domingo, maio 17, 2009

Brio

Até pareceu fácil. Foi uma equipa muito personalizada do Benfica que, em Braga, aproveitou as oportunidades que teve, e manteve quase sempre o adversário controlado, mesmo tendo de lutar na segunda parte contra a adversidade adicional de uma arbitragem horrorosamente caseira. Não sei se o Jorge Jesus (a propósito, ele anda a fazer madeixas negras no cabelo, ou está envolvido em algum projecto ultra-secreto que envolve a recombinação dos genes capilares do seu DNA com os de um guaxinim?) virá para o Benfica ou não, mas neste momento, tendo em conta as notícias que circulam, o Quique deverá estar com um sorriso irónico na cara, sorriso esse plenamente justificado face ao que se passou hoje.

Foi um Benfica com muitas alterações aquele que entrou hoje em campo. A começar pela baliza, onde surgiu o Moreira no lugar do Quim, reassumindo uma titularidade que tinha sido perdida sem razão muito aparente. Na defesa, regressou o Jorge Ribeiro à esquerda, 'empurrando' o David Luíz para a sua posição natural no centro, ao lado do Sídnei. E à direita surgiu o Miguel Vítor, isto porque o Maxi subiu para médio direito, evitando assim a habitual adaptação do Rúben Amorim, que ocupou o seu lugar no centro ao lado do Katsouranis. Na frente, coube ao Di María o papel de apoiar o Cardozo. O Benfica teve, ao contrário do habitual, uma entrada forte no jogo. Notou-se desde o início que havia vontade em pressionar logo os jogadores do Braga no seu meio campo defensivo, o que acabou por ser um dos factores chave deste jogo, pois foram diversas as perdas de bola provocadas nesse sector. E a boa entrada do Benfica em jogo foi rapidamente recompensada, já que aos sete minutos, aproveitando um óptimo passe do Katsouranis, o Cardozo isolou-se e aproveitou a saída precipitada do guarda-redes adversário para inaugurar o marcador. Logo a seguir, um momento de alguma infelicidade com a lesão do David Luiz, mas ainda assim isto não foi de todo negativo, já que o Urreta, que foi quem o substituiu (foi ocupar o lugar do Maxi na direita, regressando este à lateral da defesa e o Miguel Vítor ao centro) teve uma contribuição bem positiva no jogo (apesar de uma das suas primeiras intervenções ter sido desastrosa, quase oferecendo um golo - valeu-nos o instinto matador e habilidade do Rentería). Antes do primeiro quarto de hora, o marcador voltou a funcionar para as nossas cores, desta vez com o Di María a interceptar um mau passe do Eduardo e depois, com calma, a ultrapassá-lo e a marcar de ângulo apertado.

O Braga parecia atordoado com os dois golos sofridos tão cedo, e só perto da meia hora começou a reagir, mas encontrou sempre pela frente uma equipa organizada e, em último caso, um Moreira atento. Entretanto, por essa altura, o árbitro do encontro resolveu começar a mostrar a sua motivação ao mostrar um amarelo ao mesmo Moreira por perda de tempo. Quem me dera ver este rigor em todos os árbitros que nos apitam em casa. Creio que nenhuma equipa terminaria um encontro na Luz com um guarda-redes na baliza. Mesmo com a reacção do Braga, o Benfica nunca se encolheu, e continuou a contra-atacar com perigo, pelo que nesta altura o jogo estava bastante agradável de seguir, adivinhando-se que poderiam surgir mais golos. O intervalo chegou com a nossa vantagem justa no marcador.

Para a segunda parte, previa-se uma entrada forte do Braga, na tentativa de marcar cedo para poder lançar alguma incerteza no resultado, mas quase nem deu tempo para ver o que quer que fosse. É que logo no reinício, após mais uma recuperação de bola no meio campo defensivo do Braga, o Di María assistiu de calcanhar (noutras paragens talvez isto fosse apelidado de 'magia') o Urreta que, com classe, entrou na área, ultrapassou um defesa, e marcou calmamente o terceiro golo. Se algumas dúvidas havia quanto ao vencedor, este lance dissipou-as. Mas ainda tínhamos mais de quarenta minutos pela frente. Só que o Benfica controlou sempre o jogo com relativa calma. O maior (e talvez único) susto foi dado numa jogada individual do Paulo César, que ultrapassou uma série de jogadores nossos e, isolado, atirou ao lado. Não fosse
um árbitro ou muito competente, ou muito estúpido a querer mostrar serviço, e o jogo teria sido ainda mais calmo. O recém entrado Luís Aguiar teve duas entradas animais sobre o Katsouranis (e ainda bem que não acertou a primeira), que eventualmente até forçaram a sua substituição, e nem um amarelo (quem levou foi o Amorim). O Yebda, que entrou para o lugar dele, conseguiu estar apenas onze minutos em campo, sendo que o segundo amarelo poderia consistir um case study para o que é um cartão a pedido. A falta do Yebda (se é que existe) é a meio campo, e perfeitamente inócua. O árbitro assinala a falta, e só passados vários segundos, após a gritaria do Braga, resolve mostrar o segundo amarelo. Ridículo. Faltas sobre jogadores do Benfica, quase nem vê-las, sobretudo se fossem perto da área do Braga (o Reyes que o diga). Já o contrário, era sempre falta. Culminou com um penálti rigorosíssimo assinalado sobre os noventa minutos, que permitiu ao Braga alcançar o golo de honra. O Quique Flores, que só agora deve ter começado a perceber como é que tudo funciona por aqui, e que ser cavalheiro nestas coisas não serve de nada (já na primeira parte se tinha revoltado pelo assinalar de uma falta inexistente ao Di María quando este ficava isolado), perdeu as estribeiras e disse ao quarto árbitro 'Es una vergüenza!'. Foi expulso. Para a próxima, ele tem é que fazer gestos sugestivos com as mãos, ou saltar como um macaco junto ao banco enquanto tem atitudes de doente mental. Assim não será castigado de certeza.

A equipa num todo esteve de parabéns, embora tenhamos fraquejado um pouco pelo lado esquerdo da defesa durante alguns períodos da primeira parte (não aponto o dedo ao Jorge Ribeiro, já que ele teve pouco auxílio do Reyes nessas ocasiões). Bom jogo do Cardozo - está a ter um final de época muito bom e, sinceramente, considero que seria um erro monumental não o mantermos no plantel. Muito bem também o Di María (um golo e uma assistência), a jogar numa posição (segundo avançado) em que me parece render mais do que quando encostado às alas. Conforme referi antes, o Urretavizcaya teve também uma boa entrada em jogo, e marcou um óptimo golo. Menção também para o óptimo jogo que o Ruben Amorim fez. Não terá dado muito nas vistas, mas de uma forma discreta esteve um pouco por toda a parte. Finalmente, menciono também o regresso do Moreira à baliza. Tudo o que teve que fazer, fê-lo bem. Hoje, para variar dos últimos jogos, não sofremos um golo em cada remate que foi à baliza, e não merecia ter sido traído por aquele penálti.

O jogo de pouco ou nada interessava, a não ser por uma questão de brio. E esse objectivo, julgo, foi cumprido. A vitória não merece contestação, e hoje até foi contra o adversário e contra a má arbitragem. Agora, para a última jornada, reservo o desejo de mandar um capacho crónico do Porto para a Liga de Honra.

54 Comments:

At 5/17/2009 10:15 da tarde, Anonymous JFilipe said...

O Ribeiro é verdade que é comido algumas vezes mas quase sempre em esforço pelo adversário, pelo que os centros até acabam por produzir pouco perigo. Quer ele quer o Maxi dão confiança. Temos uma excelente defesa e aquilo de sofrermos um golo em cada remate que vai á baliza só se explica por termos um guarda-redes que não se posiciona bem na baliza.

O Urreta cada vez me lembra mais os primeiros jogos do Chalana. O puto é bom, é preciso é dar-lhe mais jogos.

Eu fui das vozes anti-Quique logo no princípio da época, e fartei-me de dizer mal dele aqui neste blogue nas primeiras jornadas. Mas o Jesus não! Prefiro manter o Quique.

 
At 5/17/2009 10:17 da tarde, Anonymous Fernando said...

Amigos, benfiquistas,
Apresento a petição "Não a Jorge Jesus!", esperando o vosso apoio.
Viva o nosso Benfica!!!
Um abraço,

 
At 5/17/2009 11:34 da tarde, Anonymous Filipe said...

Quique cometeu vários lapsos ao longo da época, complicou mto o que seria fácil dada a quantidade e qualidade de recursos.

-Aimar, ainda hoje não sabe o que fazer com ele. Primeiro queria fazer dele segundo avançado(provavelmente fruto da sua veia goleadora)..agora é extremo..

-Ruben Amorim, o tempo que este treinador levou para perceber que é no meio que este jogador é mais útil à equipa.

-Cardozo, os seus 16 golos parecem ser resposta suficiente para um treinador que só agora parece saber aproveitá-lo.

-Leo, um jogador medíocre que teve de ir embora, pois era mau demais para este plantel.

Este Quique tem um discurso positivo, uma forma diferente de estar no futebol, mas só consigo ser a favor da estabilidade se for para manter aquilo que é bom. Não suporto treinadores que inventam e que são teimosos e insistem naquilo que não resulta! este Quique tem uma forma de jogar na cabeça...muito pouco dinâmica...e não interessa quem tenha à disposição, terá de se adaptar à sua forma de jogar.Isto é ter vistas curtas, mentalidade fechada e para mim um erro fundamental..

Quanto ao jorge Jesus, sou contra! Ainda se fosse um George Jesus...isso já podia ser!!!

 
At 5/18/2009 9:10 da manhã, Blogger Índio Ruço said...

ihihihih!
VERGUENZA!VERGUENZA!

Essa do guaxinim está bem tirada eheheh! e a do renteria tambem! Alias o que esperar dum gajo que tem o nome no condicional?:)

O passe do Katso foi uma obra prima, aliás todo o jogo do grego foi uma obra prima, sabe quando deve conter, quando mudar de flanco, é uma autêntica biblia o grego...
Se algumas duvidas houvesse sobre a questão do treinador, não era este jogo que as tirava, mas sim este jogo que as confirmava.
O Jesus não é nem pensar nisso melhor treinador do que o Quique, o que ele pode conhecer é melhor o nosso futebol do que o Quique.
Depois o trabalho que se faz nas equipas por veses não aparece a olho nu, é como vermos um fato do Costa, de bom tecido, a cair bem e julgar que fazer aquilo é fácil. Não, nem imaginam as horas que o alfaiate leva a fazer uma coisa daquelas, nem as costuras internas, os arranjos, o que se cose à mão, etc...para aquilo parecer assim tão levezinho simples e a cair tão bem.
Numa equipa de futebol tambem existem muitas costuras que se vão fazendo com o tempo e quando existe algum buraco não é possivel cerzi-lo logo ali de imediato.
Mas como se pode dissuadir a mais famosa associação de treinadores no desemprego que é a massa adepta do SLB?

Filipe o Quique tentou dupla com o Cardozo varias vezes, não te recordas? Mais sabes porque é que entram jogadores no Benfica como o Suazo (que toda a gente sabe que é um optimo jogador)a ganhar muito e a ter que jogar? Talvez tenha a ver com certos acordos e a necessidade de rentabilizar o investimento, não?

Mais, o Aimar sempre descaiu para a esquerda, mesmo quando jogava em Espanha, não foi invenção nenhuma.

E depois convem dar algum merito ao treinador quando o cardozo tambem marca não? ou ele joga sozinho? É incrivel a grelha de análise que se constroi quando se quer desvalorizar alguem.

O que o Quique fez ontem com a rotação da equipe foi o que qualquer treinador corajoso e exigente deve fazer que é por a jogar aqueles que no seu entender lhe dão as melhores garantias. Todos têm que estar preparados para tal. Claro que em muitos jogos as coisas não sairam bem, mas é a essa exigência que os jogadores têm que responder, e isso é um passo positivo na filosofia interna do clube.

Por outro lado penso que o que o Benfica gosta é de ser enganado, basta qualquer galã de bairro (neste caso das Cruzes) do futebol que dê umas certas larachas, conte umas anedotas e denote alguma chico-espertice, e prontos, cai no goto do pessoal.Aquele gajo é que é o tipo certo, no meu tempo era com as miudas, fruto da repressão sexual que então se vivia (e de que eu ainda sou uma vitima)todo o gajo que dissesse que "comia" umas miudas era logo elevado a heroi da malta.O pior era quando cresciamos e nos lembravamos do que o gajo tinha dito e por vezes víamos que a realidade era totalmente diferente e que o pobre "engatatão" construia as suas histórias atraves de filmes que via e que a nós nos estavam totalmente vedados. No Benfica é assim todas as épocas.O próximo galã de bairro é o Jesus.
Jesus que é capaz de ficar atrás do Machado do Nacional com um orçamento muito superior.

Eu não estou aqui para defender o Quique porque já nem penso em treinadores, acho que o que tem que mudar é muito mais profundo, mas deu-me um certo gozo a vitória de ontem.

 
At 5/18/2009 9:21 da manhã, Blogger Índio Ruço said...

Um comentário aparte para o árbitro e perguntar como ainda é possivel não fazer nada contra este tipo de arbitragens? Onde está quem defenda o Benfica? Ou é preciso fazer um show televisivo?
E não , não é o treinador que tem que vir defender em campo a equipa das arbitragens, quando quem está acima dele não o faz.
Até nisso este treinador é muito digno, pois está completamente sozinho e consegue defender o grupo. Se alguem não fez o seu papel não foi o treinador.

 
At 5/18/2009 11:04 da manhã, Blogger Harry Lime said...

Não se metam com o Jesus.. É que não se conhecem o famoso aforismo, criado no Grande Lebowski:

NOBODY FUCKS WITH DA JESUS!

em relação ao Jesus, ele é bom para ot ipo de equipas que treina. Não penso que tenha traquejo para um Benfica, para um Sporting ou até para um Porto (nestes o nivel de exigencia é mais baixo porque eles já têm uma estrutura em que basta o treinador não inventar para conseguir bons resultados).

De qualquer forma, o meu desejo para o glorioso SLB nem sequer é o Jesus. O meu desejo para o Benfica é o Queirosz, que não deve durar muito mais tempo na selecção (sim, eu sou sportinguista e desejo o melhor para o Benfica :):):):) ).

 
At 5/18/2009 12:47 da tarde, Blogger Índio Ruço said...

OFF TOPIC

O tipo que era da PJ e que é candidato do Sporting diz que o passivo consolidado dos marqueses é superior a 340 milhões de euros???!!
Ainda por cima querem eleger um gajo que ganha 800 mil/ano fora as alcavalas.
Bebe-se do fino, fonix.
Cambada de mitomanos:))))

 
At 5/18/2009 12:55 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Passivo consolidado do quê? Do grupo sportém é que não é de certeza. Há cerca de dois anos andavam eles a atirar para o ar números da ordem dos 400 milhões, isto sem incluir tudo o que faz parte do grupo.

 
At 5/18/2009 1:52 da tarde, Anonymous Filipe said...

Indio,

tivesse o Quique testado a solução do Cardozo com o Suazo, as vezes que insistiu com o Amorim à direita, ou o Aimar a segundo avançado e eu não estaria a queixar-me. Se ao invés de Quique, o homem se chamasse Joaquim Flores é que eu queria ver...

 
At 5/18/2009 2:12 da tarde, Anonymous Filipe said...

Não é que pense que o Quique não tenha também qualidades ou que eu não compreenda a necessidade de estabilidade e de dar tempo. Tenho é sérias dúvidas que seja este o homem ideal a quem dar tempo e estabilidade, pois com os recursos que teve, falhar da forma que falhou...

 
At 5/18/2009 4:35 da tarde, Blogger Hattori Hanzo said...

O Moreira de ontem pareceu-me já o Moreira de antes das lesões. Uma das coisas que eu não consegui compreender foi a troca de Moreira por Quim após a Taça da Liga. Tal como não consigo compreender o pouco tempo que Urreta jogou este ano ... o puto parece ser mesmo bom de bola e ao contrário de Di Maria é muito esforçado (embora sem a qualidade que o outro tem). Concordo contigo Indio ... não me parece que Jesus seja assim tão superior a Quique como já andavam a apregoar. Por mim de treinadores portugueses o melhor cá parece-me ser de facto o Manuel Machado. Mas se fosse apostar em alguém daqui se calhar o melhor seria arriscar no Mozer, que também conhece a realidade, é da casa e até foi campeão na primeira equipa que treinou. Entretanto parece que há já um árbitro queimado ... como foi possível no jogo de júniores um árbitro ter marcado um penalti contra o Porto em sua casa que ganhámos por 2 a 0.

 
At 5/18/2009 4:48 da tarde, Blogger Harry Lime said...

O tipo que era da PJ e que é candidato do Sporting diz que o passivo consolidado dos marqueses é superior a 340 milhões de euros???!!Estes numeros , nem os do D'Arcy, não me chocam. Provavelmente os numeros do Benfica e do Porto são da mesma ordem de grandeza.

É que não existe nenhum clube da bola em Portugal que se distinga por uma gestão financeira saudavel e correcta. Posto isto, não crio que o Spoorting seja excepção?

PS. E atenção, eu não tento desculpar o erros dos meu clube com os erros dos outros. Até acredito que o passivo do SLB seja bastante mais baixo (à volta dos 150 ou 200 milhoes, talvez...). O que me deixa algo perplexo é como é que clubes de futebol num pais como o nosso assumem dividas desta dimensão.

PPS. o unico clube com uma gestão financeira saudavel que eu conheci foi o Porto do tempo do Mourinho e mesmo nesse tempo foi apenas porque o maluco do Mourinho transformou em 2 epocas um plantel de 3 milhoes de contos noutro de 30 milhoes de contos recorrendo apenas às suas artes negras :):):)

 
At 5/18/2009 4:49 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Só para recuperar um assunto que trouxeste à baila há uns dias, Índio. Nem sequer esperaram pelo final do campeonato. Aquelas declarações de apoio trazem quase sempre água no bico ;)

Sinceramente, nunca consegui ver no Jesus o génio da bola que muitos querem fazer. Ah, e tal, mete as equipas a jogar futebol bonito e de ataque. Pois, isso é muito bonito no Braga ou no Belenenses, contra quem os adversários jogam mais ou menos de igual para igual. Agora quando chega ao Benfica, em que temos que jogar contra trincos, cadeados e ferrolhos em todos os jogos, contra antijogo puro e futebol destrutivo, a coisa pia mais fino. E não sei se o Jesus terá unhas para essa guitarra.

 
At 5/18/2009 5:04 da tarde, Blogger Índio Ruço said...

Felipe, o nome para mim não me interessa nem a nacionalidade, embora eu prefira um treinador nórdico, um lobo das estepes. Nunca morri de amores pelo FSantos e achei que ele devia cumprir o contracto de dois anos, e continuo a achar que um dos piores erros cometidos pelo Benfica foi o que aconteceu no Verão de 2007.
Digo-te mais o Quique nem era o meu treinador preferido no inicio da temporada.
Com o atraso estrutural que o Benfica tem em relação ao Sporting e ao Porto ( e não duvides que no futebol o tem)estar a interromper mais uma vez o trabalho do treinador faz só com que o fosso aumente cada vez mais, e se o fosso aumenta cada vez mais maior será a tendência para despedir treinadores em ciclos cada vez mais curtos, entra-se numa espiral negativa, outra vez.
Não é o Quique ou o Jesus que estão em causa, é o Benfica.

Mas o meu raciocínio é simples se assinas com um treinador por 2 anos, isso reflecte-se no trabalho do próprio treinador e nas opções que toma no 1º ano, sabendo que tem mais um ano para cumprir os objectivos. Mas não só, a mudança continuada de métodos de trabalho e rotinas junto dos jogadores tambem não é nada benéfica, pois alem de criar instabilidade cria insegurança havendo uma erosão da confiança. Se por acaso mudares de treinador julgas que o Jesus incute os métodos de trabalho e põe a equipa a ganhar num mês? Tira isso da cabeça, ele até pode pôr a equipa a jogar bem no inicio, como o fazem alguns especialistas de competições curtas, mas a médio/longo prazo a verdade vem ao de cima, é inevitável. E quando houver uma crise não duvides que ele é o primeiro a meter a boca no trombone atraves dos media e dos inevitaveis contactos jornalisticos.
Isto falando do Jesus, que não sei se será alguma vez o escolhido, mas tambem serve para qualquer outro.Ainda me lembro quando o treinador da moda era o do Estrela, o Daúto, tambem havia por aí uma série de iluminados que o queriam no Benfica, afinal o homem trabalhava para o Porto.

Depois nesta altura o Benfica assina com outro treinador por quanto tempo? Um ano? Não acredito. No minimo dois anos, porque o próprio treinador quer defender-se de um eventual revés nas urnas por parte desta direcção.Assim se for despedido vai com uma choruda indemnização.

Por outro lado não me agrada que estejamos sempre a mudar, porque o Benfica fica muito menos desestabilizavel.É incrivel como um clube tão grande é tão frágil.
Todos sabem que basta mandar umas bocas nos jornais e umas arbitragens encomendadas e aí está o enésimo treinador benfiquista a fazer as malas com mais meia dúzia de bodes expiatórios na mala.
Acho que já chega.

Mas o caso muda de figura se contratarem o Zé Mota, aí sim dou o meu apoio.Penso que é o treinador mais subavaliado da Liga Sagres, bem é certo que o ar dele tambem não ajuda...:))

 
At 5/18/2009 5:18 da tarde, Blogger Índio Ruço said...

D'Arcy, tanto no 1º comunicado como neste acho que agiram bem. No 1º não deixaram que o treinador ficasse demasiado fragilizado e indefeso, neste segundo não o deixaram a sangrar na arena.Repara o meu ponto era a comunicação que tem que se estabelecer entre a direcção o treinador e os adeptos, eu não estava a defender a continuação ou não do Ranieri, até porque não acompanho o calcio, o que eu estava a defender é que num grande clube tem que haver uma relação transparente nestes 3 vértices e não deixar que a imprensa tome as rédeas do processo com as inevitaveis especulações, que só prejudicam o clube.Foi o que eles fizeram.
Observe-se no entanto que o Ranieri cumpriu, a bem dizer, duas épocas de um contracto de 3.

Quanto aos marqueses eu já acho os 340 milhões um autentico escândalo, quanto mais os 400 e tal...olha não admira o escocês Franco ter dado às de Vila Diogo. Aquilo não vai lá nem com trinta barricas de água benta:))

 
At 5/18/2009 5:37 da tarde, Blogger Harry Lime said...

Aquelas declarações de apoio trazem quase sempre água no bicoToda a gente sabe que, quando um presidente declara apoio incondicional a um treinador é porque já anda á procura de substituto.

Isto é uma Lei Fundamentl do Universo valida em Portugal, em Italia, na Inglaterra, na Conchichina e até na Gronelandia. :):):)

 
At 5/18/2009 6:31 da tarde, Blogger D'Arcy said...

O passivo consolidado do Grupo Benfica (e é mesmo do grupo todo, não ficou nada de fora) anda na ordem dos €320M. É preocupante pensar que o sportém, tendo uma dimensão mais reduzida do que o Benfica, tem um passivo superior (volto a dizer que não se faz a mínima ideia de qual é o verdadeiro passivo deles, já que eles não apresentam contas consolidadas para todo o universo empresarial do sportém - mas aquele número de €400M foi atirado pelo FSF há uns dois anos, e de lá até cá não acredito que a situação tenha melhorado muito). Mais preocupante ainda é a parte desse passivo que corresponde a dívida bancária, o que praticamente canaliza todas as receitas do sportém para o pagamento de juros à banca. Por algum motivo o pessoal andou desesperado para encontrar um sucessor para o FSF, já que tem que ser alguém em quem a banca confie, e não um bigodes qualquer.

De qualquer forma, falar apenas em passivo não quer dizer grande coisa. O passivo só tem relevância quando comparado com o activo. Em relação às SADs, sei que pelo menos o sportém também não está em bons lençóis, já que a sua SAD é, neste momento, a única que se encontra em situação de falência técnica (passivo > activo).

 
At 5/18/2009 6:55 da tarde, Blogger Índio Ruço said...

"Aquelas declarações de apoio trazem quase sempre água no bicoToda a gente sabe que, quando um presidente declara apoio incondicional a um treinador é porque já anda á procura de substituto."

Sendo assim é um bom sinal para o Quique, afinal tudo não passa de um engano :))

isto é tudo à grande e à francesa, 320 , 400 milhões... fonix eu por muito menos, mas muito menos, quase que não saio de casa com vergonha.
É a merda da educação que recebi é o que é.

 
At 5/18/2009 8:20 da tarde, Anonymous JFilipe said...

Então e não é que o puto mal educado de vez em quando até diz coisas que se aproveitam?

'Sinto orgulho no meu país, mas fico muito feliz quando marco ao FC Porto'

Grande Ronaldo. Mais umas dessas e até te desculpamos o gesto na Luz.

A questão do passivos só é bem conhecida nos três clubes na questão das SADs. Aí o Porto ganha, tem o maior passivo de todos e pode explodir exponencialmente nos próximos anos. Aliás já este ano vai ser interessante. Não é à toa que metade dos clubes do planeta já ofereceram os tais 40 milhões de euros pelo Burro Alves.

 
At 5/18/2009 8:47 da tarde, Anonymous Filipe said...

Indio,
eu compreendo o mal que existe em andarmos todos os anos a mudar de treinador, mas neste caso específico, não sei até que ponto o facto de não optarmos pela continuidade seja assim tão mau para nós.

Primeiro porque acho que se não entrarem 10 jogadores e sairem outros dez, as mudanças que se sentirão não serão tão grandes.

Depois acredito que mais um ano de Quique nos iria sair caro a nível financeiro. O homem está vidrado naquele 4-4-2 estático. A mantê-lo, teremos de renovar com Reyes, comprar um ponta de lança, comprar extremo-direito a juntar-se aos defesas laterais e talvez um substituto de Katsou.

Optando por um treinador que jogue de maneira diferente, ou que pelo menos se adapte ao que tem, não seriam precisas tantas contratações

Em termos de futebol jogado, a equipa do Benfica não ganhou rotinas nenhumas, não se vê um fio de jogo, ou uma espinha dorsal e sinceramente até acho mesmo melhor que se mudem de métodos de trabalho e de rotinas, desde que esses métodos e essas rotinas sejam boas. Aborrecem-me muito mais as rotinas em que um bom médio centro é obrigado a jogar a extremo ou um bom finalizador é deixado ao abandono na frente.

Não peço que ninguém seja campeão na primeira época, peço e acho possível é que venha alguém e que se veja o seu dedo na equipa, que a equipa consiga jogar um mínimo de bom futebol, sem invenções, sem teimosias e adaptando-se aquilo que tem, chame-se Jesus, Norberto ou Afonso!

Neste momento vejo um Benfica que não domina o adversário, n pratica um futebol bonito, usa uma táctica que não gosto, os jogadores estáticos, presos aos lugares e em posições que não são as deles, precisamente no ano em que mais recursos houve, que esperança posso eu ter, que mantendo este treinador, para o ano fará melhor?

 
At 5/19/2009 7:46 da manhã, Blogger Índio Ruço said...

Filipe, desculpa mas o que tu dizes é muito superficial e não passa de um amontoado de cliches. O sistema em que o benfica joga é o que é utilizado em espanha pela maioria das equipas e não é nada estático, transforma-se na posse de bola rapidamente num 4-2-4,tambem chegamos a aflorar jogar quase em losango (sei que isso foi testado num ou noutro jogo, não me lembro quais) e em mais variantes, com o Suazo sozinho e o Aimar atrás,etc....
O que podes dizer é que o sistema é classico não estatico, estatico era mais o do Camacho.

Quando se perde as análises feitas a partir dos resultados são sempre más.O que dizer dos restantes 16/17 treinadores que por lá passaram?
Por vezes tem que se ver para alem disso.
No entanto uma coisa é certa, esta direcção com esta indefinição já conseguiu queimar 2 treinadores, o Quique e o Jesus. Qualquer um deles não vai ter vida fácil na próxima época, e é dificil trabalhar assim.

 
At 5/19/2009 1:39 da tarde, Anonymous Filipe said...

Indio, não faço ideia se é um modelo muito utilizado na Espanha ou na China, aquilo que eu vejo em grande parte dos jogos, são os jogadores amarrados aos seus lugares, não se vendo grande troca de posições. Isto para mim é estático, dado que os jogadores não procuram desiquilibrios em zonas diferentes das suas...

Mas isso nem é o principal da minha mensagem, o que quero transmitir é que não acredito que haja grandes benefícios em manter um treinador a favor de uma estabilidade, quando não existe nada estável naquela equipa!
Não há ponta por onde se lhe pegue. Mantem-se algo a favor de uma estabilidade, quando existe algo que inspire confiança...um punhado de jogos bem conseguidos, uma defesa que sofreu poucos golos, um ataque goleador, um fio de jogo...algo por onde se pode pegar que sirva de base. O que há de base neste momento? Por onde se pode pegar? Eu não tenho fé...

 
At 5/19/2009 4:15 da tarde, Blogger Harry Lime said...

A questão do passivos só é bem conhecida nos três clubes na questão das SADs. Aí o Porto ganha, tem o maior passivo de todos e pode explodir exponencialmente nos próximos anos. Aliás já este ano vai ser interessante. Não é à toa que metade dos clubes do planeta já ofereceram os tais 40 milhões de euros pelo Burro Alves.Eu só estou a ver o Bruno alves a jogar na secção de atletismo do Real Madrid (disciplina Salto em altura)... e mesmo assim acredito que o Bruno alves só consiga resultados de jeito se lhe puserem a cabeça de um tipo na trajectoria do salto.

A questão é se, para uma criatura psicotica como o Bruno alves, um crash test dummy é suficiente ou se´é necessário usar uma pessoa a sério de carne e osso :):):)

 
At 5/19/2009 5:02 da tarde, Blogger Índio Ruço said...

Filipe, não tens fé? olha 'tás como eu...mas isto já não vai com um novo treinador, tem que ser um "complete makeover", uma nova onda que puxe a energia psiquica adormecida de milhões de benfiquistas. Um Martir de Gaia ou um ZZ Camarinha têm os atributos necessários mas será que se darão ao trabalho de serem diáriamente enxovalhados por uma massa adepta sem a minima noção das realidades?
Não creio...assim estaremos condenados a andar à deriva em busca de um farol, o que nesta era tecnológica é cada vez mais dificil dado o uso desmedido de gps. Visto isto o que fazer?
Ainda por cima é um pouco cedo para comer uns pratinhos de caracóis...

O Dias Ferreira diz que foi agredido por tipos que o ameaçaram a desistir da candidatura. Eu já vi isto em qualquer lado...ah!
já sei o Rui Santos!!
Estes sportinguistas são uns mitómanos do caraças, as merdas que eles inventam para se darem importância. Aposto que afinal terão sido dois agentes bancários que o puseram a par da realidade financeira do Club.

 
At 5/19/2009 5:31 da tarde, Blogger Harry Lime said...

Indio Ruço,

Ao insinuares que o Rui Santos é sportinguista ofendes os sportinguistas de forma mortal.

Em breve terás uns manfios à tua porta para te dar porrada. Aliás, eu próprio já fui ameaçado de porrada várias vezes. Eles queriam que eu retirasse a minha candidatura à presidencia do sporting.

É que, não sei se estas a ver, eu estava-me a fazer aos 800 000 por ano e eles toparam-me. Disseram-me quem é que és tu, meu palhaço, para ganhar mais do que o CEO da PT? É que o amor ao clube não paga dividas. :):):):)

PS. Eu sou sportinguista mas não sou burro. E eles queriam-me dar porrada por isso.

 
At 5/19/2009 5:33 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Por acaso até julgo que o fóculporto será quem tem o passivo menor. É, no entanto, a SAD com a pior gestão financeira. Ano após anos são eles quem realiza maiores receitas extraordinárias, graças a boas participações europeias e vendas de jogadores, e no entanto apresentam consistentemente resultados negativos. É caso para perguntar onde é que está a ser desbaratado todo aquele dinheiro. E caso a fonte seque, o choque pode ser muito grande.

Eu confesso que em incomoda seriamente a perspectiva de ter um grunho como o Jesus a treinar o Benfica. Até porque ele é lagarto. Não tenho grande fé que ele consiga resolver grande coisa, mas se acabar por vir será o meu treinador. Também quando o Quique foi anunciado eu disse que não seria a minha escolha, mas a partir desse momento passei a defendê-lo.

Eu continuo é a acreditar no trabalho do Rui Costa (pronto, admito que sou um 'costista'). E o que tenho visto recentemente reforça essa crença. Estamos a contratar jogadores a tempo e horas, para as posições em que estamos realmente necessitados. Dois laterais e, aparentemente, um 'número oito' (embora este seja ver para crer, já que o Ramires é de facto um jogador muito bom, que não me parece ser fácil de contratar). Faltam mais um ou dois avançados e, claro, não mandar metade do plantel actual embora (será inevitável perdermos o Katsouranis e o Suazo, e provavelmente irá o Luisão, já que é preciso fazer uma boa venda). E de preferência, ter uns três ou quatro miúdos da casa como segundas escolhas, para os ir lançando aos poucos.

 
At 5/19/2009 6:23 da tarde, Blogger Índio Ruço said...

Olha D'Arcy eu não gostava mesmo nada de ver o Jesus nem o Scolari a treinarem o Benfica, e a primeira razão nem tem a ver com competência, tem a ver com respeito próprio.
E tambem estou preocupado quando vejo benfiquistas ( a começar por ti) a baixarem demasiado o crivo e facilmente aceitarem isso como um facto consumado, resignadamente.
Eu até não olho muito à questão da clubite quando se trata de profissionais, mas estes dois foram longe demais no desaforo, e ainda por cima é bem recente.

O Quique é um caso bem diferente, pois não tinha o histórico destes fregueses...e até hoje não lhe posso apontar um dedo no profissionalismo para com o clube e a dignidade que tem tido.Um tio exemplar.

Se um deles vier para o Benfica, perdi todas as esperanças na capacidade crítica do Costa (já não tenho muitas) e tambem no potencial de liderança.
Contrate quem contratar, se tarde se cedo se a más horas...
é sinal de que já se começa a perder um pouco a cultura de clube e aposta-se em tudo o que mexa para safar o coiro.Eu não consigo passar por cima disso.
Vade retro.

 
At 5/20/2009 11:02 da manhã, Blogger Índio Ruço said...

Sabem o que o Vieira e o Costa foram saber a Londres? Posso dar uma pista.

É a antepenúltima entrada da pag. começa por "West Ham...".

 
At 5/20/2009 12:14 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Isso não passa de especulação. Parece-me uma hipótese completamente impossível. O mais provável é que os ingleses estejam a fazer confusão com outro Ricardo que também está lá por Londres.

 
At 5/20/2009 12:49 da tarde, Anonymous JFilipe said...

O CM no dia 15 dava os valores para os passivos

EUR 152 milhões Porco
EUR 147,4 milhões Benfica
EUR 141 milhões Zbordem

Para Benfica e Sporting são os mesmos valores dados pelo Gwaihir na Tertúlia em Março, o fequepe está 8 milhões acima do valor dado pelo Gwaihir.

O Benfica deve estar a publicar em breve os resultados das contas consolidadas, pelo que ficaremos a saber melhor a situação do clube e do resto do universo Benfica.

 
At 5/20/2009 1:01 da tarde, Blogger Índio Ruço said...

Impossivel porquê? só se for pelo salário...
...Quem o Rocha?
Isso era um downgrade trocar o Luisão pelo Rocha.

Não me admirava nada era que acabasse por vir o Erisson...já tou por tudo.
Olha quem lucrava eram as cheerleaders, aquilo andava tudo numa fona...

 
At 5/20/2009 4:43 da tarde, Blogger Harry Lime said...

Eu não quero ser sacana mas... vou ser :):):)

O Ricardo Carvalho é demasiado bom para o Benfica (e para o _sporting e para o Porto e para o campeonato portugues em geral). Pergunto-me se o Chelsea estara assim tão desesperado de dinheiro :):):)

Agora o quaresma... acho que ele tem dimensão para o Benfica, tal como teria para o Sporting e para o Porto.... Aliás arrisco-me a dizer que é o jogador certo para o futebol portugues.

 
At 5/20/2009 4:56 da tarde, Blogger Mr. Shankly said...

Por acaso há lá 3 Ricardos por Londres: Carvalho, Quaresma e Rocha. O meu preferido é o primeiro, mas não creio que venha nenhum.

 
At 5/20/2009 7:49 da tarde, Anonymous Filipe said...

qual a vossa opinião sobre o néné do nacional?

 
At 5/21/2009 12:35 da manhã, Blogger D'Arcy said...

O Rocha seria sempre um jogador muito útil. Além de ser daqueles que deixa a pele em campo. O problema do Carvalho é mesmo o salário. É incomportável, e além disso não estou mesmo a ver a razão pela qual ele quereria trocar o Chelsea (onde é titular, apenas tem tido o azar de estar lesionado frequentemente esta época) e a Premier League pelo Benfica e o campeonato português.

Quando falei no fóculporto ter o menor passivo, referia-me ao universo das empresas, e não apenas à SAD. É muito difícil fazer comparações quando, dos três, apenas o Benfica apresenta contas consolidadas para todo o grupo.

Quanto ao Nené do Nacional, não o quereria, particularmente pelos valores de que se fala. Não me parece ser melhor do que o Makukula, e pelo menos esse já é nosso.

 
At 5/21/2009 8:20 da manhã, Blogger Índio Ruço said...

Fonix Harry, por 800.000/ano eu não me importava nada de levar umas arroxadas de vez em quando, coño!
É que presentemente eu levo-as por nada!
Alias o meu sonho era ser um pugilista patrocinado pela Máfia, daqueles que perdem os combates de propósito por causa das apostas desportivas.Nunca gostei das luzes da ribalta! Isso é para os vaidosos e fracos de espirito.
Não há nada como um tipo fazer a sua parte do trabalho e retirar-se em sossego para o seu mundo particular.


Não obstante termos falta de bons laterais, as posições prioritarias são as de guarda redes (um bom gredes vale muitos pontos/epoca)e ponta de lança, desperdiçamos muitas oportunidades e muitas delas inimaginaveis.São estas as posições que dão (ou não) títulos, todas as outras podem ser mais ou menos remediadas com adaptações ou esquemas tacticos, agora marcar golos e saber defendê-los é uma questão de competência pessoal.
Quanto ao resto, acho que é de trazer o Coentrão mais alguns rapazes...o Nelson Oliveira subia de caras...O Vieira ia apanhar cogumelos...etc

 
At 5/21/2009 9:40 da manhã, Blogger Harry Lime said...

Olha, o Ricardo Carvalho já foi para o Inter...

Só vos restam mais 2 Ricardos em Londres. Os dois piores, por sinal. :):):)

 
At 5/21/2009 10:17 da manhã, Blogger Índio Ruço said...

O Quaresma já disse que não vinha...alias de ciganos ja estamos bem servidos com o Quique (meio cigano) e o Vieira (de corpo inteiro).
O Rocha é desnecessario...por isso...
só espero que não venha nenhuma "vedeta" emprestada, daquelas a que a vida não tem ultimamente corrido bem...tipo Afonso Alves.

 
At 5/21/2009 12:15 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Não acho que o Rocha seria desnecessário. Particularmente se vendermos o Luisão (diga-se de passagem que eu acho que agora é a altura certa para o vender, particularmente se oferecerem os tais doze a quinze milhões por ele - o futuro está assegurado com o David Luíz, Sídnei e Miguel Vítor, e eu quero é que o David Luiz regresse rapidamente ao centro da defesa).

Imagina só o que seria o Quique, o Quaresma e o Reyes no mesmo balneário. Já era um mini-clã cigano.

 
At 5/21/2009 1:05 da tarde, Blogger Índio Ruço said...

Que chispa, coño. Olé!!

 
At 5/21/2009 3:00 da tarde, Blogger Harry Lime said...

Por falar em guaxinim. quando há uns anos fui à neve algures para os Pirineus, um colega meu tambem me disse que eu parecia um gauxinim.

Mas isso era porque eu fazia snowboard (ou melhor caia para o chão agarrado a uma prancha de snowboard) sem ter o bom senso de por um barrete. E assim fiquei com umas manchas brancas (dos oculos) à volta dos olhos e com o resto da cara bronzeada. Igualzinho a um guaxinim na opinião desse meu colega.

Ok, foi só um apontamento com pouco (ou nenhum) interesse para o assunto em questão.

 
At 5/21/2009 3:04 da tarde, Blogger Harry Lime said...

Por acaso, quando li este artigo achei que o Elano seria um bom reforço para o SLB...

 
At 5/21/2009 3:08 da tarde, Blogger Harry Lime said...

Imagina só o que seria o Quique, o Quaresma e o Reyes no mesmo balneário. Já era um mini-clã ciganoO Reyes é gitano? é que eu sempre achei que ele não passava de mais um espanhol desmiolado (ok, eu sei que "espanhol desmiolado" é um pleonasmo)

 
At 5/21/2009 5:30 da tarde, Blogger Índio Ruço said...

Ouve lá D'Arcy, eu desconfio que tu queres é a nossa desgraça...O rei do bling Quaresma mais o "depravado" Elano, já agora o Eriksson para treinador e o Abel Xavier para treinar os guarda redes, não?...já agora, devia ser giro:)

Abel Xavier - Iô.
Quaresma - Iô.
A.Xavier - Então man?
Quaresma - Iô.
A.Xavier - Tá-se?
Quaresma - Iô man.
A.Xavier - Tá man, a gente vê-se.
Quaresma - Iô, tá.

O Reyes não é gitano mas é sevilhano que é quase lo mismo...

 
At 5/21/2009 7:39 da tarde, Blogger D'Arcy said...

O Reyes tem sangue cigano. Fartou-se de se falar nisso no início da época.

Os outros não sei, mas o Elano, depravado ou não, daria muito jeito :)

 
At 5/21/2009 7:56 da tarde, Blogger Índio Ruço said...

Eh pá por engano eu atribui-te um comentario do Harry, fonix esta situação do benfica está mesmo a afectar-me, coño, vejo tudo vermelho, até um lagarto:))

O Reyes tem sangue cigano? Hombre, pois se é de Sevilha...

Quem o Elano? Era capaz, mas eu já não creio muito nesse tipo de soluções nem em nomes...

 
At 5/22/2009 10:29 da manhã, Anonymous Filipe said...

Acho a venda do Luisão um tanto arriscada, pois esta época apesar de ter visto muito potencial nos nosso jovens centrais, aí nenhum chegou perto de atingir os níveis de segurança que o Luisão nos dá. quanto ao Rocha, acho que é um jogador raçudo e por aí se fica! É mais inseguro que o Luisão e não tem o talento dos nossos jovens!

 
At 5/22/2009 10:29 da manhã, Blogger Harry Lime said...

O Abel Xavier já não vem para o Benfica. ele está a iniciar uma nova carreira em LA: a de actor de cinema.

O filme chama-se Without Fear e ele tem o papel de um assassino profissional.

 
At 5/22/2009 10:37 da manhã, Anonymous Filipe said...

Sou mesmo contra este tipo de aquisições, acho que se deve procurar somente jogadores de classe acima da média ou jovens com potencial. O meio termo não deve ter lugar no plantel do Benfica.

 
At 5/22/2009 11:19 da manhã, Blogger Harry Lime said...

Indio,

Sinto-me ofendido por me teres confundido com um lampião impenitente e fanatizado como o D' Arcy.

E tenho a certeza que o mesmo acontece com o D' Arcy :):):):)

 
At 5/22/2009 1:25 da tarde, Blogger Índio Ruço said...

Bem Harry eu acho que só peço desculpa ao D'Arcy, porque sinceramente acho um elogio ter-te "chamado" benfiquista, se tomas isso como uma ofensa o problema é teu:))

O Abel Xavier encontrou o papel para que andou a "treinar" toda a vida. Boa,iô.:))

Felipe, tambem acho mal a venda do Luisão e pelas mesmas razões, é complicado substitui-lo não só pelo peso e rotina que já tem na equipa mas tambem pelo facto de se no proximo ano tivermos um treinador novo e tantos elementos novos vai ser um pouco complicado, nomeadamente na parte defensiva. Se ao Luisão juntarmos o Kat e a entrada de 2 novos laterais, mais um eventual gredes...

Afinal o Tuna Ramires vem, por 7 milhões e tal, por isso acredito cada vez mais que Luisão vai sair...têm que realizar carcanhol.
Agora tudo depende do treinador e do sistema a utilizar se for com o Jesus, é quase certo que o Cardozo é uma carta fora do baralho (veja-se o que aconteceu a Linz ele gosta de avançados mais moveis), assim como outros... Se for com o Quique as mudanças só podem ser uma afinação em relação à época passada...bem mas o melhor é aguardar.
O que eu quero dizer é que atraves de algumas dispensas/aquisições se poderá "descobrir" qual o treinador para a próxima época, é uma tarefa muito mais interessante e intelectualmente estimulante do que andar a confiar nas fontes secas que pululam por aí.
Mas tambem acho que o anuncio do treinador não poderá passar muito da próxima semana.

 
At 5/22/2009 5:16 da tarde, Blogger Harry Lime said...

Bem Harry eu acho que só peço desculpa ao D'Arcy, porque sinceramente acho um elogio ter-te "chamado" benfiquista, se tomas isso como uma ofensa o problema é teu:))Índio,

É uma ofensa da pior espécie! :):):):)

 
At 5/22/2009 6:57 da tarde, Blogger Índio Ruço said...

Não duvido Harry:))


Aliás a partir de agora o meu estado tenderá a agravar-se consideravelmente até ao inicio da próxima época, não me considerarei pessoalmente responsavel nem concordarei necessariamente com aquilo que disser e fizer.
"Here's Johnny!!"

 
At 5/22/2009 9:58 da tarde, Anonymous Filipe said...

"O que eu quero dizer é que atraves de algumas dispensas/aquisições se poderá "descobrir" qual o treinador para a próxima época, é uma tarefa muito mais interessante e intelectualmente estimulante do que andar a confiar nas fontes secas que pululam por aí."

Exactamente Indio, até agora ainda n dá para perceber nada, mas qd houverem mexidas no ataque já se irá perceber qq coisa! a ver vamos! Eu espero que se mexa bem e pouco.

 

Enviar um comentário

<< Home