domingo, maio 13, 2007

Triste

Foi uma vitória justa, julgo que sem grande contestação, mas difícil de alcançar. Porque apesar do domínio quase total no jogo, a verdade é que estivemos longe de jogar bem, e felizmente apareceu o talento do Miccoli a resolver pelo quarto jogo consecutivo, pois caso contrário arriscávamo-nos a sair do Bonfim com um empate frente àquela que deve ser provavelmente a pior equipa da Liga. Este é um daqueles jogos em que, mesmo após o termos ganho, nem me apetece escrever sobre ele, de tal forma fiquei triste com a qualidade do nosso jogo.

O Benfica apresentou-se com o mesmo onze que a semana passada venceu dificilmente a Naval. Lá vou eu bater mais no ceguinho, mas tenho que dizer que na minha opinião, continuar a insistir na titularidade do Derlei é quase uma ofensa aos benfiquistas. É verdade que as opções são quase nenhumas, mas o Derlei tem sido uma fracasso completo, e de cada vez que há uma oportunidade de golo para o Benfica, basta aperceber-me que é o Derlei quem tem a bola para já não ficar à espera de nada. Quanto ao jogo em si, e à primeira parte em particular, nem tenho muito a dizer. Foi mal jogada, aliás, bastante mal jogada, e os pontapés na monotonia aconteceram nas oportunidades falhadas pelo Derlei. Chegava a ser irritante quando, sabendo que o Porto estava a perder, não conseguia ver nos nossos jogadores nenhuma vontade especial para vencer. Iam deixando o jogo arrastar-se, e iam procurando meter a bola no Rui Costa para ver se ele inventava alguma coisa. O nulo ao intervalo não me surpreendia, e estava com bastante receio que se pudesse manter até ao fim.

A segunda parte foi, felizmente, um bocadinho melhor. Mas só mesmo um bocadinho. Notou-se pelo menos um pouco mais de velocidade e agressividade e, sobretudo, o Miccoli começou a aparecer mais no jogo. Foi por isso nele que passei a depositar as minhas esperanças para que conseguíssemos vencer o jogo. Depois de ameaçar por algumas vezes (e até falhar de uma forma que nem é muito habitual nele), acabou por ser num contra-ataque, após uma das raríssimas vezes que o V.Setúbal foi à nossa área durante a segunda parte, que o italiano marcou mais uma vez o golo decisivo. Eu sinceramente não percebi muito bem o empenho tão grande do Setúbal em manter o empate, porque na situação em que estão esse empate de pouco ou nada serviria, mas enfim. O certo é que o golo colocou alguma justiça no resultado, dando a vitória à única equipa que a procurou, e permitiu-nos ganhar dois pontos ao Porto - portanto agora o Nandinho pode sempre pelo menos dizer que lutámos pelo título até à última jornada.

Confesso que neste momento, sem o Luisão e o Simão, quando vejo os jogos do Benfica tenho apenas dois motivos de particular satisfação. Um chama-se Rui Costa, e outro chama-se Fabrizio Miccoli. Se quanto ao primeiro, ainda vou poder pelo menos apreciar o seu futebol durante a próxima época, quanto ao italiano já não sei. Ele é o tipo de jogador que me faz gostar de ir ao futebol. Não só pela qualidade indiscutível que possui, mas também pela empatia que ele tem com os adeptos. Gostava que o Benfica ficasse com ele. São jogadores destes que trazem os adeptos ao estádio, e que os fazem comprar kits e cativos. É caro? Como diz o Scolari, o que é ruim é que é caro. Caro é pagar dois milhões e meio pelo Marcel. Caro é pagar quatrocentos mil pelos seis meses que o Derlei cá andou a dar-nos cabo do juízo. Três milhões pelo Miccoli é uma pechincha. Ele gosta do clube, gosta dos adeptos, como foi possível ouvir hoje no final do jogo, e o sentimento é recíproco. Depois de nas últimas épocas ter visto sair do clube jogadores como o Tiago, o Miguel e o Manuel Fernandes, perder o Miccoli seria uma enorme tristeza para mim.

Vamos assim para a última jornada com tudo por decidir (se bem que as possibilidades do Benfica conquistar o título são meramente académicas). Campeonatos com finais destes são raros - em 2004/05 também o campeonato se decidiu a nosso favor na última jornada, mas aí a lagartagem já estava arredada. É frustrante pensar que este ano era tão fácil sermos campeões, mas aquele péssimo início de época acabou por ser fatal. E a verdade é que apesar do Nandinho insistir que fez mais pontos do que este ou aquele treinador, que está na luta pelo título, e que não perdemos há vinte jornadas, o que é certo é que é bastante provável que acabemos o campeonato em terceiro lugar. E o que eu noto é que os benfiquistas estão tristes com a sua equipa. Pouco mais de seis mil espectadores no Bonfim não é senão um sinal evidente dessa tristeza.

132 Comments:

At 5/14/2007 12:04 da manhã, Blogger Filipe said...

Pena é n termos tido este Micolli em mais jogos no campeonato. É triste ver a equipa sem imaginação para jogar! O Rui e o Micolli ainda esboçam um pouco de talento, mas n chega... A próxima época tem de ser pensada como deve de ser...Não irei perdoar mais um ano de insucesso. Está mais fácil do que alguma vez esteve construir uma grande equipa. Passa mto por não estragar o que já temos e dps só mais uma ou outra contratação bem feita.

 
At 5/14/2007 12:16 da manhã, Blogger T-Rex said...

Vi o jogo divido entre 2 Tv's por forma a acompanhar o desenrolar da partida de Coimbra e efectivamente parece que esta equipa (des)espera pelo fim do campeonato...

Vedeta ou Marreta ?

 
At 5/14/2007 12:18 da manhã, Blogger Pedro F. Ferreira said...

Foi mau, apesar da vitória aquilo foi demasiado fraquito. E o gajo, lá no banco, quase dormitava. Este era o campeonato mais fácil de ganhar dos últimos anos...

 
At 5/14/2007 12:44 da manhã, Blogger Quetzal Guzman said...

O último parágrafo diz tudo e é nisso que o Vieira tem que meditar. O Nandinho está a apagar a nossa chama.

 
At 5/14/2007 2:23 da manhã, Blogger Filipe said...

Vamos lá a ver as coisas. O LFV, tem de perceber de uma vez por todas que, ainda que ele ache que o nosso treinador é o melhor treinador do mundo, a onda vermelha está a parar. As pessoas já não estão optimistas, não andam contentes e isso vai-se reflectir nas assistências e no nível de apoio a ser dado à equipa.
É que já nem é a qualidade do treinador que está em causa, mas sim a resposta que os adeptos dão ao treinador que têm.

 
At 5/14/2007 5:46 da manhã, Blogger esbutenado2 said...

O LFV esta a cometer um erro a manter o Nandinho. E se as coisas correrem mal na proxima temporada, opiniao que e' partilhada pela maioria, os benfiquistas nao vao perdoar ao LFV. Esta epoca foi um autentico desperdicio, destruida por um Nandinho perdedor e sem qualquer classe. Com um treinador decente tinhamos ganho este campeonato com uma perna as costas. A nao ser que clube-bordel e Sporting percam no proximo jogo, eh eh eh
Bem, apesar do fracasso que foi esta epoca (salvo algum milagre dentro de uma semana), continuamos a ter uma base extremamente solida, um plantel com muitas solucoes e uma excelente oportunidade para formar uma equipa forte e ganhadora.
Partindo do principio que o Nandinho continua, e' necessario entao contruir um plantel que nem o Nandinho consiga destruir. E olhem que nao e' assim tao dificil. Por posicoes:

Guarda redes: contratar um GR de classe, com nivel e que garanta pontos no final da epoca, e nao o contrario. Vender/emprestar 2 dos 3 que temos agora.

Defesa: contratar uma alternativa para o Nelson, sem gastar muito dinheiro neste jogador. Ha boas escolhas disponiveis no mercado. Manter Luisao, David Luiz, regressa o Fonte. Se alguem quiser o Anderson, vender imediatamente.

Meio campo: Fazer regressar Diego Souza e Manuel Fernandes. Manter os jogadores de qualidade e vender/emprestar o resto.

Ataque: Contratar um ponta de lanca que garanta 15-20 golos, nem que seja preciso gastar 10 milhoes de euros ou mais. Comprar o Miccoli e, na minha opiniao, promover o Dabao.

Ficariamos entao com o seguinte plantel:

Moreira ou Moretto, GR contratado, GR junior, Nelson, DD contratado, Luisao, David Luiz, Anderson, Fonte, Leo, Miguelito, Petit, Katsouranis, Manuel Fernandes, Diego Souza, Karagounis, Simao, Nuno Assis, Rui Costa, Nuno Gomes, Miccoli, PL contratado, Mantorras ou Dabao.

23 jogadores, aos quais se pode ainda acrescentar Manu/Paulo Jorge/Fabio Coentrao/juniores

Resumo, regressam 3 jogadores emprestados, uma contratacao medio custo (DD), duas contratacoes de custo elevado (GR e PL). Os 20 milhoes devem ser suficientes, espero eu.

Agora claro, se vendemos Luisao, Simao e Karagounis, e o Miccoli nao ficar, assinamos imediatamente a sentenca para mais uma epoca desperdicada. Na minha opiniao, e' absolutamente essencial manter estes 4 jogadores, a nao ser que sejam vendidos por uma quantia que nos permita ir buscar outro jogador do mesmo nivel e ainda ganhar dinheiro. Substituir Luisao com Cirillos e' que nao pode ser!!! Ponham a equipa a jogar bem e a ganhar jogos e as assistencias/cativos/novos socios pagam a despesa. Se a escolha for a incompetencia e a mediocridade, entao a onda vermelha desaparece.

Por ultimo, mais duas situacoes. Urge contratar um preparador fisico competente e de qualidade acima de qualquer suspeita, assim como reformular todo o departamento medico. Tambem nao sei o que se deve fazer com jogadores como Paulo Jorge, Manu e Fabio Coentrao, uma vez que raramente jogamos com uma tactica com extremos.

Gostava de estar mais optimista, mas sinceramente nao estou, porque acho que vao sair os melhores e vamos comprar escumalha de 30 anos a ganhar balurdios.

 
At 5/14/2007 10:40 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Como é possível jogarmos tão mal contra uma das piores equipas da primeira liga?

Como é possível termos uma equipa tão lenta e, não por acaso tão idosa, no 11?

Como é possível o Derlei ainda ser titular nesta equipa quando nem sequer é nosso? Não era de dar uma oportunidade a mais alguém, agora que o campeonato já ardeu (por exemplo: Mantorras, Paulo Jorge, Manu...) para sabermos com quem é que podemos contar na próxima época?

E face a esta triste realidade, como é possível mantermos um treinador que é tacticamente previsível e muito pouco ambicioso?

Concordo com o Darcy. Mais uma época perdida. Contratar FS foi um erro de palmatória e a travessia no deserto continua.

Saudações de glória

 
At 5/14/2007 10:46 da manhã, Anonymous Americano said...

Mau jogo (passei o tempo a fazer zapping para ver se a minhha Briosa enterrava a lagartada, mas o Lucílio não deixou que isso acontecesse) mas mais uma vitória que nos deixa a todos uma esperança num verdadeiro milagre, mas o mundo dá muitas voltas...
Mais uma vitória nos juniores e estamos em 1º! A melhor equipa de formação do mundo curiosamente perdeu e está em 3º, deve ser a arbitragem certamente! Confesso que estou ansioso para no dia 7 de Junho ir até ao Seixal ver o Benfica-Recreativo do Campo Grande em juniores!
5 secos no futsal? Doeu muito? Mais uma taça!

 
At 5/14/2007 10:49 da manhã, Anonymous Starblade said...

O custo do Morcela foram 3,5M Euros. Foi por terem gasto o dinheiro no Morcela que o ano passado não pudemos ir buscar o Miccoli.

Há certos negócios que não se entendem...

E já agora nos últimos 3 anos (com o Veiga) gastaram-se 47M Euros a comprar atletas (Pag 51 do empréstimo obrigacionista). Alguém vê retorno de tamanho investimento? Eu não.

 
At 5/14/2007 11:07 da manhã, Blogger Pedro said...

O q doi é ver como não se ganha um dos mais fáceis campeonatos de ganhar desde q vejo futebol. E com uma equipa de luxo qd comparada com os toscos dos nossos adversários.
Isso é q doi...cada jornada q passa doi mais. Felizmente só falta uma para a dor final.

Este vai ser daqueles anos q vai doer muito ver/ouvir a festa dos outros. Não consigo deixar de me perguntar :"Como é possivel?" Como é possivel não sermos já campeões e estarmos a preparar a final de Glasgow?? Como é possivel??

E depois chega a resposta: Temos Fernando Santos no banco...e aí claro tudo é explicado e justificado. Um dos treinadores mais loosers q conheço.Durante o jogo olha-se para o banco e o q se vê? Um treinador (??) q não faz a minima ideia do q fazer, mão na cara, braços cruzados, bocejos, olha para o lado, abre os braços. Coisas de futebol NADA, rigorosamente NADA!!!!!!

Aquele q estava acabado aos 35 anos, q não tinha pernas para 90 minutos ainda não parou desde essa famosa frase e ontem era quem levava a equipa para a frente com investidas pela linha e assistências para Miccoli....

PUTA Q O PARIU!!!! Como é possivel aquele anormal, aquela amostra de treinador PERDER um titulo tão fácil de ganhar????

 
At 5/14/2007 11:34 da manhã, Anonymous Americano said...

Pedro, ainda me hás-de explicar porque é que este campeonato era tão fácil de ganhar! E já nem vou discutir "equipa de luxo vs. toscos dos adversários" que nem vale a pena. E pelos vistos também era fácil eliminar aquela equipazita que espetou 5-1 aos alemães e a meio-gás ia acabando com o sonho do título do Real de Capello e mais alguns toscos...
Reafimro o treinador deve sair, tinha obrigação de fazer mais, agora isso não resolve (nem de perto nem de longe) todos os problemas do clube.

 
At 5/14/2007 12:09 da tarde, Blogger Pedro said...

O campeonato era fácil de ganhar pq somos claramente superiores à concorrência. Mas muito superiores mesmo. E não fossem os erros estupidos, incompetentes e amadores de uma amostra de treinador e a esta hora só pensavas na final de Glasgow.

O atlético q fez mais do q nós esta época, vencendo no Dragão, continua a não me assustar minimamente. O Espanhol goleou o Werder Bremen e daí? Só mostra, no minimo, q os alemães estavam ao nosso alcance.

 
At 5/14/2007 12:21 da tarde, Blogger Harry Lime said...

Alguém escreveu:

Este vai ser daqueles anos q vai doer muito ver/ouvir a festa dos outros. Não consigo deixar de me perguntar :"Como é possivel?" Como é possivel não sermos já campeões e estarmos a preparar a final de Glasgow?? Como é possivel??

Como é possivel? É simples: incompetencia, arrogancia e excesso de confiança. Adicionemos a isto dinheiro mal gasto...As respostas mais simples são sempre as melhores.

Alguem escreveu ainda:

O campeonato era fácil de ganhar pq somos claramente superiores à concorrência. Mas muito superiores mesmo.

Por isso é que estão em terceiro. Mesmo que ganhem o campeonato (o que não é tão impossivel como possam pensar) a equipa do Benfica não é claramente superior à do Porto nem à do sporting. aliás as 3 equipas equivalem-se

Aliás, como os resultados provam isso. é que 31 jogos são mais do que suficientes para uma equipa provar a sua "superioridade inquestionavel" (acho eu).

 
At 5/14/2007 12:21 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Cheguei à conclusão que a doença típica dos andrades, está a afectar os adeptos do Glorioso. Explico: Os andrades são constantemente enrabados pelo seu presidente, o porco da costa e lá continuam alegremente a arriar as calças sem dizerem sequer ui!.
Os Benfiquistas estão a sofrer da mesma doença: às enrabadelas que levam do seu presidente tambem respondem continuando a arriar as calças. Veja-se a reação à manutenção do treinador e do preparador físico.
Não haverá gente de tomates neste club?

 
At 5/14/2007 12:32 da tarde, Blogger Harry Lime said...

Só mais um ponto: a falta de crença da lampionagem.

Sejamos realistas: as vossas hipoteses não são tão pequenas quanto isso.

O Sporting tem um jogo muito difcil com o Belenenes e o Aves precisa de pontuar para garantir a permanencia (e o porto está uma m***a). é verdade que ambos os jogos são em casa mas mesmo assim...

Porque é que voces não acreditam até ao fim???? Acreditem pelo menos! O que é que voces têm a perder em acreditar até ao fim?

Desconfio que o vosso ódio ao Santolas é tão grande que voces preferem perder o campeonato só para o homem ir embora.

Mas pronto, palavras para quê? É o misterioso (e fascinante) mundo das roulottes e da Mistica Benfiquista...

 
At 5/14/2007 12:51 da tarde, Blogger dezazucr said...

pedro: nem tanto ao mar nem tanto à terra.

Este campeonato era tão fácil como foi o do ano passado.

Nem a equipa do Benfica era muito superior ao porto e ao sporting nem esses o eram em relação ao Benfica.

A questão não é essa, aí acho que as equipas até estão mais ou menos equilibradas.

E quando assim é, cabe aos treinadores desiquilibrarem. E aí sim Fernando Santos desiquilibrou para baixo. E nem se pode dizer que foi no confronto directo, pois apenas perdeu nas Antas, apesar de não conseguir ganhar nenhum jogo grande na Luz.

Santos desiquilibrou por baixo ao não saber ganhar a equipas fáceis nos jogos fora, nem soube fazer isso nem soube gerir os recursos.

A tal segunda linha sem qualidade, a tal que nunca teve oportunidade de jogar, fê-lo agora em desespero de causa. E essa segunda linha fez a sua obrigação, mesmo jogando feio e sem chama. O Benfica exceptuando o jogo com o sporting, jogou sem Simão, Luisão e Nuno Gomes, peças chaves e imprescindíveis na equipa do Benfica, ganhou os jogos todos com Manús, David Luízes, Paulos Jorges e Coimbras. Poderão dizer que foi pela margem mínima, mas ganhou-os.

Agora uma coisa é certa, tem de se pedir responsabilidades à direcção, quer pela contratação de FS à qual toda a gente se opôs - faz sentido contratar um treinador que ninguém gosta? - quer pela contratação de Derlei - faz sentido contratar um jogador que à partida terá 99% da massa adepta contra ele? - quer pela contratação de monos como Marco Ferreira, não accionando cláusulas justificáveis de jogadores importantes como Miccoli.

A direcção tem de repensar o ruma que quer para o clube, se quer fazer um clube que baseia a sua política de contratações nos restos do - argh - porto, ou se as baseia nas qualidades dos jogadores/treinadores.

Esta direcção está a precisar sem dúvida de um puxão de orelhas e sorte deles que as eleições foram no início do ano pois caso contrário já estavam lixados.

Há que abrir os olhos.

 
At 5/14/2007 1:42 da tarde, Anonymous Americano said...

Pedro, o Atlético conseguiu um milagre num jogo, o Español não perdeu nenhum dos muitos que fez na UEFA, não faças comparações parvas. Para mim fácil é ganhar um campeonato em que 63 pontos em 34 jornadas bastam, caso não tenhas reparado já fizemos mais que isso em 29, logo este campeonato não foi fácil, a pontuação do 1º está em linha com todos os outros anos, excepto 2004/2005, esta é que é a realidade. E felizmente quase todos os benfiquistas já perceberam que o plantel não é muito superior aos outros, pelo contrário são equilibrados. Daí o Porto com um treinador tão mau como o nosso estar ligeiramente à frente (fruto de alguns desequilibrios positivos do Helton e dos amigos do apito) e o Sporting estar à frente apesar dum plantel aparentemente um pouco mais fraco, daí o mérito do Paulo Bento. Como alguém disse e bem, um plantel "claramente superior" já era campeão há muito tempo, podia lá estar o FS, o Luis Campos ou tu a treinar.

 
At 5/14/2007 3:07 da tarde, Blogger Mr. Shankly said...

Acho que os planteis são equilibrados, talvez o do Sporting seja ligeiramente mais fraco (mérito de P. Bento que os trouxe para um patamar superior).
Com tal equilíbrio, o campeonato (que penso que irá ser ganho pelo Porto) decide-se em pormenores: por exemplo a derrota nas Antas nos descontos. Em caso de empate hoje eramos primeiros. Pois.
Olhando com algum distanciamento, acho que o campeonato foi bem jogado e bem arbitrado (daí o equilíbrio, talvez).
Qualquer um podia (e pode) ter ganho, e não é vergonha ser segundo ou terceiro: é uma posição que pode acontecer em desporto.
COmo Benfiquista, é evidente que estou (estava...) habituado a mais, mas não morre ninguém por não sermos campeões. Calma aí com as depressões, caros consócios!

 
At 5/14/2007 3:13 da tarde, Blogger Pedro said...

Eu a treinar já eramos campeões e finalistas da Uefa (sim pq sou modesto senão dizia Champions) pelo simples facto q tinha aproveitado e gerido muito melhor o excelente leque de jogadores q temos de forma q a equipa até atropelava os árbitros q nos quisessem prejudicar.

E nem é preciso ser um génio como eu. Basta perceber minimamente de futebol.
:)

Se Santos com esta equipa faz o q fez imagine-se o q alcançaria com potentos da bola como Tello, Tonel, Abel, Farnerud, Paredes, Ronhonho, Custódio, Alecsandro, Bueno, Ricardo Costa, Fucille, Mareque, Cech, Bruno Alves, Ibson, Assunção, Meireles, Postiga and so on and so on...

 
At 5/14/2007 3:34 da tarde, Blogger Filipe said...

o plantel do Sporting seja um pouco mais fraco. Acho sim q tem jogadores mto novos, como tal é natural q n mantenham alguma regularidade típica de planteis mais maduros. Acho que os valores dos planteis este ano mto semelhantes, daí a tão pouca diferença pontual. Com mais algumas alternativas no plantel tínhamos limpo isto na boa...Fica po ano se não estragarem...

 
At 5/14/2007 3:35 da tarde, Anonymous Americano said...

Pedro, pára para pensar! Nós na ausência do Simão e do Nuno temos o Derlei a titular e o Mantorras a suplente, os dois somados têm 1 golo, o Postiga tem 10!!! Podes juntar o Nuno e mesmo assim os 3 têm menos que o Postiga, como é que o podes considerar fraco? Também tem tantos golos como o Miccoli que para ti deve ser um dos melhores avançados do mundo, certamente. O Meirelles já foi titular com o Scolari, e os outros são maioritariamente suplentes que não tiveram grande relevância na liderança do Porto. Quando é que sais desse autismo e percebes que o nosso plantel está ao nível (mais coisa menos coisa) que os outros 2? Ainda ontem o Porto a perder foi ao banco buscar os 2 que referi (opções constantes do Scolari) e o Jorginho (que já mostrou muito mais em Portugal que qualquer dos nossos suplentes) enquanto nós fomos buscar o Paulo Jorge, o João Coimbra e o Mantorras.
Já o ano passado para ti o problema era o Koeman não saber aproveitar as jóias (apesar de até o Beto se ter fartado de jogar e o teu Moretto ser titular), pois ele saíu, foi para a Holanda ser campeão e fazer uma excelente prestação euroepia, e o Benfica continuou sem ganhar nada. Há mais problemas sem ser o treinador, mas assim é sempre mais fácil, ele é o culpado de tudo, manda-se embora e para o ano é a mesma merda e voltamos a culpar quem vier.

 
At 5/14/2007 3:39 da tarde, Blogger ratogoleador said...

Continuo na minha, vamos ganhar o campeonato com um golo do Derlei...

;)



Mais a sério, fico preocupado quando há adeptos que pensam castigar esta direcção por causa de resultados desportivos, para mim o Nandinho nunca tinha vindo mas tenho de reconhecer coerência à nossa direcção pois finalmente vamos manter a estrutura técnica mais de um ano.
É o primeiro passo para a estabilidade, que alguns inimigos trabalham para nunca acontecer, lembro-vos o Barcelona que contra tudo e todos manteve o técnico e foi campeão nacional e Europeu.

Muitos também afirmam que o Nandinho não presta mas há quantos anos não dominávamos completamente em nossa casa, será melhor começar do zero, outra vez?

Eu daria mais uma hipótese ao homem e sei que serei muito criticado por isso mas ao contrário de outros nunca abandonarei o meu clube porque não gosto do treinador ou de um funcionário do clube não vou deixar de pagar cotas nem de ir ao estádio.

Criticar o Nandinho nesta altura onde a motivação é quase nula, em que a equipa está fragilizada com ausências de peso e mesmo assim temos conseguido manter o mais importante que são vitórias que mantêm os adversários sob pressão, é um pouco incoerente até porque com outro arbitro ontem em Coimbra... não sei, não...

"Podiam ser todos coxos e cegos mas eu nunca deixaria de apoiar esta equipa"


Não vale a pena massacrar, é a minha opinião e se por alguma razão vier outro técnico lá estarei para o apoiar como faço a qualquer um do nosso clube seja ele quem for.


Abraços benfiquistas

 
At 5/14/2007 3:42 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Epá, comigo a treinador as coisas seriam mais ou menos assim ou assim ;)

Sinceramente, tendo em conta que é mais ou menos um dado adquirido que o Paulo Bento é muito melhor treinador do que o Nandinho, quando verificamos que a diferença no final do campeonato entre as duas equipas é de 'meio-ponto' (nem chega a ser um) só se pode concluir que a nossa equipa é bastante melhor do que a da lagartagem. O factor treinador acabou por ser o nosso lastro.

 
At 5/14/2007 3:49 da tarde, Blogger Filipe said...

O PAulo Bento consegue tirar tudo o q de bom os jogadores têm para dar, puxa mto por eles, mas na minha optica tb fez mta coisa má. Todas as semanas mexia muito na equipa, alterava mto o onze inicial, isto sem ter jogadores para o fazer. Isso custou-lhe alguns pontos na minha maneira de ver. Nos ultimos jogos praticamente não mexeu no meio campo, resolveu apostar no melhor onze q tem e talvez por isso a boa ponta final dos verde ranho.

 
At 5/14/2007 4:02 da tarde, Blogger dezazucr said...

rato, tb sou a favor da estabilidade, e não coloco as culpas todas em cima do treinador, como alguns nem embandeiro em arco como outros, mas convenhamos que houve muitos jogos em que o treinador mostrou não ter estaleca para o cargo, basta contar a quantidade de chapas 3 que levamos. Aliás, o Benfica não conseguiu ganhar a nenhuma equipa de patamar médio, a tender para alto, salvo o sporting, mas isso é o prato do dia. Foi Braga, Boavista, porto, Manchester, Celtic, etc. para além de cairmos na taça com o Varzim. Hás-de convir que isso tira qualquer margem de manobra que se quisesse dar ao homem.

Dou-lhe muito mérito por nos ter tornado invencíveis em casa, mas num campeonato de regularidade, contam muito os jogos fora.

 
At 5/14/2007 4:10 da tarde, Anonymous Starblade said...

Este plantel nas mãos de um treinador competênte tinha chegado e sobrado para ganhar as coisas cá dentro.

O Porto está uma merda completa, não tem nada a ver com o Porto de outros tempos. O Sportém tem um plantel de putos e um treinador que não tem o curso completo e é 15 anos mais novo que a Santola. Isto diz mais do demérito do treinador do Benfica do que do mérito dos outros 2 treinadores.

Camacho ou Trap tinham limpo isto tudo a brincar.

 
At 5/14/2007 4:21 da tarde, Anonymous Starblade said...

Já agora para não se enganarem: Harry Lime = Gay Fakes. O palhaço residente do blog.

 
At 5/14/2007 4:24 da tarde, Blogger Mr. Shankly said...

Também acho que o Camacho limpava isto nas calmas. Mas tem sido esta a sina: quando há treinador não há plantel e vice-versa.

D'Arcy, tu mesmo com esses resultados eras criticado. Não é que em ambos os jogos tiveste lesões? Falta de preparação física, blablabla... :)

 
At 5/14/2007 4:36 da tarde, Blogger Filipe said...

Heit, os Andrades devem estar a dizer a mesma coisa:"Com outro treinador que não o Jesualdo, n estavamos agora com os c***ões na mão!"

 
At 5/14/2007 4:54 da tarde, Blogger D'Arcy said...

O Jesualdo também é bem mau (já temos a experiência de o ter como treinador), e de certeza que o pessoal do FCP não deve andar muito contente por tê-lo. Mas ainda assim o mais provável é que sejam campeões, enquanto que nós ainda acabamos em terceiro e como bónus levamos com mais um ano de Nandinho.

Mr.Shankly, foram lesões traumáticas, por levarem porrada dos adversários. Antes do jogo com o Porto o Jesualdo disse que tinham que conseguir parar o Simão, por isso deram logo cabo dele. Com a lagartagem quis-me armar em Nandinho, meti o Coimbra nos últimos minutos para poupar o Rui Costa, e ele também levou logo uma trancada ;)

 
At 5/14/2007 4:59 da tarde, Blogger Filipe said...

Sim, o que quis dizer com o meu comentário anterior é que isso dos "se(s)" é muito relativo e toca a todos!

 
At 5/14/2007 7:04 da tarde, Blogger Mr. Shankly said...

D'Arcy, pelo menos podes mudar a equipa médica e assim ainda tens o Simão na mesma década em que se lesionou ;)

 
At 5/14/2007 7:15 da tarde, Blogger karadas said...

Após a última jornada não restam dúvidas quanto à atribuição dos três primeiros lugares. O F.C. Porto será o campeão; o Sporting terá acesso directo à Liga dos Campeões enquanto o Benfica repete o 3º lugar da época passada.
Para nós benfiquistas é mais uma temporada em que o insucesso nos bate à porta. É bom lembrar que nos últimos 10 anos só por 4 vezes fomos além do 3º lugar o que é bem revelador da degradação a que o Benfica chegou. Ainda por cima, olhamos para o futuro e não vemos o clube com capacidade para alterar esta situação. O plantel actual não oferece o mínimo de garantias e mesmo que venham reforços, estes não vão ser em número e qualidade suficiente para podermos sonhar com grandes conquistas. Só para se ter uma ideia do esforço financeiro que era preciso fazer, basta dizer que precisamos de um guarda-redes de topo (numa equipa que quer ser campeã o lugar de guarda-redes é fundamental); na defesa estamos obrigados a adquirir um central e dois laterais; no meio-campo, seriam necessários dois jogadores para as alas e um médio criativo; no ataque dois pontas-de-lança de real valia que garantissem qualquer deles 10 a 15 golos por época. Há capacidade financeira para resolver estes problemas? É óbvio que não!
Sendo assim, o que vai suceder é aquilo que temos vindo a observar no decorrer das últimas épocas: dum lote de 6 ou 7 reforços, só um será de qualidade reconhecida (isto se tivermos sorte) enquanto os outros vêm apenas fazer número, à semelhança do que já se verificou com os jogadores que virão a ser dispensados. E no final da próxima época volta a repetir-se a dose. Com os resultados que nós bem conhecemos

 
At 5/14/2007 7:29 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Dois alas? Para quê, se depois não serão utilizados devido à táctica utilizada?

Mr.Shankly: O Rodolfo Moura foi um dos primeiros a ser despedido. Foi num pacote com o Rosário e o Justino ;)

 
At 5/14/2007 8:12 da tarde, Blogger Filipe said...

Isso depende, se tivermos um Quaresma e o Simão, claro que jogamos com extremos. Se for Manu e Paulo Jorge, é mais complicado...os jogadores é que fazem as tácticas.Neste momento com a porrada de médios que temos, n jogar com 4 jogadores no meio, no mínimo vai deixar mto jogador infeliz!

 
At 5/14/2007 8:31 da tarde, Blogger Filipe said...

Porra, pelo menos o Nuno Ferreira podia ter sido convocado para a selecção sub-19!

 
At 5/14/2007 10:54 da tarde, Blogger Pedro said...

Acho q sim...a solução é manter o Nandinho. Trocamos os toscos todos q lá temos e vamos buscar o Essien, o Terry e o Lampar, tb podemos ir buscar um Nistelrooy e um Reys e, com boa vontade, o Cicinho fechava o plantel...mas mesmo assim ainda se dava tolerância ao Nandinho. Sim..pq não se pode dizer q este conjunto de jogadores fosse acima do razoável, o Nandinho não teria a matéria prima q necessita para fazer do SLB campeão. Faltam-lhe os Tellos e Fucilles deste mundo.

Nandinho fica pq assim tem-se estabilidade...mas estabilidade de q? De maus resultados? De fracassos? De equipa sem garra e motivação? De pontapé para a frente? De perder contra equipas fracas? De falhar nas horas decisivas??? Estabilidade de q?????

Quem souber responder a isto q se chegue à frente.
E que tenham tomates depois para assumir a vossa cota parte no fracasso desta e da época q se avizinha!!!!

 
At 5/15/2007 2:43 da manhã, Blogger Quetzal Guzman said...

O grande drama da invencibilidade em casa é, no contexto actual, ser-nos prejudicial a nível de pontos. Eu não me importava de ter duas derrotas e não ter empates. Tínhamos mais 2 pontos na classificação.

Continua é a doer-me aqueles dois golos sofridos em tempo de compensação. Mata Real e Dragão...

Filipe, foi essa rotação que permitiu aos lagartos chegarem ao fim com esta força.

 
At 5/15/2007 3:14 da manhã, Blogger Filipe said...

Discordo totalmente! Essa rotação custou-lhes pontos, a ver vamos se não mesmo o título e dps têm menos jogos realizados que nós. As rotações fazem-se, qd se tem jogadores para tal e sem exageros, sob pena de se perder fio de jogo por falta de entrosamento. Não é em qualquer equipa que entram 3 ou 4 jogadores e saem outros 3 ou 4 e o nível mantem-se, muito menos na equipa do Sportém.

 
At 5/15/2007 8:09 da manhã, Blogger antonio said...

Do que o Benfica precisa é:

 
At 5/15/2007 8:21 da manhã, Anonymous born again Indio said...

Do que o Benfica precisa é:

- Que não se inaugurem mais Casas do Benfica nos próximos 3 anos.
- De um novo gestor competente p/futebol SAD.Rui Costa(?).
- Treinador competente, de preferência "novo" e estrangeiro, que não saiba o que é um Kit novo sócio.
- Subir os melhores juniores.
- Comprar jogadores pelo seu futuro e não pelo seu passado.
- Definir como objectivo a conquista da Liga daqui a 3 anos.

- Afastar todo e qualquer microfone da frente do presidente durante 3 anos.

 
At 5/15/2007 9:41 da manhã, Blogger Rui said...

Caros amigos benfiquistas...

Jà leio este blog hà algum tempo,mas ainda nunca tinha deixado um comment,no entanto,desta vez decidi-me a fazê-lo.Sei que nem todos terão a minha opinião e ainda bem que assim é,porque estamos aqui para debater ideias.
Infelizmente,concordo em muitas coisas que se dizem por aqui,a começar pela incompetencia total de um tal de engenheiro que se diz treinador e ainda por cima benfiquista(o que sinceramente começo a duvidar,porque se o fosse verdadeiramente,jà se teria demitido).O que aconteceu nesta época no Benfica é mau demias para ser verdade e o Nandinho até pode dizer que não perdem hà 20 jogos,que fazem mais pontos,etc. O problema é que daqui a pouco tempo ninguém se lembra disso...So se lembram dos vencedores e este ano està mais que visto não ganharemos nada(a conversa do matematicamente possivel até enjoa).Infelizmente foi algo que me ocorreu logo quando soube da nomeação deste senhor para treinador...
So para nomear algumas coisitas,lembro-me de no principio da época a escolha da tàctica para esta equipa,passàmos a pré-época a treinar uma coisa,para depois no jogo com o Austria de Viena se utilizar outra.Depois não consigo perceber o porquê da contratação de Paulo Jorge e o regresso de Manu quando afinal não se ia jogar com extremos...O porquê da dispensa do Karyaka quando se sabia que o Nuno Assis poderia vir a ser castigado,a quase dispensa(venda) de Karagounis(teria sido a cereja no topo do bolo),a dispensa do Diego Souza(jovem,com progressão)e a continuidade de um jogador como o Beto...e isto foi so no principio da época.
Mas hà mais...o contrasenso dos guarda redes...se o homem escolheu o Quim,é uma opção,com a qual não concordo,é certo,mas foi a opção dele e depois alternar os suplentes porque ,dizia ele,tinha plena confiança nos dois...afinal veio-se a provar depois que não era bem assim e que era o Moretto o numero dois.Na defesa foi o que se viu,Pedro Correia era um jovem com futuro e tal,jogou no torneio do Dubai e "desapareceu" quando se viu que o Nélson precisa,no minimo,de concorrência.Depois de se vender o R.Rocha e de se ficar sem o Alcides(e ai o engenheiro até não deve de ter culpa)foi-se buscar um miudo(bastante talentoso,por sinal)mas que so jogou quando jà não podia meter mais nenhum...e lembro-me que em Paris,onde ele se estreou,o Katsouranis não pôde jogar,devido a um problema gàstrico(salvo erro) o que me faz ter muitas duvidas se ele se teria estreado se o grego pudesse ter jogado esse jogo...Mas o "pior" é depois vir para a imprensa dizer que o David Luis é parecido com o Ricardo Carvalho,e que não tinha metido contra o Desp.Aves porque não era um jogo para ele...em Paris para a taça Uefa foi seguramente mais fàcil...até porque é conhecido que entre o Desp.Aves(com todo o respeito)e o PSG as diferenças são minimas.Tudo isto fez com que perdêssemos o Luisão até final da época,e lembro-me de estar a ver esse jogo com um amigo e de lhe ter dito que aquele jà não jogaria mais até final da época,enfim...Do Léo nada a apontar-lhe,apenas que se tivesse sido bem gerido(temos o Miguelito) talvez tivesse rendido mais e sobretudo muito mais tempo.
No meio campo depois de se ter dispensado o Karyaka e o Diego Souza,ficàmos bastante curtos para uma certa rotatividade com um minimo de qualidade,mas é certo que se o Nandinho os quis dispensar ele jà deveria de saber que a rotatividade para ele não existe...e é pena vermos agora um Katsouranis completamente de rastos,porque é mais que evidente que o Beto é carta fora do baralho(pelo menos nisso ele acertou,so não percebo o porquê de ele ainda estar no plantel)e o João Coimbra,não sei o que dizer...Na maior parte das vezes entrou a menos de cinco minutos do fim(tenho imensa dificuldade em perceber o que um jogador pode evoluir ao jogar tão pouco tempo)embora pense que não é um fora de série,poderia ter prestado bons serviços nesta época,se claro,o Nandinho "soubesse" que tinha mais jogadores no plantel sem serem aqueles onze,e ainda incluo o Miguelito para eventualmente jogar também a médio...No ataque tinhamos o Kikin,e lembro-me de esse tal engenheiro dizer que o homem que se tinha de adaptar ao futebol português e europeu...o que jogando tão pouco duvido que isso acontecesse,no entanto,o certo é que quando o homem começou a marcar uns golitos foi-se embora para se ir buscar o Derlei,muito mais velho...isso jà para não falar de que o Kikin era o unico ponta de lança no Benfica que sabia cabeçear e poderia ter sido um excelente complemento ao Miccoli.Do Nuno Gomes continuo a ter uma opinião muito propria...para mim nunca foi e não é agora que vai ser ponta de lança e se é certo que não é mau jogador penso que o Benfica precisa de outro tipo de jogador,agora o que também é justo dizer é como é que este homem jogou lesionado quase toda a época e ninguém disse nada,tendo sido ele sujeito a assobios e tudo o resto e deixarem andar como se nada se passasse??O Mantorras??Bem o Mantorras é um caso à parte e penso que enquanto o LFV estiver no Benfica ele também estarà...e respeito-o muito como pessoa,pelo força de vontade que evidenciou por ter recuperado de todos os azares que o perseguiram,mas penso que està na hora de se saber tudo...Afinal o homem pode ou não jogar??E se pode quanto tempo?? Não so o ajudaria a ele como todos os benfiquistas.
Para o fim guardei o Simão e o Rui Costa...se do Simão nada hà a acrescentar,foi de longe o melhor jogador esta época e se tiver que sair,pois que saia e que tenha muita sorte,jà nos ajudou e muito...O Rui Costa apesar da sua idade,acho que poderia fazer mais uma época,se não tiver as mesmas lesões(??!!)e depos ajudar-nos como director desportivo...
Para a proxima época gostaria,sinceramente,que nos REFORCASSEMOS com jogadores de qualidade...a proposito não sei porquê,mas o Fàbio Coentrão não me inspira confiança,espero estar enganado
Ah e jà agora um novo preparador fisico,um departamento médico,como deve de ser e obviamente um treinador competente.
Um abraço a todos os benfiquistas

 
At 5/15/2007 11:00 da manhã, Blogger Pedro said...

ò Rui isso é tudo irrelevante pá...não perdemos há 20 jogos e temos mais pontos (mentira) q o Trap.

Q interessa não jogarmos népia nem q estejamos em terceiro e fora da Taça ? O q é isso qd comparado com a extraordinária proeza do Santos de fazer mais pontos (mentira) q o Trap???

Enfim...Lutar contra lagartos e andrades é fácil. Lutas "fraticidas" é q custam muito...

 
At 5/15/2007 11:05 da manhã, Blogger Pedro said...

A frieza dos números não deix aespaço mara dúvidas.

Em 2004/05 foi esta a classificação final:

1-Benfica 65
2-Porto 62
3-Sporting 61
4-Braga 58
5-Guimarães 54
6-Boavista 50

Em 2007 temos, à ultima 29ª e penultima jornada, esta classificação:

1-Porto 66
2-Sporting 65
3-Benfica 64
4-Belenenses 49
5-Braga 49
6-Paços 41

Acho q não há qqr dúvida sobre qual dos campeonatos foi mais competitivo e mais dificil de vencer. A diferença pontual entre as equipas diz tudo.

Já chega de quererem comparar o incomparável!!!!
Um foi campeão perante mais adversários, outro fica em terceiro qd apenas lhe fizeram frente duas equipas. Nem sequer entro na análise de planteis....não vale a pena.

Qd num campeonato o terceiro tem somente 3 pts de vantagem do quarto e noutro campeonato tem 15 (!!!) estamos a discutir o q???????

 
At 5/15/2007 11:19 da manhã, Anonymous Americano said...

Pedro e este?

2003/2004

FCP 82
SLB 74
SCP 73
NAC 56
SCB 54
MAR 48

Explica-me como é que não ganhámos este tão "fácil"? Lutar apenas contra o SCP de FS num campeonato em que entre o 3º e o 4º há 17 pontos, e entre o 1º e o 6º 34 pontos??? Estes é que eram fáceis o do Trap era muito mais complicado, certo?
Explica-me porque a tua matemática está-me a baralhar um pouco...

 
At 5/15/2007 11:30 da manhã, Blogger Pedro said...

Hein???

Mas estás a comparar o q?!?!?!? Perdeste a noção do debate....Não posso acreditar q te foste meter numa confusão destas para defenderes algo completamente indefensável...

Foste buscar uma época em q o fcp de Mourinho foi campeão com 82 pts para demonstrar o q?????

Será q estás a dizer q foi mais dificil o Mourinho ser campeão este ano do q o Trap no ano 2004/05?!?!?!?!?!?!!!?!!?!?

 
At 5/15/2007 11:32 da manhã, Blogger Pedro said...

A minha matemática só te baralha pq te convêm argumentar q o campeonato de Trap foi fácil para assim sustentares q este q Santos vai perder de forma vergonhosa é q foi dificil...

O q é engraçado é q nem sequer explicas o pq de este ser dificil....

 
At 5/15/2007 11:41 da manhã, Anonymous Americano said...

Então vou-te explicar duma forma muito fácil para perceberes. Para mim é sempre mais fácil ser campeão quando o melhor classificado (extra-benfica) faz 62 pontos em 34 jogos do que quando esse mesmo faz 66 pontos em 29 jogos. Parece-me bastante linear, tu é que foste buscar a diferença do 3º para o 4º e do 1º para o 6º como se isso mostrasse alguma coisa, por isso quis-te mostrar que o campeonato de 2003/2004 não foi competitivo (pelos teus critérios), ninguém fez frente aos 3 grandes, logo segundo a tua brilhante teoria devia ser um campeonato fácil.
E já disse milhares de vezes que o Trap teve mérito em ser campeão (obviamente) e que o FS não deve continuar visto que não atingiu os objectivos, agora isso não impede que o campeonato de 2004/2005 tenha sido muito fraco e mais fácil de ganhar.

 
At 5/15/2007 11:43 da manhã, Anonymous Americano said...

"Qd num campeonato o terceiro tem somente 3 pts de vantagem do quarto e noutro campeonato tem 15 (!!!) estamos a discutir o q???????"

Pela tua lógica difícil é quando a diferenca entre o 3º e o 4º é tão curta, logo se em 2003/2004 essa diferença foi de 17 pontos "estamos a discutir o quê"?

 
At 5/15/2007 11:53 da manhã, Blogger Pedro said...

Eu respondo-te com uma pergunta q não respondeste :

"Será q estás a dizer q foi mais dificil o Mourinho ser campeão este ano do q o Trap no ano 2004/05?!?!?!?!?!?!!!?!!?!? "

Pela minha lógica e de qqr outro é muito mais dificil conquistar um campeonato onde as equipas estão muito mais próximas umas das outras e , por consequência, a tirar mais pontos umas às outras, do q um campeonato onde apenas 3 equipas estão próximas. Isto é por demais evidente q não sei como é q há discussão...

 
At 5/15/2007 11:59 da manhã, Anonymous Americano said...

Ok, então a tua conclusão é que os campeonatos de Mourinho foram mais fáceis que o de Trap, pois eu acho que bastava o Mourinho ter ficado e seria campeão em 2004/2005 a 8/10 jornadas do fim, para mim é óbvio que os dele foram mais difíceis, ele (e os amigos do apito) é que os tornaram fáceis.

 
At 5/15/2007 12:11 da tarde, Blogger Pedro said...

"Ok, então a tua conclusão é que os campeonatos de Mourinho foram mais fáceis que o de Trap"

E não foram??? 8 pts de avanço não dizem isso?!?!?!?

"eu acho que bastava o Mourinho ter ficado e seria campeão em 2004/2005 a 8/10 jornadas do fim"

Tb não tenho grandes dúvidas disso mas, mais uma vez, irrelevante para a questão. Não foi contra Mourinho q Trap jogou mas sim contra Fernandez/Couceiro/Peseiro e foi campeão.Isso é q conta.

Por exemplo tb acho q, apesar do muito melhor plantel q temos, se Mourinho estivesse no fcp tb seria campeão com carradas de pontos de avanço.

Imagino Mourinho sentado na sua poltrona a pensar " É pá se me dessem a escolher o q eu preferia: lutar contra o SLB treinado por Trappatoni ou por Fernando Santos???"

Acho q a gargalhada dele ouvir-se-ía aqui...

 
At 5/15/2007 12:33 da tarde, Blogger ratogoleador said...

Eu concordo com a direcção e acho que é apenas o que falta, estabilidade, já li por aqui que com o Nandinho levamos chapa "3" mas é exactamente isso, se vier outro irá cometer erros que são normais no primeiro ano o único mal é estarmos constantemente a repetir o 1º ano, desde esse inicio que iniciamos uma recuperação fantástica e não se iludam o campeonato ainda é inclinado.

O Nandinho é crucificado, quando luta pelo titulo até à última jornada, quando não perde para a liga há 20 jogos seguidos quando joga sempre com dois avançados e ao ataque, quando finalmente há receio das outras equipas virem à Luz.

Agora pergunto não foi sempre isto que pedimos?

Continuo na minha há um responsável pela má época (se nada conseguirmos ganhar) que foram as lesões em jogadores importantíssimos em alturas decisivas nomeadamente Luisão e Simão.

Estou completamente convencido que com o Simão ganharíamos ao Sporting e com o Luisão quem sabe onde estaríamos na UEFA... são apenas suposições mas para mim tiveram um peso enorme na decisão do titulo este ano.

Isto prova que a nossa equipa é ainda curta e com estabilidade e alguns reforços no próximo ano estaremos no bom caminho.

A mudança de treinador todos os anos nada trouxe, só abriria uma excepção para um treinador que era o Eriksson pois para virem outras apostas prefiro a aposta na continuidade, o único passo que faltava dar

 
At 5/15/2007 12:38 da tarde, Blogger ratogoleador said...

Desculpem-me a insistência mas vocês são muitos a bater no Nandinho!


E depois não digam que não vos avisei, vamos ser campeões com um golo do Derlei Ehehehehheheh encontramo-nos na festa e vocês pagam-me as jolas por cada post a dizer mal do Nandinho


Abraços

;)

 
At 5/15/2007 12:47 da tarde, Blogger Pedro said...

"Agora pergunto não foi sempre isto que pedimos?"

Não Rato. Não foi isso q pedimos. Se metes as coisas nesses termos o q os benfiquistas pedem é q se vença e convença. Com o Nandinho nada disso aconteceu. NADA.

Se formos campeões não tenho qqr problema em te pagar a maior bebedeira da tua vida mas nada disso invalida as criticas q se fazem ao Nadinho.

 
At 5/15/2007 1:07 da tarde, Blogger ratogoleador said...

Nada... por enquanto (eheheheh)!!

Não seja mauzinho Pedro, criticar é fácil e embora possamos nada ganhar, o Nandinho não é tão mau como fazem parecer. Aliás se assim fosse não estaríamos a apenas um ponto do segundo e dois pontos do primeiro, aliás é incrível a diferença de tratamento entre dois clubes separados por um ponto, uns são os maiores os outros parece que nem merecem estar na primeira divisão.

Anotei a parte da bebedeira e olha que aguento muito. ehehehehheh

;)

 
At 5/15/2007 1:53 da tarde, Blogger D'Arcy said...

E o Nandinho não tem nenhuma responsabilidade nas lesões do Simão e do Luisão (sobretudo deste)?

 
At 5/15/2007 1:56 da tarde, Anonymous Americano said...

"Não foi contra Mourinho q Trap jogou mas sim contra Fernandez/Couceiro/Peseiro e foi campeão.Isso é q conta."

Certo, por isso pergunto porquê a comparação entre esta época e a de Trap? Já dissemos (quase todos) que achamos que o treinador deve sair, para que é que insistes em tentar mostrar que este campeonato era mais fácil soccorrendo-te da diferença entre o 3º e o 4º e ignorando os pontos dos rivais directos que são bem mais importantes? Como disse, parece que estás obcecado em que toda a gente comungue da teoria que temos uma dream team e que só devido à total incompetência do treinador não ganhámos nada, quando já o ano passado batias nessa tecla e como também viste o Koeman mudou de rumo e ganhou, o Benfica mudou de treinador e continua a perder.
Eu também posso afirmar que se a Direcção não falhasse na política de contratações (e lembrando que a melhor foi imposição do técnico), se não houvesse tantos erros nas lesões (responsabilidade maior certamente do fisioterapeuta/dep. médico e não do treinador), e outros problemas, o treinador era campeão a brincar. Sim, porque ninguém no seu perfeito juízo achará que se tivéssemos Rui Costa, Miccoli, Simão e Luisão em pleno não estaríamos à frente.
Por isso tentando evitar repetir-me pela milésima vez, acho que o treinador falhou os seus objectivos e deve sair, mas se tudo o resto se mantiver não há Camacho, Eriksson, nem nenhum treinador que nos valha, há muito mais que fazer. Porque se quisermos ser simplistas posso dizer que com um PL que marcasse 20 golos por época em vez do Nuno Gomes a esta hora talvez estivéssemos a marcar o jantar de comemoração em vez de ter estas discussões inúteis.

 
At 5/15/2007 2:00 da tarde, Anonymous Americano said...

D'Arcy respondendo à tua questão sobre as lesões, não me parece que ele tenha responsabilidades. Se os jogadores estavam à disposição dele é porque o DM assim o indicou, e o próprio Luisão assumiu que quis jogar. Mais, no caso do Luisão, pelo menos o que foi dito (E eu não sou médico e mesmo que fosse não analisei a lesão para garantir o contrário) é que a lesão que ele teve em Paris nada tinha a ver com a anterior. E quantas vezes andámos nos anos anteriores a usar jogadores com pubalgia ou outros problemas mais graves (Querem uma lista?)? Isso também foi culpa de Camacho, Trap e restantes treinadores? O Chelsea não teve mais lesões que nós? O Mourinho não tem nenhuma respnsabilidade nisso?
Como já disse aqui (e não estou a dizer que é o teu caso), só falta dizer que a culpa do Nuno Assis não jogar também é do FS...

 
At 5/15/2007 2:21 da tarde, Blogger Pedro said...

"Certo, por isso pergunto porquê a comparação entre esta época e a de Trap? "

É pá...eu não posso acreditar q tu fizeste esta pergunta. Não posso. Isto era motivo para seres burtalmente agredido com um barrote em brasa durante o tempo q o Santos demora a fazer uma substituição...

Ó Americano quem é q começou com as comparações entre Trap e Santos??? Quem é q defendeu Santos dizendo q tinha mais pontos q Trap?!?!?!

Se há coisa q eu venho defendendo à muito tempo é q não comparação alguma entre as duas épocas. Um foi campeão e o outro chucha no dedo!!!

O ano passado perdemos tb por culpa do incompetente Koeman. Tb teve erros muito graves e, tecnicamente, talvez mais graves q o de Santos. Mas tb fomos mais prejudicados do q este ano. Não percebo o pq do ano passado ter sido mau possa atenuar o fracasso deste ano.

Rato, Americano e defensores do Santos expliquem à malta o q o SLB leva para a próxima época caso mantenha o Santos?

 
At 5/15/2007 2:29 da tarde, Anonymous Americano said...

Pedro, eu fiz a comparação várias vezes, não me esquivo a isso, mas tou a dizer que tu agora é que vieste com essa comparação e salientaste o dado subjectivo da "competitividade"! Quanto ao título de "defensor do Santolas", pareces-me uma pessoa inteligente por isso evita essa expressão já que só neste post já devo ter dito algumas 5 vezes que acho que ele deve sair. Não acho é que isso seja suficiente, nem de perto nem de longe, para resolver os problemas do Benfica, nem acho que seja a única causa do insucesso deste ano, acho que é apenas uma de muitas, percebes?
Usei o Koeman como exemplo para mostrar que o nosso plantel tem limitações, e ele mal que saíu daqui com um plantel que também não é nada do outro mundo fez excelentes resultados, logo é porque tem as suas qualidades. Aliás, com 40 e poucos anos é tricampeão holandês, para quem gosta tanto de salientar curriculuns é um dado a registar.
Outra pergunta mais interessante, há alguma previsão para o jantar de benfiquistas? Será sempre mais agradável discutir este e todos os outros assuntos, pessoalmente e em convívio :)

 
At 5/15/2007 2:40 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Devo dizer que me deixa de certa forma desiludido o culto da mediocridade que, para mim, a defesa do Nandinho acaba por representar. O Benfica, salvo um qualquer milagre, vai acabar a época em branco. E o Benfica não é um clube que se possa dar ao luxo de acabar uma época em branco e sentir-se stisfeito ou, sequer, conformado com essa situação. O responsável máximo pela equipa de futebol é o treinador.

Se uma empresa dá prejuizo, em última instância o gestor é o culpado. O gestor da equipa de futebol é o treinador. É ele quem escolhe a equipa que joga, é ele quem tem a última palavra na formação do plantel, é ele quem forma a restante equipa técnica. Se os jogadores andam de rastos, e com lesões musculares, a culpa é do treinador que os suga até ao tutano, e do preparador físico que não os consegue preparar. E o preparador físico de uma equipa é uma escolha do treinador. Nem vale a pena arranjarem-se desculpas do género de lhe ter sido eventualmente imposto aquele preparador físico: a partir do momento em que o treinador aceita trabalhar com ele, a responsabilidade passa a ser dele. Ao Mourinho quiseram impor o Jesualdo na equipa técnica e ele recusou-se a voltar ao Benfica.

Esta época vi no Benfica coisas muito boas, mas vi também muitas coisas más. Vi vários jogos que não foram ganhos por falta de atitude ou ambição da equipa, e em que era claro que essa falta de ambição vinha do banco. Vi a completa destruição e desmotivação de metade do plantel, sendo-lhes transmitido pelo treinador que basicamente eles não contam para nada. Vi declarações bárbaras por parte do mesmo treinador em relação a elementos válidos do plantel (o Miccoli é gordo, o Mantorras é coxo, o Moreira treina mal, o Rui Costa não tem ritmo, etc). Vi a equipa falhar em praticamente todos os jogos decisivos frente a equipas um pouco mais fortes, e em muitos desses jogos - por exemplo, frente aos nossos dois adversários directos em casa - o falhanço deveu-se sobretudo a entradas incompreensivelmente medrosas em campo, do género 'vamos lá ver o que é que isto dá', quando o que se exigia era que se aproveitasse o factor casa para cair de imediato em cima do adversário e sufocá-lo. Só depois de se apanharem a perder é que resolveram mudar de atitude.

O que para mim é fundamental, como benfiquista, é que a culpa por uma época em branco não pode morrer solteira. E o noivo mais provável é o treinador.

 
At 5/15/2007 2:49 da tarde, Blogger Mr. Shankly said...

Pedro, não vou entrar na discussão, até porque defendo a saída do Santos. Mas para ser campeão interessa ficar à frente do segundo. E este campeonato tem tido candidatos incomparavelmente mais fortes que esse a que te referes. O Porto leva 76% dos pontos em disputa e quando fomos campeões fizemos 64%! E a dificuldade média do campeonato era menor, visto que havia mais duas equipas, que eram as piores da Liga! Isto é indesmentível e a classificação relativa do 3º, 4º, 5º e 6º é irrelevante.

Como disse, isto não serve de paliativo para o treinador: como bem diz o D'Arcy, ele aceitou as regras do jogo e sabia o que lhe era exigido. Falhou, tinha que sair. E sendo benfiquista, pelo próprio pé.

 
At 5/15/2007 2:53 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Já agora, em relação ao jantar, vou falar com os restantes membros da 'comissão organizadora' para depois podermos propor uma data.

 
At 5/15/2007 3:02 da tarde, Blogger Filipe said...

Arcy, concordo contigo exceptuando na omissão de responsabilidades ao director desportivo. N acredito que o FS tenha feito esta equipa sozinho e tão pouco acredito que tenha sido ele o principal responsável pela formação da mesma. Quem sequer sugeriu o nome de FS para treinador tem grande parte de responsabilidade tb e n pode ser omitido, ainda para mais qd se sabe que vai insistir no erro!

 
At 5/15/2007 3:09 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Mas o director desportivo neste momento já está fora do Benfica, enquanto que o treinador não, e pelos vistos está para ficar.

 
At 5/15/2007 3:16 da tarde, Blogger Filipe said...

ok, mas estava lá qd a equipa foi feita...é responsabilidade dele tb.Já para n falar do presidente que o defende. Querem apostar que mesmo sendo campeão o Jesualdo diz adeus ao Porto? O forte do nosso presidente, infelizmente n é o futebol. É mto bom noutras áreas. Em termos de futebol e dotes de oratória deixa mto a desejar...Caramba, o Homem é amigo pessoal do Camacho, dão-se bem, toda a gente gosta do Camacho,o Camacho gosta do Benfica, é a contratação mais obvia e mais fácil de todos os tempos...QUE NERVOS!

 
At 5/15/2007 3:38 da tarde, Blogger ratogoleador said...

Pedro,

"Rato, Americano e defensores do Santos expliquem à malta o q o SLB leva para a próxima época caso mantenha o Santos?"

Acho que não entendeste, pelo menos a minha posição, eu não sou defensor do Nandinho, eu sou defensor da estabilidade e especialmente contra o facto de todos os anos mudar de treinador, pois aparecem sempre novos argumentos para mudar e começamos tudo de novo, infelizmente a nossa direcção escolheu o Nandinho que nunca seria a minha escolha.

Mas tenho de ser coerente e só o serei ao defender sempre a continuidade do treinador porque senão acabo como maior parte dos adeptos, que também está de acordo com a estabilidade mas depois acha sempre que com este treinador não dá, seja ele quem for.

Depois se falhar, então serei o primeiro a pedir a sua cabeça mas se nunca tentarmos nunca vamos estabilizar o ano passado foi o Koeman este ano é este e para o ano será o próximo, não tenham duvidas


Filipe,

Esqueces que o Camacho chorava todos os dias porque não tínhamos equipa e que queria este mais aquele e até o Ronaldinho, etc... e que o Trapatonni com praticamente a mesma equipa foi campeão e nunca disse que necessitava de mais ninguém e por causa dos assobios dos sócios foi embora.
O Trapatonni foi campeão com aquela equipa, imagino o que não faria hoje com esta, isso sim é que me deixa...QUE NERVOS!

 
At 5/15/2007 3:59 da tarde, Blogger Pedro said...

Não faz sentido Rato. Todos somos defensores da estabilidade qd essa estabilidade é boa.

Ter-se mantido o Camacho fazia todo o sentido. Aí sim a estabilidade devia ter sido fundamental. Agora no actual estado das coisas defender a estabilidade do q? Da permanência do treinador??? Mas pq? Se ele falhou, se ele falhou clara e inequivocamente, em todos os campos de análise para a função q foi escolhido, q tipo de estabilidade estamos a defender???

A estabilidade defende-se qd se vê resultados do trabalho.Com Camacho construi-se um grupo forte, unido, coeso e a equipa acabou a época a jogar muito à bola. Essa estabilidade deve ser mantida e defendida. Tinhamos razões para acreditar numa melhor época com a conitnuidade de Camacho. Agora com Santos??? O q esperas tu da próxima época? Sinceramente diz-me o q tu esperas da próxima época de Santos???

Americano tu defendes a saída de Santos ao mesmo tempo q defendes q ele não é o culpado (unico) do descalabro. Não faz tb muito sentido. Ele para mim é o principal culpado. Logo só tem q sair, aliás já devia ter saído. Há outros culpados? Claro q há. Mas em muito menor escala. O D'Arcy já o disse e muito bem quem é q tem culpa de não fazer substituições? Quem tem culpa d emeter o Quim na baliza? Quem tem culpa de não dar oportunidades aos outros elementos do plantel? Quem tem culpa de dizer q Miccoli é gordo? Quem tem culpa de dizer q Rui Costa não tem pernas para 90 minutos e desde então o maestro não para? Quem tem culpa de dizer q Mantorras é coxo? Quem tem culpas de não meter o David Luiz e depois dizer q lhe lembrava o Carvalho? etc etc etc

Mr.shankly o q interessa é ficar à frente do segundo e foi isso q Trap conseguiu. O Santos nem à frente do segundo vai conseguir. Eu sei q vocês percebem muito bem q uma coisa é disputar um campeonato com um Braga, Boavista e Guimarães a morderem os calcanhares aos "grandes" e disputar um campeonato onde estas equipas estão a anos luz dos da frente...

E para acabar a frase do Rato q resume tudo o q se anda aqui a dizer há meses "O Trapatonni foi campeão com aquela equipa, imagino o que não faria hoje com esta, isso sim é que me deixa...QUE NERVOS! "

Depois desta frase Rato como é q podemos falar no binómio estabilidade/Santos?

 
At 5/15/2007 4:18 da tarde, Blogger Mr. Shankly said...

"Ter-se mantido o Camacho fazia todo o sentido. Aí sim a estabilidade devia ter sido fundamental."

O Camacho saíu porque quis, não porque não o quisessem. O Real acenou e ele foi. Não podem apontar nada à direcção, aqui.

PEdro, se o braga, boavista e guimarães morderam os calcanhares aos grandes foi porque os grandes deixaram, porque andaram 10% abaixo do que tinham obrigação de fazer. Foi um mau campeonato dos 3, e o Benfica foi o menos mau. Este campeonato foi mais "normal".

 
At 5/15/2007 4:19 da tarde, Anonymous Americano said...

Pedro, faz todo o sentido. Eu acho que com o vencimento do FS podemos arranjar um treinador melhor, mas da mesma forma acho que tem de haver um director para o futebol (Veiga ou outro que façam o papel que ele fez), acho que tem de se limpar o plantel de jogadores fraquíssimos porque até nos juniores haverá melhor, acho que temos de ter um DM que não falhe nos diagnósticos, acho que não se pode desinvestir em Dezembro numa equipa que está em 3 competições, etc..
Porque é fácil apontarem-se culpas:
- De quem é a culpa do Nuno Assis apanhar 6 meses quando estava quase a acabar o castigo inicial?
- De quem é a culpa não poder ter-se planeado uma época com Simão?
- De quem é a culpa da saída do Rocha e do Alcides compensadas apenas com a entrada do David Luíz?
- De quem é a culpa de não se acertar num ponta de lança há 3 anos?
- De quem é a culpa das constantes lesões e diagnósticos errados (caso Rui Costa o mais flagrante)?

Para todas estas questões a resposta NÃO é Fernando Santos. Despedi-lo e assobiar para o ar em relação às restantes questões levará a mais uma época de insucessos.

 
At 5/15/2007 4:29 da tarde, Blogger Filipe said...

RatoGoleador,

"Esqueces que o Camacho chorava todos os dias porque não tínhamos equipa e que queria este mais aquele e até o Ronaldinho, etc..."

Mais uma razão para gostar dele. É exigente e ambicioso para o plantel que pretende ter. Não me vais dizer agora que na altura havia bué instabilidade por causa do Camacho, pois n?

"e que o Trapatonni com praticamente a mesma equipa foi campeão e nunca disse que necessitava de mais ninguém e por causa dos assobios dos sócios foi embora."

O Trapatonni foi embora porque quis! Tava pa ir pa Itália, ofereceram-lhe a chamada nota e acabou no Estugarda sem sucesso. De qualquer das formas que ponto me queres mostrar? Que o Trap era melhor que o Camacho? Que com Camacho havia instabilidade? N sei se te percebi bem.

 
At 5/15/2007 4:30 da tarde, Blogger ratogoleador said...

Pedro,

Atenção o Camacho é outro Toni, sabes quantos títulos tem na carreira?

Tem uma Taça ganha com o Benfica, quando a equipa fez das tripas coração para conseguir oferecer ao malogrado Feher, esse mesmo titulo.

Que ganhou mais o Camacho?

Vê lá Pedro, que até o Nandinho que tu afirmas ser o pior do mundo (parece), já ganhou mais do que o Camacho!??!?

O Camacho teve coisas positivas, fechou o balneário, foi dele que ouvimos a famosa expressão "só nos queixamos do pénalti assinalado ou não porque não marcámos golos" agora dai a ser um bom treinador porque gritava muito.

Vou-te ensinar algo que a experiência já me ensinou, normalmente, aliás maior parte da vezes a maioria não tem razão, aponto até os sócios responsáveis por certas decisões que nos prejudicaram muito (volta do Toni, contratação do Artur Jorge) a tudo isto os sócios apoiaram e no fim...

O Trapatonni, foi sempre atacado pelos sócios e no fim...

 
At 5/15/2007 4:32 da tarde, Blogger Pedro said...

Ninguem vai assobiar para o ar.
Agora o primeiro passo para a mudança é correr com o Santos e depois resolver os restante sproblemas.

Pq com Santos até podias ter o melhor ponta de lança do mundo e o plantel q nem o Chelsea consegue ter q não ias a lado nenhum pelo simples facto q ele NUNCA o fazer render.

Foi isto q este ano nos mostrou: um erro colossal na escolha de um treinador para comandar uma belíssima equipa.

 
At 5/15/2007 4:35 da tarde, Blogger ratogoleador said...

Agora se disseres que é melhor ele ir embora porque a primeira falha vai começar a contestação outra vez, é provável mas só concordo com a mudança se for para trazer alguém inabalável e não, Camachos, Tonis, etc,...

Eriksson, Mourinho, Capelos e poucos mais, se for para vir outra aposta prefiro que fique lá este mais um ano.

Assim como assim acabam sempre por os assobiar.

E não venham com o discurso que com este treinador não renovam cativos e deixamn de ser sócios porque adeptos desses não necessitamos, muito obrigado já chegam os nossos inimigos.

 
At 5/15/2007 4:37 da tarde, Blogger D'Arcy said...

E o Nandinho foi sempre assobiado pelos sócios e no fim... zero ;)

O Camacho não tem uma carreira de treinador tão extensa como o Nandinho. O Nandinho tem como títulos um campeonato e uma taça ganhas no auge da fruta e com o Jardel, mais uma taça da Grécia. Não me parece um curriculum brilhante, especialmente para alguém que já treinou os três grandes.

O Camacho como treinador subiu o Espanyol e o Rayo, e venceu a taça com o Benfica. No Real Madrid não esteve tempo suficiente para ganhar o que quer que fosse (lá está, nunca admitiu que outras pessoas metessem o bedelho nos assuntos da equipa de futebol), e na selecção espanhola foi aos quartos-de-final do Mundial, eliminado pela Coreia do Sul da forma que sabemos.

 
At 5/15/2007 4:40 da tarde, Blogger Pedro said...

Rato amigo numa discussão neste blog lá mais para baixo disse q gostava do Camacho apesar de ele não ser nenhum génio da táctica.

Eu gosto do Camacho pelo líder q ele é, pela união q criou no grupo, pela forma com q fazia os jogadores darem tudo em campo. Não se calava na defesa dos interesses do grupo (lembras-te do caso yannick com o Veiga?) e com ele ganhámos uma Taça ao Mourinho. Camacho tem um historial no SLB muito superior ao do Santos e isso é indiscutível.

Trap chegou e como expert q é soube aproveitar essa união, essa garra q Camacho gerou e, com a sua mestria de raposa, com os parcos recursos q tinha, foi campeão. TRap é um mestre mas verdade seja dita o Benfica jogava um futebol feio e irritante. Tivemos sucesso e a escolha do novo treinador tinha q ser muito ponderada. Chegou Koeman e começamos a perder o comboio qd Álvaro não ficou na equipa técnica. De certeza q a tua experiência sabe q Álvaro foi e teria sido muito importante se tem ficado no SLB.

Os benfiquistas são o pior inimigo do SLB. Mais q treinadores são autênticas máquinas de trucidar jogadores. Não vou enumerar vários nomes de belíssimos jogadores q, ajudados por uma campanha infame da imprensa contra os nossos jogadores, foram trucidados pelos adeptos sem o minimo de tolerância mas dou-te o exemplo claro das nossas "escolas": os benfiquistas reclamam sempre q não se dá oportunidades aos jovens, estão sempre a pedir putos, qd eles aparecem, nem jogam 5 minutos e já são os maiores toscos. Passou-se esta época com Coimbra e Pedro Correia...e caro Rato q oportunidades tiveram os miudos para q já não mereçam qqr tolerância dos benfiquistas????

 
At 5/15/2007 4:48 da tarde, Blogger Filipe said...

Lá estão vocês a ver currículos...
Querem o Artur Jorge? É bom..já foi campeão europeu. Pq n vem o Toni outra vez? Já ganhámos mto com ele. Fomos a finais europeias e tudo. Querem o Co Adriense? Foi campeão e ganhou a taça Intercontinental! O Augusto Inácio também deve ser bom, foi campeão pelo Sporting!

Estou-me completamente nas tintas para os currículos dos treinadores. Eu olho para o trabalho dele e ou lhe reconheço valor ou n. Ao Camacho, mesmo que n tivesse subido ng, nem ganho taça nenhum, reconheço-lhe valor, ponto final! Um treinador mau, se tiver um grande plantel à disposição, por mto que invente, arrisca-se a ser campeão na mesma, pq tem muita matéria prima, por isso, isso dos currículos a mim n me interessa mto e talvez por esse motivo tb olho com muita preocupação o plantel que teremos na próxima época. Primeiro pq acho q se não estragarem, estamos mt perto de ter um grande plantel, dps se o treinador vai ser o FS, é bom que seja um grande plantel mesmo!

 
At 5/15/2007 4:55 da tarde, Anonymous Americano said...

Pedro, lá está uma diferença de opinião, tu achas que os benfiquistas são máquinas de trucidar jogadores, eu acho que são máquinas de trucidar treinadores, e tu és um bom exemplo. Lembro-te que até o Argel (que era fraquinho) foi muito aplaudido na maior parte das vezes na Luz, o Karadas foi apoiado, o tribunal da Luz só assobiou casos extremos como Derlei, Paulo Almeida e outros do género, já quanto a treinadores, excpetuando o Camacho, todos foram assobiados, sendo curiosamente o expoente máximo o Trap. Irónico, não é?

 
At 5/15/2007 4:56 da tarde, Anonymous Americano said...

Pedro, estás a 2 pontos do líder, nao me vais dizer que se em vez do Nuno tivesses um PL que tivesse marcado 20 golos, não achas que éramos campeões???

 
At 5/15/2007 5:00 da tarde, Blogger Filipe said...

Éramos campeões e jogaríamos a final contra o sevilha! digo eu...

 
At 5/15/2007 5:01 da tarde, Blogger ratogoleador said...

Eu vou repetir porque parece que ainda há duvidas:

EU NÃO SOU DEFENSOR DO NANDINHO!!!

Eu sou defensor da estabilidade e completamente contra a mudança de treinadores todas as épocas.

Concordo contigo em relação aos putos mas atenção que a formação foi arrasada pelo Vale e Azevedo mas vamos no bom caminho, em breve teremos putos para aproveitar neste momento sinceramente, ainda não os temos, fico mais lixado é saber que temos jogadores como o Paulo Jorge, que dá tudo o que tem em campo não ser mais aproveitado mas as lesões não o ajudaram.

Adoro jogadores que dão tudo em campo, é uma questão de tempo até trazerem resultados mas até aqui já ouvi dizer que este não presta!? Será o jogador que não aposta ou será medo de os queimar?

D'Arcy, depois do fim de semana vou-vos cobrar, campeões com um golo do Derlei, não esqueças

;)

 
At 5/15/2007 5:10 da tarde, Blogger Filipe said...

Este comentário foi removido pelo autor.

 
At 5/15/2007 5:15 da tarde, Blogger Pedro said...

Americano o Argel só era apoiado pelos NN. Por mais ninguem. E não se trata de assobiarem jogadores no estádio, trata-se de ser-se totalmente intolerante para com certos jogadores, trata-se de considerar os jogadores logo à partida fracos ao ponto de no final de cada época exigir-se à direcção 10 jogadores novos para cada posição.... E disso temos exemplos a montes.

Rato se me disseres q a estratégia é manter o Santos para em 2008 irmos buscar o Scolari sou capaz de aceitar se bem q, mesmo assim, seria preferível por lá alguem q perceba um pouquinho mais do assunto tipo Chalana...até podia ser q ele descobrisse um novo "Miguel" ...

 
At 5/15/2007 5:16 da tarde, Blogger Filipe said...

N percebo é como podes ser a favor da estabilidade quando ela n existe! Quando tenho razões para acreditar que mantendo este rumo de coisas, serei bem sucedido aí sim, defendo a estabilidade. Eu simplesmente não acredito nisso. E se não acredito, é porque não me dão indícios disso mesmo! N vejo um potencial bom treinador, nem vejo alguém que perceba de futebol a mexer os cordelinhos para constituir uma boa equipa.
A estabilidade defende-se quando as pessoas mostram valor e tu acreditas naquilo que mostraram, independentemente dos resultados. O que vi não me faz estar confiante e daí defender a mudança de treinador, embora tenha a noção que o principal está na constituição do plantel para a próxima época. Eliminar de vez os cancros que custam dinheiro, e somar 2, 3 jogadores que venham pa somar, que possam perfeitamente ser titulares e que desiquilibrem, que façam a diferença. Jogadores que nós olhemos para eles e pensamos:"este é menino para nos resolver o jogo hj!".

 
At 5/15/2007 5:19 da tarde, Blogger Mr. Shankly said...

"o tribunal da Luz só assobiou casos extremos como Derlei, Paulo Almeida "

E outros casos extremos como Luisão, Nuno Gomes, Simão (já para não falar de Stanic e outros da época).

 
At 5/15/2007 5:27 da tarde, Anonymous Americano said...

Mr. Shankly o Nuno Gomes tornou-se este ano um caso de ódio, mas é diferente dos casos que o Pedro se tava a referir, o Luisão não chegou a ser assobiado em nenhum jogo que eu presenciasse, e o Simão então não imagino o que estejas a dizer!

 
At 5/15/2007 5:33 da tarde, Blogger Pedro said...

"Eliminar de vez os cancros que custam dinheiro,"

Acho q todos concordamos com isso mas será que alguem acha q o fracasso desta época se deve ao Beto, ao Marco Ferreira e ao Moretto (os normalmente apontados como "cancros")???

 
At 5/15/2007 5:37 da tarde, Blogger ratogoleador said...

E o Trapatonni, não mostrou?

O problema é que se nunca tentamos manter os treinadores, não saberemos se o problema não é esse mesmo.

O primeiro ano é de adaptação, implementação de novos processos, etc...

E mesmo não gostando do homem (como eu) temos de reconhecer que após ter implementado os seus processos o Benfica melhorou imenso, não me lembro de um Benfica tão forte nos último 10 anos.

Só que vocês preferem que venha outro, que por ser o primeiro ano irá demorar algum tempo a adaptar-se e a conhecer o plantel e parte logo em desvantagem, no fim do campeonato aparecem vocês outra vez a exigir a sua cabeça...

Para mim é indiscutível, estabilidade irá trazer resultados sem estabilidade iremos cometer outra vez erros.

Dou-vos um exemplo, o "magnifico treinador Paulo Bento" com tranquilidade lá vai avançando e vamos a ver está a apenas um ponto do Benfica do Nandinho, é simples meus amigos se o Nandinho não fosse assobiado nem contestado se calhar teria conseguido mais, com apoio dos sócios/adeptos é sempre mais fácil mas no Benfica até assobiam os próprios jogadores!?!?!? Como se isso ajudasse... enfim.

 
At 5/15/2007 5:39 da tarde, Blogger Filipe said...

Não, mas imagina 2 jogadores bons em vez desses, imagina que na altura em q tiveste de pôr o J. Coimbra a titular, ou recentemente o Manu, tivesses dois gajos que fazem realmente a diferença. Era bem melhor ou n?!(O Moretto é um caso à parte)

 
At 5/15/2007 5:44 da tarde, Blogger Filipe said...

Deixa lá o Trapatonni que isso é outra discussão. Este que estamos a falar n me mostrou! O Paulo Bento no primeiro ano que pegou nos verde ranho, mostrou algo e por isso mesmo sem ganahr nada está lá, e vai continuar a estar... Eu n gosto de um treinador que n consegue transmitir garra à equipa, que n seja um líder, que os jogadores não olhem para ele com reverência, que queres? Acho q é uma coisa que tem que ser mexida para melhorarmos é no treinador.

 
At 5/15/2007 5:45 da tarde, Blogger ratogoleador said...

Ops, acho que acabei de ser tramado na minha previsão, como querem credibilizar o futebol português!?!?!

O arbitro para o Porto vs Aves é o Benquerença, não vá ser necessário uma mãozinha dassssssssssssssss... estas coisas é que me fazem ter vontade de deixar de ir a luz.

E já agora que culpa tem o Nandinho destas palhaçadas!?!?

 
At 5/15/2007 5:51 da tarde, Blogger Filipe said...

Nasceu...(brincadeira!)

 
At 5/15/2007 5:51 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Se querem um exemplo de um jogador jovem e com talento aquem quase não foram dadas oportunidades, e que nas poucas que teve foi completamente trucidado pelos assobiadores profissionais da Luz, deixo um nome: Carlitos.

 
At 5/15/2007 5:52 da tarde, Blogger D'Arcy said...

O Carlitos do Estoril, claro. Não o do Gil Vicente.

 
At 5/15/2007 5:59 da tarde, Blogger Filipe said...

Epá agora é q entramos em desacordo. Foram-lhe dadas oportunidades, principalmente com o Koeman. Até o pôs a titular contra os verde ranho. O CArlitos pura e simplesmente n lhe saía nada bem. Na minha maneira de ver acho que o princpal problema do Carlitos foi mesmo a cabeça. Acho que não tem uma estrutura mental forte, revela falta de confinaça, pq tb fiquei com a sensação q ele conseguia fazer mais do que mostrava. Mas acho que foram-lhe dadas oportunidades, mesmo com o Trap era ele quem ia iniciar a época a titular, até jogou no apuramento para a liga dos campeões, só que depois lesionou-se.

 
At 5/15/2007 6:05 da tarde, Blogger D'Arcy said...

O jogo contra a lagartagem foi uma das raríssimas oportunidades que teve. E quando ele jogava, de cada vez que tocava na bola assobiavam-no, o que não ajuda nada aos problemas 'de cabeça'.

 
At 5/15/2007 6:09 da tarde, Blogger Filipe said...

N sei se era assobiado, sei q cada vez q entrava n lhe saía nada em condições. Tentava um drible, perdia a bola. Tentava uma finta, tropeçava na bola. Acho q a única coisa q acertou foi o penalti contra o sportém na taça de Portugal. TAva com um medo que ele falhasse! Mas ele agora anda a jogar bem é?

 
At 5/15/2007 6:35 da tarde, Blogger Mr. Shankly said...

"o Luisão não chegou a ser assobiado em nenhum jogo que eu presenciasse, e o Simão então não imagino o que estejas a dizer!"

Se calhar faltaste ou não te lembras, mas olha que o Luisão lembra-se e ainda recentemente falou disso.

O Simão foi assobiado num jogo da Taça contra o Nacional, em que falhou um penalty. Acabou por marcar o penalty decisivo e saiu amuado.

O público benfiquista tanto consegue ganhar jogos quase sozinho (raro, mas acontece, como contra o MU o ano passado), como ser o grande adversário da equipa. Já o Camacho se queixava disso. E depois ainda dizem que querem jovens na equipa, para os trucidar como fizeram com o Carlitos.

 
At 5/15/2007 6:35 da tarde, Blogger Mr. Shankly said...

E 100! (peço desculpa)

 
At 5/15/2007 7:04 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Ainda o Carlitos não tinha começado a preparar uma finta e já estava a ser assobiado. E isto foi tudo por causa de um jogo: fora com o Anderlecht, em que o Trapattoni o meteu a titular, e as coisas não lhe sairam bem (falhou uma grande oportunidade de golo). Como perdemos 3-0, o facto da titularidade do Carlitos passou aser usado quase como justificação para a derrota, e ele passou a ser assobiado de cada vez que tocava na bola. Estamos a falar de um jogador internacional esperança, que tinha sido eleito o melhor jogador da Liga de Honra. Vamos ver se agora não acontece o mesmo ao Coentrão.

O Luisão foi assobiado durante quase meia época. Lembro-me de que quando perdemos 3-2 com o Nacional muita gente criticou o Camacho por ter metido como dupla de centrais o Luisão e o Hélder (os titulares eram, se não estou em erro, o Argel e o Rocha). A partir daí o Luisão nunca mais perdeu a titularidade.

 
At 5/15/2007 8:04 da tarde, Blogger Pedro said...

Filipe até podias lá ter Maradonas q com Santos não saíriam do banco. Ele próprio disse várias vezes q a rotação não fazia sentido, ele várias vezes disse q a equipa não estava cansada, até q depois teve q engolir as próprias palavras...

 
At 5/15/2007 9:49 da tarde, Blogger Filipe said...

É exactamente nesse ponto que n concordo com vocês. O FS simplesmente n mete os Manus e os Karyakas e outros desse genero. Sempre que ele teve homens no banco que jogam habitualmente, ele fazia as substituições cedo. É preciso é q tenha opçãoes de qualidade para o fazer.Eu nesse aspecto estou com o FS, já discutimos isso e n vale a pena. Sou a favor de rotatividade qd há alternativas para isso, de resto n me agrada nada. Só gostava de ver o que seria se o FS se lembrasse, a bem da rotatividade, de deixar o Nuno Assis ou o Rui Costa no banco para pôr o J. Coimbra ou o Paulo Jorge, ou o Manu e o Benfica perdesse. Caia-lhe tudo em cima. Peço desculpa, mas nesse aspecto dou razão ao FS.

 
At 5/15/2007 10:20 da tarde, Blogger Quetzal Guzman said...

Este comentário foi removido pelo autor.

 
At 5/15/2007 10:23 da tarde, Blogger Quetzal Guzman said...

Mas filipe, até utilizando essa argumentação estás a constatar os defeitos do Nandinho. O Manu entra tarde, ou não entra, porque é fraquinho. Mas o Nandinho, que até queria reduzir o plantel, não deu aval à sua saída em dezembro. O Carlos Pereira assumiu que o Marítimo queria o empréstimo e recusámos. O Marselha perguntou quanto queríamos pelo passe dele e mandámos os gajos dar uma volta. Essa é que essa. Para o Nandinho o gajo é fraco para jogar, mas demasiado bom para dele se libertar???

 
At 5/15/2007 10:28 da tarde, Blogger Filipe said...

N sei, n me perguntes...O Manu a mim faz-me lembrar o Bruno Basto. É bom atleta, corre muito, luta muito, mas produz pouco, por falta de talento. S é esta a opinião do FS ou se n é, n sei...Só gostava de ver o Manu a defesa direito um joguinho ou dois, de preferência em confronto com bons extremos.

 
At 5/15/2007 10:41 da tarde, Blogger D'Arcy said...

O Nandinho é uma contradição ambulante; ele vai para onde sopra o vento nesse dia. Num dia o Mantorras é coxo e não aguenta jogar muito tempo, no dia a seguir dá-lhe meio jogo. Num dia o Rui Costa não tem ritmo para 90 minutos, logo a seguir mete-o a fazer quatro jogos completos de seguida. Os guarda-redes suplentes oferecem ambos garantias, são do mesmo valor e é por isso que alternam no banco, depois afinal já há um que se treina melhor que o outro. Em Dezembro conta-se 'e sempre se contou' com o Manú, não se permite a sua saída, e depois ele passa mais meio campeonato sem ser utilizado. Contrata-se o Miguelito, que é um jogador de grande valia e que será muito útil 'porque também pode jogar a médio', e depois deixa-se o homem sem jogar um único minuto nos últimos cinco meses. Num dia o plantel 'é demasiado extenso', logo a seguir emagrece-se o plantel e deixa-se de se ter opções. Enfim, é com isto que temos que viver.

 
At 5/16/2007 12:32 da manhã, Blogger Quetzal Guzman said...

Não era bem uma pergunta. Estava a enfatizar os delírios mentais do nosso treinador. E concordo em absoluto com a tua descrição do Manu. Se o temos vendido ao Marselha, para mim era o negócio da década. Ok, talvez não fosse... O Espanhol comprou-nos o Armando Sá. :D
O Nélson também se parece cada vez mais com o Bruno Basto. Mais que uma alternativa a ele precisamos é de um defesa direito de qualidade que o meta no banco.

 
At 5/16/2007 9:22 da manhã, Blogger Rui said...

Vivo fora do pais(Bruxelas)e embora acompanhe o Benfica o melhor que posso,vendo jogos ai e por essa Europa fora,não tenho "todas" as informações do que se passa no clube...tento por isso manter-me informado o melhor que posso através de todos os meios possiveis.
Também eu quero estabilidade no clube,mas penso que tal so serà possivel se o Nandinho sair e passo a explicar.Se ele ficar,à primeira escorregadela que ele tiver(o que a ver-se pelos exemplos desta época nem deve de demorar muito)serà ainda mais contestado e ai pergunto-me:Serà melhor mudar de treinador a meio da época ou começar directamente com um novo treinador? A resposta parece-me obvia...Quanto à escolha de um treinador continuarei a defender um treinador estrangeiro,fazendo regressar o Alvaro que juntamente com o Chalana poderiam ajudar a conhecer o futebol português por dentro e isso independentemente ou não de que ele tenha um adjunto de confiança...Não sou um grande defensor do Camacho,mas numa coisa dou-lhe mérito,a equipa,com ele,jogava com nervo,com querer,com garra,com vontade...Com este é o que se vê,ou o que não se vê!!!!
Quanto aos delirios mentais(boa a definição) do nosso treinador também me lembro de algumas,como aquelas no final do jogo de Manchester:que estava muito longe do relvado para dar instruções(ridiculo),como o ter realçado que o Benfica tinha sido a unica equipa que não tinha perdido em Copenhaga(como se isso fosse uma coisa do outro mundo)mas "esqueceu-se" de dizer que fomos a unica equipa que perdeu pontos em casa com o Manchester United...que uns são coxos,gordos,que não aguentam o ritmo de jogo,etc.
Enfim...vou ficar por aqui...
Um abraço a todos

 
At 5/16/2007 3:40 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Carta aos benfiquistas



A primeira vez que muitos de nós viram o Rui Costa jogar foi no Campeonato
do Mundo de Sub-21, em Lisboa, decorria o ano de 1991. O adversário era a
Austrália e disputava-se um lugar na final. De repente...um "golaço"! Um
pontapé daqueles que nos faz ficar em suspenso durante uma eternidade até a
"redondinha" entrar nas redes...que golo! Quem seria este jogador, que tinha
acabado de marcar um dos golos mais bonitos que tínhamos visto na vida?
Lembramo-nos que usava nas costas o número 5, o número do nosso ídolo na
altura, o grande Mozer, o nosso central mais valioso de sempre. Naquele
momento sentimos aquele arrepio na espinha que nos leva às lágrimas...
Caramba, que grande golo! Lembramo-nos de o ver correr com a felicidade
estampada no rosto, eufórico, radiante... O público, de pé e ao rubro, ainda
não sabia que estava na presença de um dos melhores jogadores de sempre do
futebol português.



Dias mais tarde éramos mais de 100 mil, eufóricos, nervosos, concentrados a
apoiar uma das gerações mais brilhantes da história do futebol português.
Éramos tantos... O adversário era de peso, nada menos que o sempre poderoso
Brasil. O jogo foi decorrendo e golos nem vê-los. Fomos para os penaltis,
parecia que por momentos o tempo tinha parado...A multidão estava confiante,
desta vez não podíamos falhar, nem queríamos falhar, não podíamos, estávamos
proibidos por uma força maior... Pensar que não seríamos campeões do Mundo
estava completamente fora de hipótese. Os remates da marca de grande
penalidade foram sendo marcados, os brasileiros falharam dois, o Estádio da
Luz em contenção... Silêncio total. Lembramo-nos de ver o Rui a caminhar
para a grande área, de pegar na bola com aquele jeito tão especial,
lembramo-nos de o ver recuar 3 ou 4 passos... Nem uma brisa. Lembramo-nos de
o ver a olhar para o guarda redes... de o ver arrancar...em câmara lenta...a
rematar...na nossa cabeça pensámos, já está!... A bola entrou no ângulo
superior esquerdo da baliza, sem chances, sem a mínima hipótese de defesa,
um dos penaltis mais bem marcados que vimos na nossa vida... Lembramo-nos de
o ver a correr que nem um louco em direcção à bandeira nacional, saltar para
a vedação e agarrar-se às pessoas. Lembramo-nos de abraçar toda a gente que
ali estava, de chorar de alegria e de assistir a uma explosão de glória e de
dever cumprido... E lembramo-nos de ver o Rui agarrado ao Figo, ao João
Pinto... Lembramo-nos de pensar, é aquele...! O tal do número 5, o tal do
Benfica, o grande Rui Costa!



Nas épocas seguintes o Rui entrou pela "mão" de Eriksson na equipa principal
do Benfica. Era ainda um menino mas cada vez que entrava em jogo os adeptos
sentiam a magia e o talento nos seus pés. Um dia Jorge Valdano disse: «Na
zona da definição existem tantos defesas rivais que os espaços aparecem e
desaparecem em fracções de segundo. Há quem os vê e quem os não vê. Quando
um jogador os vê, decide o passe, executa-o e acerta quase simultaneamente
(e nisso se gasta uma fracção de segundo . estamos perante o mago que saca
pássaros da cartola. São os pássaros que tem na cabeça.» Não nos enganámos.
Com o decorrer dos anos Rui Costa foi crescendo e começou a desenhar uma
carreira cheia de pássaros na cartola, cheia de magia, cheia de glória... No
ano de 1996, disputava-se o Campeonato da Europa, a Selecção tinha mais uma
prova de fogo, Rui e os seus colegas jogavam o futebol mais bonito do Mundo,
estavam todos eles a "explodir" aos poucos, a tornarem-se grandes jogadores,
o futebol do Rui era espantoso, naquele Torneio o Mundo rendeu-se ao talento
de uma equipa, Portugal ! Rui foi eleito o melhor médio do torneio tendo
feito parte do onze ideal da prova, estava definitivamente provado, se é que
ainda existissem dúvidas, que estávamos perante um dos melhores "regista" de
todos os tempos, um dos verdadeiros número 10. O "miúdo" do número 5 tinha
duplicado o seu valor. O "Maestro" tinha nascido ali e ali iria estar, nos
relvados durante muitos anos a espalhar o seu perfume, a sua classe, o seu
jogo... Tantos pássaros vimos nós a serem tirados da cartola... Como aquele
que voou 40 metros, numa noite de chuva, para nos dar o apuramento para o
Euro 2000, perante uma Irlanda destroçada... Como um outro que foi ao
encontro da cabeça de João Pinto e que "arrumou" a armada inglesa, como
tantos que fomos vendo voar dos pés do "Maestro". Mas nenhum se compara ao
que vimos a voar em 2004, em Lisboa, na nova versão do mesmo Estádio da Luz
que assistira àquele penalti marcado de forma exemplar por aquele miúdo
franzino, o tal do número 5, treze anos antes. Uma águia real que sobrevoou
todo o campo até se transformar numa bola de fogo que entrou a 200 km à hora
na mesma baliza onde o penalti decisivo tinha sucedido. Foi um dos grandes
golos das nossas vidas, o golo que nos levou à alegria suprema de um jogo de
Futebol, o golo de honra de um grande jogador, de um grande homem, de um
grande desportista. Aquele golo contra os ingleses, numa altura em que Deco
era a sombra do "10", foi para nós e para muitos a prova de que ainda era o
Rui que comandava, ainda era ele o guerreiro que surgia na linha da frente
quando tudo parecia acabado, um verdadeiro comandante... Lembramo-nos de o
ver a correr que nem uma criança, agarrado pelo "puto" Ronaldo, abraçado ao
Figo, exactamente no mesmo sítio onde já tínhamos sido felizes, que
momento... Lembramo-nos de o ver no chão e pensar, em lágrimas: - Saiam de
cima dele, ainda o aleijam! Esse sim, o nosso maior receio, o receio do
fim... Esse fim que nos leva à morte da paixão, o fim do génio, o fim dos
voos daqueles pássaros mágicos tirados da cartola, nem queremos pensar nesse
fim, nem nós nem qualquer benfiquista...



Escrevemos estas palavras no fim de uma época em que o Rui voltou à sua
casa, ao seu clube, uma época em que assistimos ao sonho de um homem que
queria fazer feliz os que sempre o acarinharam, o homem que queria ver de
novo os seus pássaros a voar. Vimos muitas vezes esta época o Rui
desesperado por não conseguir resolver as piores situações, vimos o Rui a
dar tudo em campo, a liderar aqueles jogadores que o respeitam tanto, vimos
a desilusão no seu rosto... Mas também vimos a sua alegria sincera quando
foi recebido por mais de 5.000 adeptos em delírio, a sua explosão quando nos
deu o acesso à Liga dos Campeões, ao seu regresso contra o F.C. Porto, para
fazer uma segunda parte de sonho e dominar uma das grandes equipas da nossa
liga, vimos novamente a sua classe, a sua elegância, a sua inteligência e
seu amor pelo seu clube. Por tudo isto achamos que vale a pena pensar que
afinal esse receio do fim ainda não chegou, que ainda estamos longe, bem
longe, de perder o nosso ídolo, de deixar de o ver jogar pelo nosso clube,
esse clube tão mágico e tão especial, o Benfica.





Sabemos que o Rui quer mais, sabemos que não quer acabar assim, temos a
certeza que a próxima será a sua melhor época. Sabemos que estaremos lá, no
mesmo sitio onde o vimos chorar quando marcou a Preud'Homme, no mesmo sítio
onde vimos o golo contra os irlandeses, no mesmo sítio onde vimos a "bomba"
que tanta mossa fez na selecção inglesa. Estaremos lá para ver voar mais
pássaros, para ver de novo a alegria a explodir no rosto daquele menino de
número 10 nas costas, de o ver a correr de braços abertos para o "seu"
público, para o "seu" povo, a "sua" gente. Sabemos isso e muito mais...

Sabemos que será sempre o jogador que melhor vimos jogar futebol! Sabemos
que vamos sempre vê-lo a correr naquele relvado, a levar a bola com a
elegância de um mestre. Vamos ter sempre a companhia das "bombas" de
oxigénio que respira cada vez que faz um compasso de espera, cada vez que
faz um passe milimétrico, cada vez que olha para o céu... Sabemos que vamos
ver sempre aquele pássaro mágico a pairar por cima das nossas cabeças e a
descer ao relvado... Sabemos disso até mesmo quando o pior dos nossos
receios chegar! Sentimos ainda o mesmo arrepio...



Gostávamos que estas palavras dessem o resultado pretendido, que o Rui Costa
estivesse connosco por mais uma época, ou mais, talvez... Só o "10" é que
sabe, só ele é que sente quantos pássaros ainda tem para fazer voar, só ele
é que pode decidir no maior respeito pelas suas capacidades e pelo clube que
soube servir com ninguém. Mas pode contar com a certeza de que todos nós, os
benfiquistas e todos os amantes da arte de bem jogar futebol, divulgaremos
este pedido e faremos força para que este pássaro possa voar até à próxima
baliza...

 
At 5/16/2007 3:57 da tarde, Anonymous Americano said...

Parabéns ao autor do texto sobre o Maestro, é sublime. De facto quando ouço penfiquistas (??) a dizerem que poderão cancelar o cativo por isto e aquilo e lembro que provavelmente é a última oportunidade de ver o Rui na nossa casa, nem sei o que dizer. Eu vou estar lá mais um ano para vê-lo, nem que seja ao lado do Marco Ferreira, do Beto, treinado pelo FS, seja quem for só o Maestro justifica a minha presença na Catedral.

 
At 5/16/2007 4:24 da tarde, Blogger Pedro said...

Totalmente de acordo. Só poder ver o maestro de perto vale o cativo.

Foi um sonho tornado realidade!!!
Só espero q ele para o ano se possa despedir (se assim o desejar) com o titulo nas mãos!!!!

 
At 5/16/2007 6:56 da tarde, Anonymous Starblade said...

Pedro, não vale a pena estares a gastar o teu latim. Quando os ayatollahs puxam do livro sagrado, não há ciência que os convença...

 
At 5/16/2007 7:18 da tarde, Blogger  said...

http://aguia-de-ouro.blogspot.com/

Parabéns pelo blog!

Visitem!

Se quiser adicionar à sua lista de links no seu blog está à vontade!

 
At 5/16/2007 7:50 da tarde, Blogger Rui said...

Os meus mais sinceros parabéns ao anonimo que escreveu o texto sobre o Rui Costa...Fantàstico...

 
At 5/17/2007 5:55 da tarde, Blogger ratogoleador said...

Esta é directamente para quem nos chama de ayatollas!

Podem verificar na bola de hoje, o Benfica há 15 anos que não tem um treinador durante duas épocas completas!?!??!
O último foi o Eriksson, não será esse o verdadeiro problema?

Caro Filipe, tu afirmas que também és pela estabilidade mas com o Nandinho não dá mesmo, e eu pergunto, como também não dava com os seguintes:

- Toni
- Jesualdo Ferreira (quase campeão)
- Manuel José (campeão)
- Paulo Autuori (campeão)
- Jupp Heynckes ( campeão )
- Mourinho (super campeão)
- Mário Wilson (campeão)
- Chalana
- Camacho (vencedor da taça)
- Trapatonni (campeão)
- Ronald Koeman (campeão)
- Fernando Santos (campeão)

Esta lista foi feita de cabeça e poderá faltar alguém mas não acham curioso?

 
At 5/17/2007 10:10 da tarde, Blogger Filipe said...

Rato goleador,

Apanhaste-me um bocado frio...que me queres mostar com essa lista?

 
At 5/17/2007 10:27 da tarde, Blogger Filipe said...

Rato Goleador

Já disse algures, que um treinador mau, se lhe for disponibilizado um plantel bom, arrisca-se de forma séria a ser campeão, pq a qualidade do plantel consegue compensar e disfarçar a fraca qualidade de um treinador. Por isso tens Artur Jorge campeão europeu, tens o Toni campeão em Portugal e finalista vencido de taças dos campeões, etc. Há n exemplos de treinadores banais que conseguiram ser campeões. Agora o contrário é q é mais dificíl encontrar. Treinadores bons, que lhes são dados planteis maus, dificilmente conseguem conquistar algo!
Isto para dizer, que tal como disse num comentário anterior meu, ligo pouco ao currículo dostreinadores. Observo o seu trabalho e dps vejo se gosto ou n...Não gosto do trabalho do FS. Gostei menos ainda do Koeman que até foi campeão e gostei muito do Camacho, que ainda não tem qualquer campeonato ganho.
Mas atenção, eu nem sou dos mais críticos em relação ao treinador, porque penso quese o Benfica para o ano, conseguir juntar algumas pedras desiquilibradoras neste plantel, mesmo com o FS, arriscamo-nos a ser campeões, mas por outro lado mesmo que nos aguentemos mais um ano com ele, acho que é inevitável a saída dele, acho que não é treinador para o Benfica e não vejo a razão para não sair já. Queres mante-lo a bem da estabilidade? Que estabilidade? Ela não existe!! Queres melhor altura que esta? Vais estar a arrastar uma situação que podes resolver já.

 
At 5/18/2007 3:47 da manhã, Blogger esbutenado2 said...

Como muito bem disse o Filipe, ha treinadores que apesar de serem maus tiveram a felicidade de orientarem boas equipas que praticamente jogavam sozinhas e assim ganharem titulos. O Nandinho nem isso com o clube-bordel conseguiu!!!
Depois, ha treinadores que tem valor e conseguem desenvolver e fazer evoluir jogadores que a partida nao sao tao bons como as estrelas do plantel. Um exemplo excelente disto e' o que o Mourinho fez no clube-bordel, mesmo apesar de muita ajuda do putedo e da fruta. Ele conseguiu fazer de gajos como Derlei, Nuno Valente, Pedro Mendes, Carlos Alberto bons jogadores, que acentavam que nem uma luva na forma como ele pos o clube-bordel a jogar. Imaginemos por um segundo que esta epoca tinhamos tido o Mourinho no banco, com o mesmo plantel. Alguem acredita que jogadores como Miguelito, Manu, Paulo Jorge, Kikin e Karyaka nao tinham sido muito melhor utilizados? Alguem esta a ver o Mourinho insistir sempre nos mesmos a titulares? Para mim, a par de uma leitura de jogo ridicula, substituicoes ainda mais ridiculas, e nao conseguir de forma alguma motivar e dar moral a equipa quando ela e' necessaria, esta e' a outra falha fatal do Nandinho, uma absoluta incompetencia no descobrir e desenvolver novos talentos. O caso do David Luiz e' o melhor exemplo disto mesmo, teve o DL no banco jogos a fio, inventou nas Aves com o Katsouranis a central, e so mesmo por absoluta necessidade pos o DL a jogar, para depois vir dizer que lhe lembra o Ricardo Carvalho... Isto e' ser um atrasado mental do pior que ha!!
Mais, este mito da "estabilidade" e' uma bela tanga. Houve treinadores que tivemos ha epocas atras que teriam feito bem melhor com este plantel (Autuori, Camacho, Trapattoni). A unica estabilidade que deve ser mantida e' a de vitorias e titulos!!! Manter estes Nandinho e' arriscar imenso, porque se temos um inicio de epoca mais complicado, o gajo e' logo despedido.
Mas prontos, o LFV e' teimoso e ja que quer manter o Nandinho como treinador, entao pelo menos que se arranje um plantel imune as piores nandinhices. Como disse ha uns 100 post atras, mantenham Luisao, Simao e Miccoli, facam regressar Diego Souza, Manuel Fernandes e Jose Fonte, comprem um GR, um DD e um PL dos BONS, e temos plantel para limparmos o campeonato com uma perna as costas (APESAR do Nandinho).

 
At 5/18/2007 9:18 da manhã, Anonymous Porco said...

Pois eu assino por baixo dos 2 ultimos comentários.

Do que eu mais tenho receio é que mantendo o nandinho, se no inicio da época as coisas correm mal, voltaremos a ter à porta do estádio as situações que se viveram na era damásio, com uma multidão a pedir a cabeça do treinador. E assim, lá irá por água abaixo o trabalho dos ultimos anos, de união da familia benfiquista.



Já agora, off-topic, o que acham de Marc Zoro:

http://www.sport-ivoire.ci/article.php?rub=1

 
At 5/18/2007 9:36 da manhã, Anonymous Americano said...

Também off-the-topic vi com alguma preocupação as declarações do Miccoli em como acredita que seríamos campeões com Veiga. Como já disse aqui, a saída dele (sem substituição) foi um dos grandes problemas desta época, e esse não é imputável ao FS por muito que vos custe. Alguém acredita que seríamos campeões em 2004/2005 se o Veiga tivesse saído? Se acharem isso leiam o livro do Simão e perceberão que não. Mais uma vez reafirmo, se mudar o treinador e mantivermos este plantel com erros de casting, a instabilidade em todo o dpeartamento do futebol, voltaremos a ter uma época em branco para o ano.

 
At 5/18/2007 11:17 da manhã, Blogger Filipe said...

Tou a ver que o Veiga vale aí uns...15 golos época! :D

 
At 5/18/2007 12:14 da tarde, Anonymous starblade said...

Esta é directamente para quem nos chama de ayatollas!

Podem verificar na bola de hoje, o Benfica há 15 anos que não tem um treinador durante duas épocas completas!?!??!
O último foi o Eriksson, não será esse o verdadeiro problema?


Esta é directamente para os ayatollahs que não sabem a história do Benfica!

Até parece que Eriksson não chegou cá e foi logo campeão no primeiro ano (o da "instabilidade"). Até parece que Trap não chegou cá e foi logo campeão no primeiro ano (o da "instabilidade"). E como estes muitos outros. Vão logo buscar os anos em estivemos com presidentes verdadeiramente... nem vale a pena dizer... como exemplo, esquecendo -se dos outros 90 anos do clube.

Até parece que outros clubes mudando de treinadores não conseguem bons resultados. O Sporting o ano passado não começou a fazer bons resultados após ter trocado de treinador? Até ficou À frente do Benfica. O Porto não trocou de treinador e não vai ser campeão? O Braga com 3 treinadoes diferentes está no 4ºlugar. O PSG não começou a melhorar desde que expulsou o treinador anterior e foi buscar o LeGuen? O Chelsea onde o Abramovich já estava farto de enterrar (ou queimar) dinheiro antes da chegada do Mourinho tmb trocou de treinador e o novo treinador logo no 1º ano foi chegar e facturar. Aliás, o Artur Jorge não teve estabilidade para continuar? E o que fez? E o Santolas vai pelo mesmo caminho.

E o que é mais estranho é que aqueles que defendem a estabilidade do treinador estão a cagar-se para a estabilidade do plantel, pois em 3 anos o Veiga foi buscar cerca de 40 jogadores. Só a estabilidade do treinador -mesmo que seja um arremedo- é que interessa.

E se soubessem a história do Benfica saberiam que os grande triunfos foram conquistados mudando de treinador, mas mantendo sempre o mesmo plantel base com poucas alterações. Na equipa do início dos anos 70 estavam jogadores que continuariam até início/meio dos 80.

 
At 5/18/2007 12:22 da tarde, Anonymous starblade said...

Ps- e de resto concordo com o post do esbutenado.

Já agora fica como reprise uma coisa que escreví noutro lado:

Cenas da Vida Benfiquista:

Acto I:
Fernando Santos: "Não é segredo que vou começar a trabalhar com o Veiga para a semana."

Acto II:
Presidente: "Quem decide quando o Veiga regressa e o que fará sou eu e mais ninguém."

Acto III:
Miccoli: "O Veiga faz falta porque resolve todos os nossos problemas" (deve tratar do IRS, fazer as compras e levar os miúdos à escola)

Acto IV:
A meia-dúzia do costume: "Estão a ver como está tudo bem no Benfica?? É desta estabilidade que precisamos e defendemos. Queremos mais do mesmo!"

 
At 5/18/2007 2:37 da tarde, Blogger Pedro said...

Rato continuo sem perceber q estabilidade tu pretendes mantendo o Santos.

E depois misturas o Santos com outros treinador q todos neste blog já defenderam q deviam ter continuado, nomeadamente Camacho e claro Mourinho.

Isso sim era estabilidade. Agora com Santos o q se vai obter???

Respondam-me por favor: olhando para esta época q estabilidade vamos ter para o ano? O q de positivo Santos leva desta época para a próxima??

 
At 5/18/2007 4:38 da tarde, Blogger ratogoleador said...

Não entendo qual a tua dúvida, só acho que todos por aqui reconhecem que é melhor haver estabilidade mas só depois do Nandinho se ir embora, eu simplesmente mostrei que este ano era o Nandinho, o ano passado era o Koeman no outro era ..., ..., etc... até treinadores campeões foram embora porque simplesmente ninguém teve paciência para esperar.

No Benfica um treinador tem de ganhar os jogos todos e mesmo assim é criticado, só que hoje em dia todas as equipas mesmo as mais pequenas podem ganhar jogos, as diferenças físicas, são cada vez menores logo...

Claro que há treinadores muito maus mas os resultados mostram que o Nandinho começando bem provavelmente hoje seria campeão e não começamos bem porque tivemos de implementar um sistema novo que demorou algum tempo a funcionar como é normal.

Reconheço que o Nandinho não tem apoio e ao primeiro desaire será fustigado mas sinceramente se entrar outro treinador mais um ano, lá começaremos outro ano mal porque é outro sistema, outras ideias, etc,...

O homem merece um ano de continuidade há 15 anos que ninguém fazia tantos pontos, nem estávamos há tanto tempo sem perder, nem tínhamos um registo de um ano inteiro sem derrotas na luz e tudo isto no primeiro ano.

E não se preocupem comigo por ser dos únicos que o defendem neste blog, lembro-me no ano do Trapatonni também era dos poucos que o apoiava e no fim.

 
At 5/18/2007 5:31 da tarde, Blogger Pedro said...

E no fim foste campeão e finalista da Taça...agora no fim vais ser...terceiro.

"No Benfica um treinador tem de ganhar os jogos todos e mesmo assim é criticado"

Olha q não..olha q não. Mourinho q ainda não era o q é hoje empatou no Estádio da Luz com o Braga e ele e a equipa foram aplaudidos de pé por 80 mil benfiquistas no fim do jogo. Não é por aí.


O homem merece mais um ano pq fez muitos pontos e estamos uma época inteira sem perder em casa...mas tudo espremido dá um terceiro lugar. Ele fez mais pontos mas tb dispôs do plantel mais caro dos ultimos anos e, no fim, um terceiro lugar.

Chegamos ao final da época e o SLB continua sem fio de jogo, os jogadores arrastam-se, as dificuldades em mexer na equipa mantêm-se, as tardias substituições tb. O tal modelo de jogo q foi implementado não demonstra q já estava rotinado.

Eu digo é q o SLB teve momentos de bom futebol durante a época, tal como teve com Koeman, mas não foi constante, e, mais importante, não sinto q isso vá ser transferido para a próxima época.

Acho incrivel a forma acomodada como vocês admitem ter mais um ano de fracasso pq se deve manter o Santos. Estabilidade de fracasso é isso q nos espera na próxima época.

Qd as coisas estão mal têm q ser mudadas. Não há estabilidade q resista ao fracasso desportivo.

 
At 5/18/2007 5:49 da tarde, Blogger Um Estranho said...

Para mim a estabilidade não tem nada a ver com o treinador,mas sim com a direcção,com um director desportivo competente(no caso do nosso clube,ter alguém,mas de preferência que seja bom) com um plantel em que não se troquem todos os anos 10 ou 15 jogadores.
E posso dar um exemplo...o Lyon é campeão de França hà 6 anos e tiveram 3 treinadores...Alguém me explica?? Alguém me diz que este clube não é estavel?? Bolas...temos o melhor plantel nos ultimos anos e,provavelmente,ficaremos em terceiro...Isso dos recordes do género não perdermos em casa a época inteira é quase areia para os olhos...Se é verdade que não perdemos quantos dos jogos decisivos ganhàmos???

 
At 5/18/2007 6:25 da tarde, Blogger ratogoleador said...

Apresentámos um bom futebol na maior parte dos jogos, é injusto dizer que não jogámos bem só pela parte final, aliás para mim a causa de nada podermos ganhar (ainda é possível) este ano deve-se exclusivamente as lesões de jogadores chave.

Se tentarem lembrar-se dos últimos jogos das últimas épocas mesmo assim este é o mais positivo.

Digam o que disserem há 15 anos, repito há 15 anos que não temos um treinador dois anos seguidos finalmente alguém quer mudar isso?!?!?!

No Barcelona e depois de uma época miserável o treinador manteve-se e o Barcelona acabou por ser Campeão nacional e europeu, acho que uma época pensada com pés e cabeça pelo mesmo treinador é muito importante.

Se é o melhor ou pior logo veremos eu concordo que se faça isso e lá estarei para apoiar o meu Benfica porque isso é que verdadeiramente interessa.

 
At 5/18/2007 6:40 da tarde, Blogger ratogoleador said...

E já agora, fiquem lá com a bicicleta, mandem este embora outra vez e venha outro, eu mesmo assim continuarei a defender o Benfica, os seus profissionais e vejo a banda a passar mais uma vez, cá estaremos para o ano para ver quem é o próximo sacrificado.

Em relação ao futebol acho que muitos nada aprendem e comem o que os média querem, só assim se percebe que os vigaristas do norte são uns senhores mas os vigaristas no Benfica não passam de ladrões e aldrabões.
Vejam o que diz hoje o Micolli, com o Veiga seriamos campeões, podemos não gostar do género mas se o balneário gosta da sua protecção, força.

Mas aparecem os velhos do Restelo a querer a sua cabeça só porque deve ao fisco!?!?!

Enfim...

Força Benfica

 
At 5/18/2007 6:48 da tarde, Blogger ratogoleador said...

E só para acabar, se a lesão do Bruno Morais fosse no Benfica imagino o que diriam do departamento médico...tsss,tsss

E não estou a desculpa-lo porque houve erros graves mas o Rodolfo era o maior no FCP e no SCP chegou ao Benfica é o pior e mais uma vez o pessoal acredita dassss

Bom fim de semana

 
At 5/18/2007 8:01 da tarde, Blogger Quetzal Guzman said...

Oh ratogoleador, vê lá se compreendes de uma vez por todas. O Moura não deixou de ser o maior no que faz. Ele até é competente. Mas no Porto não definia se o jogador estava em condições de jogar. Apresentava um relatório e o MÉDICO decidia. No Benfica tem carta branca. Isso é que é grave! Que um fisioterapeuta dê indicações directas ao treinador sem aprovação de um superior que, na prática, só existe no papel. é como as idas à Alemanha. Aquilo não é ideia do Almeida. É do Moura. E quanto levará ele de comissão?

ps- Tu não achas estranho que o presidente nunca tenho feito referências ao director do departamento médico, mas que numa entrevista televisiva há um par de anos (julgo que à TVI) tenha desatado a elogiar o Rodolfo Moura? Não seria já um sintoma de que ele teria um poder superior ao que as suas capacidades profissionais fariam supôr? O certo é que quando o caso foi relatado pelo CM, já o boloposte tinha escrito no BNRB. E muitos meses antes disso, já a situação era comentada entre cirurgiões da capital.

 

Enviar um comentário

<< Home