domingo, maio 10, 2009

Fundo

Definitivamente, estamos a bater no fundo. Quando num jogo praticamente sem pressão, já que o segundo lugar antes do jogo já era utopia, não conseguimos vencer em casa o penúltimo classificado, que ainda por cima se trata de uma equipa limitadíssima como o Trofense, julgo que começa a ser difícil descer mais baixo. É verdade que se olharmos apenas para as estatísticas, elas dir-nos-ão que o Benfica dominou completamente o jogo. Mas para quem tenha visto o jogo, o empate não será uma surpresa. Não porque o Trofense tenha feito algo que o justificasse, mas sim porque o Benfica, e os erros crassos que insiste em cometer, proporcionaram as condições ideais para este empate.

No onze inicial do Benfica regressou o Luisão, sendo desta vez o Miguel Vítor a sair da equipa. Face à ausência do Reyes, surgiram o Di María e o Urreta nas alas, com o argentino a trocar frequentemente de posição com o Aimar, assumindo as funções de segundo avançado. Pela frente, e sem surpresas, surgiu-nos uma equipa interessada sobretudo no empate, e a mostrar ter pouca capacidade ofensiva para conseguir causar grandes embaraços em contra-ataques, já que estes raramente eram feitos com mais do que dois ou três jogadores. Perante isto, o Benfica entrou no jogo de uma forma descontraída, sem grandes correrias, tendo sofrido um pequeno susto logo no início, com um jogador do Trofense a surgir na nossa área solto de marcação, mas a rematar demasiado por cima. Só a partir dos quinze minutos parecemos resolver apertar um pouco mais, e as oportunidades de golo começaram a surgir. O primeiro sinal foi dado pelo Luisão, que na sequência de um canto cabeceou ao poste. A partir daí o Benfica instalou-se definitivamente no meio campo adversário, e foi dispondo de mais oportunidades, com destaque para um lance em que primeiro um defesa do Trofense sobre a linha, e depois o guarda-redes por duas vezes negaram o golo a remates do Cardozo, Aimar e Urreta. À meia hora de jogo, e quando nada o fazia prever, o Trofense marcou. Foi mais um lance típico em que uma equipa que pouco consegue atacar aproveita um livre a uma boa distância da baliza para despejar a bola para a área. E a nossa defesa correspondeu com a inoperância do costume, tendo o Luisão sido batido de cabeça para o primeiro golo do jogo. E claro que bastou que o cabeceamento do jogador do Trofense levasse a direcção da baliza para ser golo. Aliás, a bola até entrou a meio da baliza.

A resposta dada pelo Benfica foi a melhor possível. Mais uma vez, foi preciso o adversário marcar para que conseguíssemos mostrar melhor futebol num jogo, e sete ou oito minutos após o golo do Trofense já estávamos em vantagem. Foi com mais dois golos do Cardozo que a reviravolta foi dada, ambos após jogadas na direita. No primeiro foi uma combinação entre o Urreta e o Aimar, com este a centrar rasteiro para uma finalização fácil do paraguaio; no segundo foi um centro largo do Urreta para o Cardozo ganhar de cabeça ao defesa e cabecear cruzado para o golo. Apesar do susto, a boa resposta dada pelo Benfica permitiu-nos ir em vantagem para o intervalo, e deixar-nos boas perspectivas para a segunda parte.

Mas o Benfica não entrou para a segunda parte com a mesma qualidade que tinha mostrado antes do intervalo. Não que tenhamos entregue o domínio do jogo ao adversário: continuámos a ser a melhor equipa em campo, e o Trofense nada produzia em termos ofensivos, parecendo quase satisfeito com o resultado. Mas já não conseguíamos ser tão perigosos como na primeira parte, pareceu-me que por influência do apagamento do Urreta, que nos primeiros quarenta e cinco minutos, apesar de alguns erros básicos, tinha dado velocidade ao lado direito do nosso ataque. Agora estávamos dependentes do Maxi para isso, e a maior parte dos nossos ataques desenvolviam-se pelo outro flanco. Mas apesar de uma menor produção ofensiva, a verdade é que o jogo não parecia estar em perigo.

Só que à passagem do primeiro quarto de hora, e mais uma vez quase caído do céu, apareceu o golo do Trofense. Mais um livre muito longe da área, mais um despejo, e mais um golo sofrido desta forma. Não percebo o porquê de defendermos estes lances com onze jogadores dentro da área se depois sofremos golos de toda a maneira e feitio. Aliás, não me lembro de nenhuma época em que o Benfica sofresse tantos golos na sequência de cantos e livres laterais. E nunca defendíamos com onze. Sofrer golos assim só indica falta de trabalho de casa, ou então que este está a ser mal feito. Estas situações ensaiam-se nos treinos. Não é possível ter toda a equipa dentro da área a defender contra cinco ou seis adversários, e ainda assim surgir um completamente sozinho ao segundo poste para marcar. Se a defesa à zona nestes lances não funciona (e, tendo em conta os resultados, claramente não funciona) então que se passe a defender em marcação individual. Se já tinha sido irritante sofrer o primeiro golo do Trofense daquela forma, este segundo golo foi profundamente estúpido. A facilidade com que o autor do golo sai da marcação, enquanto que dois jogadores do Benfica ficam completamente parados a ver a bola cruzar a área é patética. Depois, e apesar de faltar ainda meia hora para o final, começámos a atacar cada vez mais, mas também cada vez pior, já que tudo era feito mais com o coração. Mencione-se o facto do Balboa ter tido uma boa entrada em jogo, tendo revitalizado o flanco direito, mas foi insuficiente para marcarmos um golo que daria alguma justiça ao resultado. O empate final penaliza-nos, mas por outro lado uma equipa não pode continuar a sofrer golos quase iguais de forma consecutiva. Se não consegue aprender com os próprios erros, então é profundamente burra.

Como melhor escolho obviamente o Cardozo. Dois golos à ponta-de-lança, e sempre o mais perigoso da nossa equipa. Como pior nem sei. A equipa a defender, e num todo, não só os defesas, merecem essa distinção. Dois golos ridículos, que se calhar nem uma equipa dos escalões jovens conseguiria sofrer no mesmo jogo.

Há que terminar o campeonato com a dignidade que o Benfica merece, mas esta ponta final está a ser penosa de ver. Mesmo sem qualquer objectivo por que lutar a não ser a dignidade, é doloroso ver uma ponta final de época em que os erros que eram cometidos em Agosto continuam a ser cometidos. O que me deixa a pensar que ou a evolução desta equipa foi praticamente nula, ou então evoluiu em aspectos que me são invisíveis.

50 Comments:

At 5/10/2009 8:46 da manhã, Blogger Índio Ruço said...

Eh pá essa dos golos serem devidos à defesa à zona é um pouco forçada, pelo menos no 1º isso não é verdade...quanto ao resto mais do mesmo, a equipa está em descompressão
e nitidamente pouco motivada, afinal o mesmo que nos anos anteriores por esta altura com outros treinadores, e o mesmo que nos anos vindouros caso esta direcção continue.
Espero ansiosamente pelo novo ciclo. Algures estará uma pobre família a perguntar resignadamente a um treinador "O quê o Benfica? E como queres o caixão? Pinho?"
Ao que o novo treinador responderá "Deixem estar eles tratam disso, normalmente somos incinerados aí pela Páscoa , só têm que recolher as cinzas" :))

 
At 5/10/2009 10:24 da manhã, Anonymous POR UMA REVOLUÇÃO NO FUTEBOL EM PORTUGAL said...

http://www.ipetitions.com/petition/revolucaofutebolportugal/

 
At 5/10/2009 1:00 da tarde, Blogger Joao said...

perdemos 13 pontos por culpa dos bois de preto, mas quantos perdemos por causa do quique? se ele não fôr no final da época, é mais um treinador a sair à segunda jornada. então o Urreta està a jogar e o Di Maria a brincar e ele tira o "jogador e deixa o "brincalhão"? não se consegue entender este treinador...
BENFICA SEMPREEE!!!

 
At 5/10/2009 2:31 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Em relação à defesa à zona, estou a falar no campeonato em geral, não estou a referir-me especificamente aos dois lances de ontem. Já são demasiados os golos que sofremos em lances daqueles, e em muitos deles os autores aparecem sem marcação. Por isso, ou as instruções são para defender à zona, ou então os nossos jogadores são muito maus na marcação.

 
At 5/10/2009 3:23 da tarde, Blogger Índio Ruço said...

D'Arcy em Dezembro íamos em primeiro e defendíamos à zona...golos como aqueles ou piores lembro-me de alguns em que o Yebda ou o M.Vítor falham completamente a marcação...culpa do treinador?
Ontem até no 2º golo aquela zona do 1º cabeceamento está coberta, culpa do treinador?
Não quero isentá-lo de culpas que as terá, mas acho excessivo.
Depois quando o Cardozo está a marcar golos a culpa já não é do treinador, é só mérito do próprio jogador. Já não é o treinador que arma a equipa para o jogo exterior que serve o Cardozo.
o que eu acho curioso é que isto passa-se ano após ano, treinador após treinador, dezenas de jogadores após dezenas de treinadores e a unica análise é essa?

 
At 5/10/2009 4:07 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Com onze jogadores dentro da área, todas as zonas têm obrigação de estar cobertas. Mas depois repara na movimentação dos jogadores do Benfica após o primeiro cabeceamento. Ficam dois parados, enquanto o marcador do golo sai de perto deles para aparecer à vontade ao segundo poste.

Não defendo que o Benfica deixe de defender à zona durante os jogos, o que digo é que em lances de bola parada a marcação deve ser feita individualmente. E às vezes parece-me que não é isso que está a ser feito.

Quanto ao Cardozo, por mais mérito que tenha ou não, se a táctica não lhe servir, pouco poderá fazer. O Cardozo ainda jogou bastantes jogos em que ficou em branco, isto porque o Benfica limitava-se a lançar-lhe bolas compridas quase desde a defesa para que ele andasse sozinho lá na frente a correr atrás dela.

 
At 5/10/2009 6:11 da tarde, Blogger Índio Ruço said...

Desculpa no 2º golo não estavam 11 dentro da área e uma marcação à zona não quer dizer que fiquem estáticos na posição têm que acompanhar o movimento do lance. Não queres dizer que foi o Quique que disse para eles ficarem parados não? São jogadores internacionais caramba.
Se o Cardozo teve muitos jogos em que ficou em branco foi-o quanto a mim devido a duas razões, primeiro porque vinha de um longo período em que não jogava e não estava "organicamente" inserido no tipo de jogo, o esquema táctico foi idealizado para jogar com o Suazo (quanto a mim mal e aqui a opção por vedetas emprestadas e que custam um balurdio tem muito a ver)e depois o Cardozo tambem falhou muitos golos fáceis.Como sabes eu sou um adepto do Inca Cardozo mas isso não influencia as minhas análises, porque é facil apoiar um tipo quando está na mó de cima, o pior é quando alguem falha e se vê que tem potencial toda a gente a mandar-lhe pedras.

O que o Quique teve que fazer com a lesão do Suazo foi a uma reorganização do esquema tactico como que um segundo "recomeço" com a época a correr, teve que haver tempo a que a nova solução fosse consolidada e isso é sempre difícil com a época em andamento.Se reparares bem o tipo de jogo da equipa e circulação da bola é muito diferente do que era aquando do começo, por isso tambem não é verdade que o treinador não se soube adaptar e ser flexivel, foi-o.
Cometeu erros? Muitos, claro.
Agora é muito fácil descrever as coisas, fazê-las é muito mais dificil e quando a análise se faz a partir dos resultados é claro que tudo e todos têm razão, só o tipo que perde (e neste Benfica é sempre só um)é que é o culpado.

Hoje já começou outro ciclo em que se vão apurar responsabilidades, que toda a gente sabe onde irão cair, no treinador e nalgum tratador de relva ou talvez no porteiro.

Já agora pedia-te que com o mesmo critério de análise(legitimo aliás, não é isso que está em causa) que referiste as falhas do treinador e o que correu mal esta época, te referisses ao que correu mal (ou não) durante este ultimo mandato desta direcção.

 
At 5/10/2009 9:47 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Acho que estás a enveredar pelo caminho da defesa do treinador quando eu não fiz nenhuma acusação directa ao treinador, mas sim à equipa num todo. Frases como 'Não queres dizer que foi o Quique quem disse para eles ficarem parados' é uma extrapolação exageradíssima.

No 2º golo não estão onze dentro da área, é verdade, mas estamos a defender com onze. Estão oito dentro da área, e três à entrada dela.

Sinceramente, o que eu acho é que anda muita gente com pó ao LFV, e vai-se aproveitar qualquer decisão que seja tomada para o atacar, ou à direcção. Se ele tomar decisões que apontem no afastamento do treinador ou de outra pessoa da estrutura do futebol, está a desresponsabilizar-se. Se ele deixar as coisas como estão, então está também a desresponsabilizar-se. A única decisão que satisfaria quem pensa assim seria o presidente demitir-se. E conforme já disse diversas vesses, para esse peditório eu não dou. A direcção foi legitimamente eleita por três anos, e deve cumprir o seu mandato. E para mim nunca a presidência do Benfica pode estar directamente ligada à bola que bate no poste ou ao frango do guarda-redes. Essa parece ser uma tendência recente dos benfiquistas, que parecemos achar que é uma solução mágica para os problemas da equipa de futebol. Da última (e única) vez que um presidente se demitiu na sequência dos maus resultados do futebol, ganhámos um Vale e Azevedo. Pelos vistos não foi lição suficiente.

 
At 5/10/2009 9:57 da tarde, Blogger D'Arcy said...

E já agora, esta época foram satisfeitos TODOS os pedidos do treinador. Todos mesmo. Os jogadores que ele pediu, foram os que vieram. Há muitos anos que a um treinador do Benfica não eram dadas condições tão ideais para fazer o seu trabalho. Investiu-se na equipa, e trouxeram-se os jogadores do seu agrado, dispensando aqueles que ele não queria. Condições de treino, são as ideais. Salários pagos religiosamente no dia (coisa que, acredita se quiseres, não acontecia há muitos anos antes da actual direcção tomar posse). Planeamento de toda a época e pré-época de acordo com os desejos do treinador. Onde é que a direcção errou, objectivamente? Devia ter investido menos em jogadores e mais em árbitros, era isso?

Às vezes fico com a ideia de que querem pintar os membros da direcção como uma cambada que não trabalha e que se está nas tintas para se o Benfica ganha ou não. A realidade que conheço é que aquela gente tem uma dedicação total ao Benfica, e se dependêssemos apenas da vontade deles em que o Benfica ganhe, éramos campeões de certeza.

 
At 5/10/2009 10:21 da tarde, Blogger Nuno said...

E' impressao minha, ou termos o Quim na baliza ou ninguem na baliza vai dar mais ou menos ao mesmo? Este ano, praticamente cada remate adversario que va' direito 'a baliza esta' la' dentro... Que saudades do Preud'Homme...

 
At 5/10/2009 11:36 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Mudem de presidente, despeçam o Rui Costa, vendam o plantel a desbarato mas mantenham o Quique o nosso salvador e iluminado treinador, líder nato de homens e guru do futebol.

Despropositado e ridículo ñ?

Bater no FUNDO é continuar + do q 2jogos com este treinador q parece estar a brincar com os benfiquistas, a evolução da equipa desde o início da temporada foi tal q os meros mortais ñ a atingem e apenas encontram as mesmas óbvias lacunas.

A direcção é bom q tenha a seriedade de apresentar condições para contratar um bom treinador q se apresente como candidato ao título ou a mama acaba e cabeças vão rolar.

O Quim está com uma forma e mentalidade patéticas, como é possível ñ estar o Moreira a jogar?

 
At 5/11/2009 8:15 da manhã, Blogger Índio Ruço said...

D'Arcy, eu pedi-te uma análise a um mandato não a este ano, que como toda a gente sabia e sabe é um ano eleitoral em que foi feita mais uma fuga para a frente com a nomeação do Costa a DD e com o despejar de dinheiro sobre os problemas que são muitos e de estrutura.
Se referes que um presidente é eleito para 3 anos e se deve respeitar esse ciclo eu defendo que se um treinador é contratado a 2 ou 3 anos se tenha o mesmo respeito.
Não estou a defender só o Quique eu estou a defender através do Quique todos os outros treinadores que já lá passaram e os que virão caso esta direcção continue.
Quantos DDs teve o Benfica neste mandato? Quantos treinadores? Quantos jogadores?
Como é que o nivel de responsabilidade neste mandato pára sempre no treinador, ano após ano sem que esse treinador tenha tempo para cumprir o contracto previamente acordado?
Depois o wishfull thinking...mas tu acreditas que algum presidente do Benfica queria menos ganhar o campionato do que aqueles que lá estão hoje? Não faço essa injustiça a ninguem, nem a questão se coloca a esse nível.

Depois o que eu mais critico é a absoluta falta de pudor e solidariedade que o Vieira tem para quem com ele trabalha, não cumpre uma promessa e é capaz de despachar qualquer um que lhe atrapalhe a popularidade fácil, deixando-o queimar publicamente como culpado.Isso é feio muito feio, e o grupo sabe disso e ressente-se disso.

 
At 5/11/2009 10:35 da manhã, Blogger D'Arcy said...

Neste mandato, que eu me recorde, teve dois DDs. Sendo que o primeiro (Veiga) já entrou nele praticamente ferido de morte, por causa das trapalhadas com o Dexia e da sua auto-suspensão do cargo. Treinadores foram três, um por cada ano.

Em relação ao Quique. Primeiro, volto a dizê-lo, acho que se ele sair, fá-lo-á por saturação não só do clube, mas dele próprio. Para mim, nesta situação específica, o falhanço desta época só pode ser atribuido em larga escala ao próprio treinador. Considero que lhe foram dadas todas as condições e jogadores de que precisava. Essa é a obrigação de uma direcção. Chegados às quatro linhas, se falhou, não consigo apontar o dedo à direcção. Isto não quer dizer que eu defenda a saída do Quique. Ele parece-me ser uma pessoa inteligente, e se ficar mais um ano acredito que já não cometa os mesmos erros, até porque conhecerá melhor o futebol português e a forma como se joga contra o Benfica.

O meu maior medo nem é a troca de treinador. É sim que a uma troca de treinador se siga a troca de mais dez ou onze jogadores. O que eu queria é que o Benfica para o ano continuasse mais ou menos com este plantel, apenas com dois ou três retoques.

 
At 5/11/2009 11:05 da manhã, Blogger Índio Ruço said...

Desculpa que eu me recorde teve 3 DDs, Veiga, Vieira e agora o Costa.
3 treinadores e quantos jogadores?
bem aqui dever realmente ser dificil porque foram imensos.Isto é um falhanço completo seja qual for o prisma de análise.
O Quique a sair não será por saturação, será por evidente falta de apoio pois já lhes estão a fazer a cama com ataques ao treinador vindos de dentro do clube e por uma certa opinião encomendada,estão-lhe a criar um evidente mal estar para que possam negociar os carcanhóis. Como o Camacho saiu por falta de apoio, como o Trapp preferiu por-se a milhas quando viu onde estava metido, como o FS foi despedido à primeira jornada depois de lhe ter sido garantido que ficava mais uma época, como o Koeman se foi embora logo que disse que o Mantorras era para sair do plantel, como o próximo sairá por falta de apoio mesmo que assine por trinta anos.
E tu não consegues ver aqui nenhum padrão negativo?

Quanto ao caso dos jogadores não te preocupes porque não deve haver dinheiro para aquisições, e pelo contrario penso que o treinador é importante porque será ele sózinho que terá que levar a equipa às costas, porque o Benfica não tem uma estrutura forte que permita pensar de outra forma. Quando as coisas aquecem começa tudo a saltar do barco.
O CM diz que o Jesus já tem contrato apalavrado por 2 anos, vale o que vale, mas a confirmar-se cai por terra a
tese da saturação do treinador , não achas?
É revelador dos processos desta direcção, é como aquela história do escorpião...está na sua natureza.
Desculpa lá o Benfica não pode ser isto.

 
At 5/11/2009 11:45 da manhã, Blogger Passaralho said...

Eu sei que já falamos sobre isto tudo há cerca de um ano, e na altura eu disse que se calhar, infelizmente, íamos estar aqui agora a discutir... ISTO.

Eu sei que o Quique errou muito, e nem sequer duvido que neste momento seja completamente impossível e insustentável mantê-lo cá.

Eu sei que vai começar um 'novo ciclo'. Aliás, já o sabia há muito tempo, há mais de um ano.

Eu sei como isto podia ter sido evitado. E vocês também.

Porque é que nunca houve uma posição de força por parte do presidente e do próprio Rui a apoiar a equipa e o treinador?
Sim, que lhe deram os jogadores e as condições e tal, mas... E apoio? NUNCA!

Nos momentos frágeis, a requerer união, onde andavam esses senhores (Rui incluído)? Em Londres a negociar jogadores e treinadores?
E não foi só agora.

O Quique nunca viu ninguém do seu lado, a defende-lo a ele e aos seus métodos, ao projecto iniciado por todos.

Acham sinceramente que assim é possível trabalhar? Apunhalado por aqueles que mais apoio lhe deviam dar? Não creio.

E não, não sou defensor do Quique, e o prazo dele cá está finito, nitidamente. Mas não pode nem deve ser ele a ficar com a responsabilidade de tudo o que aconteceu. Nem de bom(?) nem de mau.

Como já disseram, o próximo vai ser a mesma coisa, se não mudarem os métodos no topo da pirâmide, ou a própria pirâmide.

E sabem o que acontece depois? O Jesus vem. Daqui a uns tempos é despedido porque é importante mudar. Vai para o porto e é tri ou tetra ou penta. E passa a ser bom treinador, mesmo odiado por nós, porque cá não soube e tal. E os árbitros (e sim, estes ajudam IMENSO).
E vai, o porto já leva mais 3 ou 4 campeonatos que nós, e já nem o canal História se interessa por nós.


Pronto, está a leitura dos próximos anos feita. Guardem isto, imprimam, arquivem, porque se continuarmos com o sr orelhas, vai ser exactamente assim. Ou pior, mas pouco.

P.S.: nem pensar em antecipadas. Mas em Outubro, é chamá-los às responsabilidades, se faz favor.
P.S.2: Por falar nisso, em Outubro estamos à frente com 3 ou 4 pontos de avanço e o presidente vai aparecer muitas vezes ao lado do desgraçado que vai ser despedido meses mais tarde.

Cumprimentos,
Benfica Sempre!

 
At 5/11/2009 11:47 da manhã, Blogger Índio Ruço said...

Subscrevo na íntegra este texto do pricipio ao fim.

 
At 5/11/2009 12:04 da tarde, Anonymous Johnny Rook said...

Estamos encalhados! O futebol do Benfica parece o Tolan!
Presidente, treinadores, jogadores?!?! Já não sei o que pensar!
O presidente foi sempre o mesmo; os treinadores foram vários e os jogadores foram às paletes!
Factor comum a tudo isto? O presidente! Foi o único que não mudou!

Mas ele treina, joga, atira à trave, dá frangos? Claro que não! Mas dirige, comanda, "diz como é"!

Vendas erradas de jogadores, compras erradas de jogadores, e treinadores que fazem o que querem, normalmente dá nisto!

Mas às vezes há males que vêm por bem! Pode ser que sem dinheiro promovam 6 juniores, mandem embora os vadios que custam balúrdios mais aqueles que, coitados, não sabem jogar futebol(e que são muitos)!

 
At 5/11/2009 2:23 da tarde, Blogger Harry Lime said...

Neste contexto é que se vai ver a força do Rui Costa para resistir aos protestos dos socios e às prssões do LFV.

O risco de uma mudança de 10 ou 11jogadores penso que é baixo. É que o ambiente economico não é propicio a evnturas destas como era há 10 ou 15 anos (ou mesmo 5!) anos atrás.

Por isso, ao contrario do d'Arcy, penso que o perigo da mudança de treinador é muito maior do que a compra/venda de jogadores. é evidente que a massa benfiquista neste momento quer sangue.

E esta situação é muito mais um teste ao caracter do Rui Costa, que eu acho que ele vai passar.

PS. Mais uma vez, eu estou a adoptar uma visão neutra do problema. É evidente se eu estivesse a escrever como sportinguista o meu conselho seria outro: dispeçam o Quique e contratem o Queirosz (que não deve durar muito na selecção...) :):):):)

 
At 5/11/2009 2:31 da tarde, Blogger D'Arcy said...

E se for o próprio Rui Costa o principal interessado na mudança de treinador?

 
At 5/11/2009 2:36 da tarde, Blogger Harry Lime said...

Neste discussão, apesar de me dizer pouco respeito, estou com o D'Arcy. A direcção deu todos os meios ao Quique e por isso a "culpa" é do Quique, que organizou mal a equipa quando ela entrou em campo.

Agora, o facto do Quique ter errado e não ter entendido a natureza do futebol portugues não é razão para o despedir. com quantos treinadores é que isso não aconteceu já?

Até o Velho Trapp que foi campeão foi acusado de não ter compreendido o Benfica e o futebol portugues. apesar de na minha opinião, o ter compreendido demasiado bem...

O Benfica, à imagem do Porto e do Sporting, tem de ter establidade: ao nivel do plantel, da equipa tecnica e da direcção. E neste aspecto, o Quique parece-me tão bom treinador como o Koeman, por exemplo...

PS. E mais uma vez, não quero faltar ao respeito aos benfiquistas. É que como estudante amador de gestão (e dentro de alguns meses, como o D'Arcy sabe, vou mesmo ser estudante de gestão!) o caso do Benfica intriga-me. Por isso, e por mais paradoxal que pareça, eu sou um sportinguista interessado numa solução para os maus resultados do Benfica :):):):)

 
At 5/11/2009 2:40 da tarde, Blogger Passaralho said...

Seja quem for o principal interessado, não duvidem que o treinador vai mudar.

O 'apoio' que Quique teve no último terço do campeonato, da parte do presidente e do Rui, e a afirmação inequívoca de que 'o Benfica não rasga contratos' proferida por lfv, são a prova cabal de que Quique tem os patins postos.

Foi quem o foi buscar (presidente e dd) quem lhe fez a cama. Com outro tipo de postura e atitudes, podia muito bem ser viável, fosse ou não um boa solução. Assim, nem pensar. Tiraram-lhe o tapete.

E isto não são atitudes que queira no meu Benfica. Isto é de gente baixa.

E repito, não está em causa ter ou não motivos ou razão para despedir ou deixar sair Quique.
Fazê-lo cair é que não!

Cumprimentos,
Benfica Sempre!

 
At 5/11/2009 3:02 da tarde, Blogger Harry Lime said...

E se for o próprio Rui Costa o principal interessado na mudança de treinador?D'Arcy,

Nessa altura, o Rui Costa desilude-me profundamente. Quer dizer não que isso o afecte muito. :):):)

Mas a verdade é que a imagem que eu tenho do Rui Costa (como jogador e como homem) é a de um gajo que joga de cabeça levantada, em todos os sentidos da palavra.

E o momento actual é para ele segurar a pessoa em que acreditou e o projecto em qua apostou no inicio da época. Como costumava dizer um ex-chefe meu (que o d'Arcy sabe quem é :):):) ): ninguem disse que ia ser facil!

E aqui há que contar não só com a implementação do projecto no interior do Benfica como perceber que os adversarios do Benfica (SCP e FCP) estão muito à frente no que diz respeito à organização do clube. Ou seja, o Benfica pode perder apesar de ter uma boa organização, bons jogadores e bons tecnicos.

Isso tem acontecido no Sporting nos ultimos anos: o Sporting não tem ganho porque pura e simplesmente o Porto é melhor: melhores jogadores, melhor organização e uma equipa que não sendo melhor que a do Sporting (nem que a do Benfica), consegue fazer das fraquezas forças devido ao ambiente em que está inserida.

 
At 5/11/2009 5:32 da tarde, Blogger Índio Ruço said...

O Costa para mim não está cima de nada nem de ninguem, convem acabar com os mitos e as vacas sagradas.

O que interessa é o clube e o processo onde se encontra no meio competitivo onde está inserido.
Que ao perder pelo menos se construa qualquer coisa e não entrar no eterno processo destrutivo.Um treinador, um novo ciclo.O que é que se constrói assim?

Tenho a impressão que se por mero exercício se pedisse a alguem (não ao Harry, que ele só nos dá bons conselhos) dos nossos adversários mais directos que formulassem os seus desejos para o as decisões relacionadas com o futebol do Benfica, o LFV teria acertado em quase todos.

 
At 5/12/2009 2:55 da manhã, Blogger planetaportugal said...

Caros Benfiquistas

É com imenso prazer que anunciamos a abertura de um Motor de Busca do Benfica na rede Gusca.

Falamos do Benfica Gusca.

http://benfica.gusca.net/

O Benfica Gusca obtém nos seus resultados os mesmos resultados que o Google, sendo que para o utilizador final, usar o Benfica Gusca é similar ao uso do Google mas com o Tema do Sport Lisboa e Benfica.

Esperamos que seja do vosso agrado e experimente Já!!!

http://benfica.gusca.net/

 
At 5/12/2009 9:59 da manhã, Blogger D'Arcy said...

O que eu estou a reparar é que, tendo em conta o meu espírito de contradição, vendo a forma desenfreada como tanta gente se atira ao Vieira (e agora até mesmo ao Rui Costa), ainda vão é conseguir fazer de mim algo que eu nunca imaginei ser possível: um vieirista :p

 
At 5/12/2009 11:29 da manhã, Blogger Índio Ruço said...

Tens uma lata...tu não és outra coisa senão um Vieirista e um "Costista" que anda há procura de uma boa desculpa para o declarar:))
Ou julgas que não se nota? Sim...nota-se muito:))

O Vieira cá para mim pode vir com as estratégias que vier, com o Costa ao colo, com meio Costa, com a nossa senhora do Caravaggio, com o grande profeta Jesus, até com o Martir de Gaia...que para esse peditório...mas atenção com o nivel de conformismo e conservadorismo que existe e com a propaganda adequada, que muitos subservientemente fazem, ele será sem duvida o vencedor da eleições.

O que é preocupante é que o Porto está a penso que 8 campionatos de nos apanhar, com mais tres anos ficará a 5. Isso é que é preocupante, agora ver as coisas pelo lado dos nomes, nunca me interessou menos.

 
At 5/12/2009 11:51 da manhã, Blogger D'Arcy said...

Não, Índio. Eu por norma sou apoiante da direcção do Benfica, seja quem lá estiver, durante a duração do seu mandato (e mesmo durante o mandato do Vale e Azevedo, quem me ouviu falar sabe que o defendi com unhas e dentes contra todos os ataques externos enquanto ele lá esteve; depois quando chegaram as eleições manifestei a minha discordância votando no Vilarinho). Confio muito no Rui Costa, é verdade, porque sei que é alguém que sabe bastante sobre futebol e que tem uma motivação como poucos terão para fazer o Benfica voltar a ganhar, mas vieirista é que nunca me considerei. Deposito a minha confiança nas pessoas que neste momento compõem a direcção, mas não me faz grande diferença que seja o Vieira ou outro no topo, desde que seja competente.

O que eu nunca gosto muito é quando surgem correntes de demonização, como que justificando que todo o mal do Benfica estará centrado numa única pessoa, neste caso no Vieira. Tal como não concordo que seja o Quique o único culpado da época ter corrido mal (neste momento até confesso sentir uma certa pena dele).

 
At 5/12/2009 12:02 da tarde, Blogger Passaralho said...

Caro D'arcy, então explica-me...

.Se o Quique não é o único culpado, que não é...

.Se os outros dezatrinta treinadores também não eram...

.Se o Rui também não é, por razões óbvias e por ser o seu ano de arranque...

.Se os jogadores têm a mesma culpa que os outros cento e trezentos que lá passaram...

Quem é o factor comum à desgraça que temos sido??...

Cumprimentos,
Benfica Sempre!

 
At 5/12/2009 12:30 da tarde, Blogger Índio Ruço said...

Pois, mas eu não consigo apoiar uma direcção quando não perfilho da linha de actuação, especificamente neste caso e (tambem no de Vale e Azevedo) desconfio muito do sebastianismo seja ele qual for e não gosto de soluções dinásticas.A competência acima de tudo.
Coisa diferente é apoiar o clube, sou benfiquista nem muito nem pouco e revejo-me sempre que qualquer direcção toma acções correctas em defesa do clube.já disse diversas vezes que o Vieira actuou tão bem como sabia no Apito Dourado, e noutras intervenções que fez em prol do clube, por exemplo a Benfica TV etc..

Não existe demonização do Vieira,
o que existe é uma reacção apropriada a anos e anos de demagogia e populismo que agora lhe estão a ser devolvidos na justa medida em que ele os proferiu.
Teve intervenções totalmente ao arrepio do bom senso e tiques autoritários que eu não gosto de ver no Benfica.

Basicamente não gosto do seu "aproach" ao Benfica, o Benfica não é uma sociedade unipessoal.

 
At 5/12/2009 12:31 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Já disse acima o que considero serem as obrigações de uma direcção. Se elas estão a ser cumpridas, não estou à espera que o presidente vá lá para dentro marcar golos. Daqui a pouco estão a tentar convencer-me, sem motivos objectivos, que perdemos simplesmente porque o homem lá está. Se calhar é porque dá azar.

Há muita coisa que nos pode impedir de vencer, e para além dos nossos próprios erros há também diversos factores externos ao próprio clube.

 
At 5/12/2009 3:50 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Eu normalmente não vejo a pessoa. Vejo acima de tudo o presidente do Sport Lisboa e Benfica, e como benfiquista tenho o máximo respeito pelo cargo e defendo-o conforme posso. Tenho meios e locais para o criticar dentro do meu clube. Em Assembleias e eleições, e é isso que faço.

Aquilo que os nossos rivais ou inimigos dizem sobre nós entra-me por um ouvido e sai-me pelo outro, mas quando são benfiquistas a atacar o seu próprio clube, isso afecta-me. Consegue deitar-me ainda mais abaixo depois de uma derrota. Para mim isso dá para o exterior uma imagem de desunião e fraqueza. A minha forma de viver o Benfica diz-me que os nossos assuntos são discutidos dentro de nossa casa, não na praça pública, onde alimentamos o circo mediático que sobrevive muito à nossa custa. Pode haver muita gente que não sinta isto ou não pense assim. Eles lá saberão. Eu tenho a minha postura; lamento não me sentir confortável a juntar-me à turba que atira pedras.

 
At 5/12/2009 5:14 da tarde, Blogger Índio Ruço said...

Desculpa D'Arcy, mas "atacar" a direcção esta ou qualquer outra não é atacar o clube,são coisas completamente diferentes, são diferenças de visões sobre os problemas e soluções.E isto é uma força não uma fraqueza/ameaça.
O que eu não aceito é que um clube aberto e democratico como o Benfica se resigne ao unanimismo, e sei que tu tambem não.

Quanto à questão das assembleias gerais isso tem a ver com a mudança de estilo de vida e as novas formas de comunicação, no fundo o novo paradigma em que todos nós vivemos. É impossivel que num clube universal como o Benfica as criticas se guardem para as AG quando tem sócios espalhados por todo o mundo e de norte a sul do País.

Quanto ao circo mediático dou-te razão e como sabes detesto o jornalismo medíocre que se pratica um pouco por todo o lado, mas aqui tambem esta direcção não tem sabido falar com os adeptos, pois com um instrumento como a Benfica TV, nunca vi uma unica vez o Costa a dirigir-se aos adeptos a justificar ou esclarecer as suas opções, a questão das arbitragens, quais os objectivos a atingir, etc...pergunto, porquê? Quando é capaz de aceitar a primeira oferta para participar num qualquer show televisivo.
O Clube é que tem que se adaptar ao "admiravel mundo novo" e não o contrario.Não achas que pelo menos deviam fazer esse esforço?

Para finalizar e que fique bem claro, para mim a tua postura e opções não estão aqui em causa, longe de mim julgar a tua forma de ver e sentir o clube, para mim o que está em causa são unicamente as opções desta direcção, presidida por LFV.

 
At 5/12/2009 6:05 da tarde, Blogger Harry Lime said...

Quanto ao circo mediático dou-te razão e como sabes detesto o jornalismo medíocre que se pratica um pouco por todo o lado, mas aqui tambem esta direcção não tem sabido falar com os adeptos, pois com um instrumento como a Benfica TV, nunca vi uma unica vez o CostaIndio Ruço,

Uma especie de conversas em familia benfiquistas :):):):)

O Benfica perde porque do ponto de vista organizativo está atrasado em relação a Sporting e Porto e isso reflecte-se nos resultados.

A continuidade de um treinador não pode estar dependente de resultados de curto prazo. Uma equipa não pode mudar de treinador todos os anos (mesmo quando é campeã).

E deste ponto de vista, o Quique parece-me tão bom (ou tão mau) como qualquer outro.

O Rui Costa comprometeu-se com um projecto de 3 ou 4 anos que incluia o Quique por isso deixem-no cumprir esse tempo e depois tirem as conclusões. Agora, o que o Bom Povo Benfiquista quer é resultados no dia seguinte e isso é impossivel.

É que nem sequer há nenhuma garantia de que outro treinador ou outra direcção consigam fazer melhor. Como de resto, o passado nos demonstra. E não será nenhum Jesus nem nenhum Jose Veiga que vão, por obra e graça do Espirito Santo, tirar-vos do buraco.

 
At 5/12/2009 10:30 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Nesta altura confesso q já nem sei o q pensar ou dizer, começo a ver sinais obvios q algo de muito errado se passa internamente.
Este ano com uma boa equipa temos um treinador mediocre e estou a ver q para o ano vamos ter um bom treinador mas uma equipa mediocre.
Isto a confirmar-se é um claro sinal q nem todos estão seriamente interessados em ver o SLB campeão ou a defender os seus interesses.
O LFV começa a ter muito q explicar e se este julga q o Rui Costa vai servir de bode expiatório para o salvar na próxima época está muito enganado, nem todos são da opinião fácil ou popular e já começa a ser difícil ñ levantar sérias dúvidas qt á gestão desportiva do nosso presidente e quais as suas reais intenções.
Qt ao Quique é passado e é só algumas nóticias recentes virem a confirmar-se para poder afirmar q este cumpriu os seus objectivos.

 
At 5/13/2009 8:14 da manhã, Blogger Índio Ruço said...

Harry, o problema porque o Benfica é tão discutido na praça pública e nos media, é porque estes sabem que os adeptos não acreditam no que o Vieira diz. Basta lembrar o autentico chorrilho de frases populistas e anunciamentos patéticos que foram feitos nos ultimos anos.As voltas e reviravoltas que sucederam.
Agora foi mais um discurso enigmático, pouco claro e que alimenta todas as teorias e suspeições.Ora isto é ouro puro para os media e a culpa já não é deles.
Em qualquer clube com a grandeza do Benfica por essa Europa fora a comunicação com os adeptos e sócios tem que ser eficaz e as direcções têm que ter uma linha clara em que os adeptos possam confiar.No Benfica isso não existe, é tudo uma questão de humor presidencial.
Veja-se o caso do Bayern, despede o Klinsmann, anuncia que o Heynckes é o treinador até final da temporada, diz que o Target é o Van Gaal e hoje anuncia que dentro de 3 ou 4 dias, ele será o novo treinador do clube.A isto chama-se ter respeito pelos adeptos.

No Benfica os adeptos têm que ser informados ou pelos jornais ou pelas fontes nem sempre fidedignas de alguns bloggers ou por sinais de fumo.

Hoje é o Quaresma...

 
At 5/13/2009 11:13 da manhã, Blogger Índio Ruço said...

Mais um caso de um grande clube.

"El técnico de la Juventus de Turín, Claudio Ranieri, salió reforzado como entrenador del equipo tras el Consejo de Administración que el club celebró este martes y en el que, entre otras cosas, se abordó el futuro del banquillo turinés, informa la prensa italiana.
"Ranieri ha sido muy honesto, se ha comportado bien con la Juventus y también la seriedad de la persona ha sido valorada por los consejeros. Esperamos al final del campeonato, deseando ver al equipo con el mismo espíritu que ha tenido en Milán", dijo Montali
"Después nos volveremos a reunir y si las motivaciones coinciden aún podremos seguir juntos. Por lo demás, tenemos otro año de contrato",

Simples. O Ranieri vai no 2º de um contracto de 3 anos. O ano passado creio que foi 3º.


Mas o que é dolorosamente real é isto, e não sei sinceramente como o podemos evitar.


"Jesualdo fica para apanhar número de títulos do Benfica

Com o tetra já realizado, o FC Porto chegou aos 62 títulos conquistados. A fasquia é chegar aos 66 dos encarnados, Jesualdo Ferreira é o homem escolhido para a ultrapassar.
O Benfica está apenas a quatro títulos de distância na soma de todas as competições, a final da Taça e a próxima época poderão ser suficientes para que Jesualdo Ferreira seja o homem a conseguir essa recuperação."


PS- D'Arcy se vires que este comentario está repetido estás à vontade para o apagar.

 
At 5/13/2009 2:23 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Os andrades lá saberão porque razão um ano antes já podem contar com os títulos do ano que vem. Eu não sei é porque é que eles não aproveitam para ganhar o Totobola uma data de vezes.

Sei que têm uns oito campeonatos a menos, e taças sao outras tantas a menos, por isso devem estar a contar com Supertaças e afins.

 
At 5/13/2009 3:15 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Também podias ter ido buscar o exemplo do Milan, e das declarações do Berlusconi sobre o seu desempenho esta época ;)

 
At 5/13/2009 6:04 da tarde, Blogger Índio Ruço said...

Ah! E com a Taça Superbock que vão disputar a Luanda com o Sporting (who else?);))

Só dou credibilidade ao Berlusconi quando se trata de squaws;)

 
At 5/13/2009 6:52 da tarde, Blogger Harry Lime said...

Harry, o problema porque o Benfica é tão discutido na praça pública e nos media, é porque estes sabem que os adeptos não acreditam no que o Vieira diz. Basta lembrar o autentico chorrilho de frases populistas e anunciamentos patéticos que foram feitos nos ultimos anos.As voltas e reviravoltas que sucederam.Sim, concordo convosco. O problema do Benfica começa logo nas cupulas.

Mas se o Rui Costa tem um projecto sério (e acredito que ele o tem) tem de lutar por ele. e no fim, corra bem ou corra mal, vai ser avaliado por isso.

Eu sei que a malta benfiquista não gosta de exemplos vindos de fora mas a verdade é que o sporting tem tirado dividendos da constancia da permanencia do PB como treinador. E tem conseguido alguns resultados. E acima de tudo há que ter paciencia!

 
At 5/13/2009 6:56 da tarde, Blogger Harry Lime said...

Tenho tanto respeito pela Taça superbock como pela Taça Carlsberg.

a diferença é que esta ultima sagrou um novo recordista mundial no lançamento da medalha. Aquele estupido do Pedro silva encontrou finalmente a sua vocação :):):)

 
At 5/14/2009 7:58 da manhã, Blogger Índio Ruço said...

O projecto do Costa é, segundo o D'Arcy, "nem que a águia tenha que dar 60 voltas ao Estádio o Benfica vai ser campeão" (mais ou menos isto)ora perante um projecto deste cariz eu só posso discordar, porque sou um Índio e contra a crueldade para com os animais, depois em termos simbólicos o Costa deve estar a ver o filme ao contrário já que a frase devia ser " Nem que eu dê 60 voltas ao Estádio a Águia voltará a ser campeã". A não ser que o Costa ainda não tenha reparado bem no recibo do vencimento, convem dizer-lhe que ele é que trabalha para a águia e não o contrário, ou talvez o logo do SLB nos recibos de vencimento tenha mudado e a águia já tenha um leve buço...ou bigode.
Mas enfim, vestiram-lhe o fato da vedeta sagrada e o coitado do Costa tem que proferir estas coisas para não destoar do papel de legítimo sucessor do Vieira, que é mestre neste tipo de frases.
Oxalá ele saiba o caminho.

Acho que o Pedro Silva foi fortemente influenciado pelo grande Marco Fortes.:))

 
At 5/14/2009 10:34 da manhã, Blogger Índio Ruço said...

Já agora como não quero ficar arredado da questão, declaro que o meu treinador português favorito é o José Mota. Pôs a jogar o Leixões como ninguem e a sua equipa só caiu já no inicio do ano fruto das saídas de dezembro e do natural desgaste.Mais, acho o Braga um bom avançado e se o José Mota viesse para a Luz conseguia-o trazer.Depois existe outro ponto, o Leixões é em muitos aspectos parecido com o Benfica, mas a Norte, é um clube popular e de gente humilde, portanto de Mistica tambem estavamos servidos.
Ainda havia outra vantagem é que o Zé Mota com o boné que usa podia perfeitamente fazer um part-time como funcionario da bomba de gasolina lá do Estadio, o que ajudava a pagar o seu ordenado e quem sabe acabar por fazer uma carreira de sucesso no ramo dos petróleos.

Agora por favor ajudem a espalhar esta "opinião" replicando-a nas caixas de comentarios dos blogs certos, e esperem pelo menos uma semana. Vão ver que será o próximo cliché benfiquista, até porque o Jesus vai perder com o Quique (a sério que me fartava de rir por mais que um motivo) e os que defendem hoje a entrada do Jesus depressa teriam que mudar de agulha (como é habitual)para outro treinador português. Por favor dêem uma oportunidade ao bom do José Mota, ele tambem merece, coño.

 
At 5/14/2009 2:38 da tarde, Blogger D'Arcy said...

Não deturpes as minhas palavras, Índio. Esse não é o projecto do Costa, e ele nunca disse nada disso em público. Foi numa conversa informal, em tom de brincadeira, e não a propósito de ser campeão, mas sim de fazer o Benfica uma equipa ganhadora, daquelas que quando marcasses o primeiro golo tivesses a certeza que o jogo estava ganho.

 
At 5/14/2009 4:54 da tarde, Blogger Índio Ruço said...

Ok D'Arcy mas vê o lado positivo da questão, ao menos eu disse que ele tinha um projecto.:))

 
At 5/14/2009 5:07 da tarde, Blogger Índio Ruço said...

E diz lá a diferença entre uma equipa ganhadora como ele quer e um campeão, e entre um campeão e um projecto? Tomara ele...

Mas não há-de ser com o Jesus que é um lorpa, pois foi "engrupido" no Banco Privado, e como tal aquilo das tacticas é só basófia.Se o tipo não consegue cuidar do dinheiro dele...Um autêntico otário. Ora otárias vejo eu no Oceanário e não num campo de futebol.
Depois já foi altamente malcriado e inconveniente para o Benfica, quase odiento.

 
At 5/14/2009 5:39 da tarde, Blogger Hattori Hanzo said...

Bem ... de volta aos comentários. Estive por fora e não pude comentar nestas semanas. Concordo ctg. Indio, acho que já passou o tempo do Vieira e não confundo a direcção com o clube ... acho que são coisas completamente diferentes, e por isso discordo ctg. D'arcy ... ao se criticar a Direcção não se dá ideia de fraqueza, pelo contrário demonstra que pensamos por nós próprios. E se por um lado podes dizer que este ano fizeram todas as vontades ao Quique ... também é verdade que raramente a direcção o protegeu verdadeiramente. Com isto não quero dizer que este não tenha feito várias asneiras (como sabes ao longo do ano fui falando em algumas)e que tenha condições para ficar. Acho que infelizmente não ficará ... uns fizeram -lhe a cama e outros não o protegeram como deve ser. Quanto ao Rui Costa não me parece que o vá aguentar ... agora é que se vai ver se ele tem estofo para isto ou não. Posso estar a ser até injusto para para ele mas parece-me que como tem dito o grande Indio, infelizmente parece-me mais importado com a imagem (tal como o Quque aliás ao longo do ano) do que em ir verdadeiramente à luta. Entretanto quem quiser discutir mais alguma coisa pode passar pelo meu blog em conjunto com um amigo, teoricamente será sobre quaquer tipo de desporto ... http://oplaymaker.blogspot.com

 
At 5/14/2009 6:54 da tarde, Blogger Índio Ruço said...

Longa vida ao teu blog grande ninja!
Eu gostava de ir lá comentar mas não atino com a caixa de comentarios, coño! Como é que se faz? Eu tenho uma conta do google e não consegui "postar" nada...dá aí uma dica que este Índio ainda é do tempo do cavalo de ferro a carvão.

 
At 5/15/2009 3:12 da manhã, Blogger D'Arcy said...

Acho que só agora recuperei o fôlego após ter estado na Luz a ver o jogo da meia final do andebol.

Caraças, ver aqueles tipos jogar daquela maneira, com aquela crença, raça e vontade, a acreditar até ao último segundo (literalmente!) é ver uma demonstração do que é ser do Benfica. O ano passado, logo a seguir a sermos campeões, lembro-me do Luís Nunes, em lágrimas, ter dito que era um orgulho enorme vestir aquela camisola, e que seria capaz de morrer por ela. O que é certo é que ele e os colegas bem mostram em campo que palavras daquelas não são simplesmente atiradas da boca para fora.

Quem me dera ter na equipa de futebol uma mão cheia de jogadores que sentissem a camisola daquela maneira.

 
At 5/16/2009 7:20 da tarde, Blogger joão said...

Quique já não tem condições de ficar no Benfica, mas não é por não ter apoio do LFV ou do RC, mas sim pelos erros cometidos ao longo da época e eu até simpatizo com o quique mas nos 2 últimos jogos ele perdeu toda a margem de manobra que tinha no clube e por muito que se pretenda que ele fique para a próxima época para pelo menos inverter os acontecimentos de épocas passadas isso já é de todo impossível porque se quique ficasse ao primeiro mau resultado da próxima época quique caía e isso para mim era bem pior que a sua saída este ano.
O Benfica nunca foi um clube de manter muitos anos o mesmo treinador vide historia do Benfica, desde a década de 60 e já vão 40 anos só por 3 vezes repetimos um treinador 3 épocas consecutivas e outras tantas vezes repetimos um treinador 2 épocas, e mesmo assim de referir que nestes casos estão Eriksson duas vezes e Mortimore outras tantas. Lembro que não por manter o treinador que vamos ganhar vide exemplo do nosso rival e que não é por mudarmos que não podemos ganhar. O que é preciso e não tem sido feito é quando mudarmos de treinador não mudar a equipa toda como tem sido os casos e logo estarmos sempre a construir uma equipa nova, foi dito que demos tudo o que o treinador pediu, o que de facto foi verdade, mas o que tem que ser feito é só dar ao treinador aquilo que interessa ao clube tenha ao não sido pedido pelo treinador.
Com tudo o que foi dito a escolha do treinador para o Benfica tem de ser feita, e nos últimos 15 20 anos não tem sido feita assim, com mase nos jogadores que o Benfica já tem e não com base no facto de o treinador A ou B é muito bom ou está na berra, como é o caso de Jorge Jesus mas que não é treinador para o plantel de jogadores do Benfica, dado que este joga em losango e o plantel não tem essas características, tinha sido de facto uma boa opção para suceder a Fernando Santos mas não para suceder a Quique.
Quanto a LFV não sou um vieirista mas reconheço-lhe méritos sobretudo financeiros e patrimoniais, mas também defeitos sobretudo a falta de apoio e deixar cair rapidamente quem o pode prejudicar, mas não acho que tenha havido falta de apoio e dizer que os últimos resultados foram por falta de apoio é um pouco forte, e sobretudo LFV irá continuar no Benfica não pelos seus méritos mas sobretudo pela falta de candidatos credíveis, que até agora ainda não apareceram. Não nos podemos esquecer que num momento parecido toda a gente no Benfica desejou a todo o custo a saída de Manuel Damásio um presidente muito parecido com LFV mas o que veio depois foi muito pior, e neste momento a única alternativa que se perfila cheira muito a Vale e Azevedo.

 

Enviar um comentário

<< Home