha! não é precisamente no site deste jornal?

Não é preciso procurar muito mais, para perceber que andam a brincar com coisas sérias.

De que serve ser beneficiado? Não perceberam? É mesmo para lograr a continuação da farsa.

Lembram-se do penalti oferecido no jogo contra o Estrela para a Taça da Liga? Só serviu para escamotear a batota que se seguiu e que levou 20 pontos de avanço.

o esquema é sempre o mesmo, e a malta papa como sempre.

 
At 1/13/2009 8:59 da manhã, Anonymous Índio Ruço said...

O Jesus é tão estupido que confundiu o Benfica com o BPrivado!!

O Rod tem razão, isto é só para alimentar o pagode e condicionar o Benfica em futuros roubos.

O que se conclui é que o ruído mediático que existe quando o Benfica é beneficiado é muito superior do que quando os outros o são. Isto porque o Porto e o Sporting têm muito mais poder nos media e tambem porque a maior parte dos "benfiquistas" presentes e que poderiam responder a esse ruído são uns ambrósios e uma andorinha (Seara), desde o MFerreira na Antena 1 ao Tópê (ex-adepto do Barcelona), são todos uns pastelões que bancam o "mocinho" da fita.

Dêem-me os 15 minutos wharolianos a que tenho direito numa TV qualquer com qualquer "oponente" do dragon ou do leon, o formato pode ser o que quiserem, embora eu prefira o de 12x3!
Iam a ver como elas mordiam a sério e literalmente!!

 
At 1/13/2009 9:21 da manhã, Anonymous Índio Ruço said...

Um pouco off-topic:

Ontem de tarde a RTP N fez um directo à Gala da FIFA para a cobertura da entrega do prémio do "melhor" Jogador do Mundo.Enquanto os jogadores não chegavam para a conferência de Imprensa, o Noé Monteiro diz:
"Este é um exclusivo RTP, já que somos a única televisão do Mundo a estar aqui em directo"

Ainda não percebi se o tipo disse aquilo com ironia ou satisfação, pelo tom parecia estar satisfeito.

 
At 1/13/2009 9:43 da manhã, Blogger D'Arcy said...

Não me admiraria nada. Poucos países no mundo devem ser tão labregos ou provincianamente nacionalistas para se darem ao trabalho de fazer um directo de uma cerimónia a que normalmente pouca atenção se dá (o que interessa é depois dar a notícia de quem ganhou), e ainda por cima, se bem percebi, depois passar o resto da noite com um debate em directo para discutir o assunto, no qual até o badocha do Laurentino participou (também compreende-se, para além de se mexer no caso do Nuno Assis, o homem pouco mais levanta o rabo da cadeira).

Depois não admira que o pessoal lá fora pense que o Ronaldo é adorado em Portugal. Ficam quase sempre muito espantados quando me dão a oportunidade de dar a minha opinião sobre ele :p

 
At 1/13/2009 9:45 da manhã, Blogger D'Arcy said...

Por falar em melhores jogadores do mundo, amanhã o grande Maradona vai estar na Luz. Se me cruzar com ele ainda lhe peço um autógrafo ;)

 
At 1/13/2009 12:07 da tarde, Anonymous Índio Ruço said...

Ainda por cima numa estação pública...custa a crer,é uma falta de sentido crítico...uma autêntica mediocridade que nos entra por casa a dentro. Tens razão, genéricamente falando, os caras pálidas tem uma impressão não muito precisa do que nós somos em parte devido ao facto de a maior parte dos burgessos deste país serem os tipos que têm maior exposição mediática. Depois de nos conhecerem melhor a opinião muda radicalmente...bem falo por mim... e o meu target são mais as frauen abaixo dos 40, inspirado como fui pelo meu grande tutor ZZ Camarinha.



Pede, pede..é melhor é pedires dois porque se por acaso só pedires um...já sabes como trabalha o pessoal da Manitu Inc....não temos fotocopiadoras portáteis.
E atenção...não levem o Maradona para dentro do relvado que o tipo ainda começa a snifar as linhas e depois não temos as marcações em ordem para o jogo.

Os tipos do Porto devem estar roídos de inveja, há uns dias atrás andavam todos provincianamente contentes à espera que o Pibe fosse falar com o Jesivaldo! eheheh são mesmo bimbos, coño!
O Maradona tinha que visitar primeiro o clube que teve nas suas fileiras o seu mais conhecido émulo, o Vata!!

 
At 1/13/2009 12:10 da tarde, Blogger Harry Lime said...

o badocha do Laurentino participou (também compreende-se, para além de se mexer no caso do Nuno Assis, o homem pouco mais levanta o rabo da cadeira).

O Laurentino participou no debate para associar o governo ao sucesso do CR7, que merecido ou não, é só dele!

A 6 meses das eleições, o governo tem de aparecer nestas porcarias, apesar de eu suspeitar que estes gajos não enganam ninguem, é eleitoralismo puro.

Em relação ao Nuno Assis, voces acreditam realmente que um ministro deve intervir num caso de dopping? É uma questão interessanet, não achas?

Rui Silva

 
At 1/13/2009 12:21 da tarde, Blogger Harry Lime said...

Ontem de tarde a RTP N fez um directo à Gala da FIFA para a cobertura da entrega do prémio do "melhor" Jogador do Mundo.Enquanto os jogadores não chegavam para a conferência de Imprensa, o Noé Monteiro diz:
"Este é um exclusivo RTP, já que somos a única televisão do Mundo a estar aqui em directo"

Ainda não percebi se o tipo disse aquilo com ironia ou satisfação, pelo tom parecia estar satisfeito.


Teria sido giro era se o CR, por uma acaso qualquer do destino, não tivesse ganho.

Não seria giro para o CR, que é um excelente jogador que fez uma grande época e que mereceu o prémio.

Se o Messi ganhasse seria muito giro ver a cara de pau de todos os promotores deste circo, com o qual o CR tem pouco a ver. Afinal de contas , o jovem só sabe fazer 3 coisas na vida: jogar à bola, ganhar guito e ir para a cama com mulheres.

PS. Recentemente, o CR descobriu um novo talento: espatifar Ferraris.

 
At 1/13/2009 12:21 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Este jogo foi uma tragédia para o arbitro e para o futebol. Mas não é nada que não se tenha passado noutros campos especialmente para os lados do Dragão. Também penso que não é num jogo que se decide o campeão e por isso se a insatisfação é válida não explica os falhanços do Renteria . E o Braga até jogou melhor... Giro foi ver o Jesualdo a queixar-se de um penalty.. Devia ter vergonha na cara....

Joao Dentes

 
At 1/13/2009 7:50 da tarde, Anonymous Índio Ruço said...

Claudia Semedo, liliana Campos, Sara Esteves Cardoso e Sylvie Dias...Hurrah! Hurrah!
De puta madre, coño!!!

 
At 1/14/2009 1:17 da manhã, Anonymous algarviu said...

Indio, se é o meu conterrâneo Zézé que te inspira olha que o target dele não são as squaws abaixo dos 40, mas as que se situam muito acima... Hoje como antes. Ugh!

 
At 1/14/2009 4:52 da tarde, Anonymous Anónimo said...

O que quiseste exactamente dizer com isto:

"a sua menção à mentira do Calabote".

Mentira? Porquê? Estou cheio de curiosidade.

Filipe Moura

 
At 1/14/2009 5:57 da tarde, Blogger D'Arcy said...

A lenda do Calabote já foi mais que explicada, por diversas vezes. Apenas aqueles muito mal intencionados é que continuam a querer perpetuá-la, omitindo sempre uma boa parte da verdade, e nunca, mas mesmo nunca, mencionando o que entretanto se passou no outro jogo em simultâneo, em Torres Vedras. Tens a certeza de que nunca ouviste falar disto?

 
At 1/14/2009 6:00 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Se estiveres realmente interessado em saber mais, o caso Calabote está explicado aqui:

http://www.slbenfica.pt/incslb/pdf/verdadesdeturpadas.pdf

Tem cópias dos artigos nos jornais da altura, só para o caso de haver dúvidas.

 
At 1/14/2009 6:36 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Conheço o caso de trás para a frente. Conheço pessoas que viram o jogo, benfiquistas e não-benfiquistas, que me contaram em detalhe o que sucedeu e o que foi apurado no inquérito que levou à irradiação de Calabote. Desse PDF da página oficial do Benfica, em 23 páginas, só três falam do caso em si. O resto são floreados que pouco interessam a não ser aos mais fanáticos. Os recortes são unânimes em considerar o segundo penalty falso - "exorbitante", diz o mundo desportivo -, e que foi exagerado o período de compensações (à época não se usava).

Felizmente, há mais relatos:

"...E revolta na cabina da Cuf - Cândido Tavares, o seu treinador, que pelo Benfica até já fora campeão, não se conformava: «Só estranhei que Inocêncio Calabote não tivesse arranjado uma quarta grande penalidade nos últimos minutos. Não foi árbitro, não foi nada.»

Em Outubro, sem grandes explicações, Inocêncio Calabote foi irradiado. E, ironias do destino, o portista Teixeira, autor do golo que valera o Campeonato, estava sob ameaça de processo disciplinar, única e exclusivamente, por ter abraçado Béla Guttmann."

"Manuel de Oliveira, que viria a ser um dos mais cotados treinadores portugueses, era na altura jogador da CUF. Em declarações ao jornal RECORD de 23/01/2006, não teve dúvidas em afirmar: “Estava tudo feito. Foram assinaladas três grandes penalidades contra nós e nenhuma delas existiu. (...) O jogo foi preparado muito antes (...) Para começar, o Benfica promoveu um atraso de 7 minutos para o recomeço do jogo e depois confirmou-se o momento mau pelo qual passava o nosso guarda-redes, Gama, que foi muito pressionado durante a semana por elementos ligados ao adversário. E a verdade é que ele não foi feliz. (...) O jogo obedeceu a um arranjo e, quanto a isso, não tenho a menor dúvida”."

«"O árbitro era o Calabote - houve erros inaceitáveis na Luz, com uma
sucessão de golos incríveis. O guarda-redes era o Gama, que seria
substituído. Os jogadores do FC Porto ficaram no campo à espera
que acabassem os golos na Luz", conta Homero Serpa, jornalista
d'A Bola na altura.»

 
At 1/14/2009 6:38 da tarde, Anonymous Anónimo said...

" Durante a semana que antecedeu o jogo, o Torreense transformou-se numa espécie de Benfica B, com os treinos a serem orientados por elementos dos encarnados, tendo-se chegado ao cúmulo de, durante o jogo, um treinador do Benfica – o argentino Valdivieso – se ter sentado no banco do Torreense. A muito custo o FC Porto venceu por 3-0, com os dois últimos golos a serem marcados nos minutos finais da partida.

No entanto, como nesse tempo não havia “sistema” mas valia tudo, os portistas tiveram de esperar quase quinze minutos após o fim do jogo para poderem festejar.
E porquê?
Em primeiro lugar, e apesar dos regulamentos dizerem que os jogos tinham de começar à mesma hora, o do Benfica começou com sete minutos de atraso; depois, porque na Luz se destacaram dois “artistas”: o guarda-redes da CUF – um tal de Gama (que nome tão apropriado!) – que, de tão “infeliz” nesse jogo, teve de ser substituído a pedido dos próprios colegas e, principalmente, o árbitro alentejano Inocêncio Calabote que, entre outras decisões incríveis, marcou três (!) penalties a favor do Benfica e prolongou o jogo por mais oito minutos. O Benfica ganhou por 7-1, mas não chegou (faltou mais um golo).

Manuel de Oliveira, que viria a ser um dos mais cotados treinadores portugueses, era na altura jogador da CUF. Em declarações ao jornal RECORD de 23/01/2006, não teve dúvidas em afirmar: “Estava tudo feito. Foram assinaladas três grandes penalidades contra nós e nenhuma delas existiu. (...) O jogo foi preparado muito antes (...) Para começar, o Benfica promoveu um atraso de 7 minutos para o recomeço do jogo e depois confirmou-se o momento mau pelo qual passava o nosso guarda-redes, Gama, que foi muito pressionado durante a semana por elementos ligados ao adversário. E a verdade é que ele não foi feliz. (...) O jogo obedeceu a um arranjo e, quanto a isso, não tenho a menor dúvida”.

Perante tamanho escândalo que, ao contrário do que era habitual, não foi possível abafar (graças à força política da família Mello, donos da CUF), o “inocente” Calabote foi irradiado em 11 de Outubro de 1959.
No entanto, até hoje perdura uma questão: se o árbitro foi irradiado por, supostamente, ter sido subornado, porque razão nada aconteceu a quem o subornou?
"

 
At 1/15/2009 1:47 da manhã, Blogger D'Arcy said...

1- O árbitro não foi irradiado por ter sido subornado. Foi por questões técnicas, que se prenderam com o relatório dele. Se o árbitro estava subornado, com a clara intenção de beneficiar o Benfica, estranho então que, dispondo ele de onze minutos após saber-se o resultado de Torres Vedras, e sabendo que o título do Benfica estava à mera distância de um golo, não tenha arranjado maneira de o oferecer.

2- Os recortes dos jornais parecem ser unânimes em afirmar que apenas um dos penáltis não existiu. Escândalo, de facto, assinalar-se erradamente um penálti. Coisa que, por exemplo, nunca vi acontecer a favor do Porto.

3- São também unânimes em dizer que foram dados 4 minutos de compensação, e ainda dizem que foram plenamente justificados, o que somados aos 7 minutos de atraso do Benfica dá os 11 minutos que os jogadores do Porto tiveram que esperar. É engraçado como os 4 minutos já chegam a 8 em alguns relatos.

Eu acho que, claramente, os relatos mais fidedignos e credíveis devem ser mesmo os de pessoas ligadas à CUF (sobretudo o Manuel de Oliveira, que nutre um ódio visceral ao Benfica - basta ver como conseguiu logo dizer que nenhum dos penáltis existiu, ao contrário do que lemos nas crónicas da altura) ou ao Porto. Já o facto do Porto ter chegado ao título com os tais dois golos sobre o final do jogo, a jogar contra 9, tudo normal em Queluz oriental.

Aliás, o Porto até nunca viu (em duas ocasiões) as regras serem alteradas em cima do joelho e os campeonatos serem alargados de propósito para permitir a sua participação, já que dentro do campo não tinham conseguido a qualificação. Era tudo a roubar o Porto naquela época, coitadinhos. Também deve ter sido por acaso que inauguraram o Estádio das Antas a 28 de Maio, tal era a perseguição que lhes era movida pelo antigo regime.

O mais irónico no meio disto tudo, é que o grande (e falso) cavalo de batalha do Porto para vender a mentira de que o Benfica ganhava tudo à custa de favores é um caso em que o campeão foi o próprio Porto.

 
At 1/15/2009 12:05 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Portanto, o caso Calabote, para ti, é uma invenção e o Benfica, jamais, foi beneficiado por alguém? Custa admitir que em determinado momento da história o Benfica foi beneficiado? Como o Porto o foi na década de 80 e 90?

 
At 1/15/2009 2:22 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Não, não me custa admitir que o Benfica possa ter sido beneficiado. Não sou dono da verdade absoluta, nem vi tudo o que se passou ao longo de toda a história do futebol. Se calhar por isso mesmo é que não consigo levar a sério pessoas que também não viveram esses tempos, e que à boca cheia falam deles e de coisas que se terão passado nessa altura como se tivessem lá estado. Eu ao menos quando mando bocas ao que o Porto fez durante as décadas de 80 e 90, estava lá, vi os jogos, e vi as imagens.

Agora em relação ao caso Calabote, dei-me ao trabalho de investigar alguma coisa, em vez de assumitr como verdade o 'diz que disse', sobretudo quando um dos grandes responsáveis pela tentativa de perpetuação do mito é o Pinto da Costa. E o que eu vi foi que metade das coisas que se dizem sobre o caso não são verdade. Quase toda a gente que não tenha lido sobre o assunto pensa, por exemplo, que o árbitro prolongou o jogo mais de dez minutos (já vi quem chegasse ao quarto de hora) à espera que o Benfica marcasse. Quando vamos ver as coisas, afinal foram quatro minutos. Quase toda a gente diz à descarada que o árbitro 'inventou três ou quatro' penáltis, quando depois as crónicas do jogo feitas na altura mencionam apenas um penálti erradamente marcado.

Depois, peço desculpa, e conhecendo eu a história do Benfica como conheço, não posso aceitar que tentem fazer crer que o Benfica era o 'clube do regime', e que as suas vitórias no tempo da ditadura foram conquistadas à custa disso. Quando o Sporting, nas décadas de 40 e 50, chegou a conquistar 7 campeonatos em 8 possíveis, se calhar o Salazar tinha-se ausentado do país durante esse tempo, não? Aliás, as altas cúpulas dirigentes do Sporting é que sempre, sempre estiveram associadas ao regime, chegando a ter como presidente o líder da Legião Portuguesa. O Benfica sempre foi olhado com desconfiança pelo regime, sobretudo pelo facto de ser absolutamente democrático. Era o único clube cujos dirigentes eram eleitos pelos sócios em eleições livres, e que realizava assembleias gerais nas quais todos os sócios tinham os mesmos direitos. Isto num país em que, politicamente, esse conceito era desconhecido. O Benfica teve dirigentes que foram vítimas de perseguição política pelo regime. O regime, aliás, gostava tanto de nós que nos expropriou e demoliu o estádio das Amoreiras (na altura o melhor estádio da Península). Deve ter sido por amor ao clube. E éramos tão protegidos pelas altas instâncias que, no ano em que fomos campeões europeus pela primeira vez, fomos eliminados da Taça pelo Setúbal porque a Federação insistiu em marcar o jogo da meia-final para o dia a seguir à final de Berna. Também deve ter sido para nos beneficiar.

Houve, claramente, uma tentativa de colagem do regime aos sucessos desportivos e à popularidade do Benfica. O que costuma ser um procedimento normal em termos políticos. Tentar virar o bico ao prego e fazer passar a mensagem de que foi o Benfica quem se colou ao regime, tirando partido disso, é profundamente desonesto. O Benfica foi beneficiado. Sim, durante quase duas décadas fomos claramente beneficiados em termos no nosso clube jogadores como Coluna, Eusébio, José Augusto, Simões, José Águas, José Torres, Germano, Jaime Graça, Humberto Coelho, Nené, Vítor Martins, Artur, Jordão, Chalana, e tantos, tantos outros, grandes jogadores portugueses, ao ponto de termos 13 jogadores convocados simultaneamente para a selecção nacional. Essa foi a nossa grande vantagem em relação aos rivais durante duas décadas. E foi isso que, no início da década de 80, começámos a perder. Até hoje.

 
At 1/16/2009 11:58 da manhã, Anonymous Tremoço said...

D.Arcy ... na mouche.É sempre bom vir aqui beber os factos porque sou benfiquista mas acima de tudo prezo a verdade desportiva e penso aliás que ser benfiquista é exactamente isso,desejamos a gloria mas não a todo o custo,como vem sendo ensinado em certas agremiaçoes.Se repararmos bem é um bocado o que se anda a passar com este pais,toda a gente quer fazer as coisas "à Porto",querem tudo e pra atingir os objectivos escreve-se tão torto o quanto possivel e depois é claro que os resultados estão à vista,é só desenvolvimento e Magalhaes pra todos...Mas obviamente que ninguem é eterno e a dada altura este "polvo" será capturado,retalhado e comido,só espero é que seja rapido pois actualmente tenho pouca fé no futebol português,com tanto compadrio é dificil ganhar seja o que for.Alias,se o dizem que o Benfica é o clube do regime,do calabote e afins por causa de um jogo(ainda pra mais a mentira que se conta só ajuda a inflamar o odio dos antis)nao tendo o SLB tirado qualquer partido desta situação,então pode-se dizer que a corrupção da altura era muito mal feita,o Benfica corrompe e quem ganha campeonatos é o Sporting?Alguem me explique que corrupção é esta...Agora acho curioso que apos a chegada de um certo presidente a certo clube,de repente esse clube desata a ganhar tudo(e aqui os casos polemicos estão documentados,até em cassete,imagine-se)e ai já é o merito,a estrutura,a cultura de vitorias...E diz o Scolari com razão:"E o burro sou eu?!"
Saudaçoes e D'Arcy,tu dá-lhes!!

 

Enviar um comentário

<< Home