segunda-feira, maio 03, 2010

Ansiedade

Perdida a primeira oportunidade para fecharmos o campeonato, resta-nos deitar isto para trás das costas e centrarmo-nos na próxima oportunidade que teremos para o fazer. Peço desde já desculpa pela qualidade da crónica, mas não consegui ver o jogo com muita objectividade, já que por diversas vezes acabei por sair da frente do televisor, em especial durante a primeira parte, devido aos nervos. Para além disso, eu sou humano, e a verdade é que não tenho vontade nenhuma de estar a escrever sobre isto. O que me interessa é ganhar ao Rio Ave.

O Benfica teve uma entrada forte no jogo, atirando uma bola ao ferro logo aos quatro minutos. Logo a seguir, o Olegário deu o mote para uma excelente primeira parte, mostrando ao Di María um amarelo que o deixa de fora do último jogo do campeonato. O Olegário lá saberá a razão pela qual o Di María sofre falta, é pisado, e ainda vê o amarelo. Seguindo neste tom, ele deixou o Fuzil em campo apenas e só porque quis (seria o segundo amarelo ainda antes dos vinte minutos) e excluiu mais dois jogadores do Benfica da última jornada (Javi e Coentrão). Quanto ao jogo, o Benfica criou outra grande oportunidade, desperdiçada pelo Javi, mas o Porto já tinha equilibrado a partida, que agora se disputava num ritmo bastante elevado. Nos minutos finais do primeiro tempo foi o Porto quem passou a ter algum ascendente e, quase no final, concretizou esse ascendente colocando-se na frente do marcador, através de um cabeceamento do Bruto Alves na sequência de um canto.

O segundo tempo iniciou-se praticamente com o Fuzil a ver o segundo amarelo que deveria ter visto meia hora antes. Depois desta expulsão o Benfica passou a tomar conta do jogo, que se disputava quase sempre no meio campo do Porto, enquanto estes tentavam explorar o contra-ataque, o que faziam com perigo. Aos cinquenta e sete minutos o Benfica conseguiu empatar, com o Luisão a rematar em esforço após ganhar uma bola dividida, e as coisas pareciam compor-se. Mas estupidamente sofremos o segundo golo apenas dois minutos depois. O Avançado do Porto parece estar em posição irregular, mas esperava melhor da nossa defesa, que não foi expedita a afastar a bola. A partir daqui pareceu-me que a nossa equipa acusou alguma ansiedade, optando demasiado cedo por cruzamentos largos que facilitaram a tarefa da defesa adversária. Os lances de maior perigo que criámos foram entrando pelo centro com trocas de bola rápidas (Aimar e Weldon podiam ter marcado), mas explorámos pouco esse aspecto. O Porto continuava a explorar o contra-ataque, e depois de ter ameaçado com uma bola na barra, acabou por resolver o jogo numa iniciativa individual do Belluschi. O final do jogo veio, e os andrades festejaram rijamente o apuramento para a Liga Europa. Quanto a mim, coloquei imediatamente isto para trás das costas.

Agora devemos manter a cabeça fria, e prepararmo-nos para o próximo jogo, em que temos tudo para resolver isto de uma vez por todas. Mesmo sem três jogadores nucleares (como é que o Saviola e o Aimar ainda escaparam às garras justiceiras do Olegário é que eu não sei). Independentemente das diatribes do Olegário, também é verdade que já vi a nossa equipa fazer melhor do que aquilo que mostrou hoje. Sofrer dois golos quando se está em vantagem numérica e o resultado é aquele que desejamos é demasiado atípico. Mas dias menos bons todos os têm, e nós já há muito tempo que não tínhamos um. Continuamos na posição mais invejada, e com tudo para fazermos a festa para a semana. E isso é o que mais importa.

2 Comments:

At 5/03/2010 5:12 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Mesmo tendo feito um bom campeonato.

Mesmo estando o Braga a ser empurrado por factores completamente estranhos.

Mesmo sendo a melhor equipa dos ultimos tempos do Benfica necessitar da ultima jornada para ser campeão.

Mesmo entrando para esta jornada a necessitar de um ponto em dois jogos.

Mesmo jogando toda a 2ª parte com mais um elemento.

Mesmo conseguindo o golo do empate estando em desvantagem no marcador.

Mesmo perante todos estes factores, jogaram completamente "borrados"

 
At 5/03/2010 7:39 da tarde, Blogger joão said...

Anonymous não concordo quando dizes que a equipa esteve completamente “borrada” isso só aconteceu depois do empate até ai a equipa não estando a fazer um grande jogo também não estava a jogar mal, não podemos esquecer que teve uma grande entrada em jogo e só não conseguiu manter o ritmo porque os amarelos sem nexo foram estrategicamente mostrados aos dois jogadores que estavam a jogar melhor, mais a não expulsão e os dois penalties não assinalados muito contribuíram para a equipa não chegar ao intervalo com outro resultado.
Só depois do empate é que estranhamente ou não a equipa demonstrou ansiedade, intranquilidade e falta de atenção (para mim talvez por excesso de confiança) “borrada”como tu dizes mas ai a culpa na minha opinião é em grande parte dos adeptos que de há dois ou três jogos tem passado grande ansiedade para a equipa e pior que tudo o excesso de confiança, mesmo assim tendo a equipa falhado globalmente no segundo golo a verdade é que foi marcado em fora de jogo, mantendo-se ate ao fim essa ansiedade e intranquilidade não tendo a equipa a clarividência que demonstrou até ao empate pese embora não estivesse a fazer um grande jogo.


O facto de estarmos decepcionadas e de esperarmos mais da equipa e de ela a partir de certa altura ter estado mal não é motivo para não vermos que neste jogo fomos escandalosamente roubados, digam onde este ano nos negaram dois penalties, três amarelos despropositados que impedem jogadores chaves para a próxima jornada, um golo em fora de jogo e uma expulsão que tardou em meia hora, e não estamos a falar de um adversário qualquer, alias comparado com o roubo que foi o ano passado onde claramente fizemos barulho neste estranhamente não estamos a ver bem a roubalheira que foi, mesmo comparado com os best of da roubalheira neste estádio este não fica nada atrás. Para combater tanta roubalheira só a equipa a jogar super bem coisa que nesta fase da época já tem sido muito difícil.

 

Enviar um comentário

<< Home